Projeto dobra a quantidade de carros para testes e deve agilizar o desenvolvimento da tecnologia

Foi fechado um acordo entre as empresas Google e Fiat Chrysler frente a uma parceria que tem como objetivo o desenvolvimento de 100 minivans que serão autônomas (não necessitam de motorista).

Essa é a primeira vez que o Google vai trabalhar de maneira direta com uma fabricante de automóveis que visando a integração do seu sistema de direção autônoma. Os veículos contarão com sensores e software da empresa gigante da internet.

A Fiat Chrysler foi na contramão de suas rivais como a Audi, Daimler e a BMW, e resolveu procurar uma empresa que é de fora do segmento automotivo para que seja desenvolvido o seu modelo de carro autônomo.

Atualmente, o grupo Fiat Chrysler conta com uma dívida líquida de mais de seis bilhões de euros. Segundo o presidente-executivo, Sergio Marchionne, houve algumas tentativas durante o período de mais de um ano para que fosse possível uma fusão com as rivais para que isso ajudasse na divisão de custos para esse desenvolvimento. Mas não houve sucesso.

A integração da tecnologia de direção autônoma nas minivans que serão desenvolvidas terá um trabalho conjunto dos engenheiros da Fiat Chrysler e do Google. Todo o trabalho será realizado em uma instalação em Michigan, local no qual a montadora conta com um centro de engenharia.

Esse acordo não vai excluir para que o Google ou a Fiat Chrysler deixem de assinarem acordos de cooperação frente a outras partes.

Com esses veículos da Fiat Chrysler, haverá um aumento de mais que o dobro da atual frota que o Google faz testes. Hoje, a empresa da internet conta com aproximadamente 70 automóveis esportivos que foram adquiridos da Lexus e outros pequenos protótipos que tiveram o desenho feito pelo Google. Todos estão sendo testados em quatro cidades dos Estados Unidos.

Carro do Google

Há dois anos o Google apresentou o seu primeiro protótipo de carro compacto que apresentava espaço apenas para duas pessoas. O seu funcionamento, em teoria, se dava apenas com as pessoas entrando no automóvel, quando apertar um botão e falar para onde queria ir era o suficiente para o mesmo começar a rodar. O trajeto era mostrado em uma tela no painel. A empresa mostra agora que aumenta a suas pretensões no segmento.

OSCAR ARIEL COLAÇO


Modelo renovado será vendido por R$ 204.900,00.

O Chrysler 300C foi anunciado nos últimos dias como um carro que passou por renovação e vai ser ofertado ao consumidor pelo valor de R$ 204.900,00.

Esse modelo chega ao mercado com as seguintes características:

  • Motor V6 com 3,6 litros e uma repaginada na sua programação eletrônica;
  • Potência de 296 cv e um torque de 36 kgfm, ou seja, são 10 cv e também 1,3 kgfm a mais do que o anterior (286 cv e 34,7 kgfm);
  • Realiza em 7,9 segundos um percurso de 0 a 100 km/h;
  • Apresenta uma velocidade máxima de exatamente 240 km/h;
  • Caixa de Câmbio Automática com 8 marchas;
  • Força do propulsor vai direto para as rodas traseiras;
  • Volante apresenta paddle-shifts;
  • Direção totalmente do tipo Elétrica e não mais como Eletro-hidráulica;
  • Para-choques redesenhados e com uma grade que denota uma projeção mais para a parte da frente;
  • Rodas de 20 polegadas totalmente redesenhadas;
  • Faróis principais que são de duplo xenônio e ainda contam com um nivelamento automático e com luzes que apresentam uma circulação diurna justamente de LED no formato da letra “C”, inicial da marca;
  • Faróis de Neblina que fica em uma faixa cromada que é abrigada em uma grade inferior;
  • Lanternas Traseiras que acompanharam a evolução da máquina e também foram redesenhadas;
  • Volante com um design renovado;
  • Tela de Multimídia localizada no centro do Painel, com 8,4 polegadas e que conta com algumas facilidades, que fazem com que o motorista comande de uma forma rápida o ar- condicionado que é apresentando em 2 zonas, juntamente com o GPS, o áudio e os bancos;
  • Computador de Bordo que apresenta uma tela multifuncional colorida do tipo TFT e possui exatamente 7 polegadas. Ele fica localizado entre o conta-giros e o velocímetro, tornando a navegação mais fácil e ainda mostrando com detalhes os demais dados de desempenho dessa máquina, com destaque para as informações a respeito da viagem como as coordenadas, a pressão exercida nos pneus, a temperatura do óleo do motor e também do câmbio, o telefone, etc;
  • Porta-malas com uma capacidade para 500 litros;
  • Acabamento inferior na cor preta;
  • Preço final na casa dos R$ 204.900,00.

Por Fernanda de Godoi

Chrysler 300C

Chrysler 300C

Fotos: Divulgação


Um carro elegante, robusto, que como quase todos os modelos da montadora norte-americana Chrysler conferem status ao seu proprietário. Esse é o novo modelo 300C que deverá chegar ao mercado brasileiro no final deste ano.

Tradicional e famosa por fabricar modelos luxuosos, neste novo 300C a montadora mantém seu estilo clássico e requintado fabricando um carro de desenho sóbrio, equilibrado e acima de tudo elegante. Mas enquanto o Chrysler 300C não chega aqui no Brasil é provável que ele faça suas primeiras aparições públicas no Salão do Automóvel de Detroit que se iniciou no dia 10 e vai até o dia 23 de Janeiro. E para o mercado norte-americano a montadora já divulgou as versões e preços que serão praticados.

O novo Chrysler terá quatro versões e dois tipos de motorização. A versão de entrada contará com propulsor Pentastar V6 e transmissão automática de cinco velocidades, partindo de US$ 27.995. Além da boa potência de 242 CV vários bons itens de série lhe dão bons níveis de segurança e conforto. A segunda versão, o 300 limited utiliza a mesma motorização da anterior e parte de US$ 31.995, contando com outros itens de série que não entram na primeira versão.

Compondo as duas versões finais a diferença está nos motores que nestas versões utilizam conjuntos 5.7 V8 HEMI que geram generosos 363 Cv de potência e podem vir com tração traseira ou integral. O modelo com tração integral sai por US$ 41.145 e com tração traseira US$ 38.995. Os itens de série destas duas versões são os mesmos de um pacote de opcionais, o Luxury Group, que também podem equipar a última versão dos modelos que utilizam o motor Pentastar V6.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carro Online





CONTINUE NAVEGANDO: