A Peugeot trouxe no 3008 um ?ar? típico de um SUV, o que é válido tanto na aparência quanto para o comportamento.

Como era mais do que previsto a Peugeot realmente decidiu mostrar no Salão de São Paulo de 2016 uma novidade quentinha recém saída das mãos dos designers franceses da marca. Estamos falando do novíssimo 3008. Para quem não se lembra esse modelo já foi lançado. Na verdade, foi até durante o Salão de Paris que aconteceu a pouco mais de um mês. Já o lançamento do carro, ao menos no Brasil, está previsto para o ano que vem. Bom, vamos a alguns detalhes sobre essa novidade do setor automobilístico.

A Peugeot trouxe (ou implantou) no 3008 um “ar” típico de um SUV, o que é válido tanto na aparência quanto para o comportamento. O modelo apresentou uma evolução em relação a aparência deixando-a mais esportiva. Os parachoques estão significativamente mais largos, a cintura mais alta e rodas maiores. Além disso, ainda vamos encontrar alguns detalhes tais como o uso de cores diferentes entre a carroceria, o teto e as barras. Vamos encontrar também apliques nas saias laterais.

O novo 3008 foi desenvolvido em cima da nova plataforma modular EMP2. São 4,45 m de comprimento, a título de curiosidade são 8 cm a mais do que a geração anterior tinha. A distância entre-eixos tem 2,67m.

Essa “esticada” no modelo permitiu que o 3008 ganhasse em espaço interno. O porta-malas também ganhou nesse aspecto, ao todo temos 520 litros de capacidade. A capacidade anterior possuía 90L a menos. Além disso, de acordo com a fabricante a novidade é 100kg mais leve do que a geração anterior.

Ainda sobre as medias é interessante observar que a altura e a largura permanecem iguais. Ou seja, 1,62m e 1,84 respectivamente. São 22 cm de distância entre o carro e o solo.

Os condutores terão um painel central que possui uma tela com 8 polegadas (sensível ao toque) que conta com diversos apps, Bluetooth, navegação em 3D, controle de ar-condicionado e rádio. O 3008 ainda oferecerá a alternativa de o condutor adquirir um modelo que tenha massageadores nos bancos.

Na Europa a motorização oferecida já é conhecida. Teremos o 1.6 THP com 163 cavalos. Esse mesmo propulsor se encontra presente no Brasil em alguns modelos Peugeot e Citroen. Por aqui a informação é de que 3008 chegará com esse mesmo bloco.

Por Denisson Soares

Peugeot 3008


Novo modelo será comercializado no mercado indiano e está sendo analisada a possibilidade de ser vendido também no Brasil.

Apesar de já ser conhecido na China com o nome de iX25, o veículo compacto da Hyundai agora assumiu o nome de Creta, a fim de conquistar outros mercados, sendo que ele irá começar pelo mercado indiano. Segundo as notícias de bastidores, a fabricante do veículo, a Hyundai, vem analisando com bastante carinho a possibilidade de fazer a importação deste veículo também para o mercado brasileiro.

A escolha do nome Creta não foi por acaso, uma vez que este é o nome da maior ilha da Grécia, este veículo foi projetado com uma adaptação especial para destiná-lo ao mercado indiano, por lá esta novidade da Hyundai irá concorrer com outros veículos que já são velhos conhecidos por aqui, tais como, Renault Duster, Ford Eco Sport, exceção feita ao Nissan Terrano.

Esta versão do Creta lançada na Índia em suma não difere muito do modelo Chinês. Conforme a versão do Creta escolhida pelo cliente, este carro já vem de série com rodas no tamanho 17 polegadas, luzes diurnas de LED, central de multimídia com navegador no tamanho de cinco polegadas, bancos revestidos em couro com aquecimento, bem como seis airbags. Diante dessas especificações deu para perceber que este veículo é realmente recheado de acessórios.

O lançamento oficial deste veículo está marcado para ocorrer oficialmente no dia 21 de julho do ano de 2015. O Creta poderá ter como propulsor um motor 1.6 movido a gasolina, o qual terá a capacidade de desenvolver um potência de 123 cavalos, ainda este carro terá duas versões de motores movidos à Diesel, sendo uma aspirada 1.4 e a outra turbo 1.6, as quais terão a capacidade de desenvolver uma potência máxima de 128 cavalos. Exceto a versão com motor 1.6 movido a diesel que terá o câmbio automático com a presença de seis marchas, as demais versões deste veículo serão equipadas com um câmbio manual de seis marchas.

Para fazer a importação deste veículo aqui para o Brasil a Hyundai do Brasil quer primeiro ter certeza se irá ser vantajosa a ampliação da unidade da empresa que fica na cidade de Piracicaba (SP), a qual, atualmente, dedica-se na produção exclusiva da linha do conhecido HB20.  

Por Adriano Oliveira

Hyundai Creta

Hyundai Creta

Fotos: Divulgação


Embora o apelo aventureiro, os carros SUVs foram atrativos para o mercado e não passaram a ter importância somente para os motoristas que apreciam velocidade e obstáculos. Com suspensões avantajadas e espaço de sobra, os modelos SUVs se tornaram objetivo de consumo dos brasileiros que gostam de uma boa direção.  

Confira a lista dos SUVs mais vendidos no Brasil:

O Ford EcoSport está em 1º lugar na lista. Seus preços variam de R$ 57.585,00 a R$ 80.885,00, de acordo com a versão.

O Renault Duster ocupa o 2º lugar na lista. Seus valores estão entre R$ 53.990,00 e R$ 72.575,00, conforme a versão.

O Hyundai Tucson está na 3ª posição. Seus preços vão de R$ R$ 64.577,00 a R$ 69.466,00.

Na 4ª posição está o Hyundai ix35. Seus valores são de R$ 88.169,00 ou R$ 97.750,00.

Em 5º lugar está o Mitsubishi ASX. Seus preços variam de R$ 83.833,00 a R$ 105.666,00.

O Chevrolet Tracker ocupa a 6ª posição. Seus valores são de R$ 68.875,00 ou R$ 84.295,00.

O Mitsubishi Pajero está em 7º lugar. Seus preços variam de R$ 69.000,00 a R$ 206.214,00.

Na 8ª posição está o Kia Sportage. Seus valores variam de R$ 88.656,00 a R$ 116.475,00.

O Toyota Hilux ocupa a 9ª posição. Seus preços variam de R$ 87.578,00 a R$ 178.670,00.

Em 10º lugar está o Citroën Aircross. Seus valores variam de R$ 53.354,00 a R$ 69.757,00.

O Mitsubish Outlander está em 11º lugar. Seus preços variam de R$ 104.500,00 a R$ 138.950,00.

O Toyota RAV4 ocupa a 12ª posição. Seus valores variam de R$ 104.933,00 a R$ 134.916,00.

Na 13ª posição está o Lifan X60. Seu preço é de R$ 59.193,00.

Em 14º lugar está o Range Rover Evoque. Seus valores variam de R$ 178.172,00 a R$ 293.000,00.

O Audi Q3 ocupa a 15ª posição. Seus preços são de R$ 146.133,00 ou R$ 146.133,00.

Completam a lista os modelos Hyundai Santa Fe, Volkswagen Tiguan, Suzuki Grand Vitara, Dodge Journey e Chery Tiggo

Por Felipe Couto de Oliveira

Ford EcoSport

Renault Duster

Hyundai Tucson

Fotos: Divulgação


A Fenabrave divulgou os números das vendas da categoria SUVs grandes (Classe III) no Brasil. Seguindo a queda do setor automobilístico, a Classe III foi responsável por emplacar 2.525 veículos, caindo 13,82% em relação ao ano passado e recuando 19,94% na comparação com o mês de maio, onde foi registrado a venda de 3.154 unidades.

Mantendo a primeira colocação com uma boa diferença e representando 39,17% do mercado, a Toyota Hilux SW4 emplacou 989 unidades no mês de junho, mais do que a soma do segundo e terceiro colocado. Com baixa de 20,11% em relação a maio e uma queda de 12,86% na variação 2013/2014, o SUV da Toyota ficou 497 unidades a frente do segundo colocado.

Em segundo lugar e apresentando uma alta de 103,31% em relação ao ano passado, o Mitsubishi Outlander emplacou 492 unidades, mantendo a segunda colocação do segmento, com 148 unidades à frente do Hyundai Santa Fé, terceiro colocado. O SUV da Hyundai comercializou 344 e foi o único modelo que apresentou alta na variação maio/junho (+4,24%) e na variação 2013/2014 (+6,83%).

Fechando o top cinco do segmento, o Kia Sorento garantiu o quarto lugar com 180 unidades vendidas, com apenas 5 veículos de diferença do Chevrolet Trail Blazer, que emplacou 175 modelos. Ambos com quedas em relação ao ano passado, enquanto o Sorento teve queda de 53,85%, o Trail Blazer registrou baixa de 48,68%.

Em sexto lugar, o Dodge Journey registrou alta de 243.5% quando comparado ao ano passado, sendo a maior alta do segmento. Com 158 unidades emplacadas em junho, o Journey ganhou a sexta posição do Jeep Cherokee (7º), que sofreu uma queda de 38,36% em relação ao mês de maio e teve 143 veículos emplacados.

Fechando os dez veículos mais vendidos no mês de junho estão o Dodge Durango (8º) com 33 unidades comercializadas, Ssangyoung Kyron (9º) com 7 veículos vendidos e Kia Mohave (10º) com 3 unidades emplacadas.

Por Caio Polo

Foto: divulgação


Apaixonados por carros da BMW precisam aguardar até o dia 28 de março para saber qual novidade a empresa vai anunciar nesta nova temporada de vendas. A marca deve fazer o anúncio de seu novo carro na Califórnia (EUA), em um evento que acontece no Salão de Spartanburg.

De acordo com grande parte dos especialistas no mercado automotivo, a marca alemã deve anunciar que vai começar a produzir o modelo X7 nos Estados Unidos. Vale ressaltar que apesar de analistas apostarem na produção, a marca não anunciou de modo oficial que pretende investir no projeto.

De qualquer maneira, é importante destacar as características básicas do provável X7. Esse é um carro utilitário esportivo que pode ser produzido para conquistar consumidores novos no mercado norte-americano, conhecido como o que tem maior dinheiro em fluxo no mundo.

Em termos práticos e conforme as nomenclaturas que a marca deve adotar, o veículo pode ser considerado um SUV, o que de acordo com especialistas representa a escolha correta para conquistar consumidores nos Estados Unidos. O público norte-americano está no topo da lista entre as nações que mais consomem carros que cabem em média sete pessoas.

Não se pode ignorar o fato de que a matriz norte-americana da BMW já produz veículos SUV, o que pode ajudar no sentido de iniciar a produção do X7. Na planta dos Estados Unidos, a marca alemã produz unidades automotivas de edições como X6, X5 e X3. Na prática, o X7 segue a sequência do modelo “X” da montadora alemã.

Uma vez que seja produzido, devem existir materiais leves na composição do carro. Fibra de carbono e alumínio são dois exemplos de matéria prima que compõe o X7 da BMW.

Por Renato Duarte Plantier





CONTINUE NAVEGANDO: