Fiat altera tabela de preços do Fiat Mobi.

O Mobi, modelo de entrada da Fiat disponível desde abril, teve sua tabela de preços reajustada pela primeira vez desde o lançamento neste mês de outubro. Depois de meses com boas vendas em agosto e setembro, inclusive batendo os números de seu rival, o Volkswagen Up!, o compacto de apelo urbano sofreu aumento de preços variando entre 1,49% e 1,51%, dependendo da versão.

O modelo mais básico, o Mobi Easy, que vem com motor Fire 1.0 EVO 8V Flex, com potência máxima de 73 CV (gasolina) / 75 CV (etanol) a 6.250 rpm, câmbio manual de cinco velocidades, rodas de 13 polegadas com calota, para-choques pintados na cor da carroceria, banco traseiro bipartido e rebatível, sistemas Drive by Wire, Lane Change e ESS, espelhos retrovisores com comando mecânico interno e para-sol com espelho para o passageiro, airbag duplo (motorista e passageiro) e freios ABS com EBD, subiu de R$ 31.900,00 para R$ 32.380,00.

Uma das versões intermediárias, o Mobi Like, traz motor Fire 1.0 EVO 8V Flex, com potência máxima de 73 CV (gasolina) / 75 CV (etanol) a 6.250 rpm, câmbio manual de cinco velocidades, rodas de 14 polegadas com calota, para-choques, retrovisores externos e maçanetas das portas pintados na cor da carroceria, grade dianteira pintada em preto brilhante, volante com regulagem de altura, banco traseiro bipartido e rebatível, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas nas quatro portas, alarme antifurto, ar condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, desembaçador do vidro traseiro, sistemas Drive by Wire, Lane Change e ESS, comandos internos para abertura do bocal de combustível e do porta-malas, espelhos retrovisores com comando mecânico interno, para-sol com espelho para o passageiro, airbag duplo (motorista e passageiro) e freios ABS com EBD. Seu preço subiu de R$37.900,00 para R$ 38.470,00.

A versão mais incrementada, o Mobi Way On, passou de R$ 43.800,00 para R$ 44.460,00. Ela vem com motor Fire 1.0 EVO 8V Flex, com potência máxima de 73 CV (gasolina) / 75 CV (etanol) a 6.250 rpm, câmbio manual de cinco velocidades, suspensão elevada, rodas de 14 polegadas de liga leve e desenho próprio, para-choques, retrovisores externos e maçanetas das portas pintados na cor da carroceria, grade dianteira pintada em preto brilhante, volante com regulagem de altura, banco traseiro bipartido e rebatível, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas nas quatro portas, alarme antifurto, ar condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, desembaçador do vidro traseiro, sistemas Drive by Wire, Lane Change e ESS, comandos internos para abertura do bocal de combustível e do porta-malas, espelhos retrovisores com comando elétrico Tilt-Down, sensores para estacionamento, barras longitudinais de teto, para-sol com espelho para o passageiro, faróis de neblina, airbag duplo (motorista e passageiro) e freios ABS com EBD.

Veja a lista completa de modelos e as alterações de preço que eles sofreram (sem adicionais):

  • Mobi Easy: Era R$ 31.900, foi para R$32.380
  • Mobi Easy On:- Era R$ 35.800, foi para R$36.340
  • Mobi Like: Era R$ 37.900, foi para R$38.470
  • Mobi Like On:Era R$ 42.300, foi para R$42.930
  • Mobi Way: Era R$ 39.300, foi para R$39.890
  • Mobi Way On: Era R$ 43.800, foi para R$44.460

Jaqueline Wanessa Freitas Melo


Ter carro ainda é luxo para muitos brasileiros, para outros é uma necessidade, mas porque eles ainda são tão caros? Mais do que uma carga tributária elevada, os carros, principalmente os importados possuem uma taxação de impostos superior a outros países e ainda não possuem incentivos para modelos que poluem menos.

Os valores chegam a ser 50% superiores aos mesmos modelos vendidos em países desenvolvidos, onde os salários são maiores e a compra de um veículo não pesa tanto no bolso. Um exemplo é Range Rover Evoque que é vendido a 39 mil Euros em países como a Alemanha e no Brasil não custa menos de 200 mil Reais.

O modelo também é taxado com o IPI, um imposto sobre produtos importados que ainda é mais violento quando se trata de veículos produzidos em outros países.

Muitas pessoas se endividam com modelos populares, que foram adquiridos em parcelas a perder de vista e juros abusivos por parte dos bancos. Em alguns casos, os automóveis tem um acréscimo no seu valor de mais da metade do valor que seria pago à vista.

Os juros, quando abusivos podem ser reajustados quando os proprietários recorrem em juízo, ou seja, entram na justiça contra a concessionária e os bancos, contudo, são ameaçados de perder seus veículos e o que já pagaram por ele. Por essa razão é necessário buscar um advogado experiente na causa, que irá impedir que o bem seja retirado do proprietário.  

Algumas pessoas costumam dizer que ter o carro é como ter um filho, tendo em vista os valores pagos pela manutenção e combustível. É caro comprar um veículo e também mantê-lo, sobretudo nas grandes cidades, onde a segurança pede que os donos contratem um serviço de seguro de autos, com valores exorbitantes. O que se opõe com a política do presidente Juscelino Kubistchek, que viabilizou a instalação das montadoras de veículos e construiu uma gama de estradas. 

Por Robson Quirino de Moraes

Foto: divulgação


Quando paramos para pensar no preço de um carro, jamais levaríamos em conta que todos os encargos embutidos na compra estão relacionados não só à marca, mas também a outros fatores. Podemos citar o Volkswagen Golf Highline como um breve exemplo para este relato, no qual o valor se encaixa aos de rivais como Ford Focus e Hyundai i30.

Na verdade, o assunto se refere a uma reportagem feita sobre o futuro Golf Variant (ex-Jetta Variant). Nela, foram citados os valores do novo modelo Golf Highline, que custarão de R$ 67.990 a R$ 74.990 (com câmbio DSG) no Brasil e de 24.475 a 26.400 euros na Europa. Na conversão da moeda euro para o real (que gira em torno de 1 para 3), dá entre os valores de R$ 73 mil e R$ 78.800 no Velho Continente, sem contar as outras taxas de importação. Totalizando esta conversão, a diferença é de R$ 3.810 a R$ 5.010 acima dos preços estimados por aqui. Ou seja, o modelo Golf alemão estaria muito mais barato no nosso país, porque falta ainda considerar as taxas.

Com o registro feito, será preciso lembrar que a nova especulação sobre os preços de carros lá e cá surgiu logo depois que o presidente da Hyundai-CAOA, Antônio Maciel, determinou que todos os descontos de até 15% para o i30 e Elantra, realizados após o encalhe dos dois modelos, ultrapassou a margem de lucro da empresa, “que já era de porte pequena”.

Este tema foi tocado em duas notas da coluna da reportagem publicada ainda neste mês de novembro pela mídia online. Mas de fato não é isso que importa para o consumidor. O que realmente mais importa ao consumidor é a acessibilidade ao veículo, sendo ele popular ou não.

Por Daniela Almeida da Silva


Quem pretende comprar ou comprou recentemente um carro zero quilômetro tem muito para comemorar, afinal, o mercado brasileiro apresentou em 3 meses seguidos uma queda no valor dos veículos vendidos dentro do país.

A queda teve início em abril e de lá para cá seguiu esta tendência. Em abril a queda foi de 0,76% no valor dos preços praticados. Ainda não se sabe exatamente o que provocou a queda nos preços, o que se sabe é que em proporção contrária e talvez incentivada pela queda nos preços, temos a aumento nas vendas de veículos.

Em maio o valor caiu novamente, chegando a 0,76% de desvalorização. Em junho, a queda foi de 0,04%. No entanto, se juntarmos com os índices de janeiro deste ano e compararmos com o mesmo período do ano passado, veremos que o valor do veículo está 0,9% mais caro, algo surpreendente e que revela uma preocupação por parte das montadoras no início do ano.

De todas as marcas existentes no mercado brasileiro, apenas 8 tiveram redução no valor de venda de seus veículos, são elas: Fiat, Volkswagen, Citroën, Shineray, Land Rover, BMW, Mitsubishi e Mini. Por outro lado, os veículos da JAC, Troller e Ford tiveram aumento em seus preços.

Por Fernando Setoue


O novo McLaren P1 foi foi filmado enquanto andava nas ruas européias durante a realização de testes. De acordo com o vídeo que circula no site Youtube este veículo que promete ser o melhor tanto nas ruas quanto nas pistas de automobilismo possui um motor V8 biturbo 3.8 litros.

Além disso, tudo indica que o McLaren P1 terá o sistema KERS, utilizado no Mundial de Fórmula 1, que permite um aumento na potência do veículo que pode chegar a incríveis 963 cavalos de potência.

Fonte: Autoblog.com

 

Agora é preciso aguardar o anúncio oficial da montadora sobre o lançamento do veículo bem como os seus preços que, com certeza, serão bem salgados para o consumidor.

Por Ana Camila Neves Morais


As medidas de estímulo ao consumo, anunciadas pelo Ministro da Fazenda na última semana de maio, permanecem interferindo no dia a dia das montadoras. Afinal, um dos pedidos do Governo é referente à readequação das tabelas de preços dos veículos, devido à redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). Na última quarta-feira, dia 06 de junho, a Mercedes-Benz divulgou a nova tabela de preços para seus automóveis.

Em destaque está o sedã C 180 Turbo, que ficou R$ 9.000,00 mais barato (passando de R$ 134.900,00 para R$ 125.900,00).

A redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) varia de 6,5% a 7%, dependendo dos motores dos carros.

Os preços reajustados vão até 31 de agosto.

Confira abaixo a tabela de preços divulgada pela Mercedes-Benz:

Mercedes-Benz:

  • E 250 Avantgarde Sport: R$ 238.900
  • E 250 Avantgarde: R$ 233.900
  • C 180 Turbo Coupé: R$ 135.500
  • C 180 Turbo Touring: R$ 140.500
  • C 180 Turbo: R$ 125.900
  • C 200 Turbo Avantgarde: R$ 154.500
  • SLK 250 Turbo: R$ 233.900
  • C 250 Turbo Sport: R$ 205.900
  • E 250 CGI Coupé: R$ 261.900

Smart:

  • Smart Fortwo 84cv Turbo Cabrio Tritop: R$ 72.900 (modelo 2012/2012)
  • Smart Fortwo 84cv Turbo Cabrio Tritop: R$ 72.700 (modelo 2011/2012)
  • Smart Fortwo 71cv mhd Coupé: R$ 52.500 (modelo 2012/2012)
  • Smart Fortwo 71cv mhd Coupé: R$ 49.900 (modelo 2011/2012)
  • Smart Fortwo 84cv Turbo Cabrio: R$ 72.500 (modelo 2012/2012)
  • Smart Fortwo 84cv Turbo Cabrio: R$ 71.900 (modelo 2011/2012)
  • Smart Fortwo 84cv Turbo Coupé: R$ 68.500 (modelo 2012/2012)
  • Smart Fortwo 84cv Turbo Coupé: R$ 64.900 (modelo 2011/2012)

Fonte: Automotive Business

Por Rafaela Fusieger


Saiu a lista da variação nos preços dos carros novos que foram vendidos no Brasil no ano de 2011. A lista foi elaborada a partir do estudo publicado pela AutoInforme/Molicar.

Considerando a média da variação dos preços, os carros zero km ficaram mais baratos no ano passado, com queda de preço de 0,14%.

No total, 24 marcas apresentaram queda nos preços, 21 marcas apresentaram alta e duas se manteram estáveis.

As cinco marcas que tiveram maiores altas foram: Toyota (5,66 %), Kia (5,09 %), Subaru (4,94 %), Ford (4,86 %) e Lifan (4,44 %).

Já na lista de queda de preço estão: Maserati (-11,38 %), Jinbei (-6,65 %), Honda (-6,28 %), Renault (-5,63 %) e Jeep (-5,53 %).

Ferrari e Chamonix não alteraram o preço de seus carros.

A expectativa é que em 2012 o setor automotivo tenha grande crescimento nas vendas, de pelo menos 5%.

O crescimento, aliado ao aumento de marcas e modelos disponíveis à venda, podem fazer com que os preços dos carros novos sejam puxados para baixo durante este ano. Vale lembrar que os carros vendidos no Brasil são um dos mais caros do mundo, com modelos que chegam a custar até o dobro do preço se comparado com outros países.

Por Lucas Ferreira


A Kia lançou neste mês uma promoção que oferece descontos de até R$ 3 mil em três modelos da marca até o final de agosto. Participam da promoção especial os utilitários Kia Soul, Kia Cerato e Kia Picanto nos modelos de 2011.

O carro Cerato está sendo comercializado por R$ 49.900 nas concessionárias da marca. Seus ítens de série são: ar condicionado, computador de bordo, direção elétrica, entre outros. O top de linha do Cerato é vendido por R$ 61.900.

O utilitário Soul pode ser encontrado a partir de R$ 52.900, e vem com rodas de liga-leve, direção elétrica, ar condicionado, comando do rádio no volante, entre outros acessórios de fábrica.

O modelo Picanto 2011 tem preço promocional de R$ 32.900 até o final do mês. O utilitário possui motor 1.0 e ítens de série, como ar condicionado e rodas de liga-leve. A versão com câmbio automático custa R$ 37.900.

Por Luana Neves





CONTINUE NAVEGANDO: