Toyota prevê que os motores a combustão estarão extintos por volta de 2050, e que os carros movidos a energia elétrica e hidrogênio são o futuro dos veículos.

Uma das reações do mercado à constante demanda por sustentabilidade, e o desenvolvimento de novas tecnologias, como os carros movidos a energia elétrica e hidrogênio, pode culminar em uma extinção completa dos motores à combustão. É o que acredita a montadora Toyota.

O diretor executivo da marca, Kiyotaka Ise, afirmou em uma entrevista concedida recentemente que o futuro dos modelos movidos a motores à combustão não é nada otimista. Segundo ele, por volta do ano de 2050, grande parte dos automóveis já virá de fábrica com outro tipo de sistema de propulsão. Atualmente, a montadora tem uma proporção de 85% de seus modelos fabricados movidos a diesel ou gasolina. O restante corresponde a modelos como o Prius, Mirai e outros.

A declaração de Ise, veio em meio a questionamentos do mercado com relação ao escândalo registrado na montadora Volkswagen, com relação às suas emissões de poluentes. Ainda segundo o diretor executivo da Toyota, o acontecimento colocou em xeque a legitimidade dos motores movidos a diesel e gasolina e segundo ele os acontecimentos podem culminar com o massivo declínio dos motores com esse tipo de propulsor. O empresário afirmou ainda que o mundo está virando ao contrário e que a montadora precisa acompanhar essas mudanças, mudando assim seus métodos.

A expectativa dos consumidores é que não só o meio ambiente ganhe com essa mudança, mas o próprio bolso de quem possui automóveis. Além de emitir menos poluentes, os modelos de motores sem propulsão à combustão são bem mais baratos, pois são alimentados com energia renovável, como o hidrogênio e a energia elétrica. Além disso, por serem fontes mais acessíveis, o tempo para alimentação dos motores também cai, eliminando perda de tempo em filas para reabastecimento, por exemplo.

Embora a previsão da Toyota faça total sentido, somente o tempo poderá nos responder se os apontamentos se tornarão ou não realidade. A torcida da maioria dos consumidores continua sendo positiva.

Por Patrícia Generoso

Motor de carros

Fotos: Divulgação


O mercado de veículos do tipo sedã ganhou em dezembro mais um componente, pois a Jaguar apresentou o XFR-S.

Este veículo vem com um motor V8 5.0 litros acoplado em um câmbio automático de oito marchas e com capacidade de executar um torque de até 69,4 kgfm e uma potência máxima de 550 cavalos, sendo que este desempenho é oferecido graças a modificações feitas no compressor XFR presente no carro.

Além disso, o Jaguar XFR-S tem um visual impactante com rodas com 20 polegadas, novos para-choques, grande aerofólio na parte traseira e design com linhas e pinturas muito fortes.

Em seu interior o novo carro da Jaguar conta com muito conforto com bancos revestidos em couro, sistema de entretenimento, porta-objeto espalhados, ar-condicionado, freios ABS e outros.

Agora basta aguardar o início das vendas desta nova máquina e o anúncio de seus valores comerciais que até o momento não foram informados pela montadora.

Por Ana Camila Neves Morais


O novo McLaren P1 foi foi filmado enquanto andava nas ruas européias durante a realização de testes. De acordo com o vídeo que circula no site Youtube este veículo que promete ser o melhor tanto nas ruas quanto nas pistas de automobilismo possui um motor V8 biturbo 3.8 litros.

Além disso, tudo indica que o McLaren P1 terá o sistema KERS, utilizado no Mundial de Fórmula 1, que permite um aumento na potência do veículo que pode chegar a incríveis 963 cavalos de potência.

Fonte: Autoblog.com

 

Agora é preciso aguardar o anúncio oficial da montadora sobre o lançamento do veículo bem como os seus preços que, com certeza, serão bem salgados para o consumidor.

Por Ana Camila Neves Morais


A Fiat realmente inova e promete revolucionar com o lançamento do novo Uno, até porque toda e qualquer alteração radical no Uno é algo que não acontece desde 1984, ano de lançamento do carro mais barato do Brasil.

Dentre as informações já repassadas pela montadora italiana, a mais importante é que serão lançados somente modelos com 4 portas, em quatro versões diferentes: Vivace 1.0 Flex, Way 1.0 Flex, Attractive 1.4 Flex e Way 1.4 Flex

Já foram anunciados que os motores serão os mais modernos e econômicos da marca, os motores EVO.

Dentre as informações ainda não divulgadas, e talvez a mais importante é o preço, que com tamanha inovação, dificilmente irá se manter como o modelo mais barato do Brasil.

Por José Alberi Fortes Junior.





CONTINUE NAVEGANDO: