Fiat altera tabela de preços do Fiat Mobi.

O Mobi, modelo de entrada da Fiat disponível desde abril, teve sua tabela de preços reajustada pela primeira vez desde o lançamento neste mês de outubro. Depois de meses com boas vendas em agosto e setembro, inclusive batendo os números de seu rival, o Volkswagen Up!, o compacto de apelo urbano sofreu aumento de preços variando entre 1,49% e 1,51%, dependendo da versão.

O modelo mais básico, o Mobi Easy, que vem com motor Fire 1.0 EVO 8V Flex, com potência máxima de 73 CV (gasolina) / 75 CV (etanol) a 6.250 rpm, câmbio manual de cinco velocidades, rodas de 13 polegadas com calota, para-choques pintados na cor da carroceria, banco traseiro bipartido e rebatível, sistemas Drive by Wire, Lane Change e ESS, espelhos retrovisores com comando mecânico interno e para-sol com espelho para o passageiro, airbag duplo (motorista e passageiro) e freios ABS com EBD, subiu de R$ 31.900,00 para R$ 32.380,00.

Uma das versões intermediárias, o Mobi Like, traz motor Fire 1.0 EVO 8V Flex, com potência máxima de 73 CV (gasolina) / 75 CV (etanol) a 6.250 rpm, câmbio manual de cinco velocidades, rodas de 14 polegadas com calota, para-choques, retrovisores externos e maçanetas das portas pintados na cor da carroceria, grade dianteira pintada em preto brilhante, volante com regulagem de altura, banco traseiro bipartido e rebatível, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas nas quatro portas, alarme antifurto, ar condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, desembaçador do vidro traseiro, sistemas Drive by Wire, Lane Change e ESS, comandos internos para abertura do bocal de combustível e do porta-malas, espelhos retrovisores com comando mecânico interno, para-sol com espelho para o passageiro, airbag duplo (motorista e passageiro) e freios ABS com EBD. Seu preço subiu de R$37.900,00 para R$ 38.470,00.

A versão mais incrementada, o Mobi Way On, passou de R$ 43.800,00 para R$ 44.460,00. Ela vem com motor Fire 1.0 EVO 8V Flex, com potência máxima de 73 CV (gasolina) / 75 CV (etanol) a 6.250 rpm, câmbio manual de cinco velocidades, suspensão elevada, rodas de 14 polegadas de liga leve e desenho próprio, para-choques, retrovisores externos e maçanetas das portas pintados na cor da carroceria, grade dianteira pintada em preto brilhante, volante com regulagem de altura, banco traseiro bipartido e rebatível, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas nas quatro portas, alarme antifurto, ar condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, desembaçador do vidro traseiro, sistemas Drive by Wire, Lane Change e ESS, comandos internos para abertura do bocal de combustível e do porta-malas, espelhos retrovisores com comando elétrico Tilt-Down, sensores para estacionamento, barras longitudinais de teto, para-sol com espelho para o passageiro, faróis de neblina, airbag duplo (motorista e passageiro) e freios ABS com EBD.

Veja a lista completa de modelos e as alterações de preço que eles sofreram (sem adicionais):

  • Mobi Easy: Era R$ 31.900, foi para R$32.380
  • Mobi Easy On:- Era R$ 35.800, foi para R$36.340
  • Mobi Like: Era R$ 37.900, foi para R$38.470
  • Mobi Like On:Era R$ 42.300, foi para R$42.930
  • Mobi Way: Era R$ 39.300, foi para R$39.890
  • Mobi Way On: Era R$ 43.800, foi para R$44.460

Jaqueline Wanessa Freitas Melo


Modelo utiliza várias peças do Uno e chega para substituir o Uno Vivace e o Palio Fire.

Neste último sábado, dia 16 de abril de 2016, a renomada fabricante de veículos automotores Fiat deu início à comercialização do Mobi, o mais novo veículo subcompacto da marca. A chegada deste veículo no mercado nacional veio principalmente para substituir o Uno Vivace como modelo de entrada de marca, juntamente com o Palio Fire, que deve ter a fabricação gradualmente descontinuada.

Os preços de lançamento do Mobi variam de R$ 31,9 mil (versão mais básica) a R$ 43,8 mil (versão topo de linha). Este hatch subcompacto que é a mais nova aposta da Fiat possui 3,57 m de comprimento, uma largura de 1,63m, altura de 1,50m e distância entre-eixos de 2,30m.

O Mobi é um pouco menor que o Uno, haja vista que o Uno possui comprimento de 3,81m, largura de 1,67m, altura de 1,49 e distância entre eixos de 2,38m. Com relação à capacidade do compartimento de porta-malas, o compartimento do Mobi possui 235 litros, valor este que representa 55 litros a menos do que o compartimento do Uno.

O propulsor do Mobi é o velho e conhecido 1.0 flex 8v dotado de quatro cilindros, o qual consegue produzir uma potência máxima de 75 cavalos e um torque de 9,8 Kgfm, trabalhando juntamente com um câmbio manual de cinco velocidades. Em termos de comparação, este motor utilizado no Mobi é o mesmo que é comercializado nas versões mais em conta do Uno, mas segundo as notícias dos bastidores da própria fabricante, a empresa já está trabalhando a todo vapor no desenvolvimento de um novo propulsor mais moderno bicombustível de um litro dotado de três cilindros, que deverá ser lançado até o fim deste ano no próprio Uno e depois de algum tempo no Mobi.

Se formos analisar friamente, O Mobi nada mais é do que um irmão mais novo do Uno, uma vez que os dois modelos compartilham várias peças e acessórios, principalmente na parte interna. Ao todo, o Mobi será disponibilizado em quatro versões, sendo estas as seguintes: a Easy (que é a de entrada e custa R$ 31,9 mil), a Easy On (que custa R$ 35,8 mil), a Like On (que custa R$ 42,3 mil) e a versão topo de linha que é a aventureira batizada com o nome de Way, que conforme a configuração escolhida pelo consumidor, possui preços variando de R$ 39,3 mil até R$ 43,8 mil.

Por Adriano Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: