Objetivo do desconto é estimular a utilização de veículos que não causam danos ao meio ambiente.

Na última sexta-feira, 21 de agosto, o prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, assinou um decreto de regulamento que tem por objetivo oferecer nada menos que um desconto de 50% em relação ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores para os que possuem veículos híbridos e elétricos. O grande objetivo desta medida é estimular a utilização de veículos que não causam danos ao meio ambiente.

Para aqueles que não sabem, o IPVA é um imposto estadual e de caráter obrigatório que é pago anualmente pelos contribuintes que possuem algum veículo automotor registrado em seu nome. Com isso, as prefeituras possuem direito a 50% do valor do imposto, sendo que o restante é destinado a União. Visando estimular a utilização de veículos híbridos e elétricos, a Prefeitura de São Paulo irá devolver a sua metade para os contribuintes.

É importante destacar que a devolução não será realizada de forma automática, haja vista ser necessário fazer um requerimento, por parte do contribuinte, juntamente a prefeitura. Levando em consideração as regras do IPVA 2015 em São Paulo, a atual alíquota que incide sobre carros elétricos é de 3% em relação ao valor venal.

É importante destacar que, segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico, o número de veículos elétricos rodando no país ainda é pequeno. Portanto, a frota chega a 3 mil veículos elétricos, sendo que a frota total do país (contando todas as categorias de veículos) chega a 89 milhões de veículos. Uma das principais vantagens de um carro elétrico é o fato de não emitirem gases poluentes e ainda apresentar um gasto pequeno com energia, que é o seu combustível.

O requerimento para obter o desconto no IPVA 2015 em relação a carros elétricos será feito por meio eletrônico. O mesmo deverá ser disponibilizado através da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, que é anualmente no mês de maio. Sendo assim, o sistema irá funcionar de forma semelhante ao da Nota Fiscal Paulistana. Dessa forma, o pagamento será feito através de crédito em conta corrente do titular responsável pelo automóvel.

Por Bruno Henrique

Carro elétrico

Foto: Divulgação


Na finalidade de atrair a atenção de potenciais consumidores, a Volkswagen do Brasil divulgou que as pessoas que adquirirem a picape Amarok receberão gratuitamente dois anos de seguro e um ano do Imposto sobre a Propriedade do Veículo Automotor (IPVA).

De acordo com o portal Quatro Rodas, os benefícios são válidos para compras realizadas do exemplar de cabine dupla Highline, entre os dias 15 e 31 deste mês. Em Tocantins, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás, locais em que o IPVA não é cobrado, a VW concede bônus no valor de R$ 3,5 mil para ser convertido em documentação, acessórios ou pagamento de mais um ano do seguro.

O preço sugerido à versão em questão é de R$ 119.490,00. O Highline é equipado com motor TDI biturbo, injeção direta de combustível, além de freios ABS para estilo off-road e controle automatizado de descidas, ou HDC.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Os motoristas de São Paulo receberam duas notícias distintas nos últimos dias. A primeira, positiva aos bolsos, relacionou que o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ficará mais baixo em 2011, e a segunda, no sentido oposto, que o valor do Seguro Obrigatório contra Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT) sofrerá acréscimo nesse mesmo ano (a todo o Brasil, neste caso).

Leia mais:

IPVA – Cálculo para efetuar o Pagamento – Informações

DPVAT – Reajuste nos valores em 2011

Com notícia semelhante, os condutores do Rio de Janeiro também se valerão da depreciação do valor venal de seus veículos automotores e pagarão, também em 2011, taxa menor do IPVA, mais baixa entre 6% e 7%.

De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado do Rio de Janeiro, a arrecadação do imposto para 2011 deve chegar a R$ 1,4 bilhão, quase sete vezes inferior à estimativa da Secretaria Fazenda paulista, de R$ 9,5 bilhões.

Artigo do portal de Economia UOL assinala que a dedução do valor no caso de pagamento à vista, para os cariocas, é de 10%. Assim como é realizado em São Paulo, existe possibilidade de parcelamento do tributo em três vezes.

Por Luiz Felipe T. Erdei





CONTINUE NAVEGANDO: