O modelo SUV conta com um alto desempenho, sendo ainda mais potente que a versão Sport da marca, fazendo uso do já conhecido propulsor de 6 cilindros em ?V?, com 2.7 cc, EcoBoost.

Não pense você que a montadora americana Ford apenas colocou aquele conhecido logo “ST” no modelo Edge e então disse que o carro estava finalizado. Para que o veículo fizesse jus à preparação da sigla ST, a companhia já iniciou uma forte campanha, que visa mostrar para os consumidores que este seu utilitário esportivo considerado de luxo poderá, de fato, ser um ótimo esportivo.

O modelo SUV conta com um alto desempenho, sendo ainda mais potente que a versão Sport da marca, fazendo uso do já conhecido propulsor de 6 cilindros em “V”, com 2.7 cc, EcoBoost, entretanto é capaz de gerar uma potência de 338 cavalos e com um torque que atinge 52,5 kgfm. E, antes mesmo que o modelo chegue às concessionárias da terra do tio Sam, a montadora do globo ovalado azul deseja provar aos consumidores que esta versão é bem mais do que apresenta, assim fazendo uma descrição de como funciona o tal modo Sport.

Assim que o condutor clica no botão "S", que se localiza bem na parte central do seletor de marchas, o novo SUV da Ford irá fazer uso de todo o potencial que possui. Seu painel de instrumento, que possui uma cor azul, transita para uma cor vermelha e então o seu conta-giros apresenta em qual marcha o motor se encontra. O escapamento do modelo fica ainda mais agressivo também, fazendo uso de um conhecido sistema de som ativo, o qual realizar o jogo do ronco do forte motor para a parte interna da cabine, fazendo com que os ocupantes sintam ainda mais a sensação do modo. Além do que, o fator mais importante, é que seu propulsor com fortes 338 cavalos e o câmbio automático dotado de 8 velocidades já se preparam para correr.

Ao ter ativado o modo Sport, o seu acelerador acaba por fazer uso de uma programação que permite entregar mais diretamente as respostas da chamada no mesmo. A sua transmissão consegue segurar, por mais tempo, as marchas, realiza troca ainda mais rápidas e utiliza rev-matching em suas reduções, fazendo com que se aumente os giros do motor antes da marcha ser alterada, realizando trocas mais velozes e suaves.

O modelo, quando possui o pacote Performance, o SUV Edge ST é equipado também com pinças de freio na cor vermelha. Seus discos das rodas dianteiras permanecem com o mesmo diâmetro, porém são novos, os quais são preparados, visando esta nova performance do carro. Também foram adicionadas pastilhas que possuem alta performance tanto na parte de trás quanto na frente, visando uma melhora na experiência do motorista ao conduzir pelas pistas, isso se ele estiver rodando dentro de um circuito.

O novo Edge ST, ao ser dotado de um sistema com tração integral, conseguirá ser ainda mais veloz ao fazer uso do modo Sport. A marca americana não divulgou ainda os dados referentes à aceleração deste modelo, entretanto acredita-se que ele tenha que superar o Ford Edge Sport, o qual sai de sua inércia de 0 quilômetros por hora e consegue atingir 96 km por hora (na medida dos estados unidos de 0 as 60 milhas), em somente 7,3 segundos. O novo Ford Edge ST tem previsão de chegar no mercado dos Estado Unidos na metade do ano, porém os preços ainda não foram informados pela marca. Já para o mercado brasileiro, a montadora está preparando o lançamento de uma versão redesenhada, que se acredita chegar no fim do ano, além de uma versão com uma pegada esportiva que se encontra em estudos, de acordo com a marca, ela já possui alguns consumidores com alto interesse.

Por Filipe Silva

Ford Edge ST 2019

Ford Edge ST 2019


A promessa para o momento é de que o SUV seja vendido no Brasil em suas duas versões, ambas com o motor a gasolina e um câmbio automático com oito marchas.

Já em sua segunda geração, o X4 é hoje considerado um dos grandes destaques da montadora BMW, com a apresentação oficial no Salão do Automóvel. A promessa para o momento é de que o SUV seja vendido no Brasil em suas duas versões, ambas com o motor a gasolina e um câmbio automático com oito marchas. Assim, na versão mais de topo, chamada de M40i, que já está sendo pré-vendida pelo preço de R$ 421.950, o modelo vem com motor 3.0 turbo com seis cilindros e 360 cavalos de potência. Ainda, a versão 30i traz o motor 2.0 de quatro cilindros e 252 cavalos de potência. A tabela de preço é de R$ 334.950.

Com seu lançamento oficial em março, no Salão de Genebra, na Suíça, o novo X4 não possui nenhuma alteração grande e profunda quando relacionada com a versão anterior. Porém, é nítido que as suas linhas possuem maior harmonia. Na parte dianteira, o grande destaque é para a atualização feita nos faróis e na sua grade. E atrás, as saídas para os escapamentos e as lanternas de LED foram totalmente redesenhadas, dando um visual muito mais esportivo ao SUV.

Muitas surpresas nos detalhes

Por meio de uma avaliação profunda do modelo de entrada, constatou-se que o carro traz o pacote M Sport, com um kit muito promissor de itens que atribuem aparência melhor ao veículo. Assim, a grelha dianteira é cromada e com detalhes em preto e com brilho. Ainda, os para-choques ficam mais acentuados.

As rodas trazem duas opções, uma em 21 polegadas e outra com 19 polegadas. Na versão 30i, todavia, será ofertada somente a opção com 20 polegadas. Produzido na Carolina do Sul, nos Estados Unidos, o modelo cresceu. Assim, foi para os 4,75 metros (contabilizando aumento de 8,1 cm no comprimento), 2,86 m em sua distância entre eixos (5,4 cm a mais) e, também, para 1,92 m em largura (3,7 cm a mais). Além disso, o carro ficou mais alto, crescendo 0,25 cm e chegando a 1,62 m. O resultado disso é muito simples: mais conforto para quem está ocupando o SUV e um espaço extra no bagageiro de 525 litros.

Vale lembrar que é possível realizar o rebatimento dos bancos traseiros, chegando a capacidade em até 1.430 litros. E mesmo com todas essas novas medidas, o novo BMW ainda conseguiu ficar 50 quilos mais leve em relação à geração anterior. Isso somente foi possível com a utilização de materiais como o alumínio em sua construção.

E uma das grandes surpresas de estreia no X4 é a utilização do BMW Display Key, que teve a sua estreia em um sedan da marca, o Série 7. Assim, por meio de uma chave digital, atualmente é possível ajustar alguns comandos do carro, como o próprio ar condicionado. Ainda, há a possibilidade de checar qual o nível de gasolina do veículo. Porém, esse item não será oferecido em terras brasileiras, sendo exclusividade como opcional na Alemanha.

Interior mais moderno

A evolução interna do X4 é evidente. Com a posição do motorista mais elevada, o painel de instrumentos está agora localizado mais abaixo. Com isso, a garantia é de maior visibilidade para quem está no volante. Além disso, o acabamento está mais caprichado do que nunca. No interior, há revestimentos na cor preta, principalmente nas laterais das portas e também no painel, bem como detalhes em couro vermelho em todos os bancos. Na dianteira, há o ajuste elétrico, a refrigeração e o aquecimento dos assentos. Ainda, os novos nichos garantem uma acomodação mais equilibrada dos objetos, tornando o interior ainda mais funcional.

Desempenho do X4

Em termos de avaliação desempenho, o modelo de entrada do X4 mostrou um bom torque e boa potência, garantindo a segurança também em caso de ultrapassagens. Em desempenho nos trechos que não possuem limite de velocidade, o carro chegou a marcar no velocímetro 245 km/h, sendo superior à velocidade declarada pela BMW, que era de 240 km/h. Nas curvas, o SUV se manteve firme, sem muitas oscilações bruscas na carroceria. Além disso, os freios também atuaram de forma progressiva e muito eficiente.

Em estradas com trechos mais sinuosos, os assentos em desenho anatômico e opções de ajuste mantêm a melhor postura do corpo do motorista, mesmo em exageradas doses de pressão, como em horas de aceleração e de freadas.

Então, ficou curioso e quer saber mais? Não perca nenhum detalhe. Muito em breve você verá o veículo rodando todas as estradas brasileiras e também nas concessionárias.

Por Kellen Kunz

BMW X4 2019

BMW X4 2019


Porsche Macan 2019 traz mudanças em seu visual e no interior.

O ano de 2019 certamente se tornará um marco em termos de lançamentos de diversos modelos de veículos pelas maiores marcas.

Entre os eventos mais significativos do segmento está a revelação do Porsche Macan 2019, portando mudanças em seu visual e no interior. O segredo das automotivas para atualizar constantemente seus modelos no mercado está naquela receita básica: no promover as mudanças, sobretudo no design exterior, dentro de um período de quatro anos desde a estreia.

Deste modo, a grande companhia Porsche recentemente dez anunciar o Macan repaginado. Lançado de forma inédita no ano de 2014, este veículo está sendo sublimado numa primeira reestilização, que abrange algumas novidades que suplementam o interior, além da presença de novos equipamentos da série.

O modelo Porsche Macan 2019 recebeu significativa alteração visual, cuja inspiração tem fonte no modelo mais clássico, o Cayenne, como também foram puxados alguns atributos do cupê de quatro portas intitulado Panamera, e do modelo superesportivo Porsche 911.

Em sua parte dianteira o veículo está equipado de faróis cuja iluminação é totalmente de tipo LED, contando com a alternativa de um sistema dito: Porsche Dynamic Light System, ou PDLS, cuja função é a de ajustar a distribuição equilibrada de luz em modalidade adaptativa.

Todo o conjunto abrange mais especificações:

O para-choques está vazado em novo formato; possui novas rodas de liga-leve em 20 e 21 polegadas, porém, a principal inovação está em suas novas lanternas traseiras, portando função de efeito tridimensional e suplementadas pela iluminação tipo LED, as quais, nesta versão, foram elaboradas de modo a percorrer a parte central integral da tampa de seu porta-malas.

No que tange à cabine, as mudanças mais significativas foram vazadas de modo a concentrar-se no seu console central. No mesmo interior, todas as saídas de ar estão inteiramente reposicionadas, ocupando nesta versão a sua parte central dada a presença de uma nova central multimídia, a qual dispõe, nesse modelo, de um display, ou tela, mais sensível ao toque, apresentando alta definição e contendo dimensões em 11 polegadas, superando as sete polegadas da série anterior. Este mesmo dispositivo opera, também, por meio de um módulo Connect Plus, munido da alternativa do chamado “Controle de Voz Inteligente”, capaz de fornecer informações sobre o tráfego em tempo real e mais o App Offroad Precision, o qual registra e faz análises sobre as diversas experiências Off-Road.

Outros atributos incluem o novo volante tipo GT, que em realidade é uma herança do modelo superesportivo 911, o qual está repleto de funções, como o botão Sport Response, incluído como parte do pacote alternativo do Sport Chrono; outra função importante está no ionizador capaz de melhorar o ar de toda a cabine; o para-brisa está munido da função de aquecimento.

Existem muitas outras novidades que preenchem este novo modelo, e vale observar que a companhia Porsche, por meio de seus gestores, anunciou que promoveu algumas alterações no chassi deste mesmo carro, no sentido de poder entregar muito mais neutralidade; podendo manter maior estabilidade e ainda, fazendo melhorar o conforto em diversos pontos. Apesar das novidades específicas acima anunciadas, os dados mecânicos, que interessam muito mais, não foram divulgados até o presente momento. Entretanto, este é um dos veículos que, certamente, causarão maior impacto nos consumidores no próximo ano.

Este Porsche intitulado Macan, edição 2019, certamente será exibido, conforme a expectativa dos especialistas da área, aos consumidores brasileiros, no tradicional Salão de São Paulo, no próximo mês, novembro. Todas as pessoas em condições de adquirir um automóvel de grande porte poderão conferir.

Por Paulo Henrique dos Santos

Porsche Macan 2019

Porsche Macan 2019

Porsche Macan 2019


Com as dimensões de um SUV e com uma construção muito inteligente, ele é compatível tanto ao uso dentro da cidade, e preparado também para pequenas e grandes viagens além de ser preparado para aventuras na selva urbana e muito além.

O novo modelo do T-Cross já está sendo preparado para o seu lançamento. Com as dimensões de um SUV e com uma construção muito inteligente, ele é compatível tanto ao uso dentro da cidade, e preparado também para pequenas e grandes viagens além de ser preparado para aventuras na selva urbana e muito além. A sua estreia mundial acontecerá ainda no segundo semestre do ano de 2018. Enquanto isso, a montadora da Volkswagen pode revelar alguns detalhes deste novo SUV, que está praticamente pronto para a sua produção em série. Com o novo modelo, a montadora da Volkswagen irá poder se expandir ainda mais na gama do Sport Utility Vehicles mais conhecido como SUV.

Os modelos T-Cross, o Tiguan Allspace e o Touareg estes são os formatos no modelo SUV que a marca possui no Brasil, até o momento. O T-Cross que possui um design totalmente carismático, sempre com uma tração dianteira, e um conceito funcional e todas as suas configurações personalizáveis. O modelo T-Cross oferece ainda mais, sem precisar por hora ser o modelo mais caro da montadora.

Ele é muito “Prático, um tanto quanto descolado, além de ser muito intuitivo e bem seguro”. Essas são suas quatro principais marcas do T-Cross: “Prático” por ser muito mais espaço e possuir muita flexibilidade; “Descolado” por possuir um design muito marcante e uma linda personalização; “Intuitivo” por ser totalmente digital e conectado; além de ser “Seguro” sendo hoje um dos automóveis altamente seguros em seu segmento.

O novo modelo SUV da marca Volkswagen, que também será produzido na sua fábrica da cidade de São José dos Pinhais no estado do Paraná, ele mede aproximadamente 4.192 mm em seu comprimento e 1.568 mm na sua altura ele é 10 mm ainda mais alto que o modelo do T-Cross versão europeia. A sua distância entre os seus eixos do modelo produzido no Brasil será maior do seu segmento: com 2.649 mm medindo 86 mm a mais de que a distância do T-Cross produzido na Europa. Sendo assim, o novo modelo do T-Cross é muito maior que o Novo Polo.

O seu motor é o 1.0 TSI e Total Flex atinge a potência de 128 cv e 94 kW estando abastecido com etanol. Já o seu motor 1.4 TSI e Total Flex gera a potência de 150 cv e 110 kW, também abastecido de etanol.

O novo SUV pode oferecer um espaço muito surpreendente. E um dos elementos que são responsáveis por isso é sua Estratégia Modular a MQB. Esta base que é muito inovadora puxa o seu eixo dianteiro para frente, podendo garantir certa distância entre os seus eixos, produzindo assim um maior espaço interno e no volume de carga. Fazendo assim, que a capacidade de seu porta-malas chegue em 390 litros. O seu encosto dobrável no banco de passageiro da frente oferece muito mais flexibilidade. Essa característica bem típica do modelo SUV a sua posição bem elevada nos assentos do T-Cross. O seu ângulo de visão é elevado no T-Cross e é obtido graças a sua maior altura livre entre o solo e o seu sistema de bancos.

Com certeza é um ótimo modelo de SUV, se está pensando em comprar um carro desse modelo valerá muito a pena conhecer a fundo e fazer um teste drive pessoalmente desse modelo.

Não deixe de ficar atento a todas as novidades, e quando sair sobre seu valor. Pois esse será um carro com a mecânica e qualidade garantida pela Volkswagen, porém com a tecnologia e conforto de um carro importado com toda certeza.

Tenho certeza que quem adquirir um exemplar desse novo T-Cross não se arrependerá jamais.

Por Ricardo Ferreira Rodrigues

Volkswagen T-Cross 2019

Volkswagen T-Cross 2019


Novo modelo trará novidades no visual e equipamentos internos.

As novidades do HB20 2019 da Hyundai chamam a atenção de quem pretende comprar um carro novo e chegam a assustar a concorrência, pois é uma opção que ficará entre as mais interessantes do mercado. Essa nova geração, seja na versão hatch ou sedan, traz modificações importantes, que vão de encontro ao que era esperado e isto cria um impacto muito grande nas vendas, ainda mais pelo fato de que a versão de entrada custará a partir de R$ 43.990,00. A concorrência hoje oferece modelos inferiores, por preços superiores e isto favorecerá muito a Hyundai que tem conquistado uma fatia cada vez maior no Brasil.

Mas a concorrência não está dormindo, pelo contrário, tem muitas novidades também, o que acaba forçando a Hyundai a fazer modificações que não estavam planejadas, por exemplo, no tamanho do veículo e a implantação de vários elementos sofisticados, na busca de tentar atrair a atenção do comprador, que está cada vez mais exigente na sua escolha. A Hyundai sabe que competir com o novo lançamento da Fiat, o Argo e da Volkswagen, o Polo, não é tarefa fácil.

As últimas declarações dadas por Byungkwon Rhim, vice-presidente de operações internacionais da companhia, dão conta de que não haverá problemas quanto à dupla da concorrência e que o HB20 2019 deverá manter o mesmo tamanho, indo contra os rumores de que haveria um compacto premium para ajudar na disputa com os modelos menores de outras marcas.

Uma das principais novidades do HB20 2019 está no visual, pois a marca resolveu fazer pequenas alterações no design, mas estas modificações são sentidas logo na primeira vez que se vê o carro, que agora ficou mais clean. O novo design chama a atenção em certas partes, como nos para-choques frontal e também traseiro. É nítido o interesse da empresa em querer apresentar um carro novo ao consumidor, mas sem perder muito do modelo antigo, que é um grande sucesso de vendas. Outra novidade é a grade padrão colmeia e as rodas de liga-leve que complementam o visual moderno.

No caso do HB20X, as rodas são em aro de 16 polegadas, trazendo um design bem semelhante ao da linha anterior, só que a parte interna é em preto brilhante. A versão R Spec traz rodas de 15 polegadas, com este mesmo detalhe, com a parte interna da roda em preto brilhante.

Uma das diferenças entre as versões 1.0 e 1.6, é que a primeira vem com lanternas traseiras escurecidas, enquanto a segunda traz lentes Clear Type, imitando os LEDs.

Por dentro, muitas novidades que precisam ser analisadas, porque na hora de escolher entre uma marca e outra, tudo isso contará. Em ambas as versões, a parte interna tem um cluster de instrumentos renovado, exceto para o modelo de entrada. Na tela do computador de bordo é possível conferir todas as informações em uma disposição modificada, alteração feita para facilitar o uso por parte do motorista. Um exemplo das alterações é que agora tem ponteiros indicando o combustível e a temperatura, sendo que antes estes marcadores eram digitais.

O preço é de acordo com a versão escolhida, confira:

  • Unique 1.0: R$ 43.990,00
  • Comfort Plus 1.0: R$ 47.590,00
  • Comfort Plus 1.6: R$ 54.550,00
  • R Spec 1.6: R$ 63.690,00
  • Premium 1.6: R$ 60.150,00
  • Style 16: R$ 66.090,00
  • Premium 1.6 AT6: R$ 70.690,00
  • Style 1.6 MT6: R$ 63.100,00
  • HB20X Premium 1.6 AT6: R$ 71.700,00

O HDB20 2019 não mudou apenas no visual, é preciso analisar todas as versões e ver qual melhor se adéqua às necessidades de cada um, mas sem deixar de conferir o que é oferecido de novo, pois as versões estão bem equipadas, pois mesmo as de entrada terão ar-condicionado, direção assistida, travas e vidros elétricos.

Por Russel

HB20 2019


O novo Nissan Versa em seu projeto conta com ótima potência e muita personalidade. Apoiado em itens de segurança e muito conforto para seus passageiros.

Um carro japonês que é fabricado no Brasil. O Nissan Versa é um veículo que possui a tecnologia do Japão, um sedan inovador e com um projeto de desenvolvimento pensado para o dia a dia.

Os detalhes internos mostram sua imponência com partes cromadas em algumas versões e um destaque para as rodas de liga leve de 16”. O seu acabamento externo está direcionado para seus faróis e suas linhas que chama a atenção de qualquer pessoa que aprecia um carro família.

Características

Uma das características que marcam o Nissan Versa em seu projeto é a sua potência e personalidade. Apoiado em itens de segurança e muito conforto para seus passageiros.

Para oferecer mais segurança para quem dirige, o sedan mais popular da Nissan, conta com freios ABS disponíveis em todas suas versões, desde sua versão mais simples até a top de linha.

Os recursos que os freios que o Versa possui são antitravamento com distribuição eletrônica e com uma assistência automática para frenagem. Com um dosador de força acoplado no pedal, as frenagens emergenciais são mais curtas, desta forma muito mais seguras.

Outro recurso que aumenta ainda mais a segurança de seus passageiros são os Airbags duplos de série, um detalhe a ser considerado é que em sua categoria é o único que oferece airbags duplos nativos no veículo desde sua versão de entrada.

Conforto

Todo proprietário de um veículo busca é pelo conforto e bem estar de sua família, o Nissan Versa possui ar-condicionado digital e automático. A praticidade com comandos multimídia inseridos no volante, onde pode aumentar ou diminuir o volume de suas músicas preferidas, bem como, selecionar a de sua preferência.

Design

Se você quer um carro com design atraente, imponente e que chame a atenção, preste atenção nos detalhes que o Versa 2018 está trazendo para seus futuros proprietários.

A parte frontal já impressiona, totalmente encorpada e também sua parte traseira com aerofólio e escapamento com ponteiras cromadas, além das molduras laterais e roda de liga leve de 16 polegadas presentes na versão Unique.

Um carro que mostra sua presença em suas linhas e na grade frontal. O espaço interno demonstra seu estilo, e convenhamos, espaço este sedan tem de sobra, considerado o maior da sua categoria.

O Nissan Versa é a união da tecnologia japonesa, modernidade, conforto e segurança.

Performance

Você precisa de um carro de alta performance? E mais econômico?

O Versa conta com um motor de 111 cv de potência 1.6 com a opção de 4 cilindros e 16 válvulas e também a versão mais econômica 1.0 com 77 cv de potência e 3 cilindros com 12 válvulas.

Versões disponíveis

A Nissan está trazendo 8 tipos de versões diferentes para você escolher e ver se é para o seu perfil e estilo de direção. As versões disponíveis são 1.0 conforto, 1.0 S, 1.6 S, 1.6 SV, 1.6 SV CVT, 1.6 SL, 1.6 SL CVT, 1.6 Unique CVT.

Os preços das versões variam de R$ 48.990 na mais simples à R$ 68.840 na Unique top de linha.

Todas as versões são flex (etanol e gasolina) sendo que a versão mais econômica chega a rodar 15,2 Km por litro nas versões 1.0 e as versões 1.6 14,8 Km por litro em média.

Todas as versões contam com direção elétrica progressiva e vidros dianteiros elétricos. O porta-malas tem a capacidade de 460 litros para as bagagens e um tanque de combustível de 41 litros.

A Nissan oferece no Versa 3 anos de garantia sem limite de quilometragem e suas revisões são feitas a cada 10 mil km por ano.

Quer saber mais detalhes deste carro que foi desenvolvido para apreciadores de um estilo refinado e conforto? Baixe a brochura com mais especificações técnicas aqui: https://www.nissan-cdn.net/content/dam/Nissan/br/PDF/2017/versa/Brochura_20Versa_2018.pdf.

Por Marcio Ferraz

Nissan Versa 2018

Nissan Versa 2018


De porte volumoso, a minivan conta com linha de cintura alta e janelas pequenas, bem como um capô mais elevado.

Uma das apostas da Chevrolet para 2018 é justamente a nova Spin, nada menos que a líder de vendas quando o assunto é a categoria de minivans. Vale destacar que estamos falando de um automóvel importante para o mercado brasileiro, haja vista ser uma das poucas opções de minivans destinada à família. Confira mais detalhes sobre a nova Spin 2018 na continuação desta matéria.

A Chevrolet Spin 2018 tem bastante estilo. De porte volumoso, a minivan conta com linha de cintura alta e janelas pequenas, bem como um capô mais elevado. A parte dianteira se destaca com os faróis mais simples com máscara negra, grade dividida por uma barra e acabamento cromado no estorno. No para-choque estão presentes faróis de neblina e um defletor de ar sob o conjunto.

Na parte interna do automóvel, podemos destacar o painel central, bem similar àquele encontrado no Cobalt antigo. Além disso, também fazem parte do conjunto multimídia na parte central, porta-luvas com iluminação e opção de abertura para cima, difusores de ar centrais mais elevados, bancos reguláveis na segunda fileira, porta-objetos, dentre outros itens.

Para quem gosta de interação e acesso a diversos aplicativos saibam que a multimídia, com tecnologia MyLink 2, não deixa a desejar. Ela vem integrada com Google Android Auto e Apple CarPlay, tela de 7 polegadas, conexão Bluetooth, rádio AM/FM, conexões USB e Aux, comandos de voz e o serviço exclusivo OnStar da Chevrolet.

Novidades em relação ao design não foram feitas. Dessa forma, a Chevrolet Spin 2018 chega com o mesmo visual da geração anterior. Uma das principais é o sistema MyLink, novidades que também faz parte de outros modelos da linha.

Versões e Preços

Confira abaixo todas as versões da Chevrolet Spin 2018 e seus respectivos preços sugeridos:

· Chevrolet Spin LS 2018: R$ 61.990.

· Chevrolet Spin LT 2018: R$ 65.690.

· Chevrolet Spin Advantage 2018: R$ 68.670.

· Chevrolet Spin LTZ 2018: R$ 72.490.

· Chevrolet Spin Activ 2018: R$ 76.490.

Itens de Série

Chevrolet Spin LS: airbag duplo; ar-condicionado; alerta de pressão dos pneus; freios ABS com EDB; sistema Isofix; travas elétricas nas quatro portas e porta-malas; direção elétrica; faróis equipados com a chamada máscara negra; vidros elétricos; rodas de aço 15 polegadas; dentre outros itens. Essa versão é equipada com motor 1.8 flex associado à transmissão manual de seis marchas.

Chevrolet Spin LT: além dos itens da versão anterior ainda adiciona barras longitudinais; volante com comandos de mídia e telefonia; sistema multimídia MyLink 2 com os aplicativos Apple CarPlay e Google Android Auto, tela de 7 polegadas, Bluetooth com streaming e comandos de voz, dentre outras funcionalidade; e o serviço On Star. O motor também é o 1.8 flex com transmissão manual de seis marchas.

Chevrolet Spin LTZ 1.8 (Manual): sistema OnStar Pacote Exclusive; volante com acabamento em couro e as funcionalidades de comandos de mídia, controle de cruzeiro e telefonia; faróis de neblina; grade cromada; sensor de estacionamento; cos com acabamento premium; retrovisores com ajustes elétricos; chave canivete com telecomando; lanterna de neblina; computador de bordo; dentre outros itens.

Chevrolet Spin LTZ 1.8 (Automático): além dos itens do LTZ Manual ainda adiciona alavanca de câmbio com revestimento premium; transmissão automática de seis velocidades com a opção para troca manual, caso deseje, através da opção “Active Select”; e piloto automático.

Chevrolet Spin Advantage: os itens já citados aqui além de lanternas com superfície interna escurecida; retrovisores externos na cor preta brilhante; rodas de liga leve de 15 polegadas com acabamento personalizado; e o sistema OnStar Pacote Protect.

Chevrolet Spin Activ: a versão topo de linha adiciona pneus de uso misto 205/60 R16; proteção lateral; saias laterais com acabamento prata; para-choques pretos com apliques prateados na parte inferior; rodas de liga leve 16 polegadas com design exclusivo da versão; estepe traseiro equipado com trava interna antifurto e comando elétrica para destravá-la; além de outros itens.

Consumo Médio e Ficha Técnica

Na cidade, o consumo médio apresentado pelo Chevrolet Spin 1.8 Manual é de 8,1 km/l quando abastecido com etanol e 11,8 km/l quando o tanque está com gasolina. Já os resultados para o Chevrolet Spin Automático são os seguintes: 6,9 km/l (etanol) e 10,1 km/l (gasolina).

Na estrada, o consumo médio passa a ser de: 9,4 km/l com etanol e 13,7 km/l com gasolina, para o Chevrolet Spin Manual; 8,4 km/l (etanol) e 12,0 km/l (gasolina) para o Spin 2018 Automático.

Para conferir a ficha técnica completa do automóvel acesse o site oficial da Chevrolet através do link www.chevrolet.com.br. Na opção “Veículos” selecione o Spin 2018 e saiba tudo sobre o automóvel.

Por Bruno Henrique

Chevrolet Spin 2018

Chevrolet Spin 2018


Modelo traz alterações tanto na sua parte mecânica quanto na estética, procurando agradar a todos os públicos.

Quer conhecer um superbrasileiro lançamento automobilístico? Então conheça agora o Siena 2018 que está chegando ao mercado reestilizado de forma que vai conquistar ainda mais admiradores. Não perca nenhum detalhe!

Para começar a falar do Novo Siena 2018 já podemos adiantar que ele chega trazendo alterações tanto na sua parte mecânica, quanto na estética, procurando agradar a todos os públicos.

Desde o ano de 1998 no mercado brasileiro o Siena sempre foi um grande sucesso, se tornando o sedan mais popular da Fiat.

Como foi dito anteriormente a nova linha do Siena 2018 passou por uma reestilização. Confira abaixo todas as suas novidades:

Para não ficar para trás a Fiat não poupou investimentos em tecnologia de qualidade, oferecendo diversos itens nesta categoria que agrada mesmo ao consumidor.

Dessa forma, dentre os vários itens de série que as versões trazem estão:

– Computador de bordo com as funções: Consumo instantâneo, autonomia, consumo médio, tempo de percurso, distância, velocidade média, etc.

– Chave canivete equipada com alarme;

– Volante que permite a regulagem da altura;

– Controle eletrônico de aceleração.

Além desses itens do interior do veículo, o Siena ainda conta com:

– Rodas de aço de aro de 14 polegadas;

– Ar-condicionado;

– Direção hidráulica;

– Câmbio Dualogic Plus;

– Retrovisores elétricos equipados com Tilt Down;

– Teto Solar Sky Wind;

– Rodas de liga leve;

– Volante multifuncional revestido em couro.

Os itens de segurança também não ficaram de fora do lançamento Siena 2018. Confira:

– Câmbio manual de cinco marchas;

– Airbag duplo;

– Freios ABS com EBD;

– Assistente de partida em rampas;

– Sistemas de controle de tração e estabilidade;

– Câmbio automático de seis marchas;

– Entre outros.

Em termos de acabamento, o painel vem em um toma mais escuro e o quadro de instrumentos foi redesenhado. Os bancos também passaram por modificações, sendo revestidos com novos tecidos. E o console instalado no centro do carro possui entrada USB.

Antes de fechar a compra de um carro novo muitos clientes procuram antes saber sobre a média de consumo que o carro oferece. Se esta é também a sua dúvida, veja abaixo algumas informações importantes.

Na cidade o Siena com motor 1.0 que possui câmbio manual composto por cinco velocidades e abastecido com etanol chega a fazer até 9,8 km por litro. Já bastecido com gasolina sua média é de até 14,1 km por litro.

Já o Siena que possui motor de 1.4, quando abastecido com etanol, na cidade chega a fazer até 7,3 km por litro. Já na estrada sua média de consumo é de 8,5 km por litro. Já com gasolina sua média é de até 12,5 km por litro.

Por sua vez a versão equipada com motor de 1.6 quando abastecida com etanol chega a fazer na cidade uma média de 6,9 km por litro e na estrada 8,3 km por litro. Quando abastecido com gasolina aversão chega a fazer na cidade uma média de 10,1 km por litro e 12,6 km por litro na estrada.

Todas essas informações foram cedidas pelo Inmetro depois da realização e vários testes.

Com tantas qualidades não é de se estranhar que o Sedan Siena seja desde o seu lançamento no Brasil um dos mais queridos da Fiat.

Confira abaixo as versões disponíveis na linha 2018 e seus valores:

– Novo Fiat Siena 1.0 Flex: Saindo por R$ 36.800,00;

– Novo Fiat Siena 1.4 Flex: Saindo por R$ 39.610,00;

– Novo Fiat Siena 1.4 Flex: Saindo por R$ 50.750,00;

– Novo Fiat Grand Siena 1.6 flex : Saindo por R$ 55.950,00;

– Novo Fiat Siena Tetrafuel 1.4: Saindo por R$ 57.890,00;

– Novo Fiat Siena Essence 1.6: Saindo por R$ 57.891,00.

Visite uma concessionária Fiat e conheça de perto o Novo Siena 2018.

Por Sirlene Montes

Fiat Siena 2018

Fiat Siena 2018


Novo modelo traz novidades em desempenho e tecnologia.

Dando uma primeira olhada para a linha 2018 do Fit, muito pouco mudou. Porém, para aqueles mais detalhistas, as novidades do carro são muito bem-vindas, principalmente em desempenho e tecnologia.

Com faróis em mesmo formato, há novos elementos internos que fazem a diferença na versão EXL. Em LED, os mesmos possuem uma luz diurna. Já na versão EX, a formação do DRL contém uma barra com quatro pontos distintos de LED, sempre ao lado de cada um dos faróis de neblina.

Na dianteira, a grade recebeu um retoque. Na parte baixa, a mudança tida como mais relevante foca no centro, invadido esse pelos faróis de neblina, dando a devida aposentadoria para o formato em trapezoidal.

Nas laterais do Fit, uma mudança somente no acabamento das rodas. Essas virão bicolores, porém somente nas versões EXL e EX. E atrás, muitas agradáveis notícias, pelas lanternas de LED e as extensões verticais, que antes eram meros refletores. Ainda, o para-choque reserva também uma distância segura entre ele e a tampa do porta-malas.

Mudanças esperadas

Apesar de serem poucas as mudanças apontadas, os pelo menos 500 mil proprietários do Fit já esperavam ansiosamente por elas há algum tempo. Desde o seu lançamento no Brasil, no ano de 2003, foram altas as incidências que o modelo sofreu nos choques em sua tampa traseira, posicionada muito rente ao ponto mais extremo do para-choque.

Com isso, em uma leve encostada do carro em um poste, parede ou pilastra, ou em manobras de ré, podia-se ter um indesejado amassado na tampa do porta-malas. É fácil perceber isso, basta observar o modelo nas ruas e constatar que muitos terão esse pedaço da lataria danificada.

E na cabine, as novidades são tão boas quanto o volumoso e redesenhado para-choque traseiro, que já foi aguardado para o Fit há muito tempo. E o ar-condicionado com a opção digital, falta sentida na edição de 2014 que trouxe a reformulação do veículo para a atual geração, chegou na linha 2018 na versão EXL.

Outra estreia fica por conta da central multimídia com um navegador GPS, também em oferta somente para a versão em topo de linha. E, finalizando, temos como equipamentos o controle para a estabilidade e a tração, agregado a uma partida em rampa. Esses estão disponíveis desde a versão mais simples até a mais completa na linha de 2018 do Fit.

Interior com mudanças discretas

Na parte interior do carro, as mudanças ainda são discretas, com destaque para a presença de um indicador para a temperatura externa localizada no painel. E, na cabine, temos o sistema Ultra, com rebatimento no banco traseiro, o que garante uma maneira fácil e muito rápida de mover o encosto e o assento em duas direções, de forma a facilitar a acomodação de objetos que ocupam um espaço maior, como vasos de plantas ou até mesmo uma prancha de surf.

Com sistema funcionando com auxílio elétrico na direção, sua sofisticação garante vantagens em relação àquelas com escovas, principalmente em relação à durabilidade e ruído no seu funcionamento.

Versões da linha 2018 do Fit

De uma maneira geral, o Fit segue sendo o mesmo, movido por um motor 1.5 flex com potência de 116/115 cavalos e gerenciamento por câmbio automático CVT de seis marchas já pré-programadas e com trocas no volante por borboleta. Com um porta-malas de 363 litros, são quatro as versões disponíveis, sendo a topo de linha a ELX, comercializada por R$ 80.900. Os itens que o compõe são: bancos de couro, airbags de cortina, multimídia com GPS, faróis de led e rebatimento em retrovisores externos.

As demais versões são: Fit EX, por R$ 75.600; Fit LX, por R$ 70.100; e Fit DX, por R$ 58.700.

Por Kellen Kunz

Honda Fit 2018

Honda Fit 2018


Modelo foi elaborado com design esportivo, mesclando os estilos clássico e futurista.

Desde o seu ponto de partida, ao longo de sua grande experiência nos setenta anos de sua fundação, competindo feroz e qualitativamente com seus adversários, tal como em uma corrida disputada pelos melhores automóveis, a Honda Motor Company mantém uma posição privilegiada em todo o mundo, com seus lançamentos anuais. Recentemente, estreou o novo Civic 2018. Trata-se de um modelo que ostenta 46 anos de existência em uma série contínua e já está sendo comercializado em território brasileiro.

Do alto de sua imponente estrutura, este veículo se desdobra nas seguintes medidas: são 4,63 metros de extensão longitudinal; 1,80 metros no que toca à largura; 1,43 metros em termos de estatura; possui 2,70 metros de distância na parte dos entre-eixos; o porta-malas foi construído para conter até 525 litros de capacidade; são 56 litros de capacidade no tanque de combustível. Este veículo está sendo produzido em cima de uma plataforma na qual são utilizados materiais como aços portadores de alta resistência, porém, de estrutura muito mais tênue e consistente. Este carro constitui um típico modelo sedã de médio porte, elaborado pela empresa japonesa, cujas peças que compõem o agrupamento de funções de suspensão, intitulada Multilink, estão todas conservadas.

Este veículo foi elaborado no bom design esportivo, mescla de clássico e futurista, cujos dispositivos de faróis consistem em luzes de Full Led, suplementadas por luzes diurnas e os dispositivos de repetidores; chega ao mercado munido de um tipo de grade toda cromada, além de portar os necessários faróis para neblina. Toda a parte da lataria (carroceria) apresenta um desenho muito esguio, sofisticado, munido de para-brisa em posição bem mais vertical, no que tange ao modelo da série anteriormente produzida; o teto foi reconfigurado, tornando-se mais côncavo, voltado para o céu, descendo de modo suave e finalizando elegantemente no início do porta-malas.

Em sua parte de trás o Civic está equipado com luzes de Led, cujo desenho se alonga em forma de um bumerangue de design atraente, conjugadas ao tampo do porta-malas do mesmo. Em seu interior este automóvel está muito bem aparelhado com dispositivo de display de TFT fabricado nos modelos mais caros em termos de ferramentas e de instrumentos de caráter análogo digital. Na direção (volante) o estilo foi reelaborado no sentido de apresentar o modo esportivo, além de chegar ao mercado com as teclas super sensíveis, acionadas por meio dos movimentos de dedos; sua função de multimídia porta uma tela com oito polegadas de dimensão, funcionando por meio de Android Auto e da função de Car Play; com o navegador de GPS e a função de câmera de monitoramento de ré.

Os bancos atraem a atenção dos consumidores devido à sua estrutura de console mais elevado que funciona por meio do elemento vertido; possui a função de freios para estacionamento ao modo de operar eletrônico; chega ao mercado com Auto Hold, ou seja, função que proporciona freios constantemente acionados, estando o veículo estacionado e engatado, além da aplicabilidade de Econ, o qual proporciona diminuição de dispositivos utilizados no sentido de fazer economizar muito mais combustível.

Todos os bancos, no seu conjunto, oferecem conforto devido aos modos de ajuste variáveis que possuem, em geral cobertos por couro legítimo, embora esse luxo dependa desta ou daquela versão. Na porta que abre para o lado do motorista está instalada a tecla que aciona a abertura de seu porta-malas.

Segue, logo abaixo, a pequena relação de versões e valores:

Iniciando pela versão Civic Sport de motor de 2.0 MT, a qual está no valor de R$ 87.900; em seguida está a versão Civic Sport de motor 2.0 CVT, a qual está no valor de R$ 94.900; depois destas está a versão Civic EX de motor 2.0 CVT, no valor de R$ 98.400; a versão Civic EXL de motor 2.0 CVT, no valor de R$ 105.900 e a versão Civic Touring de motor 1.5 Turbo CVT, no valor de R$ 124.900.

Por Paulo Henrique dos Santos

Honda Civic 2018


Nova linha conta com diversas versões, com a novidade da Expression Advantage que vem com rodas de liga leve, câmera de ré, multimídia, trio elétrico e sensor de estacionamento.

O Renault Logan 2018 vem nas seguintes versões: Authentique com motor 1.0 MT no valor de R$ 44.700; Expression com motor 1.0 MT por R$ 48.050; Expression Advantage com motor 1.0 MT no valor de R$ 50.900; Expression com motor 1.6 MT no valor de R$ 54.300; Expression Advantage com motor 1.0 MT pelo valor de R$ 57.150; Expression Easy´R motor 1.6 AMT por R$ 58.250; Dynamique com motor 1.6 MT no valor de R$ 58.200 e a versão Dynamique Easy´R com motor 1.6 AMT que sairá por R$ 63.400.

Em relação às novidades, a marca traz a nova versão Expression Advantage que vem com rodas de liga leve, câmera de ré, multimídia, trio elétrico e sensor de estacionamento.

Veja abaixo os itens de série que acompanham o veículo:

Versão Authentique motor 1.0 MT: airbag duplo; freio c/ ABS e EDB; rodas de aço com aro de 15” c/ calotas; pneus 185/ 65 R1 5; maçanetas da parte interna na cor preta; alerta de cinto de segurança; tecnologia ESM responsável pela recuperação de energia; vidros dianteiros elétricos; travas elétricas; sistema CAR que é responsável pelo travamento das portas à 20 km por hora; direção eletro-hidráulica; vidro traseiro com desembaçador entre outros.

Versão Expression motor 1.0 MT – Além dos itens que estão presentes na versão Authentique, vem ainda com alarme perimétrico; regulagem de altura no volante; áudio e telefonia com comando de satélite; sist. antiesmagamento e função de one touch nos vidros dianteiros, comp. de bordo, rádio c/ Bluetooth, USB e auxiliar, ajuste de altura no banco do motorista, porta-malas com iluminação, coluna B com adesivo preto, maçanetas e retrovisor na mesma cor que a carroceria, as maçanetas internas são cromadas entre outras.

Versão Expression Advantage motor 1.0 MT – Itens da versão Expression, mais rodas de liga leve com aro de 15”, repetidores de direção nos retrovisores elétricos, chave com capacidade de fechamento global, vidros traseiros com função one touch e sistema antiesmagamento, câmera de ré, sensor traseiro de estacionamento e multimídia com tela de 7’’, navegação GPS, entre outros.

Versão Expression motor 1.6 MT – Itens do modelo Expression 1.0, porém com motor 1.6 SC, a transmissão é manual de 5 marchas e possui sist. Stop & Start.

Versão Expression Advantage motor 1.6 MT – Vem com os equipamentos da versão Expression Advantage 1.0, mais motor 1.6 SCe.

Versão Expression Easy´R motor 1.6 AMT – Essa versão vem com os itens do Expression com motor 1.6 MT, transmissão automatizada Easy ´R c/ modo Sport e alavanca com mudanças manuais.

Versão Dynamique motor 1.6 MT – Vem com os equipamentos do Expression Advantage com motor 1.6 MT, controle de estabilidade eletrônico, assist. de partida (rampa), farol de neblina, piloto automático, tem também o opcional que é o revestimento dos bancos parcialmente de couro, entre outros.

Versão Dynamique Easy´R motor 1.6 AMT – Composto pelo itens presente na versão Dynamique motor 1.6 MT, transmissão automática Easy ´R c/ modo Sport e alavanca com mudanças manuais.

Em relação ao consumo, na cidade o Logan com motor 1.0 MT faz 9,3 km por litro usando etanol e 13,8 km por litro usando gasolina. Já o modelo com motor 1.6 MT faz 8,8 km por litro com o uso de etanol e 13,0 km por litro com o uso de gasolina. O Logan com motor 1.6 Easy´R AMT faz 7,9 km por litro usando etanol e 11,7 km por litro com o uso da gasolina.

Na estrada o Logan com motor 1.0 MT faz 10,0 km por litro usando etanol e 14,5 km por litro com o uso da gasolina. O Logan com motor 1.6 MT faz 9,5 km por litro com o uso de etanol e 13,8 km por litro usando gasolina. A versão com motor 1.6 Easy´R AMT faz 9,1 km por litro usando etanol e 13,4 km por litro usando gasolina.

Veja abaixo a Ficha Técnica do Veículo:

Motor

Motor: 1.0 Sce/ 1.6 Sce

Tipo: Dianteiro transversal, Gasolina e Etanol.

Número de cilindros: 3 em Linha/ 4 em linha

Cilindrada em cm3: 999/ 1597

Válvulas: 12/16

Taxa de compressão: 12:1/ 10,7:1

Injeção eletrônica de combustível: Multiponto

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484): Potência de79 cv a 6.300 rpm com o uso de gasolina e potência de 82 cv a 6.300 rpm com o uso de etanol / Potência de 115 cv a 5.500 rpm com o uso de gasolina e potência de 118 cv a 5.500 rpm com o uso de etanol.

Potência Máximo Líquido (ABNT NBR 5484): 10,2 kgfm a 3.500 rpm com o uso de gasolina e 10,5 kgfm a 3.500 rpm com o uso de etanol

Tipo de transmissão: Manual 5 marchas/ Manual 5 marchas ou automatizado 5 marchas

Tipo de freios: Disco ventilado / Disco nas 2 versões

Tipo de direção: Eletro-hidráulica

Suspensão dianteira: McPherson (independente com barra estabilizadora)

Suspensão traseira: Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas: Aço com aro 15”/ Aço ou Roda de liga leve com aro 15”

Pneus: 185/ 65 R 15

Capacidades

Tanque: 50 Litros

Porta Malas: 510 Litros

Dimensões

Comprimento: 4.349 mm

Largura: 1.733 mm

Altura: 1.529 mm

Distância entre eixos: 2.635 mm

Por Lorena Ruiz

Renault Logan 2018

Renault Logan 2018


O novo Ford Ka Sedan 2018 possui um ótimo design externo e características que o tornam um carro urbano de bom desempenho.

O Ford Ka Sedan 2018 vem com uma proposta de trazer detalhes que os usuários gostam muito como detalhes do design externo, itens de série e motor. Porém, esse carro vai manter novamente o câmbio manual, o que vai frustrar alguns possíveis consumidores. Para amenizar esse detalhe que é desanimador, o Ford Ka Sedan 2018 traz muitas informações bacanas, veja abaixo.

Vamos falar da parte externa do Ford Ka Sedan 2018

O design externo desse carro é lindo e de bom gosto. Possui detalhes que tornam essa parte do carro mais chamativa. O para-choque possui aspecto simples e não sofreu muitas mudanças. Já os faróis têm desenho flechado dando um toque mais moderno. Na parte da carroceria tem o bagageiro com tampa limpa sem muitos detalhes, as lanternas são compactas e as rodas são de liga leve de aço em aro 14 ou 15 e a carroceria aparenta um leve volume.

Conheça os itens de série da versão de entrada Ford Ka 1.0

Mesmo sendo a versão de entrada, ela possui muitos itens que vão agradar em cheios aos consumidores. Esses itens são fundamentais para deixar a viagem do condutor mais segura e com melhor funcionalidade. Veja abaixo os itens de série desse carro.

– Trava elétrica no porta-malas

– Banco do motorista com ajuste de altura

– Suporte para celulares

– My Ford Dock

– Isofix

– Chave canivete com controle remoto

– Freios ABS com EBD

– Faróis com máscara negra

– Limpador/ lavador e desembaçador de vidro traseiro

– Maçanetas na cor do tecido

– Airbags duplo

– Espelhos retrovisores externos na cor do carro

– Coluna de direção ajustável em altura

– Banco traseiro biopartido

– Vidros dianteiros elétricos com one touch para motorista

– Indicador de marcha

– E muito mais.

Falando sobre o motor do Ford Ka Sedan 2018

O motor desse carro é 1.0 3C Ti-VCT, esse modelo é a versão mais recente e promete uma potência maior que a versão anterior. Ele consegue fazer 85 cv com etanol e 80 cv com gasolina. E avaliando os motores dos carros dessa categoria, podemos afirmar que o motor do Ford Ka Sedan 2018 é muito forte e potente. O propulsor desse carro possui um bloco de 3 cilindros que é feito em ferro fundido. O torque máximo desse carro é de 10,7 kgfm se abastecido com gasolina, oferendo o máximo de 6.500 rpm independente do combustível.

Ford Ka Sedan 2018 é indicado para uso urbano

Um detalhe do Ford Ka Sedan 2018 e que pode não agradar a todos os usuários, é que ele não tem bom desempenho na estrada ou em locais com muitos obstáculos. Esse carro foi projetado para uso urbano, ou seja, ser pilotado na cidade. Mas se o motorista precisar dirigir na estrada esse carro pode surpreender se tiver sem nenhuma carga dentro, aí ele pode dar conta do recado, mas vale afirmar que ele não é ideal para isso. Ele entrega uma aceleração máxima de 166 km/h em 13,9 segundos.

Veja o consumo médio do Ford Ka Sedan 2018 na versão de entrada

O consumo médio desse carro é muito bom, e isso se torna sinônimo de economia para o usuário.

Na estrada

Esse carro faz 15,1 km/l com gasolina e 10,4 km/l com etanol

Na cidade

Esse carro faz 13,0 km/l com gasolina e 8,9 km/l com etanol

Valores de algumas versões do Ford Ka Sedan 2018

As versões desse carro oferecem diversas opções de valores, e isso permite que o usuário escolha a versão que cabe no seu bolso e agrade seu gosto. Veja abaixo:

– Ford Ka S 1.0 2018 com valor de R$44.030,00

– Ford Ka SE Plus 1.0 2018 com valor de R$46.590,00

– Ford Ka Tecno 1.0 2018 com valor de R$48.390,00

– Ford Ka Trail 1.5 2018 com valor de R$52.740,00

Agora é só escolher a sua versão favorita e curtir bastante!

Por Cristiane Amaral

Ford Ka Sedan 2018


Nova linha da S10 possui 11 versões para agradar todos os tipos de consumidores.

O novo modelo Chevrolet S10 2018 vem nas seguintes versões S10 LT motor 2.5 Flex AT6 4×2 pelo preço de R$ 108.790; S10 LT motor 2.5 Flex AT6 4×4 pelo valor de R$ 117.790; S10 LTZ motor 2.5 Flex AT6 4×2 pelo valor de R$ 123.790; S10 LTZ motor 2.5 Flex AT6 4×4 custando R$ 130.990; S10 LT motor 2.8 Diesel 4×4 por R$ 146.990; S10 LT motor 2.8 Diesel AT 4×4 por R$ 153.990; S10 LTZ motor 2.8 Diesel AT 4×4 no valor de R$ 171.990; S10 High Country motor 2.8 Diesel AT 4×4 custando R$ 181.590; S10 Cabine Simples motor 2.8 Diesel 4×4 por R$ 118.490; S10 Cabine-Chassi motor 2.8 Diesel 4×4 pelo valor de R$ 111.690 e a versão S10 100 Years motor 2.8 Diesel AT 4×4 no valor de R$ 187.590.

As versões estarão disponíveis nas cores Vermelho Edible Berries, Vermelho Chili, Branco Summit, Prata Switchblade, Cinza Graphite e Preto Ouro Negro.

Em relação às novidades, a versão S10 100 Years que é uma edição limitada, possui pintura exclusiva Azul Steel, grade frontal e capota marítima na cor do veículo, protetor de caçamba, logotipo da Chevrolet personalizado, rodas liga leve com aro de 18” e pneus 265/ 60 R 18. A parte interna conta com um acabamento nas cores Dark Ash Grey e Jet Black, multimídia MyLink e sist. OnCar. Ainda em relação as novidades têm a nova opção de cor Vermelho Edible Berries e o sist. CPA, dispositivo que será responsável por diminuir vibrações e ruídos do veículo.

Veja abaixo aos equipamentos presentes em cada versão:

Chevrolet S10 LT

Essa versão vem com direção elétrica, freio c/ ABS e EDB, airbag duplo, farol e lanterna de neblina, os vidros dianteiros e traseiros são elétricos, trava elétrica, pneus 245/ 70 R 16, roda de liga leve com aro de 16”, ajuste elétrico nos retrovisores, o banco do motorista é ajustável, regulagem de altura para a coluna de direção, regulagem de altura nos cintos de segurança, a tampa da caçamba possui chave, travas e vidros com acionamentos através da chave, repetidores de direção nos retrovisores, grade prata, piloto automático, capota marítima, revestimento premium no volante, comp. de bordo, chave canivete, teto com alças traseira, sist. de som, multimídia MyLink composta por uma tela de 7” Android Auto® e Car Play®, USB, Bluetooth, entre outros.

Chevrolet S10 LTZ

Os itens dessa versão são compostos pelos equipamentos já citados acima, além de transmissão automática de 6 marchas, alerta para mudança de faixa e de colisão, controle de estabilidade, controle de tração, pneus 265/ 60 R 18, roda de liga leve com aro de 18”, os detalhes internos e externos são cromados, LEDs diurnos, sensor de crepúsculo, chuva e estacionamento dianteiro, assist. de partida (rampa), câmera de ré, volante com multifunções, sist. som, multimídia MyLink, acabamento de couro nos bancos, ajustes elétricos no banco do motorista, entre outros.

Chevrolet S10 High Country

Possui os itens citados nas versões anteriores, mais estribos nas laterais, adesivos e apliques exclusivos, a capota marítima também é exclusiva, a grade é na cor preta, as lanternas são em LED, os frisos são cromados, possui barras transversais, um acabamento exclusivo nas cores preto e marrom, as rodas são de liga leve com aro 18”, entre outros.

Em relação ao consumo na cidade a versão S10 CS motor 2.8 4×4 MT faz 8,7 km por litro com o uso de diesel. A versão S10 CD motor 2.8 4×4 AT faz 8,7 km por litro no também no diesel. Já a versão S10 CD motor 2.5 4×2 AT faz 5,3 km por litro com o uso de etanol e 7,9 km por litro com o uso da gasolina. E a versão S10 CD motor 2.5 4×4 AT faz 5,1 km por litro usando etanol e 7,7 km por litro usando a gasolina.

Na estrada o consumo da versão S10 CS motor 2.8 4×4 MT é de 10,6 km por litro usando diesel. Na versão S10 CD motor 2.8 4×4 AT também com o uso do diesel, o consumo é de 10,6 km por litro. A versão S10 CD de motor 2.5 4×2 AT faz 6,4 km por litro com o uso de etanol e 9,4 km por litro com o uso da gasolina. A versão S10 CD com motor 2.5 4×4 AT faz 6,1 km por litro usando o etanol e 9,0 km por litro usando gasolina.

Veja abaixo a Ficha Técnica do Veículo:

Motor – 2.5 Ecotec e 2.8 CDTI

Tipo – Versão 2.5 Ecotec: Dianteiro longitudinal, Etanol e Gasolina e Versão 2.8 CDTI: Dianteiro longitudinal, Turbo e Diesel

Número de cilindros: 4 em linha

Cilindrada em cm3 :Versão 2.5 Ecotec: 2.457 e Versão 2.8 CDTI: 2.776

Válvulas: 16

Taxa de compressão: Versão 2.5 Ecotec: 11,2:1 e Versão 2.8 CDTI: 16,5:1

Injeção eletrônica de combustível: Versão 2.5 Ecotec: Multiponto e Versão 2.8 CDTI: Direta

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484): Versão 2.5 Ecotec: Potência de 197 cv a 6.000 rpm com o uso de gasolina e potência de 206 cv a 6.000 rpm com o uso de etanol.

Versão 2.8 CDTI: 200 a 6.600 rpm com o uso de Diesel.

Potência Máximo Líquido (ABNT NBR 5484): Versão 2.5 Ecotec: 26,3 kgfm a 4.400 rpm com o uso de gasolina e 27,3 kgfm a 4.400 rpm com o uso de etanol.

Versão 2.8 CDTI: 44,9 (manual) e 51,0 a 2000 rpm com o uso de Diesel.

Tipo de transmissão: Versão 2.5 Ecotec: Automática 6 marchas e Versão 2.8 CDTI: Manual 6 marchas / Automática 6 marchas

Tipo de Tração: 4×2 / 4×4 c/ reduzida nas 2 versões

Tipo de freios: Disco ventilado / Tambor nas 2 versões

Tipo de direção: Elétrica nas 2 versões

Suspensão dianteira: Barra estabilizadora/ Braços sobrepostos nas 2 versões

Suspensão traseira: Eixo rígido nas 2 versões

Rodas e Pneus

Rodas: Liga Leve com aro de 16 ou 18 polegadas de diâmetro nas 2 versões.

Pneus: 245/ 70 R 16 / 265/ 60 R 18 nas 2 versões

Capacidades

Tanque: 76 Litros nas 2 versões

Porta Malas: Versão 2.5 Ecotec: 1.061 Litros e Versão 2.8 CDTI: 1.061 Litros ou 1.570 Litros sendo cabine simples

Dimensões

Comprimento: Versão 2.5 Ecotec: 5.361 mm e Versão 2.8 CDTI: 5.361 mm ou 5.381 mm sendo cabine simples.

Largura: Versão 2.5 Ecotec: 1.874 mm e Versão 2.8 CDTI: 1.874 mm ou 1.870 mm sendo cabine simples.

Altura: Versão 2.5 Ecotec: 1.837 mm e Versão 2.8 CDTI: 1.837 mm ou 1.796 mm sendo cabine simples.

Distância entre eixos: 3.096 mm nas 2 versões.

Por Lorena Ruiz

Chevrolet S10 2018


O modelo é um sedan compacto que passou por uma atualização no seu design, tornando-o ainda mais atraente.

O Novo Hyundai HB20S de 2018, a versão sedan da linha, vem nas seguintes versões: HB20S Comfort Plus motor 1.0 5 MT no valor de R$ 50.715; HB20S Comfort Plus motor 1.0 5 MT c/ blueMedia® custando R$ 52.265; HB20S Comfort Plus motor 1.0 Turbo 6 MT pelo valor de R$ 54.715; HB20S Comfort Plus motor 1.0 Turbo 6 MT c/ blueMedia® custando R$ 56.265; HB20S Comfort Plus com motor 1.6 6 MT no valor de R$ 57.265; HB20S Comfort Plus motor 1.6 6 MT c/ blueMedia® pelo valor de R$ 58.865; HB20S Comfort Plus motor 1.6 6 AT pelo valor de R$ 61.765; HB20S Comfort Plus motor 1.6 6 AT c/ blueMedia® custando R$ 63.365; HB20S Premium 1.6 6 AT c/ blueMedia® de série pelo valor de R$ 69.715 e a versão premium com motor 1.6 6AT com bancos de couro c/ blueMedia® de série que sairá por R$ 71.365.

O modelo é um sedan compacto que passou por uma atualização no seu design, tornando-o ainda mais atraente. Na parte frontal, os faróis são puxados e estão localizados acima do para-lamas. Sua grade é hexagonal e o para-choque possui um design aerodinâmico. A parte traseira é alta e conta com uma porta de porta-malas bem pequena, além de lanternas bipartidas.

Já na parte interna do veículo, há uma ótima visualização das informações do quadro de instrumentos, que vem com comp. de bordo. O volante é multifuncional, revestido com couro em algumas versões e dentre suas funções estão os comandos de Bluetooth e áudio. Há também o rebatimento automático nos retrovisores.

O modelo tem ainda opções como bancos com acabamento de tecido ou couro, porta-objetos, banco do motorista com ajuste de altura, iluminação e espelho nos para-sóis, teto com alças, direção hidráulica, porta-malas ampliável, acabamento tanto em tons claros como escuro, entre outras.

Ele pode vir equipado também com rádio, câmera de ré, USB, Car Play®, Android Auto®, OnCar®, chave canivete c/ telecomandos, vidros elétricos, ajustes elétricos nos retrovisores, luzes de leitura entre outros.

Além dos itens já citados, o modelo conta ainda com proteção com airbag duplo, airbag lateral e freio ABS c/ EBD, isofix e top tether.

Dentre as novidades estão o aplicativo Waze para Android Auto e uma nova funcionalidade no Google Maps tanto para São Paulo como para o Rio de Janeiro que informa ao usuário qual a previsão de vagas no estacionamento no local de seu destino.

Veja abaixo os itens de série das versões do Hyundai HB20S:

Versão 1.0 Comfort e Comfort blueMedia®

Entre os itens de série estão o airbag duplo, freio ABS c/ EBD, direção hidráulica, rodas de aço com aro de 14” c/ calotas, pneus 175/ 70 R 14, portas e porta-malas com travas elétricas, função de one touch nos vidros elétricos dianteiro, comp. de bordo, Isofix, banco em tecido preto, farol c/ máscara negra, grade frontal com borda cromadas e hexagonal, rádio BlueAudio® ou multimídia BlueMedia®, OnCar, Apple CarPlay, Android Auto, USB e auxiliar, Bluetooth, comandos no volante entre outros.

Versão 1.0, 1.0 Turbo Comfort Plus e Comfort Plus blueMedia®

Além dos itens presentes nas versões citadas anteriormente, essas versões vêm com os retrovisores e as maçanetas externas da mesma cor que a carroceria, coluna B e moldura das portas com acabamento preto fosco, rodas de aço com aro de 15” com calotas, pneus 185 / 60 R 15, alarme perimétrico, retrovisores com indicadores de direção, a chave canivete vem com telecomando e os retrovisores possuem ajuste elétrico.

Versão 1.6, 1.6 Automático Comfort Plus e Comfort Plus blueMedia®

Vem com bancos de preto e as maçanetas internas são de cromo acetinado mais os equipamentos das versões anteriores.

Versão 1.6 Automático Premium e Premium c/ couro

Projetor e LEDs diurnos nos faróis, os faróis de neblina dianteiros tem projetor, rodas liga leve de 1”, pneus 185/ 60 R1 5, revestimento de couro no volante e na alavanca do câmbio, airbag lateral, Top Tether, chave canivete c/ telecomandos, rebatimento automático nos retrovisores, regulagem de profundidade e altura no volante, apoio de braço, porta-óculos, o banco traseiro é rebatível e bipartido, os bancos, o painel e as portas são em couro marrom e a multimídia blueMedia® conta com uma tela de 7”, OnCar®, Android Auto®, Apple CarPlay®, USB, Bluetooth e auxiliar e volante com comandos.

Com o uso de etanol o modelo HB20 de motor 1.6 AT faz 8,1 km por litro na cidade e 9,9 km por litro na estrada. A versão de motor 1.6 faz 8,1 km por litro na cidade e 9,9 km por litro na estrada. A versão de motor 1.0 Turbo faz 8,2 km por litro na cidade e 10,1 km por litro na estrada. A versão de motor 1.0 faz 8,7 km por litro na cidade e 10,3 km por litro na estrada.

Com o uso da gasolina o gasto na cidade da versão 1.6 AT é de 9,9 km por litro e 12,5 km por litro na estrada. A versão 1.6 faz 11,6 km por litro na cidade e 13,8 km por litro na estrada. A versão com motor 1.0 Turbo faz 11,6 km por litro na cidade e 14,3 km por litro na estrada. Já a versão 1.0 faz 12,5 km por litro na cidade e 14,1 km por litro na estrada.

Por Rosângela Rodrigues

Hyundai HB20S 2018

Hyundai HB20S 2018


O novo Fiat Argo possui um design inovador, além de muito conforto, tecnologia e segurança.

Você gosta de saber tudo sobre os lançamentos automobilísticos do ano? Então você vai amar conhecer o Novo Fiat Argo 2018. Um lançamento que chega com tudo para se tornar um grande sucesso.

O Argo 2018, o novo hatch da Fiat chega para partir para a briga com os modelos Onix da Chevrolet e HB20 da Hyundai, conquistando definitivamente seu espaço no mercado nacional.

Serão sete versões ao total que contam com três opções de motorização. Além, de uma edição especial.

O Fiat Argo possui um design inovador, além de conforto, tecnologia e segurança. Um carro completo com qualidades que vão te surpreender. Confira.

Para o lançamento da linha 2018 da Argo a Fiat investiu de forma significativa, caprichando em todos os detalhes e principalmente em seus itens de série.

Confira abaixo as diversas atualizações em itens de série que o Argo 2018 vai trazer:

  • Banco traseiro bipartido;
  • Alarme;
  • Bluetooth;
  • Luzes de posição de LED;
  • AUX/USB/MP3/AM/FM e Audio Streaming;
  • Segunda porta USB para passageiros traseiros;
  • Bancos revestidos em couro ecológico;
  • Faróis de neblina;
  • Câmera de ré com linhas dinâmicas;
  • Rodas de liga-leve de 15 polegadas;
  • Sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico;
  • Central Multimídia UCONNECT de 7 polegadas Touchscreen com sistema Android Auto e Apple Car Play;
  • Retrovisores externos elétricos equipados com luzes indicadoras de direção integradas;
  • Entrada USB e Sistema para o reconhecimento de voz;
  • Volante com telefone e comandos do rádio;
  • Função Tilt Down;
  • Vidros elétricos traseiros equipados com one touch e antiesmagamento;
  • Entre outros.

Está gostando? Mas as novidades não param por aí, pois a Fiat também não poupou investimentos em itens de segurança. Veja abaixo alguns deles:

  • Controle de velocidade de cruzeiro;
  • Apoio de braço para o motorista;
  • Câmera de ré com linhas dinâmicas;
  • Faróis de neblina;
  • Sensor crepuscular;
  • Keyless entry’n’go;
  • Retrovisor interno eletrocrômico;
  • Luzes de posição de LED;
  • Sensor de estacionamento traseiro equipado com visualizador gráfico;
  • Paletas para trocas de marchas instaladas atrás do volante;
  • Retrovisores externos com rebatimento elétrico e com luz de conforto;
  • Side bags dianteiros;
  • Sensor de chuva;
  • Entre outros.

É importante lembrar que cada versão possui seus próprios itens de série e de segurança. Por isso, antes de comprar conheça todas as versões e escolha aquela que tenha mais a ver com seu perfil.

Em termos de motorização temos motor Flex, transversal, equipado com quatro cilindros alinhados, sendo duas válvulas por cilindro, que oferecem 109 cv de potência e capacidade máxima de 14,2 mkgf abastecido com etanol e 101 cv de potência com capacidade máxima de 13,7 mkgf com gasolina.

O novo Fiat Argo 2018 chega a fazer 9,2 km por litro de álcool na cidade e 10,2 km por litro na estrada. Já com gasolina sua média de consumo é de 12,9 km por litro na cidade e 14,3 km por litro na estrada.

Com todas essas qualidades não há dúvidas que o Fiat Argo 2018 será um grande sucesso da marca. Se você se interessou conheça agora todas as versões da linha 2018, assim como seus valores:

  • Novo Fiat Argo 1.0 Drive saindo por R$ 46.800,00;
  • Novo Fiat Argo 1.3 Drive manual por R$ 53.900,00;
  • Novo Fiat Argo 1.3 Drive automatizado por R$ 58.900,00;
  • Novo Fiat Argo 1.8 Precision manual por R$ 61.800,00;
  • Novo Fiat Argo 1.8 HGT manual por R$ 64.600,00;
  • Novo Fiat Argo 1.8 Precision automático por R$ 67.800,00;
  • Novo Fiat Argo 1.8 HGT automático por R$ 70.600,00;
  • Novo Fiat Argo Edição Especial: Opening Edition Mopar saindo por R$ 75.200,00.

Escolha uma versão e leve para casa um hatch com a qualidade que só a Fiat tem.

Por Sirlene Montes

Fiat Argo 2018

Fiat Argo 2018


O modelo possui uma dianteira nova, com uma grade atualizada e um formato mais fino. Tanto o para-choque dianteiro como o traseiro são novos, são aerodinâmicos e esportivos.

O Toyota Etios Sedan 2018 vem nas versões X 1.5 L 16V manual no valor de R$ 50.690; X 1.5 L 16V automático no valor de R$ 55.590; XS 1.5 L 16V manual, no valor de R$ 53.990; XS 1.5 L 16 V automático, no valor de R$ 58.890; Sedan XLS 1.5 L 16V automático, no valor de R$ 64.190 e Platinum 1.5 L 16V automático, no valor de R$ 68.390.

O modelo possui uma dianteira nova, com uma grade atualizada e um formato mais fino. Tanto o para-choque dianteiro como o traseiro são novos, são aerodinâmicos e esportivos. As saias laterais antes disponíveis apenas no modelo Platinum, agora também estão disponíveis no modelo XLS. A versão Platinum conta ainda com detalhes cromados na grade frontal e seu interior vem com tapetes feitos de carpetes.

As lanternas continuam com o mesmo design vertical e triangular.

A parte interna conta com um bom quadro de instrumentos, o volante mais simples da versão anterior teve alterações resultando em melhor qualidade nessa nova versão e o porta-malas possui abertura invertida.

Os bancos são confortáveis e com ótimo espaço traseiro, além de um amplo bagageiro.

A versão X conta com um quadro digital de instrumentos; comp. de bordo; assist. elétrica na direção; porta copos; um para sol que vem com espelho para o motorista e para o passageiro; o tanque e o porta-malas possuem abertura interna; trava elétrica; vidro elétrico; airbag duplo; encosto rebatível no banco traseiro; freio c/ ABS e com EBD e alarme advertência para porta aberta, cinto de segurança, chave na ignição, entre outros.

Na versão XS além dos itens presentes na versão X, vem ainda com sist. de som c/ Bluetooth; o volante com controle de telefonia e de som, além do controle de cruzeiro presente na versão automática; detalhes em tons cromados; tecido de duas cores nos bancos; banco do motorista com descansa-braço (na versão automática), entre outros.

Na versão XLS, além dos itens já citados acima, o modelo possui roda de liga leve com aro de 15”; pneus 185 / 60 R 15; farol de neblina; o sist. de áudio possui espelhamento do smartphone e a tela é touchscreen; conta com indicadores de seta nos retrovisores externos e o acabamento dos bancos é Comfort Drive e do volante é de couro.

Já a versão Platinum vem com os itens já citados nas versões anteriores e com um design exclusivo nas rodas; grade c/ detalhe cromado; tapete feito de carpete; manopla do câmbio é em couro; aerofólio; além do sist. multimídia Toyota Play que conta com rádio, USB, MP3, Bluetooth, DVD player, TV digital e GPS.

Em relação ao consumo, na cidade o Etios Sedan com motor 1.5 MT faz 8,5 km por litro usando etanol e 12,5 km por litro usando gasolina. O modelo com motor 1.5 AT faz 8,4 km por litro usando etanol e 12,2 km por litro usando gasolina. Já na estrada o Etios Sedan com motor 1.5 MT faz 10,3 km por litro usando etanol e 15,0 km por litro usando gasolina. O modelo com motor 1.5 AT faz 10,4 km por litro usando etanol e 14,9 km por litro usando gasolina.

Veja abaixo a Ficha Técnica do veículo:

Motor

Motor: 1.5 Dual VVT-i

Tipo: Dianteiro transversal, Gasolina e Etanol

Número de cilindros: 4 em linha

Cilindrada em cm3: 1.476

Válvulas: 16

Taxa de compressão: 13:1

Injeção eletrônica de combustível: Multiponto

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484): Potência de 102 cv a 5600 rpm usando gasolina e 107 cv a 5600 rpm usando etanol.

Potência Máximo Líquido (ABNT NBR 5484): 14,3 kgfm a 4000 rpm usando gasolina e 14,7 kgfm a 4000 rpm usando etanol.

Tipo de transmissão: Manual 6 marchas – Automático 4 marchas

Tipo de freios: Disco ventilado / Tambor

Tipo de direção: Elétrica

Suspensão dianteira: McPherson (independente com barra estabilizadora)

Suspensão traseira: Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas: Aço com aro de 14 polegadas de diâmetro – Liga Leve com aro de 14/15”

Pneus: 175/ 65 R 14 – 185/ 60 R 15

Capacidades

Tanque: 45 Litros

Porta Malas: 562 Litros

Dimensões

Comprimento: 4.369 mm

Largura: 1.695 mm

Altura: 1.510 mm

Distância entre eixos: 2.550 mm

Por Rosângela Rodrigues

Toyota Etios Sedan 2018

Toyota Etios Sedan 2018


Confira as especificações técnicas e novidades da nova linha do Nissan Kicks 2018.

Duas novidades integram o Brasil com uma das maiores companhias automotivas internacionais, ou seja, a Nissan Motor Company. A produção do Nissan Kicks 2018 passou a ser nacional, mais precisamente, no interior do município de Resende, no Rio de Janeiro, onde a empresa já estava produzindo outros modelos. O investimento, neste caso, está em um valor superior a 750 milhões dispensados para este crossover oriundo da indústria japonesa. Anteriormente vindo do México, o modelo Nissan Kicks 2018 vinha sendo produzido somente em duas versões.

Ao longo de uma importante sessão de lançamento do Kicks, em escala nacional, três de suas quatro versões foram testadas. A primeira foi a de opção S manual. Estrutura muito completa, embora desprovida de rodas de liga leve, porém, rodando com muita suavidade. Simples e eficiente munido de um excelente acabamento, portando um padrão rigoroso de bancos e uma textura de painel. Com um design super aerodinâmico e estável, este novo modelo foi elaborado em um visual muito inspirado. O seu teto está perfeitamente unido retilineamente com dois tons e colunas em forma de C, muito artisticamente estilizadas, subindo a partir de uma base levemente musculosa. Na parte da frente, houve certo rebaixamento que induz a uma boa impressão de esportividade. Está equipado de faróis duplos que marcam intensa presença, já que as lanternas foram redesenhadas no mais original formato de bumerangue.

Em seu interior, esse veículo quase inteiramente inédito dispõe de comodidade, conforto e acolhimento. Está equipado com cluster análogo-digital munido de um tipo de display com multifuncionalidades; seu painel está perfeitamente coberto de material Soft Touch costurado e com três tipos de cores opcionais; possui multimídia repleta de aplicativos; aparelhado com dispositivo de câmera de ré e de um navegador de GPS; a direção, (volante) possui um fundo chato em design esportivo, munido dos comandos multifuncionais.

Entre as novidades e especificações estão: os impressionantes bancos equipados de tecnologia do tipo Gravidade Zero; possui o chamado controle dinâmico no chassi, que proporciona maior estabilidade nas curvas por meio de um controle eletrônico próprio para estabilidade, consistindo em um sistema totalmente inédito nesse segmento automobilístico; possui assentos com capacidade de Auto-Moldagem em conformidade com corpo de seus ocupantes. A direção é elétrica e o ar-condicionado pode ser do tipo automático.

Possui bancos muito espaçosos e muito confortáveis; suas portas estão munidas de acabamento de alta qualidade em couro legítimo, em tecido e materiais plásticos resistentes; o banco de trás foi bipartido em três cintos de segurança distintos, de três pontos e mais três apoios especiais para a cabeça; o seu porta-malas está munido de abertura elétrica, possui iluminação e os ganchos para prender cargas, além de possuir capacidade de 423 litros, portando ampliação por meio de rebatimento parcial ou mesmo total de banco traseiro.

São quatro versões com três pacotes de acessórios, portando a instalação de mais sistemas de segurança e de entretenimento. Os valores estão em R$ 70.500 e R$ 94.900. Estão disponíveis nas cores: vermelho em Malbec, ou em tonalidade de Prata Classic e teto Preto Premium, ou o Preto Premium e teto Cinza Grafite, ou na cor Cinza Rust de teto Preto Premium e na cor Branca Diamond de teto Preto Premium.

Versões e valores seguem abaixo:

O Nissan Kicks S MT, no valor de R$ 70.500; o Nissan Kicks S CVT, no valor de R$ 79.200; o Nissan Kicks SV CVT, no valor de R$ 85.600; o Nissan Kicks SL CVT, no valor de R$ 94.900.

Por Paulo Henrique dos Santos

Nissan Kicks 2018


Nova linha do Up! traz novo visual, novo acabamento interno e novos itens de série em todas as versões.

O modeloVW Up 2018 vem nas versões Take Up! 1.0 MPI no valor de R$ 37.990; Move Up! 1.0 MPI no valor de R$ 48.790; Move Up! 1.0 MPI I-Motion no valor de R$ 51.190; Move Up! 1.0 TSI custando R$ 53.490; High Up! 1.0 TSI por R$ 57.100 e a versão Cross Up! 1.0 TSI 2018 no valor de R$ 56.350.

Ele conta com novo visual, novo acabamento interno e novos itens de série em todas as versões citadas acima.

Em relação às unidades do novo modelo, tanto os faróis como a frente do veículo foram remodelados, além disso, a parte frontal das versões TSI possui aplique na cor preto brilhante. Ainda sobre os faróis, os de neblina vêm com a função de conversão estática, o que proporciona ao motorista melhor visibilidade em curvas acima de 40 km por hora.

As rodas são de liga leve com aros de 14” ou 15” e os retrovisores possuem repetidores de direção, são em preto brilhante e tem faixas decorativas nas laterais.

Os modelos vêm nas cores laranja habanero; prata sirius; azul lagoon; vermelho flash; branco cristal; cinza platinum e preto ninja.

Na parte interna do veículo, o visual também foi alterado. Houve mudanças no painel, fazendo com que o quadro de instrumentos se tornasse mais completo e com uma facilidade maior de leitura. O volante também traz novidades, como comandos para display, telefonia e mídia.

O sistema de áudio tem entrada USB e vem com SD, auxiliar, Bluetooth e teve também a introdução de um GPS da TomTom.

O aplicativo Maps & More presente no veículo traz econômetro, comp. de bordo e várias funcionalidades de telefonia e mídia.

Entre o acabamento central e a parte inferior do painel há uma linha de LED na cor branca, que ilumina essa divisão. O sensor crepuscular e o de chuva também estão entre as novidades.

Conforme já informado no início, todas as versões possuem novos equipamentos. Veja abaixo quais são eles:

Take Up!:

Os itens de série da versão são os pneus 175 / 70 R 14, regulagem de altura no banco do motorista, alerta sonoro para quando os faróis tiverem acesos, palhetas “aerowischer” no limpador de para-brisa, parte traseira com limpador e desembaçador, chave tipo lavador e canivete, porta-malas com iluminação, suporte para celular, relógio digital e entrada USB para carregar o celular na parte traseira do suporte para telefone.

A lista de itens opcionais dessa versão conta com pacote “take completo”, ajuste de altura na coluna de direção, ar-condicionado, acionamento elétrico nos vidros dianteiros e travamento elétrico das portas.

Move Up!:

Já os itens de série da versão Move Up são compostos por todos os equipamentos já citados na versão Take Up!, painel com iluminação ambiente na versão TSI, acabamento de couro no volante multifuncional, comp. de bordo, rodas liga leve com 14”, farol de neblina, sensor de estacionamento traseiro, luz de seta integrada nos espelhos retrovisores externos, espelho no para sol tanto do motorista como do passageiro, chave com controle remoto (tipo canivete), vidros dianteiros elétricos e travamento central elétrico, além do sistema de som “Composition”.

Entre os equipamentos opcionais estão o sist. de som “Composition Phone” disponível apenas para a versão TSI.

High Up!:

Essa versão terá todos os equipamentos já citados no Move Up!, sensor de luminosidade e de chuva, função “Coming & Leaving Home”, além disso o top de linha possui luz de conversão estática no farol de neblina.

Já nos opcionais estão itens como sist. de som “Composition Phone” e acabamento de couro sintético nos bancos.

Na cidade o consumo da versão Up de motor 1.0 MPI faz 9,6 km por litro com o uso de etanol e 14,2 km por litro com o uso de gasolina. Na estrada ele faz 10,6 km por litro com o uso de etanol e 15,3 km por litro com o uso da gasolina.

Na cidade o Up de motor 1.0 MPI I-Motion faz 9,4 km por litro usando o etanol e 14,0 km por litro usando gasolina. Já na estrada ele faz 10,6 km por litro com o uso de etanol e 15,8 km por litro com o uso de gasolina.

Na cidade o Up de motor 1.0 TSI faz 9,6 km por litro usando etanol e 14,1 km por litro usando gasolina. Com o uso do etano na estrada, o Up 1.0 TSI faz 11,1 km por litro e com gasolina ele faz 16,0 km por litro.

Veja abaixo a Ficha Técnica do modelo:

Motor

Versão 1.0 MPI- Dianteiro transversal, Gasolina e Etanol e Versão 1.0 TSI – Dianteiro transversal, Turbo, Intercooler, Gasolina e Etanol.

Número de cilindros: 3 em linha

Cilindrada em cm3: 999

Válvulas: 12

Taxa de compressão: Versão 1.0 MPI – 11,5:1 e Versão 1.0 TSI – 10,5:1

Injeção eletrônica de combustível: Versão 1.0 MPI – Multiponto e Versão 1.0 TSI -Direta.

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484): Versão 1.0 MPI- Potência de75 cv a 6.250 rpm com o uso de gasolina e potência de 82 cv a 6.250 rpm com o uso de etanol.

Versão 1.0 TSI- Potência de 101 cv a 5.000 rpm com o uso de gasolina e potência de 105 cv a 5.000 rpm com o uso de etanol.

Potência Máximo Líquido (ABNT NBR 5484):Versão 1.0 MPI– 9,7 kgfm a 3.000 rpm com o uso de gasolina e 10,4 kgfm a 3.000 rpm com o uso de etanol.

Versão 1.0 TSI– 16,8 kgfm a 1.500 rpm com o uso de gasolina e 16,8 kgfm a 1.500 rpm com o uso de etanol.

Tipo de transmissão: Versão 1.0 MPI – Manual 5 marchas / Automatizado 5 marchas e Versão 1.0 TSI – Manual 5 marchas

Tipo de freios: Versão 1.0 MPI- Disco ventilado / tambor e Versão 1.0 TSI – Disco ventilado / tambor

Tipo de direção: Elétrica

Suspensão dianteira: McPherson (independente com barra estabilizadora)

Suspensão traseira: Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas: Versão 1.0 MPI – Aço com aro de 14” e Versão 1.0 TSI – Aço com aro de 14” / Liga Leve com aro de 15”.

Capacidades

Tanque: 50 Litros

Porta Malas: 285 Litros

Dimensões

Comprimento: 3.689 mm

Largura: 1.645 mm

Altura: 1.500 mm

Distância entre eixos: 2.421 mm

Por Rosângela Rodrigues

Volkswagen Up 2018

Volkswagen Up 2018

Volkswagen Up 2018


A Hilux, da Toyota, na sua linha 2018, vem mais moderna, bonita e potente. Confira suas especificações.

Imagina uma linha de carro que se garante e não se sente ameaçada pela concorrência, mesmo sendo lançados muitos carros em versão top de linha. Parece até mentira, não é mesmo? Porém, a linha de carro em questão é a Toyota Hilux, que traz mais um lançamento em 2018, que vai abalar as estruturas das marcas mais conceituadas de carro. A Toyota Hilux 2018 é um carro cheio de detalhes que vão convencer facilmente os seus possíveis consumidores.

Carro conhecido em diversos países

Essa picape tem um grande diferencial. Além de ser moderna, bonita e potente, ela tem uma fama que alcançou muito países, e dessa forma se tornou popular. Aqui no Brasil ela é a picape mais vendida, e com ótima reputação pela avaliação dos seus usuários. Não será diferente com a nova versão Toyota Hilux 2018.

Toyota Hilux 2018 tem ótimos itens de série

Os itens de série dessa picape fazem parte do conjunto de qualidade da marca, e assim ajudar a tornar a Toyota Hilux 2018 umas das picapes mais incríveis já conhecidas. Veja abaixo os itens de série.

– Rodas de liga leve aro 17”

– Freios ABS

– Ar-condicionado manual

– Airbags

– Câmbio de 6 marchas automático do tipo sequencial

– Computador de bordo

– Direção hidráulica

– Central multimídia Toyota Play sincronizado

– Navegador GPS

– Retrovisor externo elétrico

– TV digital

– Acionamento automático dos faróis

– E muitos outros.

Informações sobre o motor e sua potência

O motor dessa Picape não é de fato ruim, porém, alguns usuários acreditam que pela capacidade da marca em lançar carros maravilhosos eles poderiam investir em um motor mais potente. Isso não quer dizer que a potência dele será um problema, apenas pode acontecer aquela sensação de “Poderia ser melhor”. Toyota Hilux 2018 tem motor Flex de 2.7 litros e faz até 163 cv. De modo geral, ele mostra uma potência bem dinâmica, nada exagerado. Até porque essa picape não é nenhum carro de corrida. Seu torque máximo é de 25 kgfm independentemente do tipo de combustível usado, ele faz o máximo de 4.000 rpm.

Detalhes externos encantadores

O primeiro detalhe externo da picape Toyota Hilux 2018 é que a impressão que temos ao olhar para ela é que seu formato está maior que a versão anterior. Isso é apenas uma impressão, e a responsável por isso é a sua grade cromada que fica bem evidente na parte externa. A Toyota Hilux 2018 cresceu um pouco, apenas 7 centímetros. Além da grade ela possui outros detalhes como:

– Lanternas horizontais na parte traseira

– Caçamba de carga que inclui câmera de ré

– Maçaneta no corpo central cromado

– Projetores de LED

– LEDs diurnos

– Faróis de neblina

A imagem que a nova Toyota Hilux 2018 passa é que é um carro luxuoso e robusto ao mesmo tempo. Então o usuário percebe que vai ter um carro com detalhes externos e que vai servir para trabalhar, passear e o que ele desejar.

Vamos os valores de algumas versões da Toyota Hilux 2018

Existe uma grande divergência de opiniões quando o assunto é o preço da Toyota Hilux 2018. Á quem diga que os valores das versões dessa picape são fora da realidade. Já outro grupo de pessoas acha que, pelo valor comprado, esse carro deveria ter mais acessórios e potência. Porém, a conclusão final é que os usuários que querem comprar essa picape precisam entender que ela vale isso tudo sim, mesmo sendo a versão mais cara de quase R$200 mil.

Veja os valores de algumas versões:

– SR 4X2 M/T Flex cabine dupla versão de entrada por R$108.990,00

– SRV 4X2 A/T Flex cabine dupla por R$124.380

– SRX 4X4 A/T Flex cabine dupla por R$193.270,00

Consumo médio da versão de entrada da linha Toyota Hilux 2018

Para a alegria dos usuários desse carro, ele tem o consumo médio adequado o que não será uma preocupação para seu bolso.

Na estrada

Esse carro faz 8,1 km/l com gasolina e 5,6 km/l com etanol.

Na cidade

Esse carro faz 6,9 km/l com gasolina e 4,8 km/l com etanol.

Por Cristiane Amaral

Toyota Hilux 2018


Algumas das principais características do novo modelo são a sua robustez e a maior capacidade de carga.

O ano de 2018 chega cheio de novidade no meio automotivo e a Volkswagen, é claro não poderia estar de fora deste fato.

Se você é daqueles consumidores que gostam de aventuras e deseja um carro que seja capaz de acompanhar o seu ritmo, então vai gostar do novo CrossFox 2018.

Para quem gosta de aventuras e espera um carro que responda às suas expectativas, então não vai se decepcionar. Isto é o que garante a montadora que promete uma linha que veio para dominar este tipo de segmento brasileiro.

Algumas das principais características do novo modelo são a sua robustez e a maior capacidade de carga.

Para começar, o novo design chama a atenção de qualquer consumidor. A Volkswagen resolveu adotar um estilo bem mais agressivo e o resultado foi uma versão em um estilo bem mais agressivo, mas sem perder a elegância e a sofisticação da linha.

Embora a Volkswagen ainda tente manter um certo segredo, o certo é que as imagens e as características do novo modelo já estão a ‘ rodar’ nos sites especializados sobre o assunto.

A data de um lançamento do novo Cross ainda não foi divulgada, porém, algumas características já podem ser notadas no novo modelo. Vamos a elas:

1 – Design mais arrojado;

2 – A dianteira ficou maior e a grade do motor já vem com detalhes cromados e em preto fosco brilhante;

3 – Suporte na dianteira com a presença de faróis auxiliares que desempenham a função de neblina e possibilitam um maior alcance neste tipo de condição;

4- Os faróis principais foram desenhados em um estilo mais alongado e são do tipo duplo com proteção principal no estilo de máscara negra;

5 – Na traseira, temos o aerofólio na mesma cor do veículo;

6 – Lanternas traseiras também em estilo mais escurecido;

7 – Espelhos retrovisores com efeito do tipo Chrome;

8 – Suspensão nas quatro rodas do tipo elevada.

Como dissemos, a empresa não divulgou ainda grandes detalhes sobre o veículo, o que só atiça ainda mais a curiosidades dos vários consumidores que aguardam por uma versão mais cheia de novidades.

Apesar da pouca informação, o que se pode saber é que uma das novidades da nova linha é tentar manter os seus ocupantes, a maior parte do tempo, conectados.

Dentre alguns dos vários itens já divulgados, podemos destacar a sua capacidade de conexão via Bluetooth.

Para quem quiser conhecer maiores detalhes sobre a nova linha,, basta acessar o seguinte endereço: http://proximocarro.com/crossfox-2018.

Apesar de nada de mais importante ter sido divulgado ainda, as fotos já divulgadas do novo veículo são realmente de chamar a atenção de qualquer consumidor.

Ele deverá vir de fábrica em duas versões: a álcool e a gasolina.

Na primeira versão, os testes mostraram um consumo de 7,4 km/l na cidade e de 8,1 km/l na estrada.

Já a versão a gasolina fez 10.3 km/l na cidade e 11,5 Km/l na estrada.

Outro grande mistério ainda é sobre qual o tipo de motor que vai ser adotado para o novo CrossFox.

Alguns especialistas estão apostando numa versão com um motor mais limpo, mais eficiente e que seja também mais econômico em relação ao modelo que já se encontra no mercado.

Com relação ao preço, este é outro item que permanece guardado sobre ‘sete chaves’.

Espera-se que este possa ser, com certeza, um pouco mais elevado em relação ao que é praticado atualmente no modelo atual.

Quem for se aventurar em comprar um modelo atual, deverá gastar algo em torno de R$ 65.000,00 a R$ 69.000,00. Talvez este seja o patamar semelhante que a nova linha deverá custar ao bolso dos consumidores brasileiros.

Por Emmanoel Gomes

Volkswagen CrossFox 2018


O novo Uno 2018 não conta com muitas novidades, mas possui equipamentos que atraem os usuários.

O Fiat Uno é um carro que já possui uma tradição no Brasil, não é mesmo? Sempre bonito, eficiente e com a qualidade Fiat, já conquistou muitos brasileiros. E a sua linha do ano de 2018 não deve sair por menos. Afinal, a Fiat caprichou no lançamento com muitas novidades. Continue lendo este artigo e conheça o Novo Fiat Uno 2018.

Em termos de estilo, o modelo de 2018 continua com a cara do de 2017, que já havia passado por algumas modificações. Dessa forma temos um carro com faróis do tipo monoparabolas dispostos em uma dianteira mais alta que vem equipada com uma grade de nível duplo. Seu para-choque possui molduras e linhas e apesar de parecer uma mistura incompatível os consumidores aceitaram bem.

Na traseira temos lanternas transparentes e um para-choque com um estilo mais robusto, assim meio esportivo, com difusor de ar e o escape cromado. As colunas planejadamente colocadas na posição vertical conferem ao carro mais robustez.

No seu interior encontramos um volante bem grande, até um pouco desproporcional. Os difusores de ar forma colocados de uma forma simpática e funcional, que é o mais importante. Porém, quase não é possível encontrar porta-copos. E no centro do teto temos um console. Os acabamentos são feitos em plástico, porém com a tecnologia easter eggs que fornece aos olhos uma melhor impressão. Pelo cluster pode-se facilmente visualizar informações, principalmente do computador de bordo que é além de ser bastante completo, possui alarme para pressão dos seus pneus.

As janelas do Uno são mais baixas, fazendo com que a visibilidade seja melhor para o seu condutor. Na parte dos passageiros o espaço é um pouco pequeno.

Como novidades da linha 2018 o Uno não apresenta tantas, mas talvez a grande novidade e vantagem esteja por conta de seus equipamentos, que tornam as versões mais interessantes.

Confira abaixo os equipamentos que acompanham as versões do Novo Fiat Uno 2018:

– Ar-condicionado;

– Volante com regulagem de altura e com detalhes em Grafite;

– Direção Elétrica com função CITY;

– Vidros elétricos dianteiros com sistema one touch e antiesmagamento;

– Limpador/lavador e desembaçador para o vidro traseiro;

– Rodas de aço com calotas aro 14 polegadas;

– Travas elétricas nas quatro portas;

– Airbag duplo;

– Freios com EDB e ABS;

– Computador de bordo;

– Pneus 175/65 R14;

– Visual personalizado;

– Câmbio automatizado GSR-Comfort;

– Kits opcionais.

– Entre outros.

Em termos de consumo temos números diferentes, de acordo com a motorização da versão.

Na cidade, o Uno motor 1.0 faz 9,2 km por litro de álcool e 13,1 km por litro de gasolina; a versão com motor 1.3 faz 9,2 km por litro com álcool e 12,9 km por litro de gasolina; e, por último, o motor 1,3 GSR faz 9,3 km por litro de álcool e 13,2 km por litro de gasolina.

Já na estrada o motor 1.0 faz 10,4 km por litro de álcool e 15,1 km por litro de gasolina; o motor 1.3 faz 10,1 km por litro de álcool e 14 km por litro de gasolina; já o motor 1.3 GSR faz 10, 1 km por litro de álcool e 13,7 km por litro de gasolina.

Se interessou pelo Novo Fiat Uno 2018? Veja abaixo as versões e os preços da linha 2018:

– Novo Fiat Uno Drive 1.0 2018: Saindo por R$ 42.980;

– Novo Fiat Uno Way 1.0 2018: Saindo por R$ 44.150;

– Novo Fiat Uno Way 1.3 2018: Saindo por R$ 49.120;

– Novo Fiat Uno Way 1.3 GSR 2018: Saindo por R$ 53.630;

– Novo Fiat Uno Sporting 1.3 2018: Saindo por R$ 51.080;

– Novo Fiat Uno Sporting 1.3 GSR 2018: Saindo por R$ 55.580.

Por Sirlene Montes

Fiat Uno 2018


O Jeep Renegade 2018 traz alguns acessórios novos, que não tinha em sua versão passada, e que o tornaram mais completo e apaixonante.

O Jeep Renegade 2018 é um carro que foi criado para ter resistência sobre as 4 rodas e dar conforto a seus usuários. Além de ser um carro bem conhecido por suas versões anteriores por ser bem robusto. E por isso ele consegue se sair bem em locais que causam grandes impactos, tornando a direção do condutor mais agradável e segura.

Conheça os itens novos do Jeep Renegade 2018

Esse carro traz alguns acessórios novos, que não tinha em sua versão passada, e que tornaram esse carro mais completo e apaixonante. Quem tem uma queda por esse carro, vai se identificar com o que estou falando. Então vamos conhecer os itens novos:

– Tomada 12 V no porta-malas

– Porta-óculos

– Câmera de ré

– Ar-condicionado digital de duas zonas

– Bancos do passageiro rebatível com seu porta-objeto sobe o assento

– Alertas para troca de marchas no volante

– Comando de voz

– Tapetes

– Maçanetas e retrovisores pintados na cor da carroceria

– GPS

– Volante revestido em couro

– Rack de teto

– Uconnect multimídia com tela de 5 polegadas

Conheça os itens de série que já faziam parte da linha anterior

Os itens de série do Jeep Renegade da versão anterior são perfeitos também, e tornam o carro ainda mais capacitado e completo. Veja os itens de série que já faziam parte da versão anterior.

– Banco traseiro bipartido (60/40) e rebatível

– Freio e disco a disco nas 4 rodas com ABS

– Velocidade média e tempo de percurso

– Gancho de fixação no porta-malas

– Controle eletrônico de estabilidade

– Volante com comandos do sistema de som e Bluetooth

– Controle de tração

– Direção elétrica

– Freio de estacionamento eletrônico

– Faróis de neblina

– Alerta de limite de velocidade e muitos outros.

Conhecendo sobre o motor da versão de entrada do Jeep Renegade

O motor do Jeep Renegade 2018 é o mesmo da versão passada que é o motor 1.8 Flex. É um motor potente que atende as expectativas dos consumidores. Ele faz até 139 cv e em sua potência. Seu torque máximo é 19,3 kgfm se abastecido com etanol e gasolina. Com esse motor se consegue uma aceleração máxima de 182 km/h em 10,2 segundos. Então podemos afirmar que ele é um carro muito potente.

Jeep Renegade 2018 tem muita beleza exterior

Apesar de ser um carro muito robusto e que foi projetado para aguentar estradas de alto impacto, ele também possui uma beleza externa que não passa despercebida.

Qual o valor desse carro?

O Jeep Ranegade tem 9 opções de escolha, então vamos falar apenas algumas das versões e assim tentar ajudar ao consumidor a escolher qual o seu tipo de ideal.

– Jeep Renegade Custom 1.8 MT5 2018 – R$75.990,00;

– Jeep Ranegade Sport 1.8 AT6 2018 – R$91.490,00;

– Jeep Longitude 2.0 AT9 4X4 2018 – R$120.490,00.

Carro que faz ultrapassagem sem nenhum esforço

Para os condutores que gostam de fazer ultrapassagem sem esforço, esse carro é muito indicado. Pois ele consegue ter um desempenho incrível na cidade e na estrada ele permite uma viagem bem confortável. Ele não faz giro elevado e por isso torna a viagem bem segura.

Veja o consumo médio do Jeep Renegade

A nova versão do Jeep Renagade tem um bom consumo médio, é um carro potente e que não gasta tanto combustível quanto o esperado. Veja o consumo médio dele logo abaixo:

Veja o consumo da versão 1.8 Flex manual

Na estrada 7,6 km/l com álcool e 11,2 km/l com gasolina

N a cidade 7,3 km/l com álcool e 10,6 km/l com a gasolina

Análise final sobre o Jeep Renegade

Ele é um carro muito potente, com ótimos itens de série e que tem várias versões a serem escolhidas. Por isso pode ser o seu melhor investimento!

Por Cristiane Amaral

Jeep Renegade 2018


A nova linha está com um design mais moderno, equipada com direção elétrica e direção hidráulica convencional.

Quem já dirigiu um modelo da Volkswagen sabe o quanto a montadora se preocupa em desenvolver carros que ofereçam conforto, segurança e eficiência aos seus ocupantes e o Voyage é um modelo que já possui uma tradição no Brasil. Desse modo, se você é um fã desse supermodelo, conheça abaixo todas as informações sobre a linha Voyage 2018 que está um arraso.

O modelo da linha 2018 chega ao mercado brasileiro trazendo algumas novidades na sua mecânica para chegar ao mesmo nível que outros modelos e partir para briga com seus concorrentes que são o Hyundai HB20S e o Chevrolet Prisma.

Além disso, teremos um carro que apresenta um design mais moderno, equipado com direção elétrica e direção hidráulica convencional.

Por dentro os ocupantes poderão contar com mais espaço. Haverá a opção de banco traseiro bipartido.

Em termos de tecnologia temos volante multifuncional e um moderno painel.

Como a maioria dos compradores antes de fechar a compra deseja saber quais os equipamentos que o modelo oferece. Veja abaixo alguns dos itens do Novo Voyage 2018:

Características do VW Voyage 2018

  • ESS: Sistema de alerta de frenagem de emergência;
  • 2 airbags (um para passageiro e um para o motorista);
  • Apoios de cabeça traseiros (2);
  • Luzes de leitura traseiras (2);
  • Antena no teto;
  • ABS;
  • Ar- condicionado;
  • Ajuste de altura para o banco do motorista;
  • Encosto rebatível no banco traseiro;
  • Desembaçador para o vidro traseiro;
  • Direção assistida;
  • Faróis com máscara escurecida;
  • Direção hidráulica;
  • Porta-malas com iluminação;
  • Painel de instrumentos equipado com conta-giros, velocímetro e também marcador do nível de combustível;
  • Para-sol equipado com espelho para passageiro;
  • Pneus 185/65 r14;
  • Encosto do banco do passageiro com porta revistas;
  • Tomada 12 v no console central;
  • Preparação para sistema de som com fiação;
  • Travamento elétrico das portas;
  • Retrovisores com comando interno manual;
  • Vidros dianteiros elétricos;
  • Rodas de aço aro 14″ com calotas;
  • Marcador do nível de combustível e velocímetro;
  • Vidros e travas elétricas;
  • Entre outros.

E para deixar os ocupantes do novo Voyage ainda mais seguros, a Volkswagen oferece vários itens de segurança. Confira a seguir:

  • Chave canivete;
  • Direção hidráulica;
  • ABS: freios com sistema antitravamento;
  • EBD: distribuição eletrônica de frenagem;
  • Airbags;
  • Faróis de neblina;
  • Travamento elétrico das portas.
  • Espelhos retrovisores externos equipados com luzes indicadoras de direção integradas;
  • ESS” – alerta de frenagem de emergência;
  • Sistema infotainment “Composition Touch” com mirrorlink;
  • Keyless”: sistema de alarme com comando remoto;
  • Piloto automático com controle automático de velocidades;
  • Park Pilot – sensor de estacionamento traseiro;

Em relação à motorização do novo Voyage temos um motor de 1.0 com 3 cilindros e câmbio manual de cinco marchas que oferece uma potência de 75 cavalos abastecido com gasolina e 82 cavalos abastecido com álcool.

O motor de 1.6 possui 4 cilindros e sua potência é de 101 cavalos com gasolina e 104 cavalos abastecido com álcool. Pra ele existe a opção de câmbio automático de cinco marchas ou câmbio manual também de cinco marchas.

A média de consumo do motor 1.0 é de 8,7 km por litro de álcool na cidade e 12,9 km por litro de gasolina. Na estrada temos 8,5 km por litro de álcool e 15,4 km por litro de gasolina.

Por sua vez o motor 1.6 oferece uma média de consumo de 7,5 km por litro de álcool na cidade e 11,1 km por litro de gasolina. Já na estrada temos 10,5 km por litro de álcool e 15,4 km por litro de gasolina.

Confira abaixo todas as versões da linha Volkswagen Voyage 2018 e seus respectivos preços:

  • Novo Voyage 1.0 Trendline flex 2018: por R$ 43.600,00;
  • Novo Voyage 1.6 Trendline flex 2018: por R$ 46.890,00;
  • Novo Voyage 1.0 Comfortline flex 2018: por R$ 48.950,00;
  • Novo Voyage 1.6 Comfortline flex 2018: por R$ 52.350,00;
  • Novo Voyage 1.6 Comfortline I flex 2018: por R$ 55.650,00;
  • Novo Voyage 1.6 Highline flex 2018: por R$ 57.990,00;
  • Novo Voyage 1.6 Highline I flex 2018: por R$ 61.290,00.

Por Sirlene Montes

Volkswagen Voyage 2018

Volkswagen Voyage 2018


O novo modelo Creta possui um bom espaço interno e o modelo de motor 2.0 estará disponível tanto com câmbio manual como com automático.

O modelo Creta 2018 da Hyundai vem nas seguintes versões: Hyundai Creta Attitude 1.6 MT que custará o valor de R$73.990; Hyundai Creta Attitude 1.6 AT (versão exclusiva p/ Portadores de Necessidades Especiais) que custará R$69.990; Hyundai Creta Pulse 1.6 MT que custará R$ 78.790; Hyundai Creta Pulse 1.6 AT que custará o valor de R$ 85.740; Hyundai Creta Pulse Plus 1.6 AT que custará R$ 89.990; Hyundai Creta Pulse 2.0 AT que sairá no valor de R$ 92.490 e Hyundai Creta Prestige 2.0 AT que terá o valor de R$ 99.990.

O modelo Creta possui um bom espaço interno e o modelo de motor 2.0 estará disponível tanto com câmbio manual como com automático.

Seu design é robusto, a parte frontal é elevada, o para-choque tem novos contornos e vem com faróis de neblina.

A parte traseira tem lanternas bipartidas e seu teto é reto com vigas grossas.

Na parte interna do modelo, os tons são de preto e tungstênio, cada porta tem puxador personalizado e uma base de alavanca bem trabalhada.

O painel de instrumentos é completo e sua apresentação é clara. A multimídia vem com tela de 7” que tem o Android Auto, OnCar, CarPlay e o MirrorLink foi substituído por um outro sistema de espelhamento.

Possui ainda ar-condicionado que é automático, volante com funções de ajuste de altura e ajuste de profundidade, piloto automático e é revestido com couro. Os vidros e os espelhos externos têm comandos bem posicionados.

Os bancos do modelo são bem confortáveis, além de que, o banco do motorista tem ainda ventilação. Os bancos da parte de trás são bipartidos e vem com difusores centrais de ar.

Ainda sobre a parte interna, o espaço é bem amplo na parte de trás e conta com cintos, apoio de cabeça, Top Tether e Isofix.

Em seu combo de equipamentos, vem 6 airbags, controle de estabilidade, controle de tração, rodas com aro 16 ou 17” de liga leve, entre outros.

Em relação às novidades, a versão Pulse Plus é inédita. Ela é intermediaria, ficando entre as versões pulse motor 1.6 e a prestige motor 2.0

Segue abaixo a lista de equipamentos de cada versão do Hyundai Creta de 2018.

Hyundai Creta Versão – Attitude

Duplo airbag, freio ABS, Isofix, alerta do cinto de segurança para o motorista e para o passageiro, alarme, ar-condicionado, ajuste de profundidade e de altura no volante, regulagem de altura para o banco motorista, direção elétrica, trio elétrico, telecomandos na chave canivete, computador, o sist. multimídia possui entrada USB, rádio AM/FM e conexão Bluetooth, rodas liga-leve com aro de 16”, volante multifuncional; acabamento da grade frontal em cinza; painel nas cores preto e cinza, câmbio com alavanca de couro entre outros.

Hyundai Creta Versão – Pulse

Além dos itens já citados acima, essa versão ainda possui controle eletrônico e gerenciamento de estabilidade, controle de tração, assist. de partida na rampa, sinalização para frenagem de emergência, farol neblina, sensor traseiro de estacionamento, acabamento com tecido nas portas e com couro nos apoios de braço.

Na versão Pulse 1.6 e com câmbio automático, são acrescentadas ainda, rodas diamantadas com 17”, acabamento cromado na grade e volante com comandos. O modelo pulse de motor 2.0, também tem luz diurna em LED, faróis c/ iluminação lateral e com projetor, a luz de posição é em LED, a traseira possui saída de ar, entre outras.

A nova versão, Pulse Plus, vem com GPS, câmera de ré, multimídia blueNav com uma tela 7” e com conectividade por Apple CarPlay e Android Auto.

Hyundai Creta Versão – Prestige

Além dos itens já citados, essa versão vem com airbags de cortina e laterais, alarme volumétrico, ventilação no banco do motorista, bancos com acabamento de couro na cor marrom, volante com acabamento de couro, painel nas cores preto e marrom, computador que vem com a função de ajuste do veículo, rebatimento elétrico nos retrovisores, acendimento automático nos faróis, o sist. multimídia blueNAV tem tela de 7” e é sensível ao toque, tem ainda navegador integrado, Apple CarPlay, Android Auto, entrada USB e Bluetooth, novos comando no volante, câmera de ré, entre outros.

Em relação ao consumo, a versão Creta 1.6 manual faz 7,6 km por litro com o uso do etanol e 10,4 km por litro com gasolina na cidade. Já na estrada 8,2 km por litro com o uso de etanol e 11,7 km por litro com o uso de gasolina.

O modelo Creta 1.6 automático faz 7,1 km por litro com etanol e 10,1 km por litro com o uso de gasolina na cidade. Na estrada ele faz 8,2 km por litro com uso de etanol e 11,3 km por litro com gasolina.

A versão Creta 2.0 automático faz 6,9 km por litro com o uso de etanol e 8,2 km por litro com o uso de gasolina. Na estrada ele faz 10 km por litro com etanol e 11,4 km por litro com gasolina.

Será oferecido para o Hyundai Creta 2018, uma garantia de 5 anos, sem limite de km. As revisões deverão acontecer de forma periódica até 60 mil km com preços fixos.

Por Rosângela Rodrigues

Hyundai Creta 2018


Este novo veículo apresenta uma inédita e imponente dianteira, inteiramente atualizada, fazendo parte da configuração de todas as versões desta série.

A famosa Toyota Motor Corporation, fabricante automotiva japonesa, está com novo lançamento no mercado interno brasileiro de veículos. Trata-se do Toyota Etios 2018, que consiste em um dos automotores que mais passou por significativas alterações ao longo de sua existência e comercialização no mercado nacional.

Estreado há quatro anos, o modelo Etios teve suas rodas modificadas, assim como a profundidade de seu painel, modificações no volante, modificações no painel de instrumentos, em diversas partes do acabamento em seu interior, nos motores, em seu câmbio, entre outros. Este novo veículo apresenta uma inédita e imponente dianteira, inteiramente atualizada, fazendo parte da configuração de todas as versões desta série.

Em termos de dimensões exteriores o Etios possui as seguintes medidas: são 3,77 metros em seu comprimento; 1,69 metros em sua largura; 1,51 metros em sua altura e 2,46 metros em seu entre eixos. Esta série estreia com design redesenhado e renovado, proporcionando ao compacto um visual muito mais atraente e moderno, sem, contudo, apagar a simplicidade mais ou menos minimalista das versões anteriores. Possui uma grade em forma de V; equipado com para-choque em design aerodinâmico, estilo esporte; as lanternas foram reelaboradas de modo a tornar tudo mais belo nesse hatch.

Em termos de potência e desempenho, a companhia, por meio de seus engenheiros, optou por sublimar potência motorizada do Etios, de modo que o mesmo se tornasse muito mais econômico, dando um salto de qualidade no aperfeiçoamento dos motores de 1.3 e 1.5, os quais atualmente contam com uma tecnologia de tipo Dual VVT-i aparelhada de duplo comando nas válvulas variáveis, apresentando melhor desempenho, sendo que o motor 1.3 Dual VVT-i faz 88 CV em gasolina e 98 CV em etanol. Com relação ao motor 1.5, o mesmo realiza 102 CV em gasolina e 107 CV nem etanol. Em termos de torque, no geral, houve um aperfeiçoamento de 12,5 de KGFM, para combustível originado do petróleo e 13,1 de KGFM para combustível originado da cana. No final, o resultado de desempenho registrado foi o seguinte: 1.3. (14,6) e 1.5 (14,9), em kgfm.

Com relação ao desempenho de motores segue a seguinte relação:

Na cidade foram registrados os seguintes resultados:

– O Etios 2018 de potência 1.3 MT fez 8,6 km por litro em álcool e 12,6 km por litro em gasolina;

– O Etios 2018 de potência 1.3 AT fez 8,2 km por litro em álcool e 11,8 km por litro com gasolina;

– O Etios 2018 de potência 1.5 MT fez 8,3 km por litro em álcool e 12,4 km por litro em gasolina;

– O Etios 2018 de potência 1.5 AT fez 8,1 km por litro em álcool e 11,9 km por litro em gasolina.

Na estrada o desempenho foi o seguinte:

– O Etios 2018 de potência 1.3 MT fez 9,8 km por litro em álcool e 14,2 km por litro em gasolina;

– O Etios 2018 de potência 1.3 AT fez 9,2 km por litro em álcool e 13,3 km por litro em gasolina;

– O Etios 2018 de potência 1.5 MT fez 9,8 km por litro em álcool e 14,1 km por litro em gasolina;

– O Etios 2018 de potência 1.5 AT fez 9,2 km por litro em álcool e 13,2 km por litro em gasolina.

As versões do novo modelo são: o Etios X 1.3L 16V de câmbio manual; o Etios X 1.3L 16V de câmbio automático; o Etios XS 1.5L 16V de câmbio manual; o Etios XS 1.5L 16V de câmbio automático; o Etios Ready 1.5L 16V de câmbio automático; o Etios XLS 1.5L 16V de câmbio automático; o Etios Cross 1.5L 16V de câmbio automático; o Etios Platinum 1.5L 16V de câmbio automático.

Por Paulo Henrique dos Santos

Toyota Etios Hatch 2018


Nova linha 2018 da Saveiro traz diversas novidades, entre elas está a nova versão Robust com cabine dupla.

Chega ao mercado pelas mãos da Volkswagen do Brasil a linha 2018 da picape leve Saveiro, com muitas novidades que vão dar o que falar. E uma das principais é a chegada da Saveiro Robust na versão com cabine dupla, com o preço sugerido em aproximadamente R$ 57.890.

São diversas as configurações existentes e que atendem a todos os gostos e necessidades. E para não perder nenhum detalhe, basta ficar ligado às informações completas sobre o carro que nós te damos a seguir.

Gama de versões

A Saveiro 2018 possui uma excelente gama de versões, formada pelas seguintes configurações e preços: Saveiro Robust Cabine Simples 1.6 MSI Flex, por R$ 46.530, VW Saveiro Cross Cabine Dupla 1.6 16V MSI Flex, comercializada no valor de R$ 77.470; Saveiro Cross Cabine Estendida 1.6 16V MSI Flex, por R$ 74.250; Saveiro Trendline Cabine Dupla 1.6 MSI, por R$ 65.950; Saveiro Highline Cabine Dupla 1.6 MSI Flex, por R$ 67.560; Saveiro Robust Cabine Dupla, por R$ 57.890; Saveiro Trendline Cabine Estendida 1.6 MSI Flex, por R$ 55.539; e Saveiro Trendline Cabine Simples 1.6 MSI Flex, por R$ 57.340.

Saveiro Robust Cabine Dupla

A Robust em Cabine Dupla, a nova versão lançada para a Saveiro, é voltada para quem quer utilizar o seu carro para o trabalho, já que oportuniza muito mais conforto e flexibilidade para os seus usuários, graças à cabine que acomoda um total de até cinco passageiros. Entre os itens de série que acompanham o automóvel temos: protetor de caçamba, para-sol com espelho para o lado do motorista e do passageiro indicador para a troca de marcha, banco do motorista com o ajuste de altura, rack e barra de proteção para o apoio em carga no teto e, ainda, rodas de aço de 15 polegadas com os pneus 205/60 R15.

Ainda, há outros itens como grade protetora no vigia traseiro, desembaçador de vidro (vigia), tomada de 12V em console central e também na lateral direita na parte traseira, porta-objetos na parte lateral das portas, três apoios de cabeça no banco traseiro e cintos de segurança retráteis em três pontos e porta-revistas localizado atrás dos bancos dianteiros.

Para um opcional, é ofertado o pacote Robust, que integra a direção hidráulica, ar-condicionado, chave canivete e vidros e travas elétricos. Em cabine dupla, o modelo é oferecido com um total de seis cores: as sólidas preto ninja, vermelho flash e branco cristal; e as metálicas azul night, prata sírius e cinza platinum.

No custo-benefício, o Saveiro Robust acompanha a mesma da versão com cabine simples, já que traz um painel oriundo de sua geração anterior. Os faróis, grande, para-choque, tampa e lanternas são todas na cor preta.

Em relação ao motor, esse é o 1.6 flex de quatro cilindros. Com isso, o mesmo gera uma potência que chega a até 104 cv, utilizando um câmbio manual de até cinco marchas. A capacidade da caçamba é de 580 litros.

Consumo Saveiro 2018

Para calcular o consumo médio do modelo Saveiro, foi utilizado pelo Inmetro um veículo da linha 2017, equipado esse com duas opções de motores 1.6. Esses rodaram pela cidade e pela estrada, abastecendo-os tanto com gasolina como com álcool.

A partir disso, surgiram os resultados da média de consumo do veículo, na versão com motor 1.6 8V. Na cidade, essa foi de 7,3 km por litro e na estrada de 8,3 km por litro, isso quando utilizando o etanol. No caso da gasolina, o consumo ficou em 10,7 km por litro na cidade e de 11,5 km por litro circulando pela estrada.

Com o motor 1.6 16V, o consumo foi o seguinte: com etanol, o consumo foi de 7,5 km por litro circulando na cidade e de 8,2 km por litro na estrada. Já com a gasolina, esse total foi de 10,7 km por litro na cidade e de 11,5 km por litro na estrada.

Por Kellen Kunz

Volkswagen Saveiro 2018


Nova versão da Honda HR-2018 vai trazer novidades na segurança e tecnologia.

A linda da Honda HR-V já é bem conhecida pelos consumidores assíduos de carro, pois quem nunca teve esse modelo de carro, pelo menos já ouviu falar dele, e provavelmente foi coisa boa. Ele é conhecido por ser um carro bem econômico e, por isso, já ganha muitos pontos positivos. Além disso, ele possui outros detalhes bem interessantes como beleza, modernidade, potência e segurança. Esse conjunto o torna um carro exemplar e que vale a pena ser adquirido.

Veja as principais informações do Honda HR-V 2018.

O Honda HR-V 2018 traz algumas mudanças bem interessantes

A Honda quis inovar no modelo HR-V 2018 e logo de cara podemos falar da parte interna do carro. Quando entramos no carro logo percebemos a mudança no acabamento dos bancos. Além disso, tem a mudança nos painéis das portas que agora possuem um forro totalmente novo e mais bonito.

Design sensacional

O Honda HR-V 2018 tem um design bem chamativo e sensacional. A sua frente é arredondada e com ar bem moderno. Já a sua carroceria é bem volumosa e torna o carro mais robusto e maior. Na parte externa é possível encontrar os faróis de neblina que são circulares e dão um charme a mais no carro. Já o teto é moderadamente curvado, o que melhora muito a parte aerodinâmica do carro. Ele também possui lanternas traseiras grandes, além de spolier adaptado à tampa do bagageiro.

Honda HR-V 2018 é muito espaçoso

Para quem gosta de espaço interno dentro do carro, o Honda HR-V 2018 é muito indicado. Na parte de traz do carro encontramos o banco traseiro bipartido que possui sistema Ultra que serve para subir verticalmente o banco, principalmente quando for colocar algo grande nessa parte do carro. O porta-malas do Honda HR-V 2018 também é muito espaçoso e possui 437 litros que é ideal para carregar bolsas, malas e objetos em gerais. Por isso esse carro é indicado para quem tem família com mais de 4 pessoas. Pois ele consegue suprir muito bem a necessidade de espaço de modo geral.

Conheça os itens de série da versão de entrada

Os itens de série do Honda HR-V 2018 são ótimos e tornam esse carro ainda mais desejado. Conheça abaixo os itens de série da versão de entrada.

– Cinto traseiro de três pontas

– Coluna de direção regulável em altura e profundidade

– Função Econ que prioriza o consumo baixo do carro

– Rodas de aço com calotas aro 16 polegadas

– Conexão USB e auxiliar

– Sistema de assistente de partida em rampa

– Porta copos e objetos

– Volantes com comando de áudio e telefonia

– Conexão Bluetooth

– Isofix e Latch

E muito mais outros itens.

Falando do motor e da potência do Honda HR-V 2018

O motor do Honda HR-V 2018 é 1.8 i- VTEC FlexOne, ele consegue fazer até 139 cv no etanol e 140 cv na gasolina fazendo 6.300 rpm. Ele é considerado um carro potente e que proporciona uma boa aceleração, seus torques são de 17,4 kgfm com etanol e 17,3 com gasolina e ambos fazem 5.000 rpm.

Valores das versões do Honda HR-V 2018

O novo Honda traz versões diversificadas para agradar o gosto dos seus usuários, assim como os valores que cabem no bolso de todos que já conhecem a essa linda da Honda.

Honda HRV Touring CVT – R$107.900,00

Honda HRV EXL CVT – R$102.900,00

Honda HRV EX CVT – R$94.600,00

Honda HRV LX CVT – R$87.900,00

Honda HRV LX MT – R$80.900,00

Veja o consumo médio desse carro

O consumo médio de carro foi avaliado de forma positiva. Veja abaixo:

Na estrada ele faz 12,1 km/l com gasolina e 8,5 km/l com álcool

Na cidade ele faz 10,5 km/l com gasolina e 7,1 km/l com álcool

Essas são as principais informações do Honda HR-V 2018!

Por Cristiane Amaral

Honda HR-V 2018

Honda HR-V 2018


O novo Compass 2018 da Jeep é um carro de porte médio que impressiona por sua potência e beleza.

Se você está à procura de um carro de porte médio que impressione por sua potência e beleza, conheça o novo lançamento da Jeep, o Compass 2018, que acaba de chegar ao mercado brasileiro e traz novidades que prometem agradar muito.

É isso mesmo, mais um lançamento da Jeep acaba de chegar ao mercado brasileiro, trazendo entre muitas novidades, equipamentos novos, além de uma versão nova.

Para agradar a todos os seus clientes a Jeep resolveu investir em todas as suas versões, equipando-as com o moderno sistema chamado Uconnect que possui compatibilidade com Android Auto e Apple CarPlay. Todas as suas configurações possuem uma tela de 8,4 polegadas. Já a versão Sport possui tela com sensibilidade ao toque.

Entre os vários equipamentos que já oferece, o Compass Sport vem equipado ainda com ar-condicionado de duas zonas. Já a versão Longitude é equipada com motor flex e seus bancos possuem revestimento de couro. A versão Limited é oferecida com tração 4 x 4 composta por 9 marchas.

Veja abaixo alguns equipamentos que compõem as versões do novo Jeep Compass 2018:

– Porta-malas com tampa elétrica;

– Rodas de aro de 19 polegadas;

– Pneus 235/45;

– Grade dianteira;

– Friso superior;

– Faróis de neblina;

– Emblemas na parte externa;

– Difusores de ar em preto brilhante.

– Console central;

– Espelho eletrocrômico;

– Faróis de xenônio;

– Sensor de chuva;

– Sensor crepuscular;

– Teto solar panorâmico;

– Protetor para barro dianteiro e traseiro;

– Partida remota;

– Aviso de mudança de faixas;

– Protetor de tanque;

– Suspensão off road;

– Controle de cruzeiro adaptativo;

– Sistema de som Beats com 506 watts;

– Farol alto automático.

– Entre outros.

É importante lembrar que cada versão possui seus próprios equipamentos de série. Por isso, antes de finalizar a sua compra conheça todas as versões da linha 2018 do Jeep Compass.

Em termos de motorização o Novo Jeep Compass é equipado com um motor 2.0 Flex tipo Tigershark, que oferece uma potência de 159 cavalos, abastecido com gasolina e 166 cavalos de potência abastecido com etanol. O propulsor é de quatro cilindros com válvulas com comandos duplos, injeção eletrônica com tecnologia flex. A Jeep projetou um motor para o Brasil que trabalhe de forma mais suave, com menos esforço, o que irá garantir uma performance de mais qualidade e que seja mais econômico.

Temos também um motor 2.0 tipo Multijet II, que é equipado com propulsores que trabalham com diesel. São 4 cilindros operando com um cabeçote de 16 V em duplo comando. Esse motor foi preparado de modo que atue em um sistema que controla a emissão dos gases poluentes na atmosfera. Sua potência é de 170 cavalos e capacidade máxima de torque de 35,7 kgfm.

Em relação ao seu consumo a linha 2018 do novo Jeep Compass tem uma média de consumo de 5,5 km por litro trafegando na cidade e 7,2 km por litro na estrada, sendo abastecido com álcool. Já abastecido com gasolina o carro oferece um consumo de 8,1 km por litro na cidade e 10,5 km por litro na estrada. O consumo médio com diesel é de 9,8 km por litro na cidade e 11,4 km por litro na estrada.

Se você gostou da linha 2018 do Jeep Compass, conheça abaixo todas as versões, assim como seus respectivos preços:

  • Novo Jeep Compass Sport 2.0 Flex 2018: Saindo por R$109.990;
  • Novo Jeep Compass Longitude 2.0 Flex 2018: Saindo por R$ 118.990;
  • Novo Jeep Compass Night Eagle 2.0 Flex 2018: Saindo por R$ 122.990;
  • Novo Jeep Compass Longitude 2.0 Diesel 2018: Saindo por R$ 146.490;
  • Novo Jeep Compass Night Eagle 2.0 Diesel: Saindo por R$ 150.490;
  • Novo Jeep Compass Limited 2.0 Flex 2018: Saindo por R$136.990;
  • Novo Jeep Compass Limited 2.0 Diesel 2018: Saindo por R$164.490;
  • Novo Jeep Compass Trailhawk 2.0 Diesel 2018: Saindo por R$ 165.990.

Por Sirlene Montes

Jeep Compass 2018


A nova versão do Sandero está surpreendentemente atualizada com os mais potentes motores do tipo SCe, de 1.0 e 1.6 por litro. Outro excelente atributo inédito está no design esportivo RS.

Desde a Europa, no seio da França, surge uma das mais competitivas montadoras de automotores, que conquistou imenso espaço no mercado mundial. A Renault está iniciando o ano com mais um grande lançamento popular, o novo Sandero 2018 que estreia causando intensa impressão devido à sua volumosa estrutura. Os modelos anteriormente fabricados desse mesmo tipo de Hatch, estilo compacto, estavam super equipados com os motores de tipo longevos com 1.0 16V Hi-Torque de potência e com 1.6 16V Hi-Torque.

Entretanto, a nova versão está surpreendentemente atualizada com os mais potentes motores do tipo SCe, de 1.0 e 1.6 por litro, ou seja, com os seus três e quatro cilindros ele vai longe. Outro excelente atributo inédito está no design esportivo RS, que ainda porta em si o clássico motor de tipo F4R 2.0 16V, atualmente Flex, suplementado com a programação esportiva munida de duas maneiras de funcionamento, cujo desempenho nas ruas e estradas chega a no máximo 150 CV. Está aparelhado com um câmbio de menor proporção, de seis marchas, além dos devidos ajustes na divisão Renaultsport, que garantem a este novo compacto, de preço acessível, excelente desempenho esportivo.

No que tange às suas dimensões físicas mais exteriores este veículo possui um volumoso porte com as seguintes medidas: 4,06 metros em seu comprimento; 1,73 metros em sua largura; 1,53 metros em sua altura e mais 2,59 metros em seu entre-eixos; o porta-malas possui capacidade para até 320 litros; exteriormente os faróis duplos fazem seu papel perfeitamente; está adornado de uma grade que forma o design de U; possui frisos cromados; no caso dos para-choques, estes estão emoldurados de forma mais atraente; aparelhado com um tipo de suspensão mais elevada; possui espelhos retrovisores bem redesenhados (tamanho ideal); as lanternas da parte traseira estão mais compactas; a porta de seu bagageiro possui uma superfície mais suave, além do protetor traseiro melhor adaptado.

Em relação ao interior, o novo Renault Sandero 2018 está moderadamente estruturado, contendo os clássicos e úteis difusores de ar laterais, no estilo circular; possui as centrais quadradas produzidas com abundância de materiais plásticos; a direção (volante) chega ao mercado inteiramente adaptada com mídia instalada em sua coluna; equipado com potente ar-condicionado que pode ser simples ou automático, conforme a versão; munido de rádio 2DIN e de multimídia MediaNav, potencializada com uma tela de 7 polegadas; além de estar equipado com dispositivo de navegador em GPS que dispõe de dados de tráfego no Tom-Tom, orientando o motorista por meio de score de eficiência na condução das informações, durante a viagem.

Em termos de especificações de aparelhagem ele dispõe de: Spoilers; das saias laterais; do difusor traseiro; do defletor de ar instalado sob o teto; volante totalmente adornado em couro legítimo, assim como todos os bancos; munido de programação eletrônica interna, de desempenho; possui o sistema Start & Stop que atua no desligamento automático do motor (sistema de segurança); o sistema de câmbio é automatizado no estilo Easy´R; as suas rodas são de liga leve com aros de raio: 15-16-17, estilizados em variados detalhes; munido de indicador de marchas e mais o sistema de gerenciamento energético instalado na bateria, que permite a recuperação da carga.

Assim, sumarizando, sobretudo, a sua potência, que é o ponto fundamental, temos um veículo aparelhado de motores 1.0 e 1.6 SCe. Portanto, o motor de 1.0 está equipado com três cilindros e chega a 82 CV; enquanto que o motor de 1.6 atinge a marca surpreendente de 118 CV.

A lista de versões e valores segue abaixo:

O Renault Sandero Authentique 2018, pelo valor de R$ 42.900;

O Renault Sandero Expression 2018, pelo valor de R$ 46.450;

O Renault Sandero Stepway 2018, pelo valor de R$ 60.700;

O Renault Sandero RS 2.0 2018, pelo valor de R$ 63.400;

O Renault Sandero Stepway Easy-R 2018, pelo valor de R$ 64.150;

O Renault Sandero Vibe 2018, pelo valor de R$ 49.000;

O Renault Sandero GT Line 2018; pelo valor de R$ 56.600;

O Renault Sandero RS 2.0 Racing Spirit 2018; pelo valor de R$ 66.800.

Por Paulo Henrique dos Santos

Renault Sandero 2018


Novo Audi A5 Sportback foi lançado no Brasil. Confira as versões e seus preços.

A montadora germânica Audi lançou no Brasil recentemente o novo A5 Sportback. No ano de 2016 foi revelado mundialmente e chega por aqui em quatro diferentes versões de acabamento (Ambition, Ambiente, Attraction e Ambition Plus) e dois diferentes motores sendo o 2.0 TFSI, com 252 cv e com 190 cv. Todas elas combinam com um câmbio automático com sete marchas.

O desenho ainda é o atrativo principal do A5. Os traços elegantes do cupê com quatro portas receberam um toque de esportividade, principalmente na dianteira, onde agora conta com uma grade hexagonal maior e quatro vincos no capô. Na traseira, as lanternas se alargaram.

Por dentro é igual ao A4, com diversos apliques de alumínio e cheio de linhas horizontais. O A5 Sportback Attraction, que é vendido por R$ 189.990, sai direto da montadora com seletor de modos de condução, faróis de xenônio, rodas de 17 polegadas, sensores de luz, piloto automático com limite de velocidade e bancos com regulagens elétricas.

O painel Virtual Cockpit está presente no A5 da versão Ambiente (R$ 213.990) em diante, que ainda conta com itens como bancos esportivos, rodas de liga leve de 18” e GPS. Logo depois vem a versão Ambition, sendo a primeira equipada com propulsor 2.0 que gera 252 cv. O único diferencial em sua lista de equipamentos com relação a versão Ambiente é o fato de possuir tração em suas quatro rodas.

A versão Ambition Plus é a top de linha (R$ 268.990), que ainda soma ar-condicionado digital de três zonas, faróis full led, kit esportivo S-Line (que conta com spoilers traseiro e dianteiro e nas saias laterais), espelhos retrovisores rebatíveis, câmera de ré e teto solar elétrico panorâmico.

Os itens opcionais variam conforme a versão, destacando as assistências eletrônicas, por exemplo, o Traffic Jam Assist. A condução semiautônoma realiza o controle de velocidade do carro e executa curvas a uma velocidade de até 65 km/h, no ritmo do carro posicionado à sua frente. Também há alerta ao sair de vagas perpendiculares, quando estacionado e aviso de saída aos passageiros, acendendo uma luz vermelha, impedindo que as portas destravem quando identifica a aproximação de outro carro.

Por Filipe Silva

Audi A5 SportBack

Audi A5 SportBack


Modelo será produzido em São José dos Pinhais (PR) e deverá custar cerca de R$ 150 mil.

A montadora Renault, confirmou na última terça-feira, dia 2 de agosto, os veículos que irão complementar a linha da marca no Brasil, que serão o Captur e o Kwid, ambos produzidos no Paraná, na fábrica de São José dos Pinhais.

Além destes dois veículos, o Koleos vai ser importado e entrará no segmento das grandes SUV’s. Todos esses veículos terão suas vendas iniciadas no Brasil em 2017.

Com o investimento nesses lançamentos, a marca francesa acredita angariar 10% do mercado. Hoje, a Renault tem uma participação de 7,39%. Logo atrás vem a Hyundai, com 10%.

O Renault Kwid (que já está sendo comercializado na Índia) e o Captur, tiveram participação das áreas de design e tecnologia da América Latina e que mesmo com a queda do mercado brasileiro, o Brasil contribuiu muito para o desenvolvimento destes veículos.

O Renault Captur foi apresentado na Europa no ano de 2013, mas desembarcará no Brasil em uma versão diferenciada, produzida em cima da plataforma do Duster, que é a mesma utilizada na Oroch, assim ficará mais alongada e foi apresentada na Rússia recentemente.

No mercado russo, o Captur poderá contar com tração nas quatro rodas e ter 4,33 metros de comprimento, 1,61 metros de altura, 1,81 metros de largura e 2,67 metros de distância entre-eixos. Além de um porta-malas 387 litros de capacidade. Entretanto, a marca não divulgou detalhes sobre o Captur nacional.

Já o Renault Kwid não deixa de ser o substituto do Renault Clio, porém, a montadora quer comercializá-lo como um pequeno utilitário esportivo. Foi confirmada a produção do veículo no Brasil no mês de maio deste ano.

O carro será equipado com um motor 1.0 de triplo cilindro, com uma potência de 75 cv, porém, a aposta será em um peso menor para concorrer com o desempenho do Fiat Mobi e Volkswagen Up.

O SUV topo de linha da marca francesa chegará da Coreia do Sul para ser posicionado logo acima do Renault Duster, isto que dizer que entrará em um novo segmento de utilitários para a companhia. O valor deverá ultrapassar a faixa dos R$ 150 mil, porém, os preços não foram anunciados até o momento.

FILIPE R SILVA


Fiat Palio 2017 chega às concessionárias custando a partir de R$ 42.410.

A montadora Fiat, na última quarta-feira, dia 3 de agosto, anunciou o novo modelo da marca italiana em sua linha 2017. A linha trocou de ano na mesma data em que o modelo italiano recebeu somente uma única estrela em um teste de colisão, o qual foi executado pelo Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e o Caribe (Latin NCap), que realiza avaliações dos veículos no quesito segurança.

Abaixo é possível ver os preços das respectivas versões e seus motores:

  • Fiat Palio Attractive com motor 1.0: R$ 42.410,00
  • Fiat Palio Attractive com motor 1.4: R$ 45.990,00
  • Fiat Palio Essence com motor 1.6: R$ 50.890,00
  • Fiat Palio Sporting com motor 1.6: R$ 53.410,00

Desta vez a marca quer apostar em veículos mais equipados de fábrica, já que o modelo não tem muitas alterações que chamem atenção, nem no visual, nem no conjunto mecânico.

A linha 2017 do Palio conta agora com um painel central, com um acabamento único para cada uma das versões. Além de uma nova grafia para o quadro de instrumentos do modelo, parte interna mais escura e novos tecidos para o veículo.

O novo Palio conta, na parte externa, com uma cores novas para as rodas, que são de liga leve e também novas faixas laterais.

Versão Attractive 1.0

Em sua lista de itens de fábrica foram adicionados: banco do motorista com regulagem de altura, pré-disposição para rádio, Kit Comfort, que seria: apoia-pé para o motorista, 3° apoio de cabeça traseiro rebaixado, volante com regulagem de altura, revestimento interno da soleira das portas, porta-óculos e alças traseiras de segurança.

Como opcional possui: rádio Connect, retrovisores externos elétricos, vidros elétricos nas portas traseiras, além de volante com comandos de rádio.

Versão Essence 1.6

Conta com alarme, volante em couro com comandos de rádio e vidros elétricos nas portas traseiras. Como opcionais tem: spoiler na tampa traseira em cor idêntica do veículo, pneus 185/60 e kit parafusos antifurto das rodas, já com as rodas de liga leve 6.0 de aro 15.

Versão Attractive 1.4

É adicionado: pré-disposição para rádio, além de banco com regulagem de altura. Os opcionais são: rádio Connect, vidros elétricos nas portas traseiras, volante com comandos de rádio e retrovisores externos elétricos.

Sporting 1.6

Faixas laterais exclusivas, com rodas em liga leve de aro 16. Sem contar os vidros elétricos nas portas traseiras, também conta com kit parafusos antifurto nas rodas e alarme e volante em couro com comandos do rádio, sem opcionais.

FILIPE R SILVA


Modelo passou por mudanças visuais e ganhou nova identidade.

A Chevrolet divulgou na última semana os preços da nova linha do Onix 2017. O modelo chega com mudanças visuais e nova identidade, com preço renovado a partir de R$ 44.890 e missão de manter-se no patamar de carro mais vendido do Brasil.

Serão oferecidas diferentes versões do modelo para o ano de 2017, com motores 1.0 e 1.4, além da versão aventureira Onix Activ. De acordo com a marca, a versão de entrada, a Onix LT 1.0 ECO, tem como itens de série ar condicionado, travas e vidros elétricos, velocímetro digital, som com Bluetooth, entrada USB, chave canivete, além de airbag duplo, câmbio de 6 marchas e rodas de 14 polegadas. A versão mais barata custa R$ 44.890 ou R$ 46.290, caso o consumidor opte por incluir o sistema multimídia Mylink, com comandos de áudio e telefone no volante, além de outros opcionais disponíveis para esta versão.

Já a versão Onix LT 1.4 ECO acrescenta aos itens de série do veículo de entrada a coluna de direção com regulagem de altura, rodas de 15 polegadas com calotas e sensor de estacionamento traseiro, com valores que variam de R$ 49.590 (para a versão manual) a R$ 54.790 (na versão automática). A Chevrolet oferece, como opcionais, controlador de velocidade de cruzeiro e volante com revestimento diferenciado, considerado “Premium”.

O Onix 2017 também estará disponível nas versões LTZ 1.4 manual e LTZ 1.4 automático, que agregam ao modelo detalhes cromados de série, computador de bordo mais completo, retrovisores com ajuste elétrico, faróis de neblina e rodas de alumínio. O preço da versão manual é de R$ 54.490 e da versão automática R$ 59.790.

Além das versões tradicionais, a Chevrolet ainda oferece uma versão nova, direcionada ao público que busca modelos mais aventureiros. Trata-se do Onix Activ, que parte a partir de R$ 57.190 (com motor 1.4) e chega a R$ 62.290 (na versão mais completa).

Novidades e Reestilização

Entre as mudanças que a marca trouxe para o Onix 2017 estão novos equipamentos, como o sistema OnStar de série (tanto nas versões hatch quanto sedã), além do multimídia Mylink (que chega remodelado, em sua segunda geração). Por fora, a Chevrolet trouxe novidades na frente do modelo, que foi redesenhada e acompanha a nova identidade global da marca, assim como o modelo Cruze. Os faróis do modelo foram integrados à grade frontal bipartida e o para-choque também ganhou novos contornos, além de ter sido incluído o logotipo “ECO” no porta-malas traseiro, ressaltando a intenção da montadora em oferecer mais economia e melhor rendimento com os motores 1.0 e 1.4 do Onix.

 

André Barbirato


Nova geração do carro chega ao país com novo motor e custando cerca de R$ 119 mil.

A montadora japonesa lançou na terça-feira, dia 7 de junho, a nova geração do Toyota Prius no Brasil. O híbrido é o mais vendido do mundo e sua quarta geração chega no mercado brasileiro custando R$ 119.950, pouco a mais que a geração anterior, que era comercializada por R$ 117.610. Na quarta-feira, dia 8, serão iniciadas as vendas do modelo.

O Prius é dos maiores representantes dos “ecologicamente corretos” fabricados pela companhia japonesa. A terceira geração teve apenas 800 unidades vendidas e agora a Toyota vai trabalhar para aumentar mais o mercado.

Dependendo do interesse dos brasileiros será possível uma produção nacional, pois segundo o vice-presidente da Toyota Brasil, Miguel Fonseca, não há uma escala para produzi-lo aqui. O esperado é que este ano sejam vendidas 600 unidades e no próximo ano, 1.100.

Conforme a montadora, o motor 1.8 foi desenhado novamente e gera 98 cv de potência a 5.200 giros e um torque de 14,2 kgfm. Este trabalha em conjunto com um motor elétrico de 72 cv e torque de 16,6 kgfm, que combinados atingem uma potência de 123 cavalos, o câmbio é o CVT.

Com relação ao consumo, houve uma melhora em 10%, sendo de 18,9 km/l em perímetro urbano e na estrada de 17 km/l, fazendo dele o veículo mais econômico do país.

A fabricante informou que a autonomia do veículo pode chegar a 812,7 km dentro da cidade. Utilizando os dois motores, o carro faz de 0 a 100 km/h em 11 segundos.

O automóvel também conta com uma nova plataforma e agora possui a arquitetura global TNGA, que será origem de praticamente metade dos carros da Toyota até o ano de 2020. Suas medidas também sofreram alterações, ficando com 60 mm mais comprido, 20 mm mais baixo e 15 mm mais largo, ficando respectivamente com 1.490 mm, 4.540 mm e 1.760 mm.

Internamente, o espaço também aumentou, sendo 20 mm a mais na largura e 15 mm no comprimento, atingindo 1.490mm e 2.210 mm, respectivamente. O porta-malas agora possui 412 litros e sua abertura teve um aumento de 84 mm na largura. O carro tem suspensão MC na dianteira e na traseira é independente multilink.

FILIPE R SILVA


Volkswagen Fox 2017 chega com nova lista de equipamentos

A Volkswagen vem bastante forte para o mercado automobilístico em 2016. A montadora alemã acabou de lançar a linha 2017 do já conhecido Fox. Sem muitas novidades no visual, o grande destaque fica por conta das novidades em relação a itens de série em suas versões. Com preço inicial de R$ 44.690 (versão mais básica), o Fox 2017 chega bastante forte ao mercado brasileiro.

Uma novidade dessa linha 2017 do Fox é quanto aos pneus “verdes”, pois os mesmos passam a fazer parte de todas as versões. O mesmo é entregue nas medidas 195/55 R15, sendo que possui menor resistência à rolagem. Um diferencial está na versão Trendline, pois a mesma dispõe de rodas de aço com novas calotas Yatch.

A versão Comfortline é uma das mais interessantes da linha 2017. A mesma dispõe de volante multifuncional capaz de integrar os comandos do sistema de som e do computador de bordo, sendo que tal item passou a ser de série. Além disso, entre os opcionais da respectiva versão estão à câmera de ré que é um item de auxílio ao estacionamento além do novo conjunto de rodas de liga leve com 15 polegadas denominadas Turim.

A versão Highline, por sua vez, também conta com rodas de liga leve Turim em seus itens de série. Além disso, a mesma ainda possui como diferencial um novo interior totalmente escurecido que trás um tom bastante moderno ao automóvel. A versão Pepper apresenta faróis com friso vermelho entre seus adicionais além de dispor do novo conjunto de rodas Modena. Outra versão que também dispõe de novo conjunto de rodas de liga leve é o CrossFox, que conta com o conjunto Ancona que é acompanhado de pneus 205/60 R15.

Outra grande novidade deste lançamento é, sem sombra de dúvidas, o fato de os sistemas de Infotainment do Fox 2017 já estarem devidamente integrados com o Apple CarPLay, MirrorLink além do Android Auto.

Em relação à motorização, saiba que não houve mudanças neste quesito. Com isso, as versões Comfortline e Trendline permanecem com o 1.0 MPI de três cilindros que possui até 82 cv além do 1.6 MSI, de 8 válvulas, que entrega até 104 cv. Já as versões Fox Track e Fox BlueMotion contam com o motor 1.0 MPI. As versões Highline, Pepper e CrossFox são equipadas com o 1.6 MSI de 16 válvulas que é capaz de entregar até 120 cv através de câmbio manual de seis marchas.

Por Bruno Henrique


Veículo virá importado da Argentina e contará com novo motor mais potente.

Após muitas especulações, finalmente a grande e renomada fabricante de veículos automotores Chevrolet divulgou oficialmente a chegada do novo Cruze ao mercado brasileiro ainda no segundo semestre deste ano de 2016. Essa nova versão do veículo que será comercializada por aqui no país já foi apresentada na Argentina. Para que este veículo chegue ao mercado nacional a empresa irá fazer um investimento de US$ 750 milhões, uma vez que o veículo terá a sua fabricação em solo argentino e será importado para o Brasil.

No mercado da Argentina, o novo Cruze será disponibilizado nas versões LT, LTZ (estas com câmbio manual), bem como nas versões LTZ e LTZ Plus (com câmbio automático). Do mesmo modo em que ocorrerá na versão brasileira, todos os modelos serão disponibilizados com o novo propulsor 1.4 16V incrementado com injeção direta de combustível e turbo. Este motor quando abastecido com gasolina consegue produzir uma potência de 150 cavalos e um torque de 25 kgfm a 2 mil rpm, logo, como aqui no mercado nacional este propulsor irá passar por adaptações para trabalhar também com etanol, a expectativa é que a potência e o torque sejam sem sombra de dúvidas ainda maiores.

O câmbio utilizado pela fabricante neste novo modelo, na Argentina, foi o de seis velocidades, tanto na versão manual quanto na versão automática, sendo que ao que tudo indica, por aqui a Chevrolet do Brasil deve adotar a mesma opção, teremos assim o veículo por aqui somente com versões com câmbio automático.

Uma novidade que visa deixar o novo Cruze com níveis aceitáveis de consumo é a inserção do sistema batizado com o nome de start-stop, sistema este que possui uma tecnologia inovadora que é capaz de fazer o desligamento do propulsor do veículo nas paradas feitas em congestionamentos e semáforos, por exemplo.

Outra excelente notícia para os consumidores foi a inserção no sedã de freios ABS com tecnologia de controle de estabilidade. E o pacote de acessórios de segurança não para por aqui, uma vez que o veículo também terá airbags dianteiros, apoio de cabeça em todos os cinco assentos, sistema de fixação de cadeirinhas Isofix, faróis de neblina e sistema de alerta de pressão nos pneus de série e em todas as versões. Para completar o pacote de acessórios, a versão topo de linha, a LTZ, contará com alerta de ponto cego, assistente de estacionamento para vagas perpendiculares ou paralelas, bem como faróis laterais.

O certo é que em breve teremos maiores novidades a respeito da versão brasileira do novo Cruze.

Por Adriano Oliveira


Novo modelo chegou com visual renovado, contudo, para fazer jus ao preço ainda faltam alguns itens.

O Brasil lançou seu primeiro modelo BMW Série 1 em 2004 e se superou, mostrando a quem duvidava de sua competência para produzir uma BMW. Agora, passados dez anos, a empresa alemã produz seus carros em solo brasileiro.

Pouco tempo depois do "hatch" ser mostrado em solo europeu todo reestilizado, o Série 1 começou a ser montado na cidade de Araquari (SC), em março de 2015. Entre o Série 1 nacional e o europeu havia uma pequena diferença, que terminou quando o "nosso" recebeu um visual mais atualizado.

O modelo de entrada logo que começou a ser produzido em Araquari, custava R$ 30 mil a menos do que a nova versão 120i Sport GP. Segundo uma avaliação feita, o valor subiu para R$ 165.960, precinho que assusta.

Primeiras Impressões:

Pagando o preço você tem a garantia de receber um modelo com ar-condicionado, faróis em LED contendo luzes diurnas iguais, central de multimídia com tela de 6,5 polegadas e maior estabilidade.

Ficou excelente, mas para um carro com preço tão exorbitante ficou faltando alguns itens básicos como sensor e câmera de ré, regulação elétrica dos bancos e teto solar.

Em sua nova reestilização, o Série 1 recebeu uma "discreta" mudança em seu visual. Os faróis estão com formato mais requintado, as lanternas (que antes eram quadradas) agora ganharam formas mais horizontais e tomaram a tampa do porta-malas.

Na parte de dentro foram poucas as mudanças. A cabine como sempre continuou com um visual atrativo, com uma excelente posição para dirigir, pois o motorista agora tem os comandos voltados para si. Só uma ressalva: O couro sintético poderia ter uma qualidade melhor.

Conheça alguns concorrentes do Série 1:

  • BMW 120i Sport GP: Preço R$ 165.950
  • Audi A3 1.8 Ambition: Preço R$ 152.990
  • Mercedes-Benz A200: Preço R$ 137.900
  • Volvo V40 T5: Preço R$ 158.950

A BMW deu uma repaginada em seu modelo de entrada para que ele se aproximasse dos demais produtos e por esse motivo o carro que já era bom, agora ficou mais bonito e gostoso de dirigir.

Por Ruth Galvão


Novo modelo chega ao mercado para facilitar a vida dos profissionais que precisam circular em áreas com restrição de tráfego.

A Iveco, marca famosa no segmento de veículos de carga, está apresentando duas novidades destinadas ao utilitário Daily, modelo este que atualmente é fabricado na cidade de Sete Lagoas (MG). Trata-se de uma quarta versão com capacidade para quatro toneladas denominada 40S14, este novo modelo será destinado às cidades que possuem restrição de tráfego para veículos que possuam mais de quatro toneladas (VUCs). A outra novidade fica por conta da disponibilização de um kit multimídia para o veículo, que será comercializado como acessório nas concessionárias da empresa.

Este novo modelo virá equipado com um propulsor 3.0 turbodiesel, que possui a capacidade de produzir uma potência de 146 cavalos. A Daily 40S14 irá se juntar às outras três versões já existentes, que são os modelos denominados 35S14, 70C17 e 55C17, veículos estes que têm a proposta de atender também os clientes em localidades fora das zonas restritas. Apesar de ser uma novidade, este novo modelo não passou por nenhuma alteração no conjunto mecânico nem no visual.

O principal destaque deste modelo está na parte interna, tendo em vista que a Iveco começará a vender, como acessório, o mencionado kit multimídia exclusivo para painéis das quinta e sexta geração.

Esta central de multimídia possui tela de 6,5 polegadas e é sensível ao toque. Além disso, ela conta com câmera de ré colorida, navegador com o sistema operacional Ndrive, entrada para CD e DVD, Bluetooth, função rádio, entradas SD e USB, TV digital, controle remoto, bem como compatibilidade para instalação de comandos no volante. Dentre os recursos tecnológicos, a câmera de ré do veículo possui visão infravermelha com 170 graus.

Para quem tiver interesse em adquirir este novo kit, basta levar os veículos a uma das concessionárias da marca, sendo que o tempo médio para instalação completa deste kit é de 2h30. Não é um tempo muito grande, pois a sua instalação é feita diretamente no chicote central, através de uma fiação especialmente desenvolvida para esta finalidade, com compatibilidade comprovadamente compatível com o tipo de bateria dos veículos da marca. A comercialização deste kit começou no mês de março, sendo que ele já vem com garantia de um ano, mas somente para instalações feitas nas concessionárias da fabricante.

Por Adriano Oliveira


Modelo utiliza várias peças do Uno e chega para substituir o Uno Vivace e o Palio Fire.

Neste último sábado, dia 16 de abril de 2016, a renomada fabricante de veículos automotores Fiat deu início à comercialização do Mobi, o mais novo veículo subcompacto da marca. A chegada deste veículo no mercado nacional veio principalmente para substituir o Uno Vivace como modelo de entrada de marca, juntamente com o Palio Fire, que deve ter a fabricação gradualmente descontinuada.

Os preços de lançamento do Mobi variam de R$ 31,9 mil (versão mais básica) a R$ 43,8 mil (versão topo de linha). Este hatch subcompacto que é a mais nova aposta da Fiat possui 3,57 m de comprimento, uma largura de 1,63m, altura de 1,50m e distância entre-eixos de 2,30m.

O Mobi é um pouco menor que o Uno, haja vista que o Uno possui comprimento de 3,81m, largura de 1,67m, altura de 1,49 e distância entre eixos de 2,38m. Com relação à capacidade do compartimento de porta-malas, o compartimento do Mobi possui 235 litros, valor este que representa 55 litros a menos do que o compartimento do Uno.

O propulsor do Mobi é o velho e conhecido 1.0 flex 8v dotado de quatro cilindros, o qual consegue produzir uma potência máxima de 75 cavalos e um torque de 9,8 Kgfm, trabalhando juntamente com um câmbio manual de cinco velocidades. Em termos de comparação, este motor utilizado no Mobi é o mesmo que é comercializado nas versões mais em conta do Uno, mas segundo as notícias dos bastidores da própria fabricante, a empresa já está trabalhando a todo vapor no desenvolvimento de um novo propulsor mais moderno bicombustível de um litro dotado de três cilindros, que deverá ser lançado até o fim deste ano no próprio Uno e depois de algum tempo no Mobi.

Se formos analisar friamente, O Mobi nada mais é do que um irmão mais novo do Uno, uma vez que os dois modelos compartilham várias peças e acessórios, principalmente na parte interna. Ao todo, o Mobi será disponibilizado em quatro versões, sendo estas as seguintes: a Easy (que é a de entrada e custa R$ 31,9 mil), a Easy On (que custa R$ 35,8 mil), a Like On (que custa R$ 42,3 mil) e a versão topo de linha que é a aventureira batizada com o nome de Way, que conforme a configuração escolhida pelo consumidor, possui preços variando de R$ 39,3 mil até R$ 43,8 mil.

Por Adriano Oliveira


Modelo chega às lojas custando entre R$ 99 mil e R$ 179 mil.

Recentemente a Ford divulgou os preços referentes a versão diesel da seu novíssima Ranger 2017, agora foi a vez da empresa divulgar os demais preços da versão 2017 de sua picape, com preços que podem variar em R$ 80.400.

Custando R$ 99.500 em seu lançamento está a Ranger XLS 2.5 Flex e manual 4×2 de cabine dupla. Por R$ 109.900 temos a Ranger XLT 2.5 flex manual 4×2 com cabine dupla. No meio da tabela ainda temos dois modelos com preços mais elevados, por R$ 129.900 e R$ 142.900 respectivamente, trata-se do modelo Ranger XLS 2.2 turbodiesel manual 4×4 com cabine dupla e o Ranger XLS 2.2 turbodiesel A/T 4×4 com cabine dupla.

Fechando a lista como os mais caros da linha Ranger 2017, temos o XLT 3.2 turbodiesel A/T 4×4 por R$ 166.900 e o Limited 3.2 turbodiesel A/T 4×4 com cabine dupla, saindo pelo exorbitante preço de R$ 179.900. Porém, a Ford promete compensar aqueles que comprarem a picape mesmo com o alto valor, visto que a empresa mencionou que a versão 2017 da Ranger é a melhor já feita, pelas melhorias na estrutura e na segurança do automóvel.

Todos os modelos contam com satisfatórios 5 anos de garantia, bem como sete airbags, freios com ABS, ganchos isofix, encostos de cabeça, cinto de segurança e ainda um sistema eletrônico para garantir a tração e a estabilidade da picape.

Aqueles que desejam contar com a versão mais cara e completa da picape, a Limited, contaram com funções exclusivas na série, como alerta de colisão frontal, piloto automático podendo acelerar e frear por meio da distância entre sua picape e o veículo a frente, bem como um sistema para avisar o motorista quando o carro muda de faixa de forma involuntária, vibrando o volante. A versão Limited ainda conta com monitoramento da pressão nos pneus da picape, garantindo segurança máxima para o motorista.

Na motorização da picape não tivemos mudanças, continuando com o bloco 2.5 litros flex, sendo capaz de desenvolver 168/173 cv para gasolina/etanol, o que não deve receber tanta atenção dos consumidores. Quanto aos propulsores turbodiesel, a caixa manual e automática está disponível, em seis velocidade e com a tração 4×4.

Ainda contaremos com mudanças visuais na série, principalmente na grade frontal, que agora conta com um formato de escudo, bem como os faróis, menores. Na versão mais cara, as rodas possuem um novo desenho e a Ford irá oferecer a cor metálica vermelho Toscana nas picapes.

O painel do automóvel também sofreu alterações, visto que as entradas de ar estão diferentes, bem como as 8 polegadas da central multimídia SYNC, novidades nos comandos do ar condicionado da picape e no desenho do volante, que sofreu alterações em comparação às versões anteriores.

Laisa Silva


Pacote TRD não está disponível no Brasil.

A novidade automobilística apresentada pela Toyota recentemente é a nova versão do Toyota SW4 2016, que vem repaginada com novidade no Exterior. A novidade é o pacote TRD Esportivo e foi apresentada na Tailândia. Essa é a terceira geração do SUV que deixa a hereditariedade da pick-up e passa a ter visual próprio bem diferente da versão anterior comercializada 11 anos atrás.

A nova versão do SW4 foi desenvolvida nas fábricas da Argentina e chega ao Brasil com itens de série como: abertura elétrica dos porta-malas, regulagem elétrica no banco do motorista, ar condicionado digital, câmera de ré, central multimídia com tela de 7 polegadas para o GPS e TV Digital, banco de couro, vidros e trava elétrica, airbags laterais e frontais, além de controle de estabilidade e tração.

A mecânica do carro tem mudança no motor, que antes era 2.7 flex e passa a ter o novo v6 de quatro litros à gasolina, com potência de 238 cv e 38,3 kgfm. A versão a diesel conta com motor 2.8 com quatro cilindros, o mesmo utilizado no lançamento da Hilux em 2015, capaz de atingir potência de até 117 cv e 45,9 kgfm.

O carro será vendido nas versões de 5 e 7 lugares.

De acordo com as estimativas da montadora, o número de venda deve chegar a variar entre 8 mil e 9 mil unidades no primeiro ano, sendo 75% das vendas referente à versão com 7 lugares a diesel.

O novo design também é uma forte característica do novo modelo, a começar pelos faróis mais estreitos acompanhados de luzes de LED. As lanternas traseiras do carro ficaram mais finas e possuem barra cromada, que liga as duas lanternas. No interior é possível notar algumas características do modelo Corola (da mesma marca) no relógio digital, na alavanca do câmbio e nos comandos do ar condicionado. Já o painel de instrumentos do SW4 mantém a iluminação azul clara, também marca do Corolla. O SW4 ganhou 9 cm na lateral e mais 2 cm de largura. O chassi do carro também passou por renovação que agora ganham aços de maior resistência e a carroceria passa a ser 20% mais rígida.

Por Jaime Pargan


Modelos devem chegar ao país este ano. Montadora deve trazer apenas as versões mais potentes.

Durante a realização do Salão de Genebra, o tão aguardado (e inédito) Classe C Cabriolet finalmente teve sua estreia a nível mundial. As versões apresentadas seguem uma gama bem interessante indo, por exemplo, do C 180 (que conta com 115 cavalos de potência) ao Mercedes-AMG C 43 (que chama a atenção por seu motor V6 3.0, capaz de entregar 367 cv).

Mas as novidades da Mercedes não acabam com isso apenas. A marca está planejando já para o fim do terceiro trimestre de 2016 trazer para o mercado automotivo nacional a versão AMG C 63. Se por um lado o fato da fabricante decidir trazer uma novidade para o Brasil é bom, por outro pode não ser tanto assim, ao menos para quem não conta com uma boa reserva financeira.

O modelo citado (AMG C 63) nem sequer foi lançado de forma oficial pela Mercedes, mesmo assim já se sabe que é mais potente que seus “parentes” e chegará com a promessa de apresentar um desempenho superior aos modelos lançados no Salão de Genebra.  E por essa superioridade em relação aos colegas é que os brasileiros terão que gastar mais se quiserem ter um na garagem. Em outras palavras, isso quer dizer que a Mercedes irá trazer para o país somente os modelos mais “agressivos”, que como já citamos, são obra da conhecida AMG.

Deixando esses aspectos um pouco de lado, vejamos alguns detalhes: O Classe C Cabriolet foi basicamente inspirado no cupê. As medidas do modelo são as básicas, sendo 2,84 m entre-eixos e 4,69 m de comprimento.

A capota do modelo leva ao todo 20 segundos tanto para ser acionada quanto para ser recolhida. O detalhe aqui é que esse tempo é o mesmo para o carro parado ou em movimento. Bom, desde que a velocidade não passe dos 50 km/h.

Saiba mais:

C 43 Coupé

Como dito anteriormente, outro modelo apresentado pela fabricante durante a realização do evento suíço trata-se do Mercedes-AMG C 43 Coupé. No caso desse modelo a informação é de que sua estreia nas concessionárias brasileiras deverá acontecer também no terceiro trimestre, mas um pouco antes do previsto para o C 63.

O AMG C 43 será movido pelo mesmo bloco da versão conversível, ou seja, o motor 3.0 V6. De acordo com informações dadas pela própria fabricante, o C 43 Coupé consegue ir de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos. Já a velocidade máxima foi limitada a 250 km/h.

De qualquer maneira, os valores oficiais ainda não foram definidos. Mesmo com a expectativa de que sejam relativamente mais caros, alguns especialistas no setor sugerem que a fabricante conseguirá dar um jeitinho de deixar os preços mais baixos. O “como” isso será feito é que se torna o grande mistério. Mas a considerar pela categoria dos modelos, qualquer redução ainda não representará muita diferença para os bolsos dos brasileiros.

Por Denisson Soares


Veículo parece uma versão mais curta do Polo e deverá ser lançado inicialmente na Índia.

A empresa alemã Volkswagen publicou a primeira foto oficial do novo lançamento da marca, o Volkswagen Ameo 2017, que agora tem seu nome confirmado. A companhia apresentou somente uma imagem, onde exibe apenas a lanterna traseira e o nome do novo veículo, que chegará com uma nova plataforma, a MQB, proveniente do VW Polo Europeu. O sedan, o qual terá sua estreia realizada na Índia, é um dos lançamentos mais aguardados no continente asiático e ocorrerá muito em breve. É provável que a apresentação ao público aconteça no mês de fevereiro deste ano, durante o Auto Expo 2016, caso isso não se concretize, tal fato dar-se-á até o final do primeiro semestre.

O futuro sedan chegou a receber o nome de Brezze, porém, o nome Ameo foi dado como definitivo pela Volkswagen nesta quarta-feira, dia 20 de janeiro. A montagem do carro será feita na cidade de Chakan, na região de Pune, Índia, ao lado do VW Polo.

Apesar de ainda não haver nenhuma informação oficial, o veículo foi flagrado e conclui-se que o modelo é basicamente uma versão encurtada do Pólo. O Ameo, que é o primeiro produto da Volkswagen focado no mercado indiano, terá 3,99 metros de comprimento para que assim seja enquadrado entre os compactos menores de 4 metros, pois na Índia veículos com metragem menor que esta possuem tributação mais favorável.

Embaixo do capô acredita-se que poderão ser dois motores, um deles é um com 1.2 litros de 3 cilindros (com 75 cavalos de potência e torque de 11,2 kgfm), o outro é um 1.5 Tdi movido a diesel (que gera uma potência de até 90 cv e 23,5 kgfm de torque), ambos com câmbio mecânico de cinco velocidades. Especula-se também o uso de um propulsor turbo 1.0 TSi.

Acredita-se que será um dos carros mais caros do segmento, rivalizando com Tata Zest, Honda Amaze, Maruti Swift Dzire, Hyundai Xcent e Ford Figo Aspire, que é uma versão mais curta do Ka+.

Nádia Neves


Modelo passou por mudanças visuais para se distanciar do Prisma. Preço do carro irá variar de R$ 52 mil a R$ 67 mil.

Foi lançado recentemente no mercado brasileiro o tão esperado Chevrolet Cobalt 2016. O mesmo deve começar a ser vendido nas próximas semanas com preço inicial de R$ 52.690, que pode chegar a R$ 67.990, levando em consideração a versão top de linha do lançamento.

Um dos principais destaques desse automóvel são as mudanças no visual, tanto por dentro quanto por fora. Outro destaque bastante interessante é sem sombra de dúvidas a estreia da nova geração do sistema multimídia MyLink. O novo sistema dispõe de uma maior conectividade com os smartphones, além de novas funcionalidades e ferramentas para os usuários.

Como já destacado, a parte visual do lançamento da Chevrolet sofreu grandes alterações. Um grande exemplo era o já ultrapassado conjunto óptico, que deu lugar a faróis arrojados com projetores de dupla parábola. Outra novidade que trouxe um tom de modernidade para o novo Cobalt foi a grade dianteira, que foi totalmente renovada. A traseira ganhou um efeito bastante interessante: as lanternas foram alargadas e passaram a se estender até a tampa do porta-malas, dessa forma, temos a impressão de que o carro é mais largo.

Um dos principais objetivos da Chevrolet com a renovação do visual do sedã, além da inclusão de novos recursos e itens, é justamente distanciar o Cobalt do seu irmão, o Prisma. Com isso, a Chevrolet pretende colocar o Cobalt em uma categoria juntamente com o Honda City e o Ford New Fiesta. Com tais mudanças, o preço do automóvel também aumentou em relação a linha 2015, sendo que o aumento pode chegar até R$ 10.340.

Já quando o assunto é o conjunto mecânico do novo Cobalt, saiba que o mesmo não apresenta novidades, haja vista terem sido mantidas as proporções da versão anterior. Com isso, as versões de entrada são equipadas com motor 1.4 EconoFlex de 102 cavalos e 13 kgfm de torque. As versões top de linha, por sua vez, contam com o motor 1.8 de 108 cavalos e 17,1 kgfm de torque. O câmbio é manual de cinco marchas ou automático de seis marchas.

Por Bruno Henrique


Toyota inova e incorpora acessórios dos carros de passeio em sua picape.

A nova Toyota Hilux veio para mostrar que cada vez mais a sua tendência é se equiparar aos carros de passeio. Se incorporando de vários itens comuns a essa linha de veículos, a Toyota vem investido em uma expansão e maior popularização de um de seus modelos mais aclamados.

Na parte de dentro do carro, poucos detalhes das versões mais antigas foram mantidos, valendo citar como um dos mais marcantes o pequeno relógio Casio no painel. De resto a maioria é novidade. Com destaque para um grande investimento em deixar o interior mais parecido com um carro de passeio de luxo. O acabamento ficou realmente muito bonito com detalhes de cromado e alguns outros com material similar ao couro (material esse também utilizado no Corolla).

A ergonomia do carro também foi melhorada, deixando o carro mais acessível e confortável. Pequenos detalhes como a mudança de local do comando de retrovisores, saindo do painel para as portas e a facilidade de acesso aos comandos do carro, grande parte encontrados no volante na versão SRX (versão mais completa), fazem grande diferença.

Para alguns a baixa potência de apenas 177 cv pode ser surpreendente tendo em vista que este carro tem como principal característica a força. Porém, o truque está no torque do carro, este sim digno de um veículo do tamanho da Hilux. Ostentando 45,9 kgfm (câmbio automático) de torque, pode ter certeza que a nova Hilux ainda tem a antiga força para escalar e passar por cima de qualquer obstáculo.

Em se tratando de conforto, alguns aspectos foram claramente melhorados, enquanto outros ainda pecam pela falta de espaço. Por exemplo, uma pessoa com mais de 1,80m pode se sentir um pouco apertada em relação à altura do carro, mas pode se sentir um pouco melhor se perceber o aumento do espaço para as pernas.

Resumidamente, a nova Hilux exibe novos detalhes que irão agradar a novos compradores e ainda mantém a mesma força de sempre para manter seus fiéis admiradores.

Por Pedro Bartras


Superesportivo GT-R da Nissan chega ao Brasil em 2016.

O sucesso do modelo superesportivo da marca japonesa Nissan agora poderá ser comprado no Brasil. A compra poderá ser efetuada por encomenda, a partir de 2016.

A sensação de se encontrar com o gigante do Oriente é de entusiasmo para explorar os próprios limites. Além do mais, o modelo GT-R da japonesa Nissan vem superando modelos do mesmo estilo, como os épicos famosos da Audi, Porsche e Ferrari.

O  modelo é conhecido pela sua alta performance, tecnologia, inovação, velocidade, potência em cavalos e baixo custo se comparado aos concorrentes da mesma categoria. O valor do carro ainda não foi definido pela empresa automobilística e a mesma já informou a imprensa que a compra de seu veículo poderá ser feita através de encomenda e então o mesmo poderá ser importado. Porém, já se sabe que o GT-R será uma máquina ao qual poucos terão acesso, pois com o valor do dólar em alta, o carro, que nos Estados Unidos está sendo vendido por aproximadamente US$ 100 mil, poderá chegar ao Brasil custando mais de R$ 1 mihão, se considerarmos mais a taxas de tributos de importação.

Mas como não custa nada nós conhecermos melhor essa super máquina esportiva, aqui vão suas principais características técnicas:

  • Motor: Dianteiro e longitudinal, com 6 cilindros em V, 24 válvulas, biturbo e com injeção direta de gasolina. Sua cilindrada é de 3.799 cm³.
  • Potência: 553 cv a 6.400 rpm.
  • Torque: 64 kgfm de 3.200 a 5.800 rpm.
  • Transmissão/ Tração: Automatizada de seis marchas e dupla embreagem. Com tração integral e direção elétrica.
  • Suspensão: Independente, com braços duplos triangulares na dianteira e multilink na traseira.
  • Freios: Discos ventilados na frente e atrás.
  • Pneus: 255/40 R20 (D) e 285/35 R20 (T).
  • Dimensões: 4,671m de comprimento, 1,894m de largura, 1,369m de altura e 2,778m de entre-eixos.
  • Tanque: 74 litros.
  • Porta-Malas: 249 litros.
  • Peso: 1.722 kg.

Para maiores informações acesse o site www.nissan.com.br.

Prisca Fontes


Apostando na continuidade dos modelos off-road, a Suzuki lança a segunda geração do SX4. O novo modelo vem com motor 1.6 no lugar do antigo 2.0, visando mais modernidade e economia. A empresa conta ainda com uma espécie de competição interna e aposta no lançamento simultâneo do Swift Sport R, que junto com o SX4 será destaque no Salão do Automóvel 2014, em São Paulo.

O SX4 que será lançado com uma nova designação, S-Cross, chega ao mercado totalmente renovado. O hatch mais aventureiro do mercado automotivo inova com faróis maiores, o que tornam a aparência do carro mais próxima de um SUV, apesar do visual elegante e corpulento. Além da tração integral que foi mantida. Internamente, o SX4 conta com um acabamento de qualidade impecável e esbanjando requinte. 

Já o Swift Sport R, será apresentado ao mercado em sua versão de competição, criando uma categoria nova, a R Cup. O compacto esportivo tem um visual arredondado e uma aparência bastante atraente e vem equipado com um motor 1.0 de três cilindros e promete ser o carro chefe da japonesa Suzuki, que destaca a preocupação com a economia de combustível.

Tanto o SX4 quanto o Swift Sport R, são veículos que chegam para inovar e movimentar o mercado automotivo esporte. Os dois lançamentos serão destaque no estande da marca japonesa Suzuki, no Salão do Automóvel, maior feira automobilística da América Latina, que acontece em São Paulo entre os dias 30 de outubro e 9 de novembro, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo/SP.

O evento, que começou em 1960, com apenas 12 montadoras, teve como grandes destaques o Aero Willys, Renault Dauphine, Rural Willys, Kombi, Simca Chambord, FNM 2000 JK e Chevrolet Amazonas. Esse grande acontecimento é a maior vitrine do mercado para consumidores ávidos por novidades no seguimento e palco para montadoras nacionais e internacionais apresentarem as maiores inovações em tecnologia, sofisticação, beleza, luxo e segurança. 

Por Taty Tesch

Suzuki SX4

Suzuki Swift Sport R

Fotos: Divulgação


A montadora alemã Audi, que já tem indústrias no Brasil, cumpriu com a sua promessa em criar carros velozes, modernos e de designer ímpar. Um deles é o Audi A6, que ganhou uma roupagem nova, belíssima e com itens de série que vão torna-lo ainda melhor e mais seguro  para dirigir.

Falando em itens de série, o A6 vem com freios regenerativos (o que possibilita mais precisão na freagem), freio auxiliar em rampas, freio do estacionamento eletrônico; luzes LED nas laterais e traseiras do carro, embreagem manual com dupla sequencia, rede de segurança para carga, bluetooth que inclui telefone e transmissão de música, DVD ou VCD, chave ou cartão inteligente automático – partida sem chave, conexão externa para entretenimento ipod, indicador de pressão baixa no pneu, vidros com anti-embaçante fixo, ar-condicionado com saída traseira e automática.

Além de Transmissão manual com 7 velocidades no volante de direção, manual sequencial e modo automático, faróis bi xênon, piloto automático, memória de ajuste, além de Volante de direção com , ajuste de altura e ajuste na distância multifuncional, Airbag lateral dianteiro e inclui proteção da cabeça, direção elétrica, entre outros itens.

A proposta da Audi é se posicionar no mercado como uma das empresas que mais oferece itens de série aos seus compradores, uma das razões que tem feito do A6 um dos importados mais bem vendidos do Brasil.

Em termos de potência, o A6 tem motorização 3.0, 310 cv de potência, velocidade máxima de 250 Km/h, injeção eletrônica; 44, 9 de torque, câmbio automático, entre outras ferramentas que tornam o A6 uma verdadeira máquina sobre quatro rodas.

O valor médio do A6 2014 é de R$ 286.000 (valor que pode ser alterado quanto mais acréscimos em opcionais foram solicitados). Esse preço está entre os mais elevados de importados comercializados no Brasil, no entanto, trata-se de um preço que compensa toda a beleza, requinte e tecnologia que um Audi tem para oferecer.

Carros.


Com visual muito agressivo para um simples carro de rua, o Civic Type R teve seu primeiro teaser revelado oficialmente pela Honda. A estreia do Type R ocorrerá no Salão de Genebra, em março, mas pela imagem já dá para saber que a marca japonesa não brincou em serviço e o carro deve ser bem apimentado.

Segundo a Honda, as características de estilo do conceito antecipam o design externo da versão de produção, com estreia marcada para 2015.

Hot hatch da Honda no mercado europeu, o Honda Civic Type R Concept é um “carro de corrida para as ruas”, segundo a marca nipônica. Realmente a Honda tem razão, já que com relação à versão normal do hatch, o modelo traz, com base na imagem divulgada, altura de rodagem mais baixa, amplo aerofólio traseiro integrado às lanternas, entrada de ar nas caixas de roda, difusor de ar traseiro que integra as saídas de escape, rodas esportivas exclusivas, entre outros detalhes estéticos.

A fabricante japonesa ainda não revelou detalhes mecânicos, mas a versão de produção não deve fugir muito do conceito. Portanto, o Type R deve manter o motor 2.0 Turbo de 280 cv trabalhando em conjunto com uma transmissão manual de seis marchas. De acordo com Takanobu Ito, CEO da Honda, o objetivo do modelo esportivo é superar o Renault Megane Trophy de 265 cv. As vendas do novo Honda Civic Type R devem ser iniciadas no mercado europeu no início de 2015.

Além do Civic Type R Concept, a Honda apresentará mais detalhes do motor do NSX. Esportivo lendário da montadora japonesa, o NSX terá tração traseira e deverá contar com um conjunto híbrido, composto pelo motor longitudinal V6 biturbo (Twin Turbo) com injeção direta de combustível e um propulsor elétrico. A Honda mostrará também o Fuel Cell Electric Vehicle (FCEV) Concept, bem como o Civic 2014 adaptado para competir no Wolrd Touring Car Championship.

Honda Civic Type R


Para quem é fã de um carro sedan, a Nissan resolveu dar uma modernizada nessa linha de carros que atraiu olhares não só de brasileiros, mas de todo mundo. O Novo Sentra 2014 está ainda mais moderno, confortável e seguro. Porém, essas modernidades conseguem ser clássicas, embora, o carro esteja passando por várias transformações e está com um design mais moderno e inovador de uma ponta a outra.  

As linhas da nova geração ao mesmo tempo que são ousadas, com traços pontiagudos nos faróis e nervuras pela lataria, também conseguem ser clássicas, com a traseira alta e o perfil afunilado.  Esse design é a nova linguagem da Nissan e que pela primeira vez  chega a um produto oferecido no Brasil.

O Sentra 2014 chega como um dos carros mais equipados do segmento. Com capacidade para até 5 passageiros, ele está mais espaçoso e confortável. A capacidade do porta-malas está maior e pode levar até 503 litros. Outra grande novidade é a economia quando se fala se combustível. O carro está mais econômico e registra médias de 11,5 km/l com gasolina e até 8 km/l utilizando etanol.

Desde a versão de entrada S o carro já traz recursos como o keyless, com sensor para abrir as portas e dar a partida, faróis de LEDs, faróis de neblina, rádio com Bluetooth, entre outros. Outras vantagens e modernizações podem ser adquiridas por um preço a mais, como: ar condicionado dual zone, airbags laterais, sensor de estacionamento, teto solar e até navegador GPS.

O preço do novo Sentra 2014 varia de R$ 60 mil a R$ 75 mil (incluindo outros equipamentos que podem ser exigidos pelo consumidor).

Para quem quer conforto, economia e pagar um pouco menos por um carro moderno, poderá encontrar isso tudo no novo Sentra 2014. 

Nissan Sentra  2014


A montadora alemã Audi, que já tem indústrias no Brasil, cumpriu com a sua promessa em criar carros velozes, modernos e de designer ímpar. Um deles é o Audi A6, que ganhou uma roupagem nova, belíssima e com itens de série que vão torna-lo ainda melhor e mais seguro para dirigir.

Falando em itens de série, o A6 vem com freios regenerativos (o que possibilita mais precisão na freagem), freio auxiliar em rampas, freio do estacionamento eletrônico; luzes LED nas laterais e traseiras do carro, embreagem manual com dupla sequencia, rede de segurança para carga, bluetooth que inclui telefone e transmissão de música, DVD ou VCD, chave ou cartão inteligente automático – partida sem chave, conexão externa para entretenimento ipod, indicador de pressão baixa no pneu, vidros com anti-embaçante fixo, ar-condicionado com saída traseira e automática.

Além de Transmissão manual com 7 velocidades no volante de direção, manual sequencial e modo automático, faróis bi xênon, piloto automático, memória de ajuste, além de Volante de direção com , ajuste de altura e ajuste na distância multifuncional, Airbag lateral dianteiro e inclui proteção da cabeça, direção elétrica, entre outros itens.

A proposta da Audi é se posicionar no mercado como uma das empresas que mais oferece itens de série aos seus compradores, uma das razões que tem feito do A6 um dos importados mais bem vendidos do Brasil.

Em termos de potência, o A6 tem motorização 3.0, 310 cv de potência, velocidade máxima de 250 Km/h, injeção eletrônica; 44, 9 de torque, câmbio automático, entre outras ferramentas que tornam o A6 uma verdadeira máquina sobre quatro rodas.

O valor médio do A6 2014 é de R$ 286.000 (valor que pode ser alterado quanto mais acréscimos em opcionais foram solicitados). Esse preço está entre os mais elevados de importados comercializados no Brasil, no entanto, trata-se de um preço que compensa toda a beleza, requinte e tecnologia que um Audi tem para oferecer.


Design e atratividade é o que melhor define o Mercedes-Benz CLA 200 First Edition.

Parece que os esforços da Mercedes em torno do desenvolvimento de sua nova relíquia automobilística parece ter valido muito a pena.

O CLA 200 segue a tendência trazida pelos cupês  de quatro portas, terá sua fabricação realizadas na Hungria e a previsão é que passe a ter unidades fabricadas no Brasil apenas em 2015 em Iracemópolis.  

A estimativa do preço de vendas do novo modelo é de R$ 150.500, o que equivale a mais de   de R$ 30 mil do modelo atual comercializado. Por isso, o modelo terá edição limitada de Mil unidades  e receberá destaque nos conceitos aerodinâmicos , rodas de aro 18, e um pacote completo equipamento. Além de destaque do teto solar panorâmico, faróis de xenônio com leds, navegador com GPS, tela LCD e ar condicionado digital.

O CLA 200 First Edition também busca segurança por meios de itens modernos, como detector de fadiga, controles eletrônicos de estabilidade e de tração e sete airbags  localizados na parte dianteira, e próxima aos joelhos dos motoristas.

O design interno do modelo também é de impressionar, o painel possui instrumentos na borda superior que relembram o SLS AMG, os bancos possuem  faixa de tecido central , como modelos de fabricação da Porsche, como o Stuttgart.

Na parte traseira é possível acomodar dois passageiros de 1,80m, sendo o passageiro central ficando prensado  em virtude do túnel elevado, o porta malas do carro também foi outro item prejudicado devido a boca estreita e pelas alças da tampa.

Outros pontos de relevância do modelo é que poderá causar certa estranheza aos acostumados a outros modelos, muito provavelmente estranhem o câmbio na coluna de direção que relembra os modelos automáticos antigos.

A caixa de embreagem possui sete marchas de funcionamento suave, estes são alguns dos principais critérios de desenvolvimento usado por uma das maiores marcas de luxo para conquistar seus clientes.


Se por um lado o mercado de veículos do Brasil não está nem um pouco otimista com as vendas para 2014 e acredita que a economia do País irá ditar as regras para a movimentação dos negócios, por outro a produção cresce a cada momento. E as perspectivas são as maiores quando a pauta é o que haverá de novo nas concessionárias e nas ruas. Para se ter uma ideia, pelo menos 50 lançamentos estão sendo esperados até dezembro.

O segmento conhecido como Premium deve ter a maior movimentação nesse sentido. Já entre os nacionais, destaques para o Volkswagen Up!, que substituirá o Gol, além de modelos como Honda Fit, Toyota Corolla e Ford Ka.

O A3 Sedan é a novidade da Audi e estará no mercado já em janeiro. Chega com motor 1.8 de 180 cv e porta-malas de 425 litros. No entanto, o modelo vem na condição de importado e levará dois anos com produção gradativa até tornar-se nacional. Em 2015 passará a ser fabricado em São José dos Pinhais (PR).

O Ford Ka irá receber um novo conceito ainda este ano. O visual será bem parecido com o New Fiesta (embora a traseira lembre mais um Gol) e o hatch servirá como um movimento a mais pela globalização dos modelos da Ford.

O Up! chega ainda no primeiro semestre para tornar-se o carro de entrada da Volkswagen. O modelo substitui a última geração do Gol e a perspectiva da montadora alemã é de que as vendas sejam tão expressivas quanto às do modelo líder de vendas no mercado nacional há 27 anos.

Montadoras como a Fiat e a JAC Motors não devem apresentar grandes novidades durante o ano. Já o Grand Jeep Cherokee chegará ao mercado em breve, enquanto a Kia dará início à importação do Novo Soul. Enquanto isso, a Honda apresentará o Civic Si, que voltará ao mercado no formato coupé.

Por Chris Lino

Foto: Divulgação


Já chegaram no Brasil, dois lançamentos muito aguardados pelos apaixonados por carros. Trata-se do Equus e do Genesis da Hyundai. As concessionárias brasileiras já estão aceitando reservas da dupla de automóveis que promete virar sensação no país, porém, isso só é possível, mediante a um sinal  de 10% do valor do modelo escolhido.

Vale ressaltar, que os sedans de luxo não custam barato. Os preços divulgados pela marca correspondem a R$ 330.000,00 para o Equus  e  R$ 220.000,00 para o Genesis. O valor se justifica pelo design marcante e super moderno,  matéria prima de alta qualidade e a tecnologia de ponta utilizada nos dois lançamentos.

Na parte mecânica,  o Genesis contará com um motor 3.8 V6  com potência de  290 cavalos e  câmbio automático de oito marchas. Em contrapartida, o Equus será movido por um motor 4.6 V8 e atingirá a excelente marca de  371 cavalos de potência.

Ambos os automóveis serão disponibilizados nas elegantes  cores branca, prata e preta. Na parte interna, o carro será conforto puro, com  seus bancos revestidos de couro, ventilação interna, sistema multimídia completo e acabamento em madeira real e aço puro. Irresistível não?

Por Larissa Mendes de Oliveira


O mercado brasileiro há anos é uma referência para as concessionárias de todo o mundo, sendo que, em 2012, teremos cerca de 70 modelos de carros no mercado, sejam de carros novos ou novas gerações de antigos que entraram no mercado ao longo do ano. Conhecemos alguns desses modelos no grande evento que é realizado em São Paulo, que é o Salão Internacional de Automóveis.

Os compactos continuam em alta e as grandes empresas do ramo automobilístico investem pesado nesta plataforma. Teremos uma nova versão do C3, da Citroen, que dividirá o mercado com o antigo modelo da empresa. Outro modelo que já estava em teste há algum tempo nas estradas brasileiras – o DS3 – será lançado em 2012, no Brasil. A gigante Fiat continuará com a renovação da sua linha Palio e também trará um novo modelo do Siena. Já a Volkswagen fará uma mudança no visual do Golf e do Voyage.

Assim, resta-nos apenas esperar e conferir durante o ano de 2012 todas as novidades que nos serão apresentadas.


A Volkswagen apresentou esta semana a linha 2012 da picape Amarok, composta por quatro versões, com novos itens de série e opções diferenciadas de motores. Porém, as novidades mais esperadas, a inclusão da transmissão automática de oito marchas e a comercialização de uma versão de cabine simples, não apareceram, e devem ficar para o segundo semestre do próximo ano. Enquanto isso, o câmbio manual de 6 velocidades é o único disponível.

O modelo de entrada conta com motor turbodiesel de 122 cv de potência, tração 4×2, vidros e retrovisores elétricos, freios ABS com assistente de frenagem, controle de tração, bloqueio eletrônico do diferencial, ar condicionado climatic, direção hidráulica, rodas de aço aro 16 e rádio com CD, MP3, USB e Bluetooth. O preço sugerido é de R$ 90.890 na versão 4×2 e de R$ 94.890 na versão 4×4.

A versão Trendline, impulsionada pelo bloco biturbo de 163 cv, custa a partir de R$ 105.990 e acrescenta tração 4×4, piloto automático, faróis de neblina, rodas de liga leve de 17 polegadas, duplo airbag, entre outros itens.

Já a versão Highline, cujo preço parte de R$ 123.990, vem com a mesma motorização da versão Trendline, além de sensor de estacionamento traseiro, volante multifuncional, ar condicionado automático dual zone, rádio com tela sensível ao toque e rodas de liga leve aro 18.

Há ainda a versão SE, exclusiva para frotistas, baseada na versão de entrada, exceto pelo motor de 163 cv, rodas aro 16 de alumínio, tração 4×4 e airbags de série.

Fonte: Volkswagen

Por André Gonçalves


O sedã Lancer começa a ser vendido no mês de novembro no Brasil. O veículo é inspirado no Lancer Evolution X e chega ao país em três versões diferentes. O mais barato é o 2.0 M/T, que deve custar em torno de 68 mil reais. Há ainda o 2.0 CVT, que deve chegar às lojas por 74 mil reais, e 2.0 GT, versão mais completa e que não deve ser vendida por menos de 86 mil reais. Todos os modelos vêm com itens de série como sensor de acendimento de faróis e computador de bordo.

O espaço interno é amplo para garantir mais conforto aos usuários. O banco traseiro pode ser rebaixado para facilitar o transporte de bagagens demasiadamente grandes para o porta-malas, que possui mais de 400 litros de capacidade. Entre porta-objetos e porta-copos são mais de 16 itens. Além disso, os comandos de entretenimento ficam próximos às mãos do motorista, facilitando sua vida quando dirige sozinho.

A versão mais completa do novo sedã da Mitsubishi oferece GPS em português com mais de 1.200 cidades mapeadas e computador de bordo com imagem em alta definição.

Por Mozart Artmann


A Renault divulgou os detalhes finais e também os preços do Duster, novo utilitário esportivo que chega às revendedoras da marca em todo o país, para concorrer diretamente com o Ford EcoSport, Hyundai Tucson, Mitsubishi Pajero, entre outros modelos do segmento vendidos no Brasil.

Estarão à disposição dos consumidores seis versões, sendo três delas equipadas com o motor 1.6 flex, de 16 válvulas, que entrega 115 cv de potência e 15,5 kgfm de torque, desempenho obtido quando abastecido com álcool.

O modelo de entrada, associado ao câmbio manual de 5 velocidades, tem preço sugerido a partir de R$ 50.900, e conta ainda com tração 4×2, rodas aro 16, ar condicionado, vidros e travas elétricas e direção hidráulica. A versão Expression custa R$ 53.200, acrescentada de duplo airbag, barras no teto, entre outros itens, enquanto a Dynamique 1.6, com rodas de liga leve, faróis de neblina, freios ABS e computador de bordo, sai a R$ 56.900.

Já na linha que traz sob o capô o motor Hi-Flex 2.0 16V, de 142 cv de potência (com etanol), a versão Dynamique manual (caixa de 6 marchas) e tração 4×2, custa a partir de R$ 60.600. Há ainda o Duster Dynamique 2.0 com transmissão automática de quatro velocidades e tração 4×2, vendido por R$ 64.600, mesmo valor que será praticado no Duster Dynamique 2.0, equipado com câmbio manual, tração 4×4, rodas de liga leve na cor preta, faróis de neblina com máscara negra, entre outros diferenciais.

Fonte: Renault

Por André Gonçalves


Com excelentes números no mercado brasileiro a montadora italiana Fiat vem se mantendo como uma das líderes do mercado nacional. E aproveitando o “momento da Itália no Brasil”, acordo que promove as boas relações comerciais, culturais e diplomáticas entre o Brasil e a Itália, a Fiat já lançou a versão especial do Idea para comemorar esse momento entre os dois países.

O modelo Idea Essence Série Especial Itália terá 580 unidades fabricadas em duas versões, a comum e a com câmbio dualogic, que trará um interessante pacote de itens de segurança composto por freios ABS e airbags frontais. Além disso, haverá mudanças nas lanternas traseiras e faróis com máscara negra, emblema de identificação da série especial e manterá o design funcional da sua minivan, com suas linhas simétricas que convergem para uma frente baixa e bem compacta que lhe garante um visual leve, enxuto e moderno.

A motorização continuará a mesma 1.6 16V propulsor e-torq 115 CV que equipa o Idea Essence. Quanto aos preços o Idea Essence Série Itália custa R$ 51.160 e o Idea Essence Série Itália Dualogic sai por R$ 53.270.

Por Mauro Câmara

Fonte: Motor Dream


Volkswagen vai lançar no mercado brasileiro a pick-up Amarok em sua versão básica, que vai contar com cabine dupla e muitas novidades.

Agora, além das versões já existentes que são a Trendline e Highline, o consumidor poderá escolher entre as novas versões de cabine dupla que em breve chegarão às concessionárias Volkswagen de todo o Brasil.

A Amarok com cabine dupla estará disponível com tração 4×2 (traseira) e 4×4 que pode ser acionada de acordo com a necessidade do condutor. O modelo vem ainda com motor 2.0 a diesel, que conta com uma turbina e com potência de 122 cavalos.

As novas versões contam com os seguintes itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, rádio mp3, freio ABS, sistema de Bloqueio Eletrônico do Diferencial para proporcionar mais segurança e evitar que o veículo deslize quando a roda ficar sem tração, além de outros recursos que garantem maior segurança e conforto ao motorista e aos passageiros.

O valor da Amarok com tração 4×2 será a partir de R$ 88.990. Já a versão com tração nas quatro rodas será comercializada por R$ 92.990.  

Por Andrea Gomes


Produzido no México o sedã Sentra da Nissan é um carro visualmente elegante, de linhas compactas, mas bem distribuídas e aspecto moderno e cosmopolita e tem alcançado bons resultados nas vendas no mercado nacional. E a linha 2012 do modelo já está à disposição no país. Sem mudanças no quesito motorização, pois os propulsores continuarão a ser o 16 v de 2.0 Litros que produzem até 143 CV de potência em todas as versões da nova linha 2012 do sedã.

Na nova linha do modelo continuará sendo oferecida a versão com transmissão CVT automática. Como novidade nesta linha 2012 conta-se somente a nova opção de cor, o branco perolizado e para a versão 2.0 S o sistema que dispensa chave para ligar o motor e abrir o carro, chamado de I-Key ou chave inteligente.

Oferecido em um total de quatro versões o Sentra 2012 tem os seguintes preços: R$ 54.990 para a versão 2.0, R$ 60.290 para a versão com câmbio CVT, a 2.0 CVT, R$ 64.290 para o modelo Sentra 2.0 S e finalmente R$ 71.990 para o Sentra 2012 2.0 SL.

Por Mauro Câmara

Fonte: G1


A família Livina apresenta modelos com espaço interno grande, potência e desempenho com consumo reduzido e ampla visibilidade, também possui portas maiores que facilitam a entrada das cadeirinhas de bebês e crianças menores de dez anos no banco traseiro.

Os modelos chegam com acabamentos cheios de detalhes, como porta-luvas grande e 19 porta-objetos no Grand Livina, 11 no Livina e também no X-Gear.

Estão disponíveis cinco versões do Nissan Livina, todas com combustível flex. O modelo mais acessível sai por R$ 43.990. O X-Gear chega em duas versões com molduras pretas nas caixas de rodas e laterais inferiores que formam uma peça única ao chegar nos para-choques e tem preços a partir de R$ 53.290. O Gran Livina também chega em duas versões e possui flex fuel; além de apresentar o para-choque na cor do veículo. Seu preço inicial é de R$ 62.290.

A Nissan está no Brasil há 10 anos e possui fábrica em São José dos Pinhais, no Paraná, onde tem produção da picape Frontier, Livina, Grand Livina e X-Gear. A montadora tem 95 concessionárias por todo o país e ainda importa os modelos Tiida Hatch, Tiida Sedan e o Sentra.

Por Danielle Vieira


Os revendedores autorizados de todo o país já estão com o novo modelo do sedan Corolla, da Toyota, em suas dependências, porém aguardam autorização da montadora para exibi-lo e comercializá-lo, algo que só deverá acontecer ainda após o dia 28 de março.

O preço cogitado para o modelo XEi (que é o que por enquanto tem sido alocado para as concessionárias, aguardando a hora de ser exposto e vendido) chega aos 77 mil reais.

Quem conhece a franquia desse carro garante que vale a pena adquirir o novo modelo.  Trata-se de um veículo que possui alto índice de satisfação do cliente. Além disso, ele virá com câmbio automático e motor 2.0. Outros modelos chegarão às lojas até o desenrolar do seu lançamento oficial.

Segundo informações da imprensa automotiva, os modelos que estão para chegar às lojas serão o Xli (a um preço médio de R$ 66.800 a R$ 70.960, dependendo do tipo de câmbio), o Gli e o Altis, que promete ser uma espécie de top de linha dos modelos Corolla (custará cerca de R$ 89.300).

Por Alberto Vicente


Foi lançada no dia 28 de fevereiro a nova linha de minivans C4 Picasso e Grand C4 Picasso da Citroën. Os modelos ganharam pequenas mudanças na aparência, além da garantia que agora é de três anos.

O C4 Picasso ganhou lanternas traseiras mais escuras, enquanto o Grand C4 Picasso foi equipado com faróis com luzes de lente branca e a de posição, em LED. Os dois carros possuem rodas de 17 polegadas e as maçanetas vieram cromadas. O espaço interno de ambos não passou por nenhum radicalismo, apenas o revestimento dos bancos teve alguma diferença em relação à versão anterior.

Itens opcionais bem pouco, para não dizer quase nada: somente teto solar panorâmico para o Grand C4 Picasso.

O C4 Picasso e o Grand C4 Picasso serão vendidos nas concessionárias Citroën a partir de R$ 78.490 e R$ 91.990, respectivamente.

Por Andrea Gomes

Fonte: Webmotors


Após certo atraso um dos carros mais populares da Fiat, o Uno enfim terá sua versão duas portas comercializada no mercado brasileiro. A montadora italiana confirmou que o novo modelo estará à venda a partir do final deste mês de Fevereiro em suas concessionárias.

O novo Fiat Uno duas portas vem com um desenho mais moderno. Suas linhas são equilibradamente compactas e transmitem a aparência de uma maior suavidade no desenho com uma frente mais despojada. Para um compacto urbano o design é jovial, leve e bastante agradável. O novo modelo será oferecido exatamente nas mesmas versões do Uno quatro portas atualmente vendidas, que são: Way 1.0 e 1.4, Attractive 1.4, Sporting 1.4 e Vivace 1.0.

Seu preço inicial no modelo Vivace 1.0 Flex duas portas parte de R$ 26.490. O modelo Way 1.0 também Flex nesta nova versão sairá a R$ 27.670. A versão Attractive 1.4 Flex com duas portas custa a partir de R$ 29.840. Já o modelo nesta nova versão da configuração Way com motorização 1.4 Flex tem seu preço partindo de R$ 30.650 e finalmente a versão Sporting 1.4 Flex duas portas custa R$ 32.170.

A expectativa da montadora é que o modelo duas portas tenha o mesmo sucesso que o Uno tradicional. O que deverá ocorrer principalmente porque em função do atraso formou-se uma fila de espera que segundo a fabricante chegou a 20 mil veículos. 

Por Mauro Câmara

Fonte: Auto Esporte


Mostrarei a seguir alguns modelos de lançamentos de 2011 no mercado brasileiro para pessoas que estão à procura de seu carro perfeito. Os modelos e as cores estão incríveis.

Confira abaixo os lançamentos de 2011 no mercado brasileiro:

Carro: Ford New Fiesta Hatch

Previsão: 1° semestre 2011

Modelo: Esportivo

Valor previsto: R$ 49.900

Este modelo chegará ao Brasil na mesma versão produzida México. A versão não apresenta piloto automático e volante multifuncional.

Carro: Kia Cadenza

Modelo: Sofisticado

Previsão: 2° semestre de 2010

Valor previsto: R$ 90.000

Este belíssimo carro entrará no lugar do Opirus/Amanti, tem a opção de 6 marchas sequencial e transmissão automática.

Carro: Audi A1

Previsão: Março 2011

Modelo: Superesportivo

Valor previsto: R$ 89.900

O novo Audi chega ao mercado com mais conforto e sofisticação. Este modelo é compacto capaz de gerar 122cv de potência, possui câmbio automatizado e sete velocidades.  

Por Aline Medeiros da Silva





CONTINUE NAVEGANDO: