Algumas das principais características do novo modelo são a sua robustez e a maior capacidade de carga.

O ano de 2018 chega cheio de novidade no meio automotivo e a Volkswagen, é claro não poderia estar de fora deste fato.

Se você é daqueles consumidores que gostam de aventuras e deseja um carro que seja capaz de acompanhar o seu ritmo, então vai gostar do novo CrossFox 2018.

Para quem gosta de aventuras e espera um carro que responda às suas expectativas, então não vai se decepcionar. Isto é o que garante a montadora que promete uma linha que veio para dominar este tipo de segmento brasileiro.

Algumas das principais características do novo modelo são a sua robustez e a maior capacidade de carga.

Para começar, o novo design chama a atenção de qualquer consumidor. A Volkswagen resolveu adotar um estilo bem mais agressivo e o resultado foi uma versão em um estilo bem mais agressivo, mas sem perder a elegância e a sofisticação da linha.

Embora a Volkswagen ainda tente manter um certo segredo, o certo é que as imagens e as características do novo modelo já estão a ‘ rodar’ nos sites especializados sobre o assunto.

A data de um lançamento do novo Cross ainda não foi divulgada, porém, algumas características já podem ser notadas no novo modelo. Vamos a elas:

1 – Design mais arrojado;

2 – A dianteira ficou maior e a grade do motor já vem com detalhes cromados e em preto fosco brilhante;

3 – Suporte na dianteira com a presença de faróis auxiliares que desempenham a função de neblina e possibilitam um maior alcance neste tipo de condição;

4- Os faróis principais foram desenhados em um estilo mais alongado e são do tipo duplo com proteção principal no estilo de máscara negra;

5 – Na traseira, temos o aerofólio na mesma cor do veículo;

6 – Lanternas traseiras também em estilo mais escurecido;

7 – Espelhos retrovisores com efeito do tipo Chrome;

8 – Suspensão nas quatro rodas do tipo elevada.

Como dissemos, a empresa não divulgou ainda grandes detalhes sobre o veículo, o que só atiça ainda mais a curiosidades dos vários consumidores que aguardam por uma versão mais cheia de novidades.

Apesar da pouca informação, o que se pode saber é que uma das novidades da nova linha é tentar manter os seus ocupantes, a maior parte do tempo, conectados.

Dentre alguns dos vários itens já divulgados, podemos destacar a sua capacidade de conexão via Bluetooth.

Para quem quiser conhecer maiores detalhes sobre a nova linha,, basta acessar o seguinte endereço: http://proximocarro.com/crossfox-2018.

Apesar de nada de mais importante ter sido divulgado ainda, as fotos já divulgadas do novo veículo são realmente de chamar a atenção de qualquer consumidor.

Ele deverá vir de fábrica em duas versões: a álcool e a gasolina.

Na primeira versão, os testes mostraram um consumo de 7,4 km/l na cidade e de 8,1 km/l na estrada.

Já a versão a gasolina fez 10.3 km/l na cidade e 11,5 Km/l na estrada.

Outro grande mistério ainda é sobre qual o tipo de motor que vai ser adotado para o novo CrossFox.

Alguns especialistas estão apostando numa versão com um motor mais limpo, mais eficiente e que seja também mais econômico em relação ao modelo que já se encontra no mercado.

Com relação ao preço, este é outro item que permanece guardado sobre ‘sete chaves’.

Espera-se que este possa ser, com certeza, um pouco mais elevado em relação ao que é praticado atualmente no modelo atual.

Quem for se aventurar em comprar um modelo atual, deverá gastar algo em torno de R$ 65.000,00 a R$ 69.000,00. Talvez este seja o patamar semelhante que a nova linha deverá custar ao bolso dos consumidores brasileiros.

Por Emmanoel Gomes

Volkswagen CrossFox 2018


O novo Uno 2018 não conta com muitas novidades, mas possui equipamentos que atraem os usuários.

O Fiat Uno é um carro que já possui uma tradição no Brasil, não é mesmo? Sempre bonito, eficiente e com a qualidade Fiat, já conquistou muitos brasileiros. E a sua linha do ano de 2018 não deve sair por menos. Afinal, a Fiat caprichou no lançamento com muitas novidades. Continue lendo este artigo e conheça o Novo Fiat Uno 2018.

Em termos de estilo, o modelo de 2018 continua com a cara do de 2017, que já havia passado por algumas modificações. Dessa forma temos um carro com faróis do tipo monoparabolas dispostos em uma dianteira mais alta que vem equipada com uma grade de nível duplo. Seu para-choque possui molduras e linhas e apesar de parecer uma mistura incompatível os consumidores aceitaram bem.

Na traseira temos lanternas transparentes e um para-choque com um estilo mais robusto, assim meio esportivo, com difusor de ar e o escape cromado. As colunas planejadamente colocadas na posição vertical conferem ao carro mais robustez.

No seu interior encontramos um volante bem grande, até um pouco desproporcional. Os difusores de ar forma colocados de uma forma simpática e funcional, que é o mais importante. Porém, quase não é possível encontrar porta-copos. E no centro do teto temos um console. Os acabamentos são feitos em plástico, porém com a tecnologia easter eggs que fornece aos olhos uma melhor impressão. Pelo cluster pode-se facilmente visualizar informações, principalmente do computador de bordo que é além de ser bastante completo, possui alarme para pressão dos seus pneus.

As janelas do Uno são mais baixas, fazendo com que a visibilidade seja melhor para o seu condutor. Na parte dos passageiros o espaço é um pouco pequeno.

Como novidades da linha 2018 o Uno não apresenta tantas, mas talvez a grande novidade e vantagem esteja por conta de seus equipamentos, que tornam as versões mais interessantes.

Confira abaixo os equipamentos que acompanham as versões do Novo Fiat Uno 2018:

– Ar-condicionado;

– Volante com regulagem de altura e com detalhes em Grafite;

– Direção Elétrica com função CITY;

– Vidros elétricos dianteiros com sistema one touch e antiesmagamento;

– Limpador/lavador e desembaçador para o vidro traseiro;

– Rodas de aço com calotas aro 14 polegadas;

– Travas elétricas nas quatro portas;

– Airbag duplo;

– Freios com EDB e ABS;

– Computador de bordo;

– Pneus 175/65 R14;

– Visual personalizado;

– Câmbio automatizado GSR-Comfort;

– Kits opcionais.

– Entre outros.

Em termos de consumo temos números diferentes, de acordo com a motorização da versão.

Na cidade, o Uno motor 1.0 faz 9,2 km por litro de álcool e 13,1 km por litro de gasolina; a versão com motor 1.3 faz 9,2 km por litro com álcool e 12,9 km por litro de gasolina; e, por último, o motor 1,3 GSR faz 9,3 km por litro de álcool e 13,2 km por litro de gasolina.

Já na estrada o motor 1.0 faz 10,4 km por litro de álcool e 15,1 km por litro de gasolina; o motor 1.3 faz 10,1 km por litro de álcool e 14 km por litro de gasolina; já o motor 1.3 GSR faz 10, 1 km por litro de álcool e 13,7 km por litro de gasolina.

Se interessou pelo Novo Fiat Uno 2018? Veja abaixo as versões e os preços da linha 2018:

– Novo Fiat Uno Drive 1.0 2018: Saindo por R$ 42.980;

– Novo Fiat Uno Way 1.0 2018: Saindo por R$ 44.150;

– Novo Fiat Uno Way 1.3 2018: Saindo por R$ 49.120;

– Novo Fiat Uno Way 1.3 GSR 2018: Saindo por R$ 53.630;

– Novo Fiat Uno Sporting 1.3 2018: Saindo por R$ 51.080;

– Novo Fiat Uno Sporting 1.3 GSR 2018: Saindo por R$ 55.580.

Por Sirlene Montes

Fiat Uno 2018


O Jeep Renegade 2018 traz alguns acessórios novos, que não tinha em sua versão passada, e que o tornaram mais completo e apaixonante.

O Jeep Renegade 2018 é um carro que foi criado para ter resistência sobre as 4 rodas e dar conforto a seus usuários. Além de ser um carro bem conhecido por suas versões anteriores por ser bem robusto. E por isso ele consegue se sair bem em locais que causam grandes impactos, tornando a direção do condutor mais agradável e segura.

Conheça os itens novos do Jeep Renegade 2018

Esse carro traz alguns acessórios novos, que não tinha em sua versão passada, e que tornaram esse carro mais completo e apaixonante. Quem tem uma queda por esse carro, vai se identificar com o que estou falando. Então vamos conhecer os itens novos:

– Tomada 12 V no porta-malas

– Porta-óculos

– Câmera de ré

– Ar-condicionado digital de duas zonas

– Bancos do passageiro rebatível com seu porta-objeto sobe o assento

– Alertas para troca de marchas no volante

– Comando de voz

– Tapetes

– Maçanetas e retrovisores pintados na cor da carroceria

– GPS

– Volante revestido em couro

– Rack de teto

– Uconnect multimídia com tela de 5 polegadas

Conheça os itens de série que já faziam parte da linha anterior

Os itens de série do Jeep Renegade da versão anterior são perfeitos também, e tornam o carro ainda mais capacitado e completo. Veja os itens de série que já faziam parte da versão anterior.

– Banco traseiro bipartido (60/40) e rebatível

– Freio e disco a disco nas 4 rodas com ABS

– Velocidade média e tempo de percurso

– Gancho de fixação no porta-malas

– Controle eletrônico de estabilidade

– Volante com comandos do sistema de som e Bluetooth

– Controle de tração

– Direção elétrica

– Freio de estacionamento eletrônico

– Faróis de neblina

– Alerta de limite de velocidade e muitos outros.

Conhecendo sobre o motor da versão de entrada do Jeep Renegade

O motor do Jeep Renegade 2018 é o mesmo da versão passada que é o motor 1.8 Flex. É um motor potente que atende as expectativas dos consumidores. Ele faz até 139 cv e em sua potência. Seu torque máximo é 19,3 kgfm se abastecido com etanol e gasolina. Com esse motor se consegue uma aceleração máxima de 182 km/h em 10,2 segundos. Então podemos afirmar que ele é um carro muito potente.

Jeep Renegade 2018 tem muita beleza exterior

Apesar de ser um carro muito robusto e que foi projetado para aguentar estradas de alto impacto, ele também possui uma beleza externa que não passa despercebida.

Qual o valor desse carro?

O Jeep Ranegade tem 9 opções de escolha, então vamos falar apenas algumas das versões e assim tentar ajudar ao consumidor a escolher qual o seu tipo de ideal.

– Jeep Renegade Custom 1.8 MT5 2018 – R$75.990,00;

– Jeep Ranegade Sport 1.8 AT6 2018 – R$91.490,00;

– Jeep Longitude 2.0 AT9 4X4 2018 – R$120.490,00.

Carro que faz ultrapassagem sem nenhum esforço

Para os condutores que gostam de fazer ultrapassagem sem esforço, esse carro é muito indicado. Pois ele consegue ter um desempenho incrível na cidade e na estrada ele permite uma viagem bem confortável. Ele não faz giro elevado e por isso torna a viagem bem segura.

Veja o consumo médio do Jeep Renegade

A nova versão do Jeep Renagade tem um bom consumo médio, é um carro potente e que não gasta tanto combustível quanto o esperado. Veja o consumo médio dele logo abaixo:

Veja o consumo da versão 1.8 Flex manual

Na estrada 7,6 km/l com álcool e 11,2 km/l com gasolina

N a cidade 7,3 km/l com álcool e 10,6 km/l com a gasolina

Análise final sobre o Jeep Renegade

Ele é um carro muito potente, com ótimos itens de série e que tem várias versões a serem escolhidas. Por isso pode ser o seu melhor investimento!

Por Cristiane Amaral

Jeep Renegade 2018


A nova linha está com um design mais moderno, equipada com direção elétrica e direção hidráulica convencional.

Quem já dirigiu um modelo da Volkswagen sabe o quanto a montadora se preocupa em desenvolver carros que ofereçam conforto, segurança e eficiência aos seus ocupantes e o Voyage é um modelo que já possui uma tradição no Brasil. Desse modo, se você é um fã desse supermodelo, conheça abaixo todas as informações sobre a linha Voyage 2018 que está um arraso.

O modelo da linha 2018 chega ao mercado brasileiro trazendo algumas novidades na sua mecânica para chegar ao mesmo nível que outros modelos e partir para briga com seus concorrentes que são o Hyundai HB20S e o Chevrolet Prisma.

Além disso, teremos um carro que apresenta um design mais moderno, equipado com direção elétrica e direção hidráulica convencional.

Por dentro os ocupantes poderão contar com mais espaço. Haverá a opção de banco traseiro bipartido.

Em termos de tecnologia temos volante multifuncional e um moderno painel.

Como a maioria dos compradores antes de fechar a compra deseja saber quais os equipamentos que o modelo oferece. Veja abaixo alguns dos itens do Novo Voyage 2018:

Características do VW Voyage 2018

  • ESS: Sistema de alerta de frenagem de emergência;
  • 2 airbags (um para passageiro e um para o motorista);
  • Apoios de cabeça traseiros (2);
  • Luzes de leitura traseiras (2);
  • Antena no teto;
  • ABS;
  • Ar- condicionado;
  • Ajuste de altura para o banco do motorista;
  • Encosto rebatível no banco traseiro;
  • Desembaçador para o vidro traseiro;
  • Direção assistida;
  • Faróis com máscara escurecida;
  • Direção hidráulica;
  • Porta-malas com iluminação;
  • Painel de instrumentos equipado com conta-giros, velocímetro e também marcador do nível de combustível;
  • Para-sol equipado com espelho para passageiro;
  • Pneus 185/65 r14;
  • Encosto do banco do passageiro com porta revistas;
  • Tomada 12 v no console central;
  • Preparação para sistema de som com fiação;
  • Travamento elétrico das portas;
  • Retrovisores com comando interno manual;
  • Vidros dianteiros elétricos;
  • Rodas de aço aro 14″ com calotas;
  • Marcador do nível de combustível e velocímetro;
  • Vidros e travas elétricas;
  • Entre outros.

E para deixar os ocupantes do novo Voyage ainda mais seguros, a Volkswagen oferece vários itens de segurança. Confira a seguir:

  • Chave canivete;
  • Direção hidráulica;
  • ABS: freios com sistema antitravamento;
  • EBD: distribuição eletrônica de frenagem;
  • Airbags;
  • Faróis de neblina;
  • Travamento elétrico das portas.
  • Espelhos retrovisores externos equipados com luzes indicadoras de direção integradas;
  • ESS” – alerta de frenagem de emergência;
  • Sistema infotainment “Composition Touch” com mirrorlink;
  • Keyless”: sistema de alarme com comando remoto;
  • Piloto automático com controle automático de velocidades;
  • Park Pilot – sensor de estacionamento traseiro;

Em relação à motorização do novo Voyage temos um motor de 1.0 com 3 cilindros e câmbio manual de cinco marchas que oferece uma potência de 75 cavalos abastecido com gasolina e 82 cavalos abastecido com álcool.

O motor de 1.6 possui 4 cilindros e sua potência é de 101 cavalos com gasolina e 104 cavalos abastecido com álcool. Pra ele existe a opção de câmbio automático de cinco marchas ou câmbio manual também de cinco marchas.

A média de consumo do motor 1.0 é de 8,7 km por litro de álcool na cidade e 12,9 km por litro de gasolina. Na estrada temos 8,5 km por litro de álcool e 15,4 km por litro de gasolina.

Por sua vez o motor 1.6 oferece uma média de consumo de 7,5 km por litro de álcool na cidade e 11,1 km por litro de gasolina. Já na estrada temos 10,5 km por litro de álcool e 15,4 km por litro de gasolina.

Confira abaixo todas as versões da linha Volkswagen Voyage 2018 e seus respectivos preços:

  • Novo Voyage 1.0 Trendline flex 2018: por R$ 43.600,00;
  • Novo Voyage 1.6 Trendline flex 2018: por R$ 46.890,00;
  • Novo Voyage 1.0 Comfortline flex 2018: por R$ 48.950,00;
  • Novo Voyage 1.6 Comfortline flex 2018: por R$ 52.350,00;
  • Novo Voyage 1.6 Comfortline I flex 2018: por R$ 55.650,00;
  • Novo Voyage 1.6 Highline flex 2018: por R$ 57.990,00;
  • Novo Voyage 1.6 Highline I flex 2018: por R$ 61.290,00.

Por Sirlene Montes

Volkswagen Voyage 2018

Volkswagen Voyage 2018


O novo modelo Creta possui um bom espaço interno e o modelo de motor 2.0 estará disponível tanto com câmbio manual como com automático.

O modelo Creta 2018 da Hyundai vem nas seguintes versões: Hyundai Creta Attitude 1.6 MT que custará o valor de R$73.990; Hyundai Creta Attitude 1.6 AT (versão exclusiva p/ Portadores de Necessidades Especiais) que custará R$69.990; Hyundai Creta Pulse 1.6 MT que custará R$ 78.790; Hyundai Creta Pulse 1.6 AT que custará o valor de R$ 85.740; Hyundai Creta Pulse Plus 1.6 AT que custará R$ 89.990; Hyundai Creta Pulse 2.0 AT que sairá no valor de R$ 92.490 e Hyundai Creta Prestige 2.0 AT que terá o valor de R$ 99.990.

O modelo Creta possui um bom espaço interno e o modelo de motor 2.0 estará disponível tanto com câmbio manual como com automático.

Seu design é robusto, a parte frontal é elevada, o para-choque tem novos contornos e vem com faróis de neblina.

A parte traseira tem lanternas bipartidas e seu teto é reto com vigas grossas.

Na parte interna do modelo, os tons são de preto e tungstênio, cada porta tem puxador personalizado e uma base de alavanca bem trabalhada.

O painel de instrumentos é completo e sua apresentação é clara. A multimídia vem com tela de 7” que tem o Android Auto, OnCar, CarPlay e o MirrorLink foi substituído por um outro sistema de espelhamento.

Possui ainda ar-condicionado que é automático, volante com funções de ajuste de altura e ajuste de profundidade, piloto automático e é revestido com couro. Os vidros e os espelhos externos têm comandos bem posicionados.

Os bancos do modelo são bem confortáveis, além de que, o banco do motorista tem ainda ventilação. Os bancos da parte de trás são bipartidos e vem com difusores centrais de ar.

Ainda sobre a parte interna, o espaço é bem amplo na parte de trás e conta com cintos, apoio de cabeça, Top Tether e Isofix.

Em seu combo de equipamentos, vem 6 airbags, controle de estabilidade, controle de tração, rodas com aro 16 ou 17” de liga leve, entre outros.

Em relação às novidades, a versão Pulse Plus é inédita. Ela é intermediaria, ficando entre as versões pulse motor 1.6 e a prestige motor 2.0

Segue abaixo a lista de equipamentos de cada versão do Hyundai Creta de 2018.

Hyundai Creta Versão – Attitude

Duplo airbag, freio ABS, Isofix, alerta do cinto de segurança para o motorista e para o passageiro, alarme, ar-condicionado, ajuste de profundidade e de altura no volante, regulagem de altura para o banco motorista, direção elétrica, trio elétrico, telecomandos na chave canivete, computador, o sist. multimídia possui entrada USB, rádio AM/FM e conexão Bluetooth, rodas liga-leve com aro de 16”, volante multifuncional; acabamento da grade frontal em cinza; painel nas cores preto e cinza, câmbio com alavanca de couro entre outros.

Hyundai Creta Versão – Pulse

Além dos itens já citados acima, essa versão ainda possui controle eletrônico e gerenciamento de estabilidade, controle de tração, assist. de partida na rampa, sinalização para frenagem de emergência, farol neblina, sensor traseiro de estacionamento, acabamento com tecido nas portas e com couro nos apoios de braço.

Na versão Pulse 1.6 e com câmbio automático, são acrescentadas ainda, rodas diamantadas com 17”, acabamento cromado na grade e volante com comandos. O modelo pulse de motor 2.0, também tem luz diurna em LED, faróis c/ iluminação lateral e com projetor, a luz de posição é em LED, a traseira possui saída de ar, entre outras.

A nova versão, Pulse Plus, vem com GPS, câmera de ré, multimídia blueNav com uma tela 7” e com conectividade por Apple CarPlay e Android Auto.

Hyundai Creta Versão – Prestige

Além dos itens já citados, essa versão vem com airbags de cortina e laterais, alarme volumétrico, ventilação no banco do motorista, bancos com acabamento de couro na cor marrom, volante com acabamento de couro, painel nas cores preto e marrom, computador que vem com a função de ajuste do veículo, rebatimento elétrico nos retrovisores, acendimento automático nos faróis, o sist. multimídia blueNAV tem tela de 7” e é sensível ao toque, tem ainda navegador integrado, Apple CarPlay, Android Auto, entrada USB e Bluetooth, novos comando no volante, câmera de ré, entre outros.

Em relação ao consumo, a versão Creta 1.6 manual faz 7,6 km por litro com o uso do etanol e 10,4 km por litro com gasolina na cidade. Já na estrada 8,2 km por litro com o uso de etanol e 11,7 km por litro com o uso de gasolina.

O modelo Creta 1.6 automático faz 7,1 km por litro com etanol e 10,1 km por litro com o uso de gasolina na cidade. Na estrada ele faz 8,2 km por litro com uso de etanol e 11,3 km por litro com gasolina.

A versão Creta 2.0 automático faz 6,9 km por litro com o uso de etanol e 8,2 km por litro com o uso de gasolina. Na estrada ele faz 10 km por litro com etanol e 11,4 km por litro com gasolina.

Será oferecido para o Hyundai Creta 2018, uma garantia de 5 anos, sem limite de km. As revisões deverão acontecer de forma periódica até 60 mil km com preços fixos.

Por Rosângela Rodrigues

Hyundai Creta 2018


Confira aqui todos os detalhes sobre o novo BMW X1 2018.

A linha BMW X1 2018 vem para trazer modernidade, muita beleza e potência com seu motor turbo. Não é novidade que esse carro é muito moderno e indicado para pessoas que prezam por um carro de última geração. Quem conhece as versões da BMW X1 sabe que esse carro segue melhorando todas versões que são lançadas. E é isso que vamos encontrar na versão 2018.

Veja os itens de série da versão de entrada da BMW X1 2018

Os itens de série da versão mais simples da BMW X1 2018 são bem interessantes e de encher os olhos. A marca investiu nesses detalhes para tornar esse carro ainda mais especial. Conheça os itens de série logo abaixo:

– Rack de teto preto

– Navegador de GPS

– Faróis Full LED

– Tração dianteira

– Função de memória para o motorista

– Multimídia BMW ConnecteDrive

– Câmbio automático de 8 velocidades

– Pacotes de luzes internas

– Rodas de liga leve aro 18

– Acabamento interno em Oxide Silver Dark com detalhes em preto High- Gloss

– Bancos dianteiros com ajustes elétricos

E muitos outros.

Carro com detalhes interessantes

Quem conhecer esse carro, de cara vai perceber alguns detalhes bem interessantes. Além disso, o carro acaba se tornando equipado e mais moderno. Veja abaixo quais são esses detalhes:

– Ar condicionado dual zone

– Detalhes em alumínio escovado

– Console central com comandos Eco Pro e Sport Comfort

– Posição de marchas iluminadas

– Console central com comandos dos freios

– Personalização da iluminação interna

– Gráficos coloridos

– Acabamento com matérias emborrachadas

– Grafismo clássico com iluminação laranja

– Botão de partida com desativação do start&stop

E muito mais.

Informações sobre o motor

O motor da BMW X1 2018 é considerado muito potente e segue a ideia das linhas das versões passadas. Seu motor é o 2.0 TwinPower, que consegue fazer 192 cavalos. O carro possui câmbio automático com 8 marchas, o que facilita a vida do motorista, dando a liberdade dele escolher a melhor velocidade em seu trajeto. Ele tem 28,5 cv de torque, o que reafirma sua potência.

Carro ideal para ser pilotado no asfalto

A BMW X1 2018 é indicado para ser pilotado em asfalto, nesse tipo de estrada esse carro tem seu melhor desempenho, aliás, sua potência fica bem evidente em uma estrada longa, pois o condutor pode acelerar ao máximo e sentir a velocidade do carro. A velocidade máxima da versão de entrada é de 225 km/h em 7,7 segundos. É uma ótima potência não é mesmo?

Veja o consumo médio desse carro

Esse carro tem um ótimo consumo médio na opção da estrada e na cidade. Veja abaixo:

Consumo médio na estrada de 13,0 km/l com gasolina e 9,0 km/l com etanol.

Consumo médio na cidade de 10,3 km/l com gasolina e 7,0 km/l com etanol.

Preços das versões da BMW X1 2018

A marca disponibiliza 3 versões distintas da BMW X1 2018. Os valores são de acordo com seus itens, motor, acessórios e outros detalhes. A boa notícia é que cada versão tem o preço que cabe no bolso dos usuários. Quem deseja comprar uma BMW X1 2018 sabe de sua qualidade e consequentemente a média que irá gastar na compra desse carro. Então vamos aos valores:

– BMW X1 xDrive25i Sport 2018- R$224.950,00

– BMW X1 xDrive20i X Line 2018- R$199.950,00

– BMW X1 sDrive20i GP- R$184.950,00

BMW X1 2018 é um carro de muita qualidade e por isso vale apena compra-lo!

Escrito por Cristiane Amaral


Veja aqui mais detalhes sobre o novo Ford Fusion 2018.

Quer um sedã de luxo com tudo que você tem direito? Pois está chegando o novo Fusion 2018, que em breve estará no mercado brasileiro com uma forte aposta após as melhorias recebidas na parte estética e mecânica do veículo, buscando a preferência daqueles consumidores mais exigentes. Além das mudanças, o carro ainda recebeu itens novos de um automóvel autônomo, uma das grandes tendências mundiais no setor automobilístico.

Então, ficou curioso e quer saber mais sobre o novo Fusion 2018. Dá uma conferida nessa matéria especial que preparamos para você.

Mudanças no Novo Fusion 2018

Após uma década de seu lançamento no Brasil, o Fusion busca com as alterações ser a maior referência no que diz respeito à alta potência e tecnologia. Porém, em um primeiro momento é importante ressaltar que ainda não será disponibilizada por aqui a versão híbrida do veículo, lançada oficialmente no mercado norte-americano, no qual o carro teve uma reestilização completa e ganhou inclusive um novo painel com um seletor para as alterações de transmissão automática.

Essas características do modelo ainda precisam ser aguardadas por aqui, com previsão de chegada daqui a, pelo menos, 3 anos. Então, enquanto isso não acontecer no mercado nacional, há especulações de que o novo Fusion apresentará um motor Ecoboost 2.5 flex, isso na sua versão mais barata, rendendo a capacidade de até 330 cavalos de potência, com retoques na parte externa e central multimídia Sync 3. Com isso, tem-se um veículo muito mais sofisticado e moderno.

Além dessa mudança, o automóvel ainda vem com outras alterações. São elas: piloto automático com adaptação Stop & Go; Sistema Ford Power que garante a partida do veículo sem a necessidade de chave e um espaço interno muito maior, com largura total de 2,12 metros e porta malas com capacidade de até 514 litros.

Itens de série do Fusion 2018

Uma das grandes estratégias da Ford adotadas para o aumento nas vendas do Fusion 2018 foi a de apostar em acessórios que acrescentem valor ao carro. Sendo assim, entre os itens de série disponíveis para qualquer versão do modelo estão: AppLink, Conectividade Car Play e sistema Android Auto, SYNC 3 11 de alto falantes, faróis com acendimento de forma automática em LED, ar condicionado com controle digital no motorista e passageiro, retrovisores com rebatimento elétrico, retrovisores eletrocrômicos, ajuste de banco elétrico em 10 posições, controle de tração, câmbio de transmissão automática em 6 velocidades, porta com sensor e acesso inteligente, cintos infláveis, bancos e portas com revestimento em couro, sistema de controle de estabilidade, 8 airbags localizados na parte lateral, frontal, joelho e cortina e rodas de liga leve de 18 polegadas.

E nas versões de topo de linha, ainda é possível adquirir outros acessórios como: tomada de 110 v, teto solar, sensor dianteiro para estacionamento, tração inteligente nas quatro rodas, piloto automático adaptativo com sistema Stop & Go, sensor dianteiro de estacionamento, alerta de colisão e assistente autônomo para frenagem, assistente autônomo para detecção de pedestres, entre outros.

Versões e Preços do Novo Fusion 2018

São no total seis versões do Fusion 2018, cada uma com um preço diferenciado pela composição. Sendo assim, o topo de linha, o Titanium Hybrid, chega ao mercado pelo preço de R$ 163.700. Na sequência, o Titanium 2.0 EcoBoost AWD é comercializado por R$ 158.700.

As demais versões são: Titanium 2.0 EcoBoost por R$ 141.700; SEL 2.0 EcoBoost com Teto Solar por R$ 132.700; SEL 2.0 EcoBoost por R$ 128.700; e, por fim, o Fusion 2.5 Flex por R$ 124.700.

As cores disponíveis são: Azul Belize, Prata Sevilla, Vermelho Vermont, Cinza Moscou, Preto Asturias, Prata Dublin e Branco Sibéria.

Kellen Kunz


Veja aqui mais detalhes sobre o Mitsubishi Outlander 2018.

Para todos os fãs e admiradores da marca Mitsubishi, o ano de 2018 começou trazendo grandes novidades principalmente aos apreciadores da linha Outlander.

Anunciado desde o ano passado, a nova geração das SUVs de grande porte chega ao mercado trazendo muitas novidades e inovações que prometem deixar os seus consumidores cada vez mais encantados com a nova linha.

Todas as mudanças feitas pela montadora mostram, além do comprometimento com o objetivo de oferecer carros que possam trazer cada vez satisfação e segurança, uma visão atenta do mercado para com a demanda em constante evolução de seus usuários.

Os consumidores mais atentos poderão verificar facilmente todas as novidades da linha 2018 disponíveis e que incluem desde mudanças no visual do novo modelo até melhorias feitas na mecânica e motorização , com a possibilidade de trazer mais economia , conforto e segurança para quem está a bordo deste veículo.

Para quem estiver interessado em saber mais sobre o que mudou, vamos dar alguns detalhes no decorrer deste artigo.

O novo design e visual mais atualizado da nova linha 2018 da Outlander

Se você é daqueles usuários que gostam de um visual mais novo a cada modelo, então vai gostar da nova versão 2018.

A nova Outlander vem com linhas mais arredondadas e com um novo visual em suas lanternas, tanto na frente quanto na traseira.

Os novos designs foram concebidos para acompanhar o novo design cada vez mais refinado, fluído e sofisticado.

Apesar de linhas mais finas e delgadas, a nova Outlander mostra um visual, antes de tudo, mais robusto e agressivo.

Outro detalhe que chama a atenção são os novos faróis de neblina que foram redesenhados para combinar com o conjunto mais imponente que compõe a nova frente do modelo.

Detalhes internos do novo modelo Outlander 2018

Outro ponto alto da nova Outlander é o seu maravilhoso e confortável espaço interno.

Não precisa nem falar muito para dizer que o conjunto luxuoso de seus sete lugares em bancos de couro legítimo compõem o visual de fino acabamento do novo modelo. Vale lembrar que dependendo da cor escolhida pelo consumidor, as cores dos bancos podem variar em função do mesmo.

Outros detalhes que compõem o visual interno moderno e sofisticado são os seguintes:

1 – Banco do motorista com ajuste elétrico;

2 – Ar condicionado digital

3- Teto solar;

4- Computador de bordo;

5- Air Bags frontais;

6 – Volante com sistema multifuncional;

7 – Direção elétrica;

8 – Central multimídia localizada no painel frontal do veículo;

9 – Câmera de ré;

10 -Sensor de estacionamento

Nova Outlander 2018 – Motor e Câmbio da nova versão 2018

Para os consumidores que gostam de potência, a nova Outlander vem com duas versões diferentes de motores disponíveis para todos os bolsos:

1 – Motor 2.2 Turbo Diesel de quatro cilindros com 165 Cavalos de força

2 – Motor 3.0 V6 com 240 cavalos de força

A nova Outlander 2018 vem com tração nas quatro rodas (tipo AWD) e sistema de transmissão automática com seis marchas, com câmbio do tipo CVT.

Se você se preocupa com a quantidade de combustível que um veículo consome na hora de optar por um determinado modelo, então aqui vai uma boa notícia da própria Mitsubishi.

A versão 2018 da Outlander é cerca de 20 % mais econômica do que seus concorrentes.

Segundo a própria Mitsubishi, o consumo do modelo na estrada ficou em aproximadamente 13, 5 Km por litro de Diesel. Nas cidades, este consumo foi de 11 Km por litro de Diesel .

Outlander 2018 – Preços praticados no Brasil

Se você está pensando em comprar o seu modelo, então é bom ir preparando a sua conta bancária. A nova versão poderá custar em entre R$ 136.000,00 (na versão considerada mais básica) até cerca de R$ 200.000,00 (para a versão mais sofisticada, a 2.2 do tipo Full).

Emmanoel Gomes


Conheça aqui mais detalhes sobre o Novo Mercedes Classe C 2018.

Sempre que falamos de carros de luxo, logo nos lembramos dos luxuosos carros da Mercedes Benz. E se você é um admirador desse tipo de veículo, conheça agora a Nova Mercedes Classe C do ano de 2018, que acaba de chegar com a promessa de ser mais uma campeã de vendas da sua categoria.

A nova Mercedes chega com um design inovador e inspirador. Ele oferece uma condução mais dinâmica em uma nova configuração e ainda mais sofisticação.

O Classe C do ano de 2018 já está em sua quinta geração e chega oferecendo uma combinação de eficiência e redução da emissão de gases poluentes na atmosfera.

Os destaques dessa nova linha ficam por conta de um moderno sistema de ignição múltipla, além de injeção direta. Com o uso de tecnologia de ponta, as velas podem produzir até quatro descargas, o que permite que a queima da mistura de ar e combustível ocorra melhor dentro dos cilindros.

Como novidade dessa linha temos uma motorização com versões de 1.6, que oferece 156 cavalos de potência e capacidade máxima de 25,5 kgfm.

Em termos de média de consumo da Mercedes Classe C 2018, em decorrência da grande oferta de versões, o consumo médio também apresenta algumas variantes, tanto na cidade quanto na estrada.

Pois bem, de modo geral, partindo da versão de entrada até a mais cara, abastecida com etanol a média parte de 7 km por litro rodando na cidade. Já com gasolina essa média sobe para até 10,2 km por litro.

Já rodando na estrada, com álcool a média de consumo parte de 9,2 km por litro e com gasolina fica em até 13,6 km por litro.

Os carros novos realmente atraem muito os consumidores, principalmente quando estes conhecem os itens de série dos modelos em questão. Sendo assim, se esta também for a sua curiosidade, veja abaixo alguns dos equipamentos de série que acompanham as versões da Nova Mercedes Classe C:

– Acabamento em alumínio;

– Ar-condicionado automático de 2 zonas;

– Detalhes na cor preto brilhante;

– Sistema Adaptive brake;

– Câmbio automático 7g-tronic plus/ Câmbio automático 9g-tronic composto por nove marchas. ;

– Assistente de ventos transversais;

– Eco start/stop;

– Bancos em revestimento ártico;

– Multimídia áudio 20 (GPSs, Bluetooth, cd, USB);

– Detector de fadiga do motorista;

– Iluminação interna personalizada;

– Faróis full led;

– Painel com acabamento black-piano em alumínio;

– Suspensão comfort;

– Sistema de áudio com navegação Garmin Map Pilot;

– Piloto automático e limitador de velocidade;

– Sete airbags incluindo joelhos do motorista;

– Pneus 225/45 r17;

– Touchpad;

– Navegação Garmin;

– Entre outros.

A Mercedes Benz também se preocupa com a segurança das pessoas, por isso veja abaixo alguns dos itens de segurança que equipam suas versões:

– Assistente de ventos transversais;

– Ar-condicionado tipo dual zone;

– Sistema dynamic select;

– Assistente ativo de estacionamento equipamento com parktronic;

– Suspensão amg ride control;

– Bancos com revestimento ártico;

– Touchpad;

– Visor head-up;

– Controle touchpad ;

– Keyless GO;

– Iluminação interna personalizada;

– Entre outros.

É importante que antes de fechar a compra você conheça todas as versões da linha do ano de 2018, pois assim você poderá escolher a versão que mais tem a ver com seu estilo.

Depois de tantas informações interessantes sobre este super lançamento, conheça abaixo os preços de todas as versões da Nova Mercedes Classe C 2018:

– Mercedes-Benz C180 2018: Saindo por R$ 178.900;

– Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2018: Saindo por R$ 178.900;

– Mercedes-Benz C180 Exclusive 2018: Saindo por R$ 187.900;

– Mercedes-Benz C180 Estate 2018: Saindo por R$ 187.900;

– Mercedes-Benz C250 Avantgarde 2018: Saindo por R$ 205.900;

– Mercedes-Benz C250 Sport Coupé 2018: saindo por R$ 275.900;

– Mercedes-Benz C300 Sport 2018 : Saindo por R$ 248.900;

– Mercedes-Benz C300 Cabriolet 2018: Saindo por R$ 317.900.

Sirlene Montes


Conheça aqui mais detalhes sobre o Novo Ford Focus Hatch 2018.

Que a Ford é a fabricante de carros bonitos, eficientes e econômicos, disso todo mundo já sabe. Afinal, são anos de história desenvolvendo os melhores modelos para todo o mundo.

Agora, com muitas inovações, a Ford nos apresenta o Novo Focus Hatch 2018, que após um longo tempo sem passar por alterações, chega com mudanças bastante interessantes.

A linha 2018 também vai surpreender pela sua variada gama de itens de série, que revelam a preocupação da fabricante em oferecer tecnologia, conforto e segurança.

São detalhes que fazem do Focus 2018 um modelo altamente competitivo.

Na linha 2018 do Ford Focus Hatch teremos duas versões que oferecem dois tipos de motorização, equipados com 3 ou 4 cilindros e que oferecem bastante potência.

O esportivo da Ford vem equipado com rodas de aro de 17” de liga leve. Seu interior foi inspirado em carros de corrida, de modo que seus bancos também apresentam um estilo mias esportivo e os instrumentos podem ser facilmente acessados pelo motorista.

O volante também recebeu revestimento em couro, assim como os bancos, o que proporciona um visual muito bonito, além claro do conforto para motorista e ocupantes, que no caso podem ser até 5.

Em relação à segurança, o Focus 2018 é um Hatch que possui uma estrutura bastante forte e robusta, tanto que chegou a ser premiado no evento Latin NCAP quando foi considerado um dos veículos que oferecem mais segurança da sua categoria.

Outro destaque do modelo fica por conta de seu sistema de frenagem, que é autônomo e possibilita que os freios sejam acionados automaticamente quando há a possibilidade de uma colisão. Esse sistema funciona a partir de sensores que foram instalados no para-brisa do veículo e que captam todo o movimento do trânsito o tempo todo.

Em termos de tecnologia, o novo Focus possui entre muitas inovações um moderno sistema multimídia que possibilita uma grande interação com o carro, por meio de uma tela sensível ao toque de 8”. Confira abaixo o que o Focus 2018 conta em termos de tecnologia:

– Conectividade com Apple Carplay e Android Auto;

– AppLink que favorece o uso dos aplicativos do aparelho celular.

– Bluetooth e USB ( com 2 entradas);

– Comando de voz;

– Estacionamento automático que auxilia o motorista nas manobras realizadas na saída e entrada de vagas;

– Navegador GPS em Língua Portuguesa;

– Entre outros recursos.

O Ford Focus Hatch 2018 oferece motor em duas opções, um SIGMA FLEX 1.6, que oferece 135 cavalos de potência e que foi classificado como um carro muito econômico. O outro é o com motor Direct Flex 2.0, que oferece 178 cavalos de potência.

Ambos possuem dupla embreagem, com transmissão de 6 velocidades e mudança de marcha manual, através das borboletas que estão no volante.

Ele é um carro que oferece uma direção muito confortável, com a possibilidade de ajuste do volante de acordo com a velocidade. Outro destaque se refere à comodidade que o condutor e seus passageiros contam, uma vez que as irregularidades dos terrenos não podem ser sentidas.

Em relação ao consumo de combustível, com gasolina o Focus 2018 faz 10,8 km por litro na cidade enquanto que na estrada ou no campo sua média é de 13,6 km por litro.

Conheça agora os itens de série que acompanham as versões:

– Cargo Box;

– Dispositivo antifurto para as rodas e para o estepe;

– Cadeirinha para Pet;

– Go box: bolsa organizadora;

– Geladeira;

– Rede organizadora;

– Sensor para ponto cego;

– Suporte para celular, tablet e também para bicicleta;

– Friso lateral e calha de chuva;

– Travessa de teto;

– Antena esportiva.

– Soleira em Inox e luzes de LED;

– Alto falantes;

– “Roda 17”;

– Controle de estabilidade;

– Assistente de partida.

– LCD multifuncional;

– Air bag (Lateras, cortina e frontais);

-Sync 3.

-Carplay e Android Auto;

– Camera de ré;

– Entre outros.

Gostou das novidades do Novo Ford Focus Hatch 2018? Confira agora as versões e seus respectivos preços:

– Novo Ford Focus Hatch SE 1.6 2018: R$ 86.980;

– Novo Ford Focus Hatch SE 2.0 2018: R$ 92.190;

– Novo Focus Hatch Titanium 2.0 2018: R$103.390.

Sirlene Montes


Este novo veículo apresenta uma inédita e imponente dianteira, inteiramente atualizada, fazendo parte da configuração de todas as versões desta série.

A famosa Toyota Motor Corporation, fabricante automotiva japonesa, está com novo lançamento no mercado interno brasileiro de veículos. Trata-se do Toyota Etios 2018, que consiste em um dos automotores que mais passou por significativas alterações ao longo de sua existência e comercialização no mercado nacional.

Estreado há quatro anos, o modelo Etios teve suas rodas modificadas, assim como a profundidade de seu painel, modificações no volante, modificações no painel de instrumentos, em diversas partes do acabamento em seu interior, nos motores, em seu câmbio, entre outros. Este novo veículo apresenta uma inédita e imponente dianteira, inteiramente atualizada, fazendo parte da configuração de todas as versões desta série.

Em termos de dimensões exteriores o Etios possui as seguintes medidas: são 3,77 metros em seu comprimento; 1,69 metros em sua largura; 1,51 metros em sua altura e 2,46 metros em seu entre eixos. Esta série estreia com design redesenhado e renovado, proporcionando ao compacto um visual muito mais atraente e moderno, sem, contudo, apagar a simplicidade mais ou menos minimalista das versões anteriores. Possui uma grade em forma de V; equipado com para-choque em design aerodinâmico, estilo esporte; as lanternas foram reelaboradas de modo a tornar tudo mais belo nesse hatch.

Em termos de potência e desempenho, a companhia, por meio de seus engenheiros, optou por sublimar potência motorizada do Etios, de modo que o mesmo se tornasse muito mais econômico, dando um salto de qualidade no aperfeiçoamento dos motores de 1.3 e 1.5, os quais atualmente contam com uma tecnologia de tipo Dual VVT-i aparelhada de duplo comando nas válvulas variáveis, apresentando melhor desempenho, sendo que o motor 1.3 Dual VVT-i faz 88 CV em gasolina e 98 CV em etanol. Com relação ao motor 1.5, o mesmo realiza 102 CV em gasolina e 107 CV nem etanol. Em termos de torque, no geral, houve um aperfeiçoamento de 12,5 de KGFM, para combustível originado do petróleo e 13,1 de KGFM para combustível originado da cana. No final, o resultado de desempenho registrado foi o seguinte: 1.3. (14,6) e 1.5 (14,9), em kgfm.

Com relação ao desempenho de motores segue a seguinte relação:

Na cidade foram registrados os seguintes resultados:

– O Etios 2018 de potência 1.3 MT fez 8,6 km por litro em álcool e 12,6 km por litro em gasolina;

– O Etios 2018 de potência 1.3 AT fez 8,2 km por litro em álcool e 11,8 km por litro com gasolina;

– O Etios 2018 de potência 1.5 MT fez 8,3 km por litro em álcool e 12,4 km por litro em gasolina;

– O Etios 2018 de potência 1.5 AT fez 8,1 km por litro em álcool e 11,9 km por litro em gasolina.

Na estrada o desempenho foi o seguinte:

– O Etios 2018 de potência 1.3 MT fez 9,8 km por litro em álcool e 14,2 km por litro em gasolina;

– O Etios 2018 de potência 1.3 AT fez 9,2 km por litro em álcool e 13,3 km por litro em gasolina;

– O Etios 2018 de potência 1.5 MT fez 9,8 km por litro em álcool e 14,1 km por litro em gasolina;

– O Etios 2018 de potência 1.5 AT fez 9,2 km por litro em álcool e 13,2 km por litro em gasolina.

As versões do novo modelo são: o Etios X 1.3L 16V de câmbio manual; o Etios X 1.3L 16V de câmbio automático; o Etios XS 1.5L 16V de câmbio manual; o Etios XS 1.5L 16V de câmbio automático; o Etios Ready 1.5L 16V de câmbio automático; o Etios XLS 1.5L 16V de câmbio automático; o Etios Cross 1.5L 16V de câmbio automático; o Etios Platinum 1.5L 16V de câmbio automático.

Por Paulo Henrique dos Santos

Toyota Etios Hatch 2018


Nova linha 2018 da Saveiro traz diversas novidades, entre elas está a nova versão Robust com cabine dupla.

Chega ao mercado pelas mãos da Volkswagen do Brasil a linha 2018 da picape leve Saveiro, com muitas novidades que vão dar o que falar. E uma das principais é a chegada da Saveiro Robust na versão com cabine dupla, com o preço sugerido em aproximadamente R$ 57.890.

São diversas as configurações existentes e que atendem a todos os gostos e necessidades. E para não perder nenhum detalhe, basta ficar ligado às informações completas sobre o carro que nós te damos a seguir.

Gama de versões

A Saveiro 2018 possui uma excelente gama de versões, formada pelas seguintes configurações e preços: Saveiro Robust Cabine Simples 1.6 MSI Flex, por R$ 46.530, VW Saveiro Cross Cabine Dupla 1.6 16V MSI Flex, comercializada no valor de R$ 77.470; Saveiro Cross Cabine Estendida 1.6 16V MSI Flex, por R$ 74.250; Saveiro Trendline Cabine Dupla 1.6 MSI, por R$ 65.950; Saveiro Highline Cabine Dupla 1.6 MSI Flex, por R$ 67.560; Saveiro Robust Cabine Dupla, por R$ 57.890; Saveiro Trendline Cabine Estendida 1.6 MSI Flex, por R$ 55.539; e Saveiro Trendline Cabine Simples 1.6 MSI Flex, por R$ 57.340.

Saveiro Robust Cabine Dupla

A Robust em Cabine Dupla, a nova versão lançada para a Saveiro, é voltada para quem quer utilizar o seu carro para o trabalho, já que oportuniza muito mais conforto e flexibilidade para os seus usuários, graças à cabine que acomoda um total de até cinco passageiros. Entre os itens de série que acompanham o automóvel temos: protetor de caçamba, para-sol com espelho para o lado do motorista e do passageiro indicador para a troca de marcha, banco do motorista com o ajuste de altura, rack e barra de proteção para o apoio em carga no teto e, ainda, rodas de aço de 15 polegadas com os pneus 205/60 R15.

Ainda, há outros itens como grade protetora no vigia traseiro, desembaçador de vidro (vigia), tomada de 12V em console central e também na lateral direita na parte traseira, porta-objetos na parte lateral das portas, três apoios de cabeça no banco traseiro e cintos de segurança retráteis em três pontos e porta-revistas localizado atrás dos bancos dianteiros.

Para um opcional, é ofertado o pacote Robust, que integra a direção hidráulica, ar-condicionado, chave canivete e vidros e travas elétricos. Em cabine dupla, o modelo é oferecido com um total de seis cores: as sólidas preto ninja, vermelho flash e branco cristal; e as metálicas azul night, prata sírius e cinza platinum.

No custo-benefício, o Saveiro Robust acompanha a mesma da versão com cabine simples, já que traz um painel oriundo de sua geração anterior. Os faróis, grande, para-choque, tampa e lanternas são todas na cor preta.

Em relação ao motor, esse é o 1.6 flex de quatro cilindros. Com isso, o mesmo gera uma potência que chega a até 104 cv, utilizando um câmbio manual de até cinco marchas. A capacidade da caçamba é de 580 litros.

Consumo Saveiro 2018

Para calcular o consumo médio do modelo Saveiro, foi utilizado pelo Inmetro um veículo da linha 2017, equipado esse com duas opções de motores 1.6. Esses rodaram pela cidade e pela estrada, abastecendo-os tanto com gasolina como com álcool.

A partir disso, surgiram os resultados da média de consumo do veículo, na versão com motor 1.6 8V. Na cidade, essa foi de 7,3 km por litro e na estrada de 8,3 km por litro, isso quando utilizando o etanol. No caso da gasolina, o consumo ficou em 10,7 km por litro na cidade e de 11,5 km por litro circulando pela estrada.

Com o motor 1.6 16V, o consumo foi o seguinte: com etanol, o consumo foi de 7,5 km por litro circulando na cidade e de 8,2 km por litro na estrada. Já com a gasolina, esse total foi de 10,7 km por litro na cidade e de 11,5 km por litro na estrada.

Por Kellen Kunz

Volkswagen Saveiro 2018


Nova versão da Honda HR-2018 vai trazer novidades na segurança e tecnologia.

A linda da Honda HR-V já é bem conhecida pelos consumidores assíduos de carro, pois quem nunca teve esse modelo de carro, pelo menos já ouviu falar dele, e provavelmente foi coisa boa. Ele é conhecido por ser um carro bem econômico e, por isso, já ganha muitos pontos positivos. Além disso, ele possui outros detalhes bem interessantes como beleza, modernidade, potência e segurança. Esse conjunto o torna um carro exemplar e que vale a pena ser adquirido.

Veja as principais informações do Honda HR-V 2018.

O Honda HR-V 2018 traz algumas mudanças bem interessantes

A Honda quis inovar no modelo HR-V 2018 e logo de cara podemos falar da parte interna do carro. Quando entramos no carro logo percebemos a mudança no acabamento dos bancos. Além disso, tem a mudança nos painéis das portas que agora possuem um forro totalmente novo e mais bonito.

Design sensacional

O Honda HR-V 2018 tem um design bem chamativo e sensacional. A sua frente é arredondada e com ar bem moderno. Já a sua carroceria é bem volumosa e torna o carro mais robusto e maior. Na parte externa é possível encontrar os faróis de neblina que são circulares e dão um charme a mais no carro. Já o teto é moderadamente curvado, o que melhora muito a parte aerodinâmica do carro. Ele também possui lanternas traseiras grandes, além de spolier adaptado à tampa do bagageiro.

Honda HR-V 2018 é muito espaçoso

Para quem gosta de espaço interno dentro do carro, o Honda HR-V 2018 é muito indicado. Na parte de traz do carro encontramos o banco traseiro bipartido que possui sistema Ultra que serve para subir verticalmente o banco, principalmente quando for colocar algo grande nessa parte do carro. O porta-malas do Honda HR-V 2018 também é muito espaçoso e possui 437 litros que é ideal para carregar bolsas, malas e objetos em gerais. Por isso esse carro é indicado para quem tem família com mais de 4 pessoas. Pois ele consegue suprir muito bem a necessidade de espaço de modo geral.

Conheça os itens de série da versão de entrada

Os itens de série do Honda HR-V 2018 são ótimos e tornam esse carro ainda mais desejado. Conheça abaixo os itens de série da versão de entrada.

– Cinto traseiro de três pontas

– Coluna de direção regulável em altura e profundidade

– Função Econ que prioriza o consumo baixo do carro

– Rodas de aço com calotas aro 16 polegadas

– Conexão USB e auxiliar

– Sistema de assistente de partida em rampa

– Porta copos e objetos

– Volantes com comando de áudio e telefonia

– Conexão Bluetooth

– Isofix e Latch

E muito mais outros itens.

Falando do motor e da potência do Honda HR-V 2018

O motor do Honda HR-V 2018 é 1.8 i- VTEC FlexOne, ele consegue fazer até 139 cv no etanol e 140 cv na gasolina fazendo 6.300 rpm. Ele é considerado um carro potente e que proporciona uma boa aceleração, seus torques são de 17,4 kgfm com etanol e 17,3 com gasolina e ambos fazem 5.000 rpm.

Valores das versões do Honda HR-V 2018

O novo Honda traz versões diversificadas para agradar o gosto dos seus usuários, assim como os valores que cabem no bolso de todos que já conhecem a essa linda da Honda.

Honda HRV Touring CVT – R$107.900,00

Honda HRV EXL CVT – R$102.900,00

Honda HRV EX CVT – R$94.600,00

Honda HRV LX CVT – R$87.900,00

Honda HRV LX MT – R$80.900,00

Veja o consumo médio desse carro

O consumo médio de carro foi avaliado de forma positiva. Veja abaixo:

Na estrada ele faz 12,1 km/l com gasolina e 8,5 km/l com álcool

Na cidade ele faz 10,5 km/l com gasolina e 7,1 km/l com álcool

Essas são as principais informações do Honda HR-V 2018!

Por Cristiane Amaral

Honda HR-V 2018

Honda HR-V 2018


O novo Compass 2018 da Jeep é um carro de porte médio que impressiona por sua potência e beleza.

Se você está à procura de um carro de porte médio que impressione por sua potência e beleza, conheça o novo lançamento da Jeep, o Compass 2018, que acaba de chegar ao mercado brasileiro e traz novidades que prometem agradar muito.

É isso mesmo, mais um lançamento da Jeep acaba de chegar ao mercado brasileiro, trazendo entre muitas novidades, equipamentos novos, além de uma versão nova.

Para agradar a todos os seus clientes a Jeep resolveu investir em todas as suas versões, equipando-as com o moderno sistema chamado Uconnect que possui compatibilidade com Android Auto e Apple CarPlay. Todas as suas configurações possuem uma tela de 8,4 polegadas. Já a versão Sport possui tela com sensibilidade ao toque.

Entre os vários equipamentos que já oferece, o Compass Sport vem equipado ainda com ar-condicionado de duas zonas. Já a versão Longitude é equipada com motor flex e seus bancos possuem revestimento de couro. A versão Limited é oferecida com tração 4 x 4 composta por 9 marchas.

Veja abaixo alguns equipamentos que compõem as versões do novo Jeep Compass 2018:

– Porta-malas com tampa elétrica;

– Rodas de aro de 19 polegadas;

– Pneus 235/45;

– Grade dianteira;

– Friso superior;

– Faróis de neblina;

– Emblemas na parte externa;

– Difusores de ar em preto brilhante.

– Console central;

– Espelho eletrocrômico;

– Faróis de xenônio;

– Sensor de chuva;

– Sensor crepuscular;

– Teto solar panorâmico;

– Protetor para barro dianteiro e traseiro;

– Partida remota;

– Aviso de mudança de faixas;

– Protetor de tanque;

– Suspensão off road;

– Controle de cruzeiro adaptativo;

– Sistema de som Beats com 506 watts;

– Farol alto automático.

– Entre outros.

É importante lembrar que cada versão possui seus próprios equipamentos de série. Por isso, antes de finalizar a sua compra conheça todas as versões da linha 2018 do Jeep Compass.

Em termos de motorização o Novo Jeep Compass é equipado com um motor 2.0 Flex tipo Tigershark, que oferece uma potência de 159 cavalos, abastecido com gasolina e 166 cavalos de potência abastecido com etanol. O propulsor é de quatro cilindros com válvulas com comandos duplos, injeção eletrônica com tecnologia flex. A Jeep projetou um motor para o Brasil que trabalhe de forma mais suave, com menos esforço, o que irá garantir uma performance de mais qualidade e que seja mais econômico.

Temos também um motor 2.0 tipo Multijet II, que é equipado com propulsores que trabalham com diesel. São 4 cilindros operando com um cabeçote de 16 V em duplo comando. Esse motor foi preparado de modo que atue em um sistema que controla a emissão dos gases poluentes na atmosfera. Sua potência é de 170 cavalos e capacidade máxima de torque de 35,7 kgfm.

Em relação ao seu consumo a linha 2018 do novo Jeep Compass tem uma média de consumo de 5,5 km por litro trafegando na cidade e 7,2 km por litro na estrada, sendo abastecido com álcool. Já abastecido com gasolina o carro oferece um consumo de 8,1 km por litro na cidade e 10,5 km por litro na estrada. O consumo médio com diesel é de 9,8 km por litro na cidade e 11,4 km por litro na estrada.

Se você gostou da linha 2018 do Jeep Compass, conheça abaixo todas as versões, assim como seus respectivos preços:

  • Novo Jeep Compass Sport 2.0 Flex 2018: Saindo por R$109.990;
  • Novo Jeep Compass Longitude 2.0 Flex 2018: Saindo por R$ 118.990;
  • Novo Jeep Compass Night Eagle 2.0 Flex 2018: Saindo por R$ 122.990;
  • Novo Jeep Compass Longitude 2.0 Diesel 2018: Saindo por R$ 146.490;
  • Novo Jeep Compass Night Eagle 2.0 Diesel: Saindo por R$ 150.490;
  • Novo Jeep Compass Limited 2.0 Flex 2018: Saindo por R$136.990;
  • Novo Jeep Compass Limited 2.0 Diesel 2018: Saindo por R$164.490;
  • Novo Jeep Compass Trailhawk 2.0 Diesel 2018: Saindo por R$ 165.990.

Por Sirlene Montes

Jeep Compass 2018


A nova versão do Sandero está surpreendentemente atualizada com os mais potentes motores do tipo SCe, de 1.0 e 1.6 por litro. Outro excelente atributo inédito está no design esportivo RS.

Desde a Europa, no seio da França, surge uma das mais competitivas montadoras de automotores, que conquistou imenso espaço no mercado mundial. A Renault está iniciando o ano com mais um grande lançamento popular, o novo Sandero 2018 que estreia causando intensa impressão devido à sua volumosa estrutura. Os modelos anteriormente fabricados desse mesmo tipo de Hatch, estilo compacto, estavam super equipados com os motores de tipo longevos com 1.0 16V Hi-Torque de potência e com 1.6 16V Hi-Torque.

Entretanto, a nova versão está surpreendentemente atualizada com os mais potentes motores do tipo SCe, de 1.0 e 1.6 por litro, ou seja, com os seus três e quatro cilindros ele vai longe. Outro excelente atributo inédito está no design esportivo RS, que ainda porta em si o clássico motor de tipo F4R 2.0 16V, atualmente Flex, suplementado com a programação esportiva munida de duas maneiras de funcionamento, cujo desempenho nas ruas e estradas chega a no máximo 150 CV. Está aparelhado com um câmbio de menor proporção, de seis marchas, além dos devidos ajustes na divisão Renaultsport, que garantem a este novo compacto, de preço acessível, excelente desempenho esportivo.

No que tange às suas dimensões físicas mais exteriores este veículo possui um volumoso porte com as seguintes medidas: 4,06 metros em seu comprimento; 1,73 metros em sua largura; 1,53 metros em sua altura e mais 2,59 metros em seu entre-eixos; o porta-malas possui capacidade para até 320 litros; exteriormente os faróis duplos fazem seu papel perfeitamente; está adornado de uma grade que forma o design de U; possui frisos cromados; no caso dos para-choques, estes estão emoldurados de forma mais atraente; aparelhado com um tipo de suspensão mais elevada; possui espelhos retrovisores bem redesenhados (tamanho ideal); as lanternas da parte traseira estão mais compactas; a porta de seu bagageiro possui uma superfície mais suave, além do protetor traseiro melhor adaptado.

Em relação ao interior, o novo Renault Sandero 2018 está moderadamente estruturado, contendo os clássicos e úteis difusores de ar laterais, no estilo circular; possui as centrais quadradas produzidas com abundância de materiais plásticos; a direção (volante) chega ao mercado inteiramente adaptada com mídia instalada em sua coluna; equipado com potente ar-condicionado que pode ser simples ou automático, conforme a versão; munido de rádio 2DIN e de multimídia MediaNav, potencializada com uma tela de 7 polegadas; além de estar equipado com dispositivo de navegador em GPS que dispõe de dados de tráfego no Tom-Tom, orientando o motorista por meio de score de eficiência na condução das informações, durante a viagem.

Em termos de especificações de aparelhagem ele dispõe de: Spoilers; das saias laterais; do difusor traseiro; do defletor de ar instalado sob o teto; volante totalmente adornado em couro legítimo, assim como todos os bancos; munido de programação eletrônica interna, de desempenho; possui o sistema Start & Stop que atua no desligamento automático do motor (sistema de segurança); o sistema de câmbio é automatizado no estilo Easy´R; as suas rodas são de liga leve com aros de raio: 15-16-17, estilizados em variados detalhes; munido de indicador de marchas e mais o sistema de gerenciamento energético instalado na bateria, que permite a recuperação da carga.

Assim, sumarizando, sobretudo, a sua potência, que é o ponto fundamental, temos um veículo aparelhado de motores 1.0 e 1.6 SCe. Portanto, o motor de 1.0 está equipado com três cilindros e chega a 82 CV; enquanto que o motor de 1.6 atinge a marca surpreendente de 118 CV.

A lista de versões e valores segue abaixo:

O Renault Sandero Authentique 2018, pelo valor de R$ 42.900;

O Renault Sandero Expression 2018, pelo valor de R$ 46.450;

O Renault Sandero Stepway 2018, pelo valor de R$ 60.700;

O Renault Sandero RS 2.0 2018, pelo valor de R$ 63.400;

O Renault Sandero Stepway Easy-R 2018, pelo valor de R$ 64.150;

O Renault Sandero Vibe 2018, pelo valor de R$ 49.000;

O Renault Sandero GT Line 2018; pelo valor de R$ 56.600;

O Renault Sandero RS 2.0 Racing Spirit 2018; pelo valor de R$ 66.800.

Por Paulo Henrique dos Santos

Renault Sandero 2018


O novo Fiat Toro 2018 traz muitas novidades e novas versões.

Com cerca de mais de um ano no mercado de automóveis do Brasil, o novo utilitário da Fiat, o famoso Toro entra 2018 com muitas novidades e novas versões.

Além do novo estilo já característico do novo modelo, uma das principais novidades é o novo motor o tipo flex, na versão 1,8 e uma nova potência de 139 cavalos.

Fiat Toro 2018: Potência e motor para todos os gostos do mercado

Para alcançar todos os gostos, o Toro 2018 ainda tem sua versão Freedom com motor a diesel e que com o lançamento desta nova linha passa a ter um novo câmbio de nove marchas e sistema de tração nas quatro rodas (4×4), para quem gosta de enfrentar terrenos mais duros com areia e lama.

Para a versão do tipo flex 1.8, o câmbio passa a contar agora com transmissão automática de seis velocidades.

Se você quer mais potência do motor, a Fiat oferece também a uma nova versão mais potente com motor do tipo 2.4 e câmbio de 9 marchas na versão automática.

Para os consumidores que gostam de um utilitário mais robusto e com motor a diesel, a nova linha não faz diferença e oferece uma versão 2.0 turbodiesel com câmbio de seis marchas e outra com câmbio de nove marchas. Todas também têm tração do tipo 4×4.

Desde o seu lançamento em 2017, o Toro vem ganhando a preferência dos consumidores e segundo os dados divulgados pela própria Fiat, ele tornou-se o número 1 em vendas na categoria, sendo um utilitário fabricado em território nacional.

O novo Toro 2018 não é só novidades por fora

Para quem pensa que um utilitário é só potência e motor, vai se surpreender com o novo Toro 2018.

A Fiat não esqueceu o conforto dos seus passageiros, apesar de reduzir a capacidade de transporte de passageiros com uma versão atual do tipo mais simples.

Tanto o motorista quanto os passageiros passam a contar também com os seguintes itens internos para uma melhor experiência no trânsito no dia a dia:

1 – Ar-condicionado;

2 – Direção elétrica;

3 – Airbags duplo;

4 – Vidros elétricos;

5 – Freios ABS;

6 – Piloto automático;

7 – Computador de bordo.

Vale salientar que todas as versões descritas acima para a nova linha do utilitário 2018 passam a contar com todos os itens descritos acima. A montadora fez questão de estender uma maior sensação de conforto e segurança para a toda a linha Toro atual.

Se você gosta de saber tudo sobre o próximo carro que vai levar para casa, então que tal ficar com alguns dados a mais para se pensar na hora de troca de carro, principalmente se você precisa de um utilitário robusto e bastante eficiente:

1 – Altura: 1,680 m;

2 – Comprimento: 4,915m;

3- Entre-eixos: 2,99m;

4 – Tanque de combustível: 60 litros;

5 – Peso: 1619 Kg.

Valores divulgados de consumo para a nova linha Toro 2018

Claro que este é um item que não poderia faltar a um utilitário de peso como o Toro da Fiat. Principalmente, pelo fato de que se tratando de um veículo cuja característica principal é o transporte de volumes, o que acarreta um aumento do peso total e, consequentemente, um consumo maior de combustível.

De acordo com os dados divulgados pela Fiat, o modelo do tipo Flex apresentou resultados diferentes para cada tipo de combustível testado, na cidade e na estrada.

Para o etanol, o consumo na cidade ficou em 5.8 Km/l e na estrada em 8.3 Km/l.

Para a gasolina, estes valores foram de 7,4 Km/l na cidade e 10.5 Km/l na estrada.

Para os modelos a diesel, o consumo foi de 9,4 Km/l na cidade e de 12.9 Km/l na estrada.

Preços da nova linha Toro 2018

Para as versões que são do tipo Flex, os preços podem variar entre R$ 82.000,00 e R$ 84.000,00 dependendo da configuração escolhida pelo comprador.

Para as versões a diesel, esta faixa de valores pode ser entre R$ 98.000,00 e R$ 125.000,00.

Por Emmanoel Gomes

Fiat Toro 2018


O novo Corolla 2018 contém uma série de retoques sobre seu visual e em seu acabamento interno; suplementado de diversos equipamentos que compõem esta linha, que abrangem todas as versões.

Desde a sua origem, nos confins do oriente, a Toyota Motor Corporation – fabricante automotiva japonesa – tem produzido veículos que estão entre os melhores do mundo. Na atualidade, a companhia está com um novo lançamento no mercado, o intitulado Corolla 2018, cuja estreia se deu de modo privilegiado, na Argentina. Após esse lançamento foi iniciada sua comercialização em território brasileiro. Trata-se, em realidade, de um dos veículos mais vendidos em escala nacional, consistindo em um tipo sedan que apresenta uma série de novos atributos, no sentido de manter-se liderando dentro dessa mesma seção. É um dos melhores da categoria de automotores.

O inédito Corolla 2018, essencialmente, pode ser tipificado por meio dos seguintes atributos: chegou ao mercado apresentando um design sublimado, embora muito mais agressivo e equipado com faróis do tipo LED, que abrangem as luzes de LEDs diurnas, suplementadas por mais outras lanternas do mesmo modelo e tipo; por ser um sedan de porte médio, produzido nas unidades da companhia japonesa, ele integra um pacote completo que inclui versões mais amplas, ou versões destinadas aos profissionais que trabalham como Frotistas ou Taxistas, e, também, versões voltadas aos consumidores que são pessoas com deficiência física ou mesmo pessoas com necessidades especiais, constituindo essa ala de consumidores os privilegiados com o beneficio dos descontos estabelecidos por meio de lei federal, abarcando isenção de até 70.000 mil reais em concessionárias.

Todas essas versões que compõem esse modelo estão com novo design esportivo, munidas dos chamados Spoilers embutidos a ambos os para-choques; está aparelhado de um tipo de difusor de ar instalado na parte traseira; munido de um defletor de ar instalado na parte de cima do porta-malas; com relação aos acabamentos exteriores ele apresenta as saias laterais; munido de rodas do tipo liga leve com aro de raio em 17 polegadas; em termos de suspensão, esse veículo possui um dispositivo que opera ajustes bem mais firmes; possui um design interno inteiramente fabricado em couro e estilizado em tonalidades nas mais diversas cores discretas.

Entre outras especificações que podem ser observadas, este novo Corolla 2018 contém uma série de retoques sobre seu visual e em seu acabamento interno; suplementado de diversos equipamentos que compõem esta linha, que abrangem todas as versões. Sua estreia no mercado de veículos brasileiro iniciou com valores entre R$ 69.690 e R$ 114.990.

Com relação ao motor, são dois tipos de propulsores. Um deles é o chamado 1.8 VVT-i Flex, aparelhado de comando duplo que funciona de modo variável em termos de válvulas; contém quatro cilindros; suplementado de injeção eletrônica de tipo indireta para combustível, possui bloco e o cabeçote produzidos em alumínio. O segundo é o 2.0 VVT-i Flex, também equipado de comando duplo, que funciona de modo variável por meio de válvulas; munido de quatro cilindros; possui a injeção eletrônica de tipo indireta para combustível, além do bloco, mais o cárter e cabeçote produzido em alumínio.

Outros detalhes abrangem o novo painel que sofreu positivas alterações em seus difusores de ar; aparelhado com ar-condicionado inteiramente revisado; possui o multimídia da Toyota Play, além de uma tela de 7 polegadas, suplementada pelo cluster de repaginado grafismo.

Todas as versões que formam a linha deste Toyota Corolla 2018 estão equipadas com sete airbags e mais o ESP. Em termos de dimensões externas ele possui: 4,62 metros em seu comprimento; 1,77 metros em sua largura; 1,47 metros em sua altura e mais 2,70 metros em seu entre eixos; o seu porta-malas tem capacidade para 470 litros; o tanque tem capacidade para até 60 litros de combustível. Este veículo é fabricado por meio de uma plataforma que opera com aços de alta resistência e de estrutura muito mais leve, por conseguinte, o mesmo pesa entre 1.285 kg e 1.315 kg, conforme a natureza dos motores de cada versão.

A lista de versões e valores segue abaixo:

O Corolla 1.8 GLi manual, valor R$69.690;

O Corolla 1.8 GLi CVT, valor R$69.990;

O Corolla 1.8 GLi CVT Upper, valor R$90.990;

O Corolla 2.0 XEi CVT, valor R$99.990;

O Corolla 2.0 XRS CVT, valor R$108.990;

O Corolla 2.0 Altis CVT, valor R$114.990.

Por Paulo Henrique dos Santos

Toyota Corolla 2018

Toyota Corolla 2018


Novo Fiat Mobi 2018 tem design diferenciado com frente quadrada e detalhes atrativos.

O Fiat Mobi 2018 é um carro que esbanja beleza e um dos seus diferencias é o seu design que tem a frente quadrada. A visão externa desse carro mostra que seus detalhes são atrativos, e por isso ele passa um ar bem moderno. É muito difícil não se encantar com tantos detalhes assim. Conheça um pouco mais sobre o Fiat Mobi 2018.

Carro muito espaçoso

Fiat Mobi 2018 é bem espaçoso e esse é um dos seus diferenciais, já que a maioria dos usuários procura um carro que tenha espaço tanto para os ocupantes e para carregar diversos tipos de bagagens. A maior preocupação foi fazer um carro projetado para dar maior conforto a seus ocupantes, dando a sensação de bem-estar.

Conheça os itens de série da versão de entrada

Os itens de série do Fiat Mobi 2018 estão incríveis e seguem a qualidade da marca, a mesma que foi apresentada nas versões passadas. Veja abaixo esses itens de série:

– Retrovisores externos com controles internos

– Espelho no para sol para o motorista e seus passageiros

– Display digital de 3,5 polegadas

– Vidros manuais

– Freios ABS com EBD

– Transmissão manual de 5 marchas

– Airbag duplo

– Banco traseiro com dois apoios de cabeça ajustáveis

– Para-choques na cor do carro

– Rodas de aço aro 13

– Maçanetas pretas

– Indicador de marcha

Carro com muita agilidade

A marca garante que os futuros usuários não vão se frustrar em relação à agilidade desse carro na pista. Inclusive eles afirmam que é possível ter uma direção mais prática e as horas no trânsito podem ser reduzidas. Então posso afirmar que esse carro é indicado para aquelas pessoas que precisam dirigir durante algumas horas do seu dia. Com toda certeza o estresse no trânsito será bem menor. A direção elétrica desse carro possui função City, ela torna a condução do carro bem mais prática e menos estressante.

Carro com função Auto-Up Shift Abort

Esse carro possui uma função que vai monitorar o movimento do acelerador que vai conseguir perceber se o motorista está querendo fazer uma reintegração. Essa função vai facilitar, principalmente, a vida dos motoristas que não são tão experientes assim no volante.

Conheça um pouco do desempenho desse carro

Quando compramos um carro logo vem a preocupação sobre o seu desempenho. Aliás, que gosta de carros potentes e modernos, precisa dessas informações antes de concluir qualquer compra. Então vamos falar sobre o desempenho do Fiat Mobi 2018.

Vamos falar o desempenho das 3 versões:

Avaliando a aceleração desse carro de 0 a 100 km/h

– Fiat Mobi 1.0 Drive GSR (versão luxo) 13,9 segundos

– Fiat Mobi 1.0 Drive (versão intermediária) 12,0 segundos

– Fiat Mobi 1.0 Fire (versão de entrada) 13,8 segundos

Veja agora a velocidade máxima com as 3 versões

– Fiat Mobi 1.0 Drive GSR (versão luxo) 164 km/h

– Fiat Mobi 1.0 Drive (versão intermediária) 164 km/h

– Fiat Mobi 1.0 Fire (versão de entrada) 154 km/h

Consumo médio da versão de entrada

Podemos avaliar o consumo médio da versão de entrada como regular. Ele não é ruim, mas poderia ser melhor de acordo com a avaliação de alguns usuários. Veja o consumo médio:

Na estrada esse carro faz com 9,2 km/l com álcool e 13,3 km/l com gasolina.

Na cidade esse carro faz 8,4 km/l com álcool e 13,3 km/l com gasolina.

Veja os valores das versões do Fiat Mobi 2018

Os valores das versões desse carro são considerados dentro da média, e que não causam grandes impactos no bolso dos seus usuários.

– Fiat Mobi Drive 1.0 GSR- R$45.450,00

– Fiat Mobi Way 1.0 – R$41.260,00

– Fiat Mobi Drive 1.0- R$41.260,00

– Fiat Mobi Like – R$39.780,00

– Fiat Mobi Easy- R$34.210,00

Essas são as informações do Fiat Mobi 2018!

Por Cristiane Amaral

Fiat Mobi 2018


Modelo traz novas versões equipadas com uma cabine de tipo unitária, singular; com cabine estendida ou cabine dupla.

Uma das mais famosas montadoras de veículos, de renome internacional, a Fiat, está com novo lançamento no mercado de automotores. Trata-se do Fiat Strada 2018, cuja estreia no cerne do mercado nacional, com um valor inicial a partir de R$ 47.990, já é um fato consumado. Estas novas versões estão equipadas com uma cabine de tipo unitária, singular; com cabine estendida ou cabine dupla.

A mesma Strada está aparelhada com dois tipos de motores, ou seja, o Fire 1.4, que produz até 86 CV e o motor de tipo E.torQ 1.8, com desempenho de 132 CV.
No que tange às suas especificações o Fiat Strada 2018, em realidade, não possui nenhuma mudança significativa. Basicamente, ele é um relançamento do mesmo desenho da versão inicial lançada em 1998, embora possua uma série de alterações operadas em quase toda a sua estética, no sentido de apresentar linhas muito mais atualizadas, compatíveis com os métodos e princípios da fabricante.

Alguns especialistas intuíram que as atualizações realizadas não ocorreram senão a partir do ano de 2012, quando a mesma foi suplementada com a opção de carroceria em cabine dupla, munida de três portas, o que garantiu um enorme sucesso comercial.

Seus atributos são: está aparelhado com faróis angulosos na parte da frente; possui uma grade frontal de formato retangular, com acabamento de friso cromado, contendo o logotipo da companhia embutido no centro; possui um resistente e robusto para-choque vazado em plástico preto; a parte traseira foi elaborada em formato bem mais pronunciado, munido de lanternas horizontais que se conjugam com as luzes laterais; nestas, o design é mais simples e limpo.

Em sua estrutura interior não há mudanças mais significativas no que se refere aos modelos passados, sendo que, como aqueles, nesta os engenheiros abusaram dos materiais plásticos em seu acabamento, já que está repleto de extravagancias estéticas no sentido de torná-lo mais atraente. Está equipado com painéis de porta adornados com revestimento em tecido.

Ainda em termos de estética, a nova série Fiat Strada 2018 está disponível em cores sólidas, ou seja, na cor Branco Banchisa; cor Vermelho Alpine ou Preto Vulcano e em tons metálicos como o Prata Bari; o Cinza Tellurium e o Verde Amazon. Com relação ao modelo Adventure, o mesmo está disponível em mais cores, tal como nas tonalidades de Cinza Tellerium e em Verde Amazon.

No caso da versão Fiat Strada Adventure 2018, o mesmo está equipado com uma central de multimídia munido de diversos itens de série. Todo este equipamento dispõe de uma tela super sensível ao toque com 6,2 polegadas; possui TV digital; vem com aparelho de CD&DVD player; com rádio AM/FM; munido de conectividade com dispositivo de Bluetooth; possui o navegador de GPS e mais a câmera traseira para estacionamento. Outras especificações são: a presença de rodas de liga-leve em 16 polegadas; portando capota do tipo marítima; com direção multifuncional toda revestida em couro e mais a entrada para dispositivo USB no sistema de som.

A relação das versões e seus respectivos preços segue abaixo:

O Fiat Strada Working 1.4, de Cabine Simples, pelo valor de R$ 47.250;

O Fiat Strada Hard Working 1.4, de Cabine Simples, pelo valor de R$ 53.490;

O Fiat Strada Hard Working 1.4, de Cabine Estendida, pelo valor de R$ 60.240;

O Fiat Strada Hard Working 1.4, de Cabine Dupla, pelo valor de R$ 63.740;

O Fiat Strada Adventure 1.8, de Cabine Estendida, pelo valor de R$ 71.990;

O Fiat Strada Adventure 1.8, de Cabine Dupla, pelo valor de R$ 75.490.

Vale a pena conferir.

Por Paulo Henrique dos Santos

Strada 2018


O novo modelo 2018 chega ao mercado com algumas atualizações tanto na parte externa quanto na sua mecânica e transmissão que prometem conquistar cada vez mais clientes em todo o país.

Os admiradores e fãs de um dos maiores sucessos de vendas na categoria dos sedans, o Prisma da Chevrolet, vão ficar de ‘boca aberta’ com as novidades da linha 2018 que já se encontram nas concessionárias de todo o Brasil.

Depois de estrear no ano de 2014, o Prisma agora emplaca a sua segunda geração trazendo novidades que deverão encantar a todos os seus usuários.

Prisma – Onix – Cobalt e Spiner – plataforma comum de fabricação

O atual modelo lançado pela montadora é fabricado na cidade de Gravataí, no estado do Rio Grande do Sul.

Para o lançamento do veículo no mercado, a sua fabricação tem em comum com outros modelos mais sofisticado como o Cobalt e o Spiner e o Onix, a mesma plataforma do tipo Gamma III. Isto confere ao Prisma 2018 uma robustez mais marcante para esta nova versão.

Considerado o sexto carro mais vendido em 2017, o novo Prisma começou a subir na preferência dos consumidores brasileiros depois que ele ficou conhecido pelo seu bom espaço interno, porta-malas espaçoso e um motor com uma performance considerável.

O novo modelo 2018 chega ao mercado com algumas atualizações tanto na parte externa quanto na sua mecânica e transmissão que prometem conquistar cada vez mais clientes em todo o país.

Para começar, se você é um consumidor que se importa e precisa de um bom porta-malas, então vai gostar do novo Prisma que oferece cerca de 500 litros de capacidade.

As novidades que o novo modelo traz já podem ser notadas pela renovação do novo visual.

Se compararmos com o modelo 2017, a nova versão apresenta até um certo visual mais esportivo. Isto por que a frente do veículo ficou um pouco mais baixa para acomodar o novo visual dos faróis em LED e a grade dividida com o logotipo da marca Chevrolet.

Completando o conjunto, alguns detalhes do para-choque são cromados com alguns desenhos laterais e com a adoção de faróis de neblina em estilo circular.

Na traseira, o novo Prisma traz um conjunto de lanternas em um estilo bem redesenhado, tampa traseira com defletor de ar natural, sem esquecer também a logotipia bem característica da marca.

Um item que não se pode deixar de falar – O preço do novo Prisma

Os consumidores que não dispensam logo de cara este importante detalhe na hora da compra, então é bom ir preparando o bolso para o preço da nova versão que, com certeza, deverá ser bem maior.

Para as novidades que deverão ser descritas ao longo deste artigo, quem quiser ter o seu Prisma na garagem de casa deverá dispor de pelo menos R$ 46.000,00. Isto vai depender também da versão escolhida. A nova safra 2018 veio trazendo várias, tudo ao gosto dos clientes mais exigentes.

O motor que equipa a nova linha 2018 é o famoso 1.0 MPI da Chevrolet e que neste ano traz novidades: quatro cilindros alinhados, com cabeçotes com oito válvulas e variador de posição no sistema de comandos.

Motor com estrutura mais reforçada confere uma potência de 78 cavalos para a gasolina e 80 cavalos para o álcool.

O sistema de transmissão do novo Prisma é manual e vem com uma novidade: câmbio de seis marchas. Além disso, ele traz um sistema exclusivo um sistema que permite a retomada rápida da potência nos casos de trocas de marchas em pleno movimento.

Sem dúvida, para quem conhece bem de perto todos os detalhes do carro, com certeza vai se surpreender com as novidades da nova linha que já estão nas lojas.

Por Emmanoel Gomes

Chevrolet Prisma 2018


Modelo não recebeu grandes alterações em relação ao modelo anterior, porém seus preços sofreram mudanças.

Entre as companhias automobilísticas mais famosas e bem-sucedidas no mundo está a Ford, uma das mais competitivas montadoras internacionais, a qual lança todos os anos novidades. A nova estreia da empresa é o Ford Ka 2018, que está marcando presença nas concessionárias da companhia, porém, sem portar alterações significativas em comparação à versão anterior. Houve uma mudança nos preços, os quais subiram, sendo que, neste momento, o valor inicial do Ford Ka 2018, em sua versão do tipo Hatch, chega a 44.290 mil reais, ou mesmo até a 55.390 mil reais, em sua versão de maior custo, mais incrementada.

Entretanto, este modelo já possuía o câmbio automático de alta categoria, e também o câmbio automatizado do tipo Powershift, o que constitui parte das expectativas dos consumidores desta marca de veículos há um bom tempo. Mesmo assim, o que mais tranquiliza os proprietários deste novo Ford Ka 2018 está na informação de que esta série está equipada com dois tipos de motores tecnologicamente avançados, dos quais, o primeiro é de potência de 1.0, munido de três cilindros, produzindo 85 Cavalos de potência; o segundo é de potência de 1.5, munido de 110 Cavalos. As duas versões apresentam excelente desempenho para o Ford Ka.

Entre as suas especificações estão: uma carroceria equipada de lanternas compactas, junto de uma tampa de bagageiro totalmente Clean, além de possuir um protetor traseiro. Esta mesma carroceria foi elaborada em um design suavemente avolumado, apresentando um belo desenho aerodinâmico de coeficiente angular em 0,33. Está munido de espelhos retrovisores de grande porte, os quais funcionam por meio de repetidores de direção. As suas rodas, produzidas em aço ou liga leve são do tipo aros com raios de 14 ou 15 polegadas.

Em seu interior, esta nova versão do Ford Ka 2018 está equipado com um painel muito similar ao do modelo New Fiesta, portando um quadro de instrumentos e funções bem mais compactado, que permite uma leitura mais imediata e intuitiva, constituindo um console centralizado, munido de display direcionado ao sistema de SYNC, com desenho e acabamento geral perfeitamente atualizados. Embora não muito espaçoso, o mesmo interior possui uma disposição estrutural muito mais confortável. O seu porta-malas tem capacidade para 257 litros, embora se mantenha um pouco abaixo da média, em termos de porta-malas, neste segmento. Possui um tanque com capacidade para 52 litros, no sentido de garantir maior e melhor autonomia, quando movido a etanol.

Suas dimensões físicas exteriores são as seguintes: Mede em torno de 3,88 metros de comprimento, por 1,72 metros de largura, mais 1,52 metros de altura, sendo que possui 2,49 metros em seu entre eixos.

Nesse rol de veículos produzidos na série do Ford Ka 2018, basicamente todas as suas versões sofreram positivas alterações que se refletiram no valor adicional de 500 reais, embora os dois modelos intitulados SE Plus e SEL, aparelhados com motor do tipo 1.5, tenham tido aumento em seus preços, sem nenhuma alteração significativa, no valor 700 reais.

Na relação abaixo é possível verificar todas as versões e seus respectivos valores, dentro da linha Ford Ka 2018:

O Ford Ka S 1.0 2018, pelo valor de 44.030 reais;

O Ford Ka SE 1.0 2018, pelo valor de 45.030 reais;

O Ford Ka SE Plus 1.0 2018, pelo valor de 46.590 reais;

O Ford Ka Tecno 1.0 2018, pelo valor de 48.390 reais;

O Ford Ka Trail 1.0 2018, pelo valor de 48.430 reais;

O Ford Ka SEL 1.0 2018, pelo valor de 52.290 reais;

O Ford Ka SE 1.5 2018, pelo valor 49.340 reais;

O Ford Ka SE Plus 1.5 2018, pelo valor de 50.890 reais;

O Ford Ka Trail 1.5 2018, pelo valor de 52.740 reais;

O Ford Ka SEL 1.5 2018, pelo valor de 56.590 reais.

Por Paulo Henrique dos Santos

Ford Ka 2018


Modelo 2018 do Gol será mais robusto e trará novidades.

Considerado por muitos brasileiros como um dos carros mais populares do país, o Gol da Volkswagen entra o ano de 2018 de cara nova. Desta vez, a montadora promete muitas novidades que irão, com certeza, agradar a muitos consumidores.

O Gol merece ser recordado com um pouco de história

Lançado pela primeira vez em 1981, quando estreou o primeiro modelo em um estilo bem quadrado, com um motor refrigerado a ar (copiado do velho Fusca), o carro sofreu várias modificações ao longo do tempo.

Sai o motor refrigerado a ar e entra o modelo de arrefecimento feito com água e utilizado até hoje nos carros do mundo todo, esta foi uma das grandes evoluções da marca.

Deste modo, em 1984 ele estreou uma nova geração de motores chamado AP e que foi um sucesso de vendas no Brasil todo por exatos 25 anos seguidos.

Mas como nada dura para sempre, as demandas dos milhares de consumidores brasileiros sempre estão mudando e como a montadora não conseguiu acompanhar tal mudança, o Gol deixou de ser líder nas vendas em 2014.

Sem acompanhar as necessidades de segurança e mais tecnologia que os carros deveriam ter, ele perdeu o posto.

Diante de tal fato, a montadora decidiu inovar e para começar decidiu mudar toda a plataforma de fabricação do novo modelo.

De 2014 para cá, a Volkswagen percebeu as mudanças na preferência dos consumidores brasileiros e resolveu apostar todas as suas fichas na evolução tecnológica que estava sendo incorporada a cada dia na indústria automotiva e o Gol vem evoluindo cada vez mais e traz a cada geração as novidades que prometem facilita a vida de seus usuários.

Quais as mudanças do novo Gol 2018?

Se você é fã do Gol e gosta de novidades para o seu veículo preferido, então vai gostar do que vem para 2018.

Para começar, tudo indica que o novo modelo ficou bem mais robusto. Isso por que, segundo os especialistas em carros, a Volkswagen adotou a mesma plataforma utilizada para a fabricação de outro sucesso de vendas, o Golf 2018.

Se você gosta de números, então anote aí. O novo Gol 2018 deverá ter cerca de 4 metros de comprimento e uma distância bem maior entre eixos: cerca de 2,55 m.

Com certeza, isso dará à nova versão um espaço interno bem maior e bem mais conforto para os seus ocupantes.

Para os consumidores que gostam de saber detalhes sobre motorização, o novo Gol 2018 vem com os motores 1.0 e 1.6 nas versões tanto a gasolina quanto a álcool.

Motor novo, desempenho também. As versões a gasolina 1.0 e 1.6 atingem a potência de 75 e 101 cavalos de força, respectivamente. Para a versão a álcool, este resultado fica em 82 e 104 cavalos de força para as versões 1.0 e 1.6, respectivamente.

Com relação à transmissão, ela pode ser tanto manual de cinco marchas quanto a automática, na versão l-Motion.

Com relação ao consumo, a nova versão traz um sistema direto de injeção de combustível o que, na prática, traz mais potência para o carro e também mais economia.

De acordo com os testes realizados pelo Inmetro e divulgados nos sites especializados em carros, o consumo do novo Gol na cidade foi de 13 Km/l (gasolina) e 8,9 Km/l (álcool) na estrada para a versão 1.0.

Para a versão 1.6, o consumo ficou em 8.1 km/l na estrada para o etanol e 11,9 km/l para a gasolina nas cidades.

Como todo lançamento que se preze, as novidades que a nova linha traz, obrigatoriamente, traduzem-se em aumento de preço, principalmente, agora com uma mudança radical na plataforma de fabricação e a adoção de um novo estilo.

Quem já está pensando em adquirir o seu, então pode ir preparando o bolso, pois as novas versões deverão estar nas lojas com preços variando entre R$ 42.000,00 e R$ 45.000,00.

Por Emmanoel Gomes

Gol 2018


Nova geração do HB20 hatch ainda não possui data oficial de chegada ao mercado, podendo acontecer ainda este ano ou até a data limite de 2019.

Muitas são as novidades aguardadas para o lançamento do novo HB20 2018 às concessionárias. Com a chegada de uma nova geração, o carro, produzido na fábrica da montadora Hyundai na cidade de Piracicaba, em São Paulo, se mantém vivo e com cada vez mais apaixonados por todo o país.

E se você quer saber tudo que está chegando com o novo veículo, nós te damos todas as informações que você precisa. Fique ligado na matéria especial que preparamos.

O que irá mudar?

A cada nova geração, a Hyundai busca investir em tecnologia e nos detalhes de seus modelos. A segunda geração do HB20 ainda não possui data oficial de chegada ao mercado, podendo acontecer ainda este ano ou até a data limite de 2019. Isso se dá porque, conforme a própria marca, um carro consegue ficar atualizado por um período que se estende entre seis ou sete anos.

Por isso, após a última reestilização realizada em 2015, não há previsões de que o novo HB20 tenha mudanças significativas. Porém, tudo indica que o compacto irá oferecer um novo equipamento opcional nas versões mais simples. Com multimídia BlueMedia, o carro vem com CarPlay, Android Auto e OnCar, um novo nome dado ao MirrorLink. Ainda, será oferecido navegador GPS, entradas USB, Bluetooth e tela sensível ao toque com 7 polegadas de diâmetro.

Motor do HB20

O Novo HB20 virá equipado com um total de três opções de motor. São eles: 1.0 Kappa Flex com três cilindros e 12V, com potência máxima de 80 cv e torque de 10,2 kgfm; 1.0 Kappa Turbo Flex 12V, sem injeção direta de combustível e com potência de 105 cv e torque de 15 kgfm; e, por último, a mais potente, sendo essa de 1.6 Gamma Flex de 16V e com quatro cilindros, com potência de 128 cv e torque de 16,5 kfgm.

Nessa última, todos os propulsores possuem comando duplo de válvulas variável.

Já em relação às transmissões, o modelo vem na opção de câmbio automático com seis marchas, sendo essa oferecida na opção de motor 1.6. Já no 1.0, o câmbio é manual de cinco marchas e, no 1.0 Turbo e motor 1.6, de seis velocidades.

As versões e preços

Foram muitas as versões disponibilizadas no HB20 2018. Na versão topo de linha, temos o HB20 Premium 1.6 6AT que vem com bancos de couro e BlueMedia de série. O valor desse é de R$ 67.280. Na sequência, temos o HB20 Premium, com as mesmas configurações exceto banco de couro, no valor de R$ 65.680.

Outra versão valorizada é a R Spec 1.6 6AT com BlueMedia de série, no valor de R$ 62.880. Na mesma faixa de preço, temos ainda por R$ 60.680, o HB20 5 Anos 1.6 AT6, e por R$ 59.430 o Comfort Plus 1.6 6AT que vem com BlueMedia.

As demais versões com valores são: Comfort Plus 1.6 6AT, por R$ 57.830; Comfort Plus 1.6 6MT, por R$ 53.330; Comfort Plus 1.0 Turbo 6MT com blueMedia, por R$ 52.330; Comfort Plus 1.0 Turbo 6MT, por R$ 50.780; 5 Anos 1.0 MT, por R$ 49.630; Comfort Plus 1.0 5MT e blueMedia, por R$ 48.120; Comfort Plus 1.0 5MT, por R$ 46.570; Comfort 1.0 5MT e blueMedia, por R$ 44.850; e, por fim, Comfort 1.0 5MT, por R$ 43.300.

Mercado do HB20

Até o momento, o Hyundai HB20 ocupa uma posição de sucesso entre os carros mais vendidos no Brasil. O HB20 está em segundo lugar, ficando apenas atrás de um de seus principais concorrentes, o Chevrolet Onix. Atrás dele, temos outro hatch compacto muito valorizado e desejado, o Ford Ka, que vem crescendo na disputa.

Por Kellen Kunz

Hyundai HB20 2018


O novo Onix 2018 traz uma série de novidades muito interessantes, dentre elas estão novos itens de série, excelente variedade de versões e a volta da versão Effect, que fez muito sucesso em 2014.

Se você está à procura de um carro bonito, eficiente e com excelentes equipamentos, você caba de encontrar. Estamos falando do novo Onix 2018, um super lançamento da Chevrolet que com certeza irá te surpreender.

O Novo Onix do ano de 2018 traz uma série de novidades muito interessantes, dentre elas estão novos itens de série, excelente variedade de versões e a volta de uma versão que fez muito sucesso no ano de 2014, a pseudo-esportiva Effect.

Para começar a falar sobre este lançamento da Chevrolet apresentamos, primeiramente, as versões disponibilizadas em sua linha 2018. São elas:

– Novo Onix Joy 2018;

– Novo Onix Advantage 2018;

– Novo Onix LT 2018;

– Novo Onix LTZ 2018;

– Novo Effect 2018;

– Novo Activ 2018.

É importante lembrar que todas estas versões chegam muito completas e vai ficar difícil para o consumidor se decidir entre qual levar.

Em termos de motorização os motores do Onix são os mais modernos apresentados no mercado, mas a realidade é que nos últimos anos a marca procurou realizar alterações a fim de promover uma sutil economia.

Assim, o Onix vem com duas opções de motores Flex, sendo um de 1.0 e o outro de 1.4. O Primeiro vem equipado com 4 cilindros e oferece uma potência de 78 cavalos quando bastecido com gasolina e 80 cavalos abastecido com etanol. Com capacidade máxima de torque de 9,8 kgfm e 9,5 kgfm, álcool e gasolina.

Já o motor de 1.4 também é equipado com 4 cilindros e oferece uma potência de 98 cavalos quando bastecido com gasolina e de 106 cavalos abastecido com álcool. Já a capacidade máxima de torque é de 13,9 kgfm (álcool) e 13,0 (gasolina).

Já falando do consumo, quando comparado com outros carros da sua categoria, o Onix oferece bons números, mantendo-se equilibrado com modelos como HB20 da Hyundai. Porém, se comparado aos modelos menores o Onix fica um pouco atrás.

Veja a média de consumo do modelo:

Com gasolina, na cidade seu consumo é de 12, 9 km por litro, enquanto que na estrada é de 15,3 km.

Já bastecido com álcool na cidade o Onix faz 9,1 km por litro e na estrada faz 10,8 km por litro.

O Onix com motor 1.0 chega a fazer 826 quilômetros com o tanque cheio. O motor 1.4 já apresenta uma autonomia um pouco reduzida, sendo de 805 quilômetros.

O Onix 2018 é equipado com uma suspensão dianteira independente que possui uma barra estabilizadora que é ligada a hasta de tensão, molas helicioidais e amortecedor telescópico.

E quando o assunto é acessório a Chevrolet não economiza. Aliás, o Onix chega com uma grande quantidade de equipamentos, além de muitos kits originais. Veja abaixo alguns dos itens que equipam as versões do Novo Onix 2018:

– Aerofólio Esportivo;

– Alto-Falante 45W / Alto-Falante 60W / Alto falantes Dianteiros Premium + Tweeter– Tras/Diant;

– Aplique de Painel 24h;

– Antena Esportiva;

– Câmera de Ré p/ My Link / Câmera de Ré;

– Cabide Porta Paletó;

– Capa de Maçaneta cromada;

– Central Multimídia c/ TV e BT;

– Lâmpadas Azuis Effect Blue para Lanterna;

– Rádio com Entrada Auxiliar e USB;

– Moldura de radiador cromada – Superior;

– Extensão tomada 12V;

– Suporte para TABLET;

– Capa de banco de couro/ sintético Personalizado;

– Farol de Neblina;

– Kit Fumante;

– Display para sensor para estacionamento Traseiro;

– Vidro Elétrico nas 4 portas;

– Protetor de Para-choque;

– Protetor de Cárter;

– Entre outros.

Vale ressaltar que a gama de itens é realmente muito ampla, por isso antes de fechar a compra conheça todas as versões, assim como os itens de série e aqueles opcionais. Assim, você compra um carro que atenda a todas as suas necessidades.

Veja abaixo os preços sugeridos para cada versão do novo lançamento Chevrolet:

– Onix Joy 1.4 2018: Saindo por R$ 41.690;

– Onix LT 1.0 2018: Saindo por R$ 47.930;

– Onix LT 1.4 2018: Saindo por R$ 51.630;

– Onix Effect 1.4 2018: Saindo por R$ 54.990;

– Onix LT 1.4 2018: Saindo por R$ 56.790;

– Onix LTZ 1.4 2018: Saindo por R$ 56.690;

– Onix LTZ 1.4 2018: Saindo por R$ 61.930;

– Onix Activ 1.4 2018: Saindo por R$ 59.990;

– Onix Activ 1.4 2018: Saindo por R$ 65.290.

Por Sirlene Montes

Chevrolet Onix 2018


Nova linha do Polo será vendida com preços mais altos que chegam a R$ 2.570.

Lançado oficialmente em setembro do ano de 2017, foi divulgado pela montadora Volkswagen que o seu modelo Polo na linha de 2018 receberá o primeiro aumento em sua tabela de preços. Posicionado no Brasil como o quarto veículo mais vendido na categoria de hatch compacto, o automóvel será oferecido com preços mais altos, com acréscimos que chegam a até R$ 2.570.

Com quatro configurações sendo ofertadas, somente um dos modelos de entrada irá manter o preço anterior. Trata-se do Polo com o motor 1.0 MSI MT, com preço anterior fixado sem reajuste em R$ 49.990.

Polo 1.6 MSI

Já o Polo que vem equipado com o motor 1.6 MSI, que conta com potência de 117 cavalos e torque de 16,5 kgfm não teve a mesma sorte do anterior. Com uma diferença significativa em relação à tabela anterior, já que o aumento foi de R$ 1,1 mil, o carro custava em seu lançamento R$ 54.990. Agora, ele está disponível por R$ 56.090, trazendo acoplada uma transmissão manual e de cinco marchas.

Outras versões

Porém, apesar de a diferença grande notada no preço do modelo 1.6 MSI, essa não chega nem perto daquelas versões com o motor 1.0 TSI com potência de 128 cavalos e torque de 20,4 kgfm. Tida como a versão que mais sofreu com o reajuste dos novos preços, o modelo vem com transmissão automática de seis marchas.

Sendo assim, o Volkswagen Polo Comfortline 200 TSI, que anteriormente custava R$ 65.190, passou agora a ser comercializado pelo valor de R$ 67.150. O aumento, portanto, foi de R$ 1.960.

Já na versão do Volkswagen Polo Highline 200 TSI, considerado o veículo mais bem equipado e caro de toda a linha lançada, o custo teve reajuste de R$ 2.570. Assim, ele passou dos R$ 69.190 para o valor final de R$ 71.760.

É importante lembrar que essa versão topo de linha do VW Polo é tida como uma das mais recheadas de toda a categoria, com itens atrativos para os usuários. Sendo assim, o modelo dispõe de elementos como: sensor de fadiga, monitoramento da pressão exercida sobre os pneus, sistema multimídia com sistema Android Auto, GPS e Apple CarPlay, faróis com facho automático, retrovisor interno e eletrocrômico, frenagem pós-colisão, sensores de luz, de estacionamento e de chuva, painel com instrumentos totalmente digitais, bloqueio eletrônico do diferencial, freio a disco em todas as quatro rodas, limpeza de discos de freio, controles de estabilidade e de tração, quatro airbags, e muito mais.

Volkswagen Polo

Apesar das informações divulgadas pela Volkswagen, ainda não se sabe ao certo se os pacotes que são opcionais do carro e são ofertados pela montadora também terão um reajuste ou uma alteração no conteúdo. Até o momento, ele foi retirado do site no espaço “Monte o Seu”, de forma a assim receber todos os reajustes necessários.

Em sua sexta geração, o Polo foi apresentado oficialmente no Brasil no último ano, com uma mecânica extremamente moderna, agregado de muita tecnologia e um visual muito parecido com aquele comercializado na Europa. Com isso, o hatch chegou como uma das apostas mais fortes da Volkswagen no país, juntamente com outro lançamento, o sedan Virtus.

Apesar dos reajustes sofridos, o carro ainda é uma boa opção de compra, já que compete em uma categoria que é dominada por outros carros especiais, como é o caso do Fiat Argo, que parte dos R$ 46.800 e que ainda busca o seu espaço no mercado, e o campeão de vendas Hyundai HB20.

E se você quer saber mais sobre o veículo, basta acessar o portal https://www.vw.com.br/pt/carros/polo.html e ficar por dentro de tudo que envolve o Novo Polo.

Por Kellen Kunz

Volkswagen Polo 2018

Volkswagen Polo 2018


O compacto chega ao Brasil com muitas novidades, muito mais moderno e com detalhes bastante futuristas, principalmente pelo grande investimento da marca em tecnologia de ponta para proporcionar aos seus ocupantes muito conforto.

Quem já dirigiu um Citroen sabe que estamos falando de um carro bonito, potente, seguro e econômico, não é? E se você tem essa mesma impressão do Citroen, com certeza via gostar ainda mais quando conhecer o Novo Citroen C3, lançamento de 2018. Está curioso, não é? Então continue lendo este artigo e saiba tudo essa super novidade que com certeza vai conquistar muitos consumidores.

O Citroen C3 chega à sua terceira geração e como todos já sabem ele pertence à categoria dos hatchs premium e é fabricado na França, chega ao mercado nacional já como um grande sucesso, principalmente pela sua divulgação nas redes sociais de todo o mundo.

O compacto chega ao Brasil com muitas novidades, muito mais moderno e com detalhes bastante futuristas, principalmente pelo grande investimento da marca em tecnologia de ponta para proporcionar aos seus ocupantes muito conforto. Qualidades que o colocam em grande destaque em sua categoria.

A primeira geração do C3 foi lançada em 2002 e já chamava a atenção pela quantidade de itens de série, sendo estes de luxo. Foi destaque desta geração a direção que era equipada com assistência elétrica, uma grande novidade para aquela época.

No ano de 2012 a sua segunda geração foi lançada, mantendo algumas características da primeira como, por exemplo, o teto curvo e algumas modificações mais pontuais. Já no ano de 2016 o C3 ganhou um motor novo, de 1.2 Flex que prometia uma economia considerável.

Já esta nova geração traz algumas mudanças bastante significativas como linhas mais arredondadas e a carroceria com dupla cor. Os faróis também foram substituídos por outros equipados com luzes de LED, enquanto que a grade da frente foi toda redesenhada. Entre outros detalhes, o carro ficou bastante atrativo.

Outra novidade que promete ser um grande destaque dessa geração é um sistema chamado de Connected CAM, que é uma exclusividade da montadora. Com ele é possível fazer fotografias com qualidade em full HD em seu para brisa, que pode tirar fotos de 120º, possibilitando assim o monitoramento de pontos cegos além da observação da câmera de ré.

O Citroen C3 além de todas essas características ainda deve chegar em 2018 com um tamanho maior, uma vez que sua montadora informou que o modelo recebeu 5 cm a mais em seu comprimento. Já na largura são 4 cm a mais.

Todos esses detalhes fazem do Citroen C3 2018 um carro muito interessante, mas as suas qualidades não param por aí. Veja abaixo alguns dos itens de série que essa geração traz:

– Painel de instrumentos com tela LCD com central multimídia;

– Volante multifuncional;

– Conexão com sistema Apple Car Play e Android Auto;

– Vidros com comandos e travas elétricas;

– Computador de bordo;

– Ar condicionado digital;

– Sensor de auxílio estacionamento;

– Assistente para partida em rampas.

Em termos de consumo os testes feitos pelo INMETRO apontam que com um propulsor de 1.2 Flex e de 1.6 de 16v, o veículo abastecido com etanol apresentará uma média de consumo de 10, 6 km por litro trafegando na cidade. Já na estrada sua média é de 11,3 km por litro.

Gostou do Novo Citroen C3 2018? Conheça abaixo suas versões e respectivos preços:

– Novo Citroen C3 1.5 8V flex 2018: Saindo por R$ 44.990,00;

– Novo Citroen C3 1.2 12V flex 2018: Saindo por R$ 47.490,00;

– Novo Citroen C3 1.5 8V flex 2018: Saindo por R$ 48.990,00;

– Novo Citroen C3 1.2 12V flex 2018: Saindo por R$ 51.190,00;

– Novo Citroen C3 1.5 8V flex 2018: Saindo por R$ 51.690,00;

– Novo Citroen C3 1.2 12V flex 2018: Saindo por R$ 52.580,00;

– Novo Citroen C3 1.2 12V flex 2018: Saindo por R$ 54.090,00;

– Novo Citroen C3 1.6 VTI 120 flex 2018: Saindo por R$ 60.480,00;

– Novo Citroen C3 1.6 VTI 120 flex 2018: Saindo por R$ 59.090,00;

– Novo Citroen C3 1.6 VTI 120 flex 2018: Saindo por R$ 64.490,00.

Conheça todas as versões do Citroen C3 2018 e escolha aquela que mais tenha a ver com seu estilo.

Por Sirlene Montes

Citroen C3 2018


Modelo está de volta à venda e promete ser o carro sedan automático mais barato da Chevrolet.

Quem se lembra do Prisma Advantage? Um carro longo, todo compacto e maleável. A boa notícia é que ele está de volta com tudo este ano e promete ser o carro mais em conta da Chevrolet.

A última versão da série foi a de 2015, e tinha o motor 1.0. Agora, o novo sedan retorna com um motor mais potente de 1.4 cilindradas de 106 cavalos e um câmbio totalmente automático com nada mais nada menos que seis marchas, e o valor que você paga por tudo isso é R$ 58.690 à vista, preço de acordo com o índice da tabela Fipe atualizada para o lançamento.

O sedan será coordenado da mesma forma que o Onix Advantage, modelo mais recente econômico lançado pela Chevrolet, que custa R$ 57.190 com câmbio automático, sem câmbio ele sairia R$ 62.990. Seria uma opção mais barata ao Prisma LT 1.4 dependendo da exigência do consumidor.

O diferencial é que o Prisma Advantage já vem com o câmbio automático incluso, e tem aquela central de Multimídia mais recente chamada MyLink, um dispositivo toutchscreen de 7 polegadas capaz de interagir como um smartphone, enviando mensagens Whatsapp ou SMS, construir rotas, escutar músicas no comando e voz e ainda utilizar serviços de navegação online. Tudo isso no painel como nos carros mais modernos, além de outros detalhes como luz para clarear porta-luvas, volante com comandos de voz de áudios, apoio para os passageiros segurarem no teto e sensor automático para manobras em estacionamentos.

Mesmo assim, o consumidor que escolher adquirir o novo sedã Prisma Advantage, vai levar ele com rádio Bluetooth, travas automáticas, direção hidráulica, ar condicionado de última geração, todos os vidros elétricos e retrovisores flexíveis. Uma outra vantagem também é o porta-malas de 500 litros que desta vez vem totalmente elétrico com comando de abertura no painel do carro e também pela chave de partida. São opções encontradas em carros mais caros e luxuosos.

Assim como todos os outros carros da Chevrolet, o Prisma Advantage foi fabricado na cidade de Gravataí, no Rio Grande do Sul, e a tecnologia usada no interior do automóvel é inovadora, os bancos traseiros são bem fixados com um material chamado Isofix, totalmente impermeável e com reforços muito bem estruturados para garantir total segurança e desempenho dos passageiros durante a viagem.

A cabine é mais espaçosa, sem aqueles botões no volante, dando a sensação de liberdade na hora de dirigir e utilizar uma seta, por exemplo, que fica bem mais prática no novo painel. Quanto às funções do painel, o usuário poderá perceber que poderá utilizá-la sem ficar se esforçando para desviar seu olhar do volante, por exemplo, graças a um computador de bordo com funções que indicam quando o combustível está acabando, quando a marcha é mudada, se a velocidade está correta ou não em determinado momento, qual temperatura o ar-condicionado está, tempo e quilometragem da viagem, entre outras funções interessantes que o usuário poderá descobrir conforme a utilização.

O Chevrolet Prisma surpreende ao oferecer um design mais arrojado, eficiência e economia em suas transmissões de motores: um manual de seis velocidades e outra automática com as mesmas velocidades. É na utilização da marcha que o motor 1.4 SPE/4 ECO de 106 cv fica em evidência com essas transmissões. Rodas de aro 15 em alumínio se tornaram a tendência, mas para este modelo parece ter caído muito bem. Enfim, a promessa deste sedan é competir com todos os conceitos do modelo já estabelecidos.

Por Daniela Almeida da Silva

Chevrolet Prisma Advantage 2018


O novo Elantra traz novas mudanças que permitem colocar o veículo como um referencial em termos de sofisticação e conforto.

Considerado um dos carros mais luxuosos do Brasil quando o assunto é a categoria dos sedans importados, o novo Elantra da Hyundai chega à sua sexta geração com algumas novidades e com mais luxo e sofisticação.

Fabricado desde os anos 90, a nova versão para 2018∕2019, um dos modelos mais requisitados da marca quando o assunto é um carro luxuoso e que rode bem dentro dos centros urbanos, o Elantra traz novas mudanças que permitem colocar o veículo como um referencial em termos de sofisticação e conforto.

Para começar, várias são as definições que os sites especializados estão usando para classificar a nova versão.

Na avaliação dos especialistas, o carro em sua atual definição chama a atenção pelo seu excelente espaço interno, a notória estabilidade do veículo nas curvas (resultado obtido nos vários testes feitos pelas revistas especializadas) e pela ampla variedade de itens que o novo modelo oferece.

Inovação. Esta é a palavra mais adequada para definir o novo modelo. As modificações feitas pela Hyundai se concentraram tanto na parte externa quanto interna.

Os que são aficionados por mecânica já devem ficar cientes de que o Elantra 2018 já sai de fábrica com um motor do tipo 2.0 do tipo Flex em todas as suas versões.

Nos testes feitos com gasolina, o modelo possui uma potência de 157 cv e com etanol ele foi capaz de render até os 167 cv.

Com relação à transmissão, o Elantra faz jus à sua categoria de Sedan de alto luxo e todas as suas configurações saem de fábrica com câmbio automático de seis marchas.

As mudanças na parte externa começam logo com o novo desenho dos aros que deve proporcionar uma maior ventilação principalmente para as rodas dianteiras.

Ele ganhou agora uma nova grade frontal, em estilo hexagonal, o que proporciona um efeito de sofisticação e uma certa esportividade.

Além disso, os faróis de Xênon em desenho mais finos acrescenta um design mais atual e moderno ao sedan coreano, sem contar com as lanternas traseiras de LED que proporcionam uma maior economia de energia durante o seu uso.

Como um dos destaques que a nova versão traz temos o porta-malas que traz o sensor de presença embutido, a câmera de ré, os sensores de estacionamento tanto na traseira quanto na dianteira e o piloto automático que completam uma das várias opções para o carro.

Se você está pensando que a Hyundai projetou um automóvel que tenta chamar a atenção somente pelo luxo e beleza, poderá se enganar prontamente.

A montadora é uma das marcas que pensa muito na segurança dos seus consumidores e, por isso, nesta nova versão, ela decidiu trazer alguns itens como detector de ponto cego nos retrovisores externos, airbags laterais, frontais e de joelho (somente para o motorista), sistema de antitravamento para os freios, controle eletrônico de estabilidade e de tração, controle de tração, barras de proteção laterais, cintos de segurança de três pontas para todos os ocupantes, sistema do tipo ISOFIX para as cadeirinhas de bebê, travas de segurança nas portas traseiras para crianças, dentre outros itens.

Apesar de todas essas novidades, alguns experts em carros afirmam que o veículo apresenta também alguns pontos duvidosos que é bom citar aqui para uma maior informação dos leitores.

Seriam eles: a falta de um sistema de trocas de marchas no volante (parece até uma incoerência dos críticos, pois o veículo é de transmissão automática), ausência do consumo real de combustível no computador de bordo e uma desvalorização mais rápida do veículo.

Diante destes fatos, cabe somente ao consumidor decidir pelo modelo ou não na hora da compra.

Para não esquecer, quem quiser levar o novo modelo para casa terá que desembolsar entre R$ 85.000,00 e R$ 115.000,00, dependendo da versão escolhida.

Por Emmanoel Gomes

Hyundai Elantra 2018


Aparentemente mais bonito, com modificações externas bem interessantes, o X60 chega com um tipo de mais robustez sem perder a sofisticação.

Se você, como todo brasileiro, é um apaixonado por carros, então vai adorar conhecer o novo SUV que está chegando ao Brasil e que promete conquistar muitos consumidores neste ano de 2018. Estamos nos referindo ao Novo Lifan X60 2018, que chega com muitas novidades. Confira.

O Novo SUV agora disponível para vendas no Brasil chega com um novo câmbio automático tipo CVT, uma nova grade em sua dianteira, teto solar nas versões mais caras e os faróis totalmente reestilizados. Está realmente demais!

De acordo com sua montadora chinesa, essa proposta de facelift veio para dar ao carro X60 um tipo de mais sofisticação.

No Brasil, o modelo estará disponível para vendas no próximo mês de julho. Aparentemente mais bonito, com modificações externas bem interessantes, o X60 chega com um tipo de mais robustez sem perder a sofisticação.

Quando o modelo foi oficialmente apresentado em um evento no Salão do Automóvel, no mês de novembro do ano passado, o Lifan de 2018 passou por várias mudanças. Pois assim, a marca acredita que o público se interessará mais e as vendas aumentarão de forma considerável.

O lançamento do Lifan X60 de 2018 já era esperado desde o ano de 2016, mas alguns contratempos acabaram impedindo de acontecer. Assim, o carro será trazido do Uruguai onde é a sua fabricação.

Dessa forma, ele chega com faróis que foram redesenhados, na grade foi colocada uma barra mais grossa cujo nome de sua fabricante está inscrita.

No interior do carro temos o revestimento do painel feito com costuras que se destacam pela cor vermelha. O painel de instrumentos também está todo moderno, o que chama bastante a atenção.

Já falando de modernidade temos uma central multimídia de 8 polegadas que é sensível ao toque e que atua com um sistema de alta definição com o sistema Android.

E sempre que se fala em algum lançamento automobilístico, as pessoas logo desejam saber sobre quais itens de série acompanham os modelos. Então, se essa também for a sua dúvida, confira abaixo uma lista com alguns dos itens de série do Lifan X60 2018. Lembrando que a montadora não poupou investimentos nesses quesitos e todas as versões possuem bons equipamentos:

– Ar-condicionado digital;

– Central multimídia equipada com GPS, câmera de ré e Bluetooth;

– Direção hidráulica;

– Travas, vidros e retrovisores elétricos;

– Rodas de Liga leve;

– Sensor para estacionamento;

– Teto solar;

– Revestimento de couros dos bancos.

É importante destacar que o Lifan X60 2018 é um carro que foi fabricado para oferecer conforto e praticidade aos passageiros e ao motorista.

Em termos de motorização, o X60 chega equipado com um motor de 1.8 com 4 cilindros, 16V e um comando variável que é movido somente com gasolina e que oferece uma potência de 128 cavalos.

No que se refere ao consumo, o carro faz na cidade 8,6 km por litro de gasolina, enquanto que na estrada são 11,7 km por litro.

Conheça abaixo as duas versões do Novo Lifan X60 2018 e seus respectivos preços:

– Novo Lifan X60 Talent 2018: Saindo pelo valor de R$67.990;

– Novo Lifan X60 VIP 2018: Saindo pelo valor de R$77.990;

Com este valor o X60 Vip 2018 entra para a concorrência direta com os modelos EcoSport que possui câmbio com embreagem dupla e 6 marchas e também com o Duster 1.6 CVT. Ou seja, uma briga que vai ser muito boa, pois estes modelos apresentam um bom número de vendas no Brasil.

Agora resta aos interessados aguardar pelo seu lançamento em mercado brasileiro, que como foi informado anteriormente está prevista para o mês de julho deste ano de 2018. Até lá o que teremos mesmo são especulações.

Por Sirlene Montes

Lifan X60 2018


Carro é esportivo com detalhes marcantes e recursos modernos.

O JAC T5 2018 é um carro com muita beleza externa e modernidade interna, o que é considerado uma combinação mais que perfeita. Ele também tem um detalhe muito interessante que é o formato da carroceria que parece meio irregular, mas que se olhado com um pouco mais de detalhe, percebe-se que ele tem um estilo moderno e encantador. Além desses detalhes, ele possui pontos bem interessantes, que vamos abordar logo abaixo.

Vamos conhecer um pouco sobre sua parte externa

A parte externa do JAC T5 2018 é bem diferente da maioria dos carros desse segmento. Ele possui uma frente muito longa, o que pode parecer estranho, porém, essa sensação acaba quando percebemos que o seu capô curto faz uma combinação perfeita com a outra parte. Isso torna o visual externo moderno e esportivo ao mesmo tempo. Outro detalhe muito bonito da parte externa são os faróis duplos de LED diurnos que iluminam a beleza do carro. Ele também possui uma grade bem grande hexagonal que possui frisos cromados que chamam a atenção para essa parte. Mas o grande destaque da parte externa desse carro são as duas barras presas ao teto, que dão o destaque final para essa máquina cheia de detalhes.

Ele também possui rodas grandes de aro 16 e não são só as rodas que são grandes, os retrovisores são bem maiores que o normal e o espelho é grande também, e isso facilita a visibilidade do condutor e deixa o carro mais perfeito. As lanternas foram feitas com desenho harmônico e não possuem LED.

Carro com modernidade

Se você gosta de carro com recursos modernos, o JAC T5 vai agradar em cheio. Ele possui muitas funções modernas e que garantem conforto e segurança ao motorista e aos ocupantes do carro. Veja essas funções logo abaixo:

– Possui comando físico e tela sensível ao toque

– Multimídia com tela de 8 polegadas

– Entradas auxiliar USB/SD

– Imagem de câmera de ré

– Rádio AM/FM

– Mirrorlink para acesso a smartphones

– Reprodução de vídeo

– Conexão HDMI

– Computador de bordo simples que tem a função de avisar a pressão dos pneus

– E muito mais

Carro espaçoso

O JAC T5 2018 é um carro espaçoso e que permite bem-estar e conforto a seus usuários. E isso é um ponto que vai fazer com que muitas pessoas se interessem por esse modelo. Pois uma das maiores preocupações dos consumidores é justamente o conforto na estrada. Ele possui bancos em couro com a costura vermelha que faz combinação com a mesma cor do volante, é um charme a parte. Já as maçanetas são cromadas e dentro do carro possui muitos portas-copos que auxiliam as pessoas quando estão lanchando ou apenas bebendo suco ou água.

Porta-malas enorme e que cabe de tudo

Outro detalhe bem positivo desse carro é seu porta-malas, ele possui 600 litros contando até o teto e ainda é possível torná-lo bem maior. Ele é ideal para carregar muitas coisas e até mesmo bagagens em viagens. Isso o torna mais desejável ainda.

Versão mais simples JAC T5 2018 e seus equipamentos

A versão mais simples JAC T5 Pack 2 possui os seguintes equipamentos:

– Lanternas de neblina

– Vidros elétricos nas 4 portas

– Faróis de neblina

– Sensor de estacionamento traseiro

– Faróis com regulagem elétrica de altura

– Freio a disco nas quatro rodas

– Ar-condicionado automático

– Alarme antifurto

– Banco traseiro com isofix que fazem a fixação de até duas cadeirinhas infantis

– E muito mais

Motor potente

O motor desse carro é 1.5 litro 16V JetFlex e ele é considerado muito potente. Ele é capaz de fazer até 125 cv com gasolina e 127 cv com etanol. Seu torque é de 15,5 kgfm a 4.000 rpm. É a potência em forma de carro.

Valor do JAC T5 2018 em sua versão mais simples

O valor de mercado desse carro é a partir de R$60.990,00. É um preço justo por todos os recursos que esse carro possui.

Por Cristiane Amaral

Jac T5 2018


O novo Volvo XC60 2018 se destaca bastante quando o assunto é design, haja vista o estilo luxuoso e elegante que as linhas entregam.

Uma das atrações da Volvo para o mercado brasileiro é o novo XC60 2018, disponível em três versões sendo que também é oferecido a pessoas com deficiência. Com preço inicial sugerido de R$ 239.950, o utilitário esportivo é capaz de entregar 258 cv de potência e 35,7 kgfm de torque. Sob o seu capô está o motor 2.0 T5 Drive-E de quatro cilindros e movido a gasolina. O câmbio é automático de seis velocidades além de tração nas quatro rodas.

O novo Volvo XC60 2018 se destaca bastante quando o assunto é design, haja vista o estilo luxuoso e elegante que as linhas da Volvo recebem. Dessa forma, podemos destacar no visual do XC60: capô mais longo, conjunto óptico em LED, vincos de linhas ascendentes nas laterais, para-lamas alargados e lanternas no formato L na parte traseira.

Uma das preocupações da Volvo para este lançamento foi justamente chamar atenção com o visual do automóvel. Por isso, o XC60 2018 está mais arrojado e bastante sofisticado quando o assunto é impacto visual. São várias melhorias na parte estética do automóvel, dentre as quais: faróis full LED com luzes diurnas em formato T além de lanternas de LED no formato L na parte traseira que realçam o logo da montadora sueca.

A parte interior do XC60 2018 também não deixa a desejar e conta com um acabamento bastante refinado, digno de automóvel topo de linha. Também há boa notícia para os passageiros: o espaço interno está maior devido ao aumento de 9 cm na distância entre-eixos, algo que trouxe mais espaço para a pernas dos passageiros. Além disso, a diversão o entretenimento estão garantidos pelo sistema Sensus Connect com tela sensível ao toque de nove polegadas, integrado aos aplicativos Android Auto e Apple CarPlay além de comandos de voz.

O Volvo XC60 2018 também possui a nova plataforma modular SPA, que já se encontrava disponível nos automóveis da linha 90 da Volvo.

Itens de Série

Confira aqui os principais itens de série do novo Volvo XC60: alerta de colisão frontal, sistema multimídia equipado com navegador GPS, faróis full LED, aplicativos Android Auto e Apple CarPlay, sistema de proteção em saída de estrada, funcionalidade para monitoramento da pressão dos pneus e alerta de mudança de faixa. Também podemos destacar o serviço Volvo On Call de segurança, que dispõe de assistência 24 horas com o objetivo de auxiliar o condutor em casos de emergência, localização bem como roubo, furtos e demais situações de risco.

A Volvo pensou bastante no quesito segurança quando desenvolveu esse automóvel. O resultado é um grande número de funcionalidades que permitem deixar sua experiência com o XC60 2018 ainda mais segura. Um dos destaques é Mitigação de Pista Oposto, capaz de ajudar o motorista quanto a evitar possíveis colisões com veículos da pista oposta. Já o Sistema de Informação de Ponto Cego, por sua vez, irá avisá-lo quanto à presença de veículos no ponto cego do motorista. Nas versões intermediária e topo de linha ainda é possível encontrar o sistema City Safety, cuja principal função é operar quando o sistema de freios automático não consegue evitar uma colisão em potencial, por exemplo.

Preços e Versões

Confira as versões e os respectivos preços do novo Volvo XC60 2018:

· XC60 Momentum 2018: R$ 239.950.

· XC60 Inscription 2018: R$ 259.950.

· XC60 R-Design 2018: R$ 269.950.

Consumo e Ficha Técnica Completa

Como já destacado, o novo Volvo XC60 2018 está disponível apenas com o motor 2.0 T5 Drive-E de quatro cilindros e movido a gasolina. Por isso, o consumo é o mesmo para as três versões do automóvel. Na cidade, o consumo médio apresentado foi de 8,4 km/l enquanto que na estrada o resultado é de 10,2 km/l.

Para conferir a ficha técnica completa e demais detalhes do XC60 2018, acesse o site oficial da Volvo através do link www.volvocars.com/br/modelos-volvo/novos-modelos/xc60.

Por Bruno Henrique

Volvo XC60 2018

Volvo XC60 2018


Modelo foi lançado para substituir o Palio e na linha 2018 está impressionando ainda mais.

A Fiat renovou seus modelos e em 2017 lançou o novo sucessor do Palio que foi seu carro-chefe durante muitos anos seguidos. O Fiat Argo chegou com estilo inovador para impressionar seus proprietários.

Alguns fãs e compradores de modelos das concorrentes como Onix e HB20, começaram a mudar seus olhares, o Argo chegou com a intenção de chamar a atenção das pessoas que gostam muito desse estilo.

Além de ser considerado substituto do Palio, entra para tomar o lugar do Punto e Bravo. Neste artigo vamos dar mais detalhes sobre esse novo modelo da Fiat que já chegou mostrando para que veio e realmente está agradando muito ao público da Fiat quanto dos seus concorrentes.

Se interessou em saber mais um pouco sobre o Argo? Continue lendo este artigo até o final para ver se vale a pena ir até uma concessionária fazer um test drive ou não.

Você vai saber:

· As dimensões que impressionam

· As 7 versões e seus detalhes

· Como será por dentro

· Preços e opcionais

As dimensões que impressionam

Para um modelo hatch, o Fiat Argo já chega impressionando com seus 3.998 mm de comprimento por 1.503 mm de altura e uma largura de 1.962mm proporcionando um melhor conforto e espaço interno para seus ocupantes.

O tanque de combustível tem capacidade de 48 litros, um padrão da categoria, e também conta com porta-malas de 300 litros. O Argo possui motorização Flex.

O consumo varia entre as versões, mas o destaque está voltado para a versão 1.0 que percorre cerca de 14.2 km/litro dentro da cidade e 15.1 km/litro nas estradas com gasolina e com etanol chega a percorrer na área urbana 9.9 km/litro e nas rodovias 10.7 km/litro.

As 7 versões e seus detalhes

A Fiat investiu em fornecer muitas opções para seus clientes, além disso, trazer a possibilidade de personalização e inclusão de kits opcionais, no total são 7 versões semelhantes porém distintas A primeira versão é o Argo Drive 1.0 Flex 4 portas.

O motor é composto por 3 cilindros com potência de 72 cv com gasolina e 77 cv com etanol.

Um detalhe do Argo é pelo seu estilo esportivo e aparência jovem. O modelo compacto da Fiat apresenta faróis duplos e nas versões mais tops de linha com Led diurno. Um detalhe, estão voltados para suas grades frontais que lembram um pouco escamas, além disso, um destaque para “falsas” entradas de ar laterais que realçam o tom esportivo do carro.

As demais versões demonstram o design robusto e moderno do Fiat Argo sendo elas: Argo Drive 1.3 e 1.3 GSR Flex 4 portas, Argo 1.8 Precision com transmissão manual e automática de 6 marchas e finalizando com a versão Argo 1.8 HTG.

Como será por dentro

O Argo por dentro é simplesmente apaixonante com seu painel com 3 revestimentos diferenciando seus tons nas versões Drive, Precision e HGT, seu volante é o mesmo para os demais, que conta com ajuste de altura, menos a versão 1.0, duas opções de ar-condicionado.

A primeira opção do ar é manual nas versões Drive, porém, nas versões Precision e HTG são automáticos. Os bancos possuem regulagem de altura e também em duas opções em tecido na versão de entrada e em couro nas versões top. A direção é elétrica com sistema progressivo.

Preços

Os preços oferecidos partem de R$ 47.790 para a versão de entrada Drive 1.0 variando entre as versões chegando até R$ 71.390 na versão top de linha HTG 1.8 AT6.

No site oficial da Fiat é possível personalizar e montar seu carro no seu estilo preferido, bem como escolher a cor para sair da concessionária do jeito que você preferir. Acesse: http://bit.ly/monte-seu-Argo e veja todos os opcionais que deseja integrar em seu modelo.

Entre os opcionais oferecidos, um destaque para o Kit Parking que auxilia o motorista na hora de estacionar o veículo, comporta sensor de estacionamento com câmera de ré. Outro opcional interessante é o kit stile que personaliza seu carro com faróis de neblina e rodas de liga de 15 polegadas e pneus 185/60 R15.

Caso queira adicionar esses dois kits é preciso investir mais R$ 3.700 a mais ao valor original da sua versão.

Gostou das informações do novo modelo Hatch da Fiat? Fale sobre o que achou desse novo modelo nos comentários e compartilhe com seus amigos.

Por Marcio Ferraz

Fiat Argo 2018

Fiat Argo 2018


O anúncio da nova geração dos veículos Ford Ka e Ford Ka Sedan do ano de 2018 veio acompanhado para os consumidores interessados de um aumento em seus valores financeiros devido às mudanças que ocorreram em sua estrutura mecânica, externa e interna.

A delimitação de uma tabela com valores para aquisição de certo modelo que é informada pode sofrer alterações em virtude de aspectos variados que geram aumento nos custos para sua fabricação os quais são repassados aos consumidores finais.

Uma situação como a apresentada anteriormente está ocorrendo já no início deste ano com a alta nos preços do Ford Ka e Ka Sedan 2018 cujos detalhes técnicos e operacionais serão apresentados em seguida neste artigo.

Entenda a alta nos preços do Ford Ka e Ka Sedan 2018

O anúncio da nova geração dos veículos Ford Ka e Ford Ka Sedan do ano de 2018 veio acompanhado para os consumidores interessados de um aumento em seus valores financeiros devido às mudanças que ocorreram em sua estrutura mecânica, externa e interna.

Estas melhorias levaram a um aumento médio de R$470,00 a R$900,00 no valor destes veículos dependendo da versão a ser escolhida com preços iniciais de R$43.760,00 para o Ford Ka SE 1.0 e de R$46.790,00 para esta mesma linha do Ford Ka Sedan.

Já em suas versões mais completas, os valores passaram a ser de R$54.690,00 para a versão hatch SEL 1.5 litros enquanto em seu modelo sedan a versão SEL Plus 1.5 litros não sai por menos de R$60.690,00 em sua configuração básica.

Características técnicas do Ford Ka e Ka Sedan 2018

A linha de veículos formada pelo Ford Ka e Ford Ka Sedan 2018 apresenta como elementos incluídos de série direção do tipo elétrica, ar-condicionado, chave com acionamento remoto além de abertura de vidros tanto traseiros quanto dianteiros com mecanismos elétricos.

Quanto ao seu funcionamento mecânico, o Ford Ka e Ford Ka Sedan 2018 apresentam versões com motores 1.0 ou 1.5 litros portadores de tecnologia flex para uso de combustível em um câmbio do tipo manual em todos os casos com 5 marchas integrantes.

O bom desempenho que estes automóveis agora apresentam são um dos fatores mais preponderantes para justificarem o seu aumento já que pode render de 85 a 110 cavalos de potência quando são utilizados.

Apresenta ainda a capacidade de alcançar uma velocidade máxima de 166 Km/h conseguindo acelerar de 0 a 100 Km/h em 13,9 segundos em um consumo que varia de 10,4 Km/litro na cidade usando etanol e de 15,1 Km/l na estrada tendo a gasolina como combustível.

Esta nova geração recebeu as versões S e Tecno com alternativas diferenciadas em sua dinâmica como rodas de liga leve de 15 polegadas, controle de estabilidade e tração e assistente para direção em rampas.

Oferecem, ainda, faróis de neblina, computador de bordo bem como bancos possuindo cores e formatos de costuras exclusivos destas duas novas configurações do Ford Ka e Ford Ka Sedan 2018.

Detalhes internos do Ford Ka e Ka Sedan 2018

Em seu interior não apresenta um espaço ampliado, mas o seu formato diferenciado acaba sendo atrativo para os consumidores com bancos de revestimento confortável e diversos porta-objetos distribuídos.

Ao considerar de maneira específica os bancos destes automóveis, eles possuem em todas as versões possibilidade de realizar seu ajuste vertical sendo que na versão SEL apresentam revestimento em couro.

Para o motorista oferece como diferencial o painel de instrumentos compacto e de fácil leitura de suas informações ofertadas além do seu porta-malas com capacidade para receber até 257 litros de itens em seu interior.

Em seu entretenimento estes veículos proporcionam um sistema multimídia com som o qual permite acionamento de atividades por meio do comando de voz emitido pelos seus ocupantes.

Conclusão

Portanto, a alta nos preços do Ford Ka e Ka Sedan 2018 foi efetuada neste início de ano pela sua concessionária em virtude de melhorias que foram efetuadas nestes modelos populares de grande saída no mercado automotivo brasileiro.

Por Ana Camila Neves Morais

Ka 2018

Ka Sedan 2018


Veja os modelos de carro que podem ser vendidos com valores reais da tabela Fipe.

Todas as pessoas que possuem carros, em algum momento da podem precisar ou querer vender o mesmo. Quando isso acontece, surgem muitas preocupações, e a principal delas é conseguir vender o carro pelo valor justo. E para isso temos como referência a tabela Fipe. Porém, nem todos os modelos de carros podem ser vendidos se baseando nessa tabela.

Como funciona o valor se baseando na tabela Fipe?

Precisamos ressaltar que a maioria das pessoas que querem vender o seu carro, não valorizam o valor real dele. É claro que muitos fatores ajudam a determinar o valor correto e justo, fazendo assim uma ponte justa entre vendedor e cliente. Mas, a maioria das pessoas pensa que diminuir muito o valor do carro, é uma ótima técnica para que não se perca a venda. Isso na verdade é um grande erro. Antes de determinar ao valor de venda do carro, é preciso fazer uma avaliação geral dele. Essa avaliação começa na parte mecânica, vai para parte interna, externa e documentação do carro. Se tudo estiver ok, você só precisa avaliar o valor dele pela tabela Fipe.

Veja abaixo as marcas que são vendidas mais facilmente pela tabela Fipe:

As marcas que são mais valorizadas pela tabela Fipe são: Honda, Nissan e Volkswagen. Os carros dessa marca costumam ser vendidos mais facilmente e com o valor bem próximo a tabela Fipe. Isso quer dizer que o dono do carro dificilmente terá prejuízo com a venda dele. É claro que as condições do veículo precisam estar boas para que isso realmente seja possível.

Como avaliar se seu carro realmente está sendo vendido por um preço justo?

De acordo com Marcos Leite, VP do site OLX, a média de tempo para um carro ser vendido no site é de no máximo 30 dias, e que 80% dos carros são vendidos nessa média de tempo. E 14% dos carros são vendidos em até 4 dias. Caso o carro anunciado passe muito desse tempo, é preciso avaliar se o valor não está alto demais e ver se realmente ele está se encaixando dentro da tabela Fipe.

Como é feito o estudo para chegar tabela Fipe?

Foi feito um estudo que considerou o preço médio de venda de 20.372 carros no site da OLX no mês de julho. Esse estudo avaliou o valor de 220 opções de 76 modelos de carros, e estabeleceu apenas as versões que tiveram venda maior de 30 unidades. E no final a pesquisa fez uma comparação com os valores da tabela Fipe.

Veja abaixo os carros que são mais valorizados na hora da venda se baseando na tabela Fipe:

Honda Civic

A versão Sedan SE 1.8 Flex 16V automático tem a diferença de preço de 4,28%, se avaliarmos o valor pelo site da OLX e a tabela Fipe. O valor de venda no site da OLX é de R$ 39.113,71 e pela tabela Fipe é de R$ 36.987,00.

Fiat Mobi

A versão Easy 1.0 Fire Flex 5P tem a diferença de preço de 1,58% se avaliarmos o valor pelo site da OLX e a tabela Fipe. O valor de venda pelo site OLX é de R$ 28.381.60 e pela tabela Fipe é de R$ 27.941,00.

Chevrolet Corsa

Com a versão Hatch Maxx 1.4 8V EconoFlex 5P tem a diferença de valor de 1,20% comparando o valor pelo site da OLX e a tabela Fipe. O valor de venda do site OLX é de R$ 22.468,99 e pela tabela Fipe é de R$ 22.202,00.

Esses são apenas 3 exemplos de modelos de carros que podem ser vendidos por um preço justo. Não é necessário diminuir ou aumentar o valor. E dessa forma as chances de vender seu carro mais rapidamente vai aumentar muito!

Por Cristiane Amaral

Honda Civic


Confira as opções de carros mais baratos do ano de 2017.

Se está pensando em comprar um carro 0 km? Veja as opções de carros mais baratas deste ano de 2017.

A decisão de comprar um carro novo envolve muitas pesquisas. E entre elas está a busca por um valor baixo ou pelo menos justo. O ideal é conhecer a potência do carro que você deseja comprar e ter certeza que ela vai suprir todas as necessidades, e depois disso, o ideal é fazer uma busca por preços, e avaliar o custo benefício.

Os brasileiros costumam ser econômicos na hora de finalizar a compra do seu carro, então essa lista será de muita utilidade. A lista não vai estar em ordem certa, ou seja, não vai constar do valor menor para o maior, e sim se enquadrar entre os carros mais baratos do Brasil.

Vamos à lista dos carros mais baratos do Brasil:

1- Renault Kwid Life preço de mercado R$29.900

Esse carro não tem uma funcionalidade alta, é considerado básico olhando de uma maneira geral. Ele possui alguns itens de série como fixação Isofix, airbags laterais e desembaçador traseiro. O motor é 1.0 do Sandero e ele consegue desenvolve 70 cv. Se o cliente desejar ter itens como direção elétrica e ar-condicionado é preciso escolher a versão intermediária desse modelo, o valor do modelo Zen custa R$ 34.990 e mesmo assim ele se mantém na categoria de carros mais baratos do Brasil.

Renault Kwid Life

2- Nissan March 1.0 conforto preço de mercado R$ 39.990

A Nissan é uma marca muito desejada pelos brasileiros. Talvez seja por isso que esse modelo de carro é um dos mais escolhidos quando se trata de custo benefício. O grande diferencial desse modelo é baixo consumo do combustível. O Nissan March tem como seus principais itens de série o ar-condicionado e a direção elétrica. O motor é 1.0, 77 cv.

Esse modelo da Nissan é comparado ao Chery Celer Sedan, ele só perde no desempenho e itens de série.

Nissan March

3- Chery Celer Hatch preço de mercado R$ 38.990

Esse modelo já se encaixa na categoria de carro mais potente e com mais itens de séries. Ele é indicado para as pessoas que são mais detalhistas e buscam um carro com um pouco mais de potência, pagando um bom preço, dentro da categoria de carros mais baratos do Brasil. Seu motor possui 4 cilindros, 1.5, 113 cv.

Seus principais itens de séries acrescentam mais visibilidade a esse carro, e os itens são vidros e travas elétricos, ar-condicionado, direção hidráulica e sensor de ré e rádio.

Além dos itens de série esse modelo tem o motor acima de 1.0, lista de equipamentos completos e espaço interno. Por essa razão ele agrada em cheio na hora da pesquisa de compras de carro. E ainda está na lista de carros mais baratos do Brasil.

Chery Celer Hatch

4- Kia Picanto preço de mercado R$ 40.990

Esse modelo é importado da Coréia do Sul. É uma versão completa e que tem muitos detalhes positivos e acabam deixando esse modelo cada vez mais bem visto. Seu motor possui 3 cilindros é 1.0, 80 cv. Possui muitos itens de série como rádio com Bluetooth, volante multifuncional, Isofix, ar-condicionado, direção elétrica, banco traseiro bipartido e vidros e travas elétricos.

A parte negativa desse modelo é seu espaço interno e no porta-malas. Então se você precisa de um carro amplo e com bastante espaço ele não é o mais recomendado.

Kia Picanto

5- Chery QQ Smile valor de mercado R$ 25.990

Esse é o carro mais barato da nossa lista e nem por isso é o de menor qualidade olhando por uma visão geral. Ele é fabricado em Jacareí SP. Ele possui motor 1.0, com 3 cilindros e 75 cv. Tem bons itens de séries como rádio com entrada USB, computador de bordo e vidros elétricos. Ele está classificado como o carro mais barato do Brasil.

Chery QQ Smile

Agora é escolher o seu modelo ideal!

Por Cristiane Amaral


Novo Audi A5 Sportback foi lançado no Brasil. Confira as versões e seus preços.

A montadora germânica Audi lançou no Brasil recentemente o novo A5 Sportback. No ano de 2016 foi revelado mundialmente e chega por aqui em quatro diferentes versões de acabamento (Ambition, Ambiente, Attraction e Ambition Plus) e dois diferentes motores sendo o 2.0 TFSI, com 252 cv e com 190 cv. Todas elas combinam com um câmbio automático com sete marchas.

O desenho ainda é o atrativo principal do A5. Os traços elegantes do cupê com quatro portas receberam um toque de esportividade, principalmente na dianteira, onde agora conta com uma grade hexagonal maior e quatro vincos no capô. Na traseira, as lanternas se alargaram.

Por dentro é igual ao A4, com diversos apliques de alumínio e cheio de linhas horizontais. O A5 Sportback Attraction, que é vendido por R$ 189.990, sai direto da montadora com seletor de modos de condução, faróis de xenônio, rodas de 17 polegadas, sensores de luz, piloto automático com limite de velocidade e bancos com regulagens elétricas.

O painel Virtual Cockpit está presente no A5 da versão Ambiente (R$ 213.990) em diante, que ainda conta com itens como bancos esportivos, rodas de liga leve de 18” e GPS. Logo depois vem a versão Ambition, sendo a primeira equipada com propulsor 2.0 que gera 252 cv. O único diferencial em sua lista de equipamentos com relação a versão Ambiente é o fato de possuir tração em suas quatro rodas.

A versão Ambition Plus é a top de linha (R$ 268.990), que ainda soma ar-condicionado digital de três zonas, faróis full led, kit esportivo S-Line (que conta com spoilers traseiro e dianteiro e nas saias laterais), espelhos retrovisores rebatíveis, câmera de ré e teto solar elétrico panorâmico.

Os itens opcionais variam conforme a versão, destacando as assistências eletrônicas, por exemplo, o Traffic Jam Assist. A condução semiautônoma realiza o controle de velocidade do carro e executa curvas a uma velocidade de até 65 km/h, no ritmo do carro posicionado à sua frente. Também há alerta ao sair de vagas perpendiculares, quando estacionado e aviso de saída aos passageiros, acendendo uma luz vermelha, impedindo que as portas destravem quando identifica a aproximação de outro carro.

Por Filipe Silva

Audi A5 SportBack

Audi A5 SportBack


Modelo irá receber novos faróis, com grade frontal e projetores cromados com um novo desenho.

A quarta geração do Honda City que teve seu lançamento feito no ano de 2014, se prepara agora para mais uma reestilização meia-vida. De acordo com informações que foram publicadas em meados deste ano, o modelo da montadora japonesa continua realizando testes avançados no Japão e de acordo com dados divulgados pelo site indiano Car Dekho, o mesmo irá ficar pronto no mês de janeiro do próximo ano.

Sem muitas alterações radicais, o facelift irá se concentrar na parte dianteira do carro, a qual foi inspirada em outro modelo da marca, o Accord e que provavelmente irá receber novos faróis, com grade frontal e projetores cromados com um novo desenho. Além disso tudo, contará com novas rodas de liga leve e também lanternas com lâmpadas em LEDs são muito esperados para essa geração.

Na parte interna do modelo, o sistema multimídia possui uma tela sensível ao toque que permitirá realizar o espelhamento de smartphones, que possuem sistema Apple CarPlay e Android Auto. O modelo que será comercializado para os indianos deverá contar ainda com seis airbags distribuído pelo veículo e bancos de couro nas versões mais caras, tais itens já são se encontram em uso no Honda City vendido no Brasil.

A gama de propulsores continua sem mudanças com a oferta do motor 1.5 i-VTEC, que conta com 16 válvulas, porém o câmbio manual com cinco velocidades deve ser trocado por uma transmissão de seis velocidades, continuando com a opção do câmbio CVT. Alguns rumores circulam a internet sobre a grande possibilidade de o veículo sedã compacta ter um motor 1.8 de 16 válvulas, o mesmo utilizado no HR-V, visto que o Honda Civic teve um aumento em seu valor e acabou se distanciando em preço, porém nenhuma informação oficial foi divulgada sobre o assunto.

Caso essas previsões venham a ser confirmadas, o desembarque do novo Honda City se dará três anos depois do lançamento deste modelo atual, mas um pouco menos de tempo no Brasil, onde o lançamento ocorreu em meados do ano de 2014.

Por Filipe Silva

Honda City 2017

Honda City 2017

Fotos: Divulgação


O modelo continua com as linhas da versão comercializada nos Estados Unidos, porém com motor flex 2.0, que é utilizado no modelo atual e continuará sendo a única opção aqui no Brasil.

Eis que chegou a nova geração do Hyundai Elantra, que foi uma das atrações da montadora no Salão do Automóvel da cidade São Paulo. O veículo chegou no dia 10 de outubro às concessionárias de São Paulo, e as vendas se iniciaram no dia seguinte. Da mesma forma que sempre ocorreu, será necessário realizar o pagamento de um sinal de até por cento do valor total do modelo para que a compra possa ser garantida, sendo que o prazo para ser entregue é de até 30 dias para as unidades iniciais.

Visualmente, o modelo continua com as linhas da versão comercializada nos Estados Unidos, porém com motor flex 2.0, que é utilizado no modelo atual e continuará sendo a única opção aqui no Brasil, o propulsor do sedan possui uma potência de 178 cavalos, porém de acordo com as normas de emissões, passou a oferecer 167 cavalos no modelo ix35. A transmissão automática ainda será de seis marchas, porém não haverá opção de realizar troca manual através daquelas borboletas atrás do volante.

Será vendido em três diferentes versões. Na versão de entrada o modelo contará com retrovisores elétricos aquecidos, airbags frontais, ar-condicionado, travas e vidros elétricos, sistema de som com botões no volante e piloto automático, no valor de R$ 84.990. A opção intermediária, a Special Edition no valor de R$ 103.900, contará com seis airbags, ar-condicionado de duas zonas, sensor de estacionamento traseiro e dianteiro, rodas de liga leve de 16 polegadas, bancos de couro, lanternas traseiras e luzes diurnas de LEDs, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, alerta de ponto cego, comandos no volante e sistema multimídia com GPS.

A opção topo de linha que sai por R$ 114.990 terá em seu pacote de itens o airbag de joelho para o condutor, detector de pontos cegos, faróis de xenônio com assistente de luz alta, controle eletrônico de estabilidade, teto solar elétrico, seletor de modos de condução, espelhos rebatíveis e painel de instrumentos com tela com 4,2”. Além de Controles de estabilidade e tração também estarão no pacote. O modelo será vendido nas cores prata, preta e branca, sem contar a garantia de cinco anos.

Por Filipe Silva

Hyundai Elantra 2017

Hyundai Elantra 2017

Fotos: Divulgação


A Peugeot trouxe no 3008 um ?ar? típico de um SUV, o que é válido tanto na aparência quanto para o comportamento.

Como era mais do que previsto a Peugeot realmente decidiu mostrar no Salão de São Paulo de 2016 uma novidade quentinha recém saída das mãos dos designers franceses da marca. Estamos falando do novíssimo 3008. Para quem não se lembra esse modelo já foi lançado. Na verdade, foi até durante o Salão de Paris que aconteceu a pouco mais de um mês. Já o lançamento do carro, ao menos no Brasil, está previsto para o ano que vem. Bom, vamos a alguns detalhes sobre essa novidade do setor automobilístico.

A Peugeot trouxe (ou implantou) no 3008 um “ar” típico de um SUV, o que é válido tanto na aparência quanto para o comportamento. O modelo apresentou uma evolução em relação a aparência deixando-a mais esportiva. Os parachoques estão significativamente mais largos, a cintura mais alta e rodas maiores. Além disso, ainda vamos encontrar alguns detalhes tais como o uso de cores diferentes entre a carroceria, o teto e as barras. Vamos encontrar também apliques nas saias laterais.

O novo 3008 foi desenvolvido em cima da nova plataforma modular EMP2. São 4,45 m de comprimento, a título de curiosidade são 8 cm a mais do que a geração anterior tinha. A distância entre-eixos tem 2,67m.

Essa “esticada” no modelo permitiu que o 3008 ganhasse em espaço interno. O porta-malas também ganhou nesse aspecto, ao todo temos 520 litros de capacidade. A capacidade anterior possuía 90L a menos. Além disso, de acordo com a fabricante a novidade é 100kg mais leve do que a geração anterior.

Ainda sobre as medias é interessante observar que a altura e a largura permanecem iguais. Ou seja, 1,62m e 1,84 respectivamente. São 22 cm de distância entre o carro e o solo.

Os condutores terão um painel central que possui uma tela com 8 polegadas (sensível ao toque) que conta com diversos apps, Bluetooth, navegação em 3D, controle de ar-condicionado e rádio. O 3008 ainda oferecerá a alternativa de o condutor adquirir um modelo que tenha massageadores nos bancos.

Na Europa a motorização oferecida já é conhecida. Teremos o 1.6 THP com 163 cavalos. Esse mesmo propulsor se encontra presente no Brasil em alguns modelos Peugeot e Citroen. Por aqui a informação é de que 3008 chegará com esse mesmo bloco.

Por Denisson Soares

Peugeot 3008


Modelo combina performance, estilo e segurança.

Esportividade que arranca olhares por onde passa. Esta é a promessa da Chevrolet com o seu novo veículo Cruze Sport6 que combina performance, estilo e segurança.

Neste mês de novembro o Cruze Sport6 estará no Salão do Automóvel em São Paulo, o hatch esportivo para a família.

Apesar da GM estar querendo manter segredo sobre seu novo hatch, no entanto, foi flagrado o carro camuflado de testes em algumas cidades perto da fábrica de São José dos Campos (SP).

O hatch médio já começou a pré-venda no Salão do Automóvel, porém chegará às concessionárias apenas em Dezembro com as versões LT, LTZ e LTZ com kit Hi-Tech.

História do Chevrolet Cruze:

Sua história se inicia em 2012, o Cruze Sport6 é a versão hatch do Chevrolet Cruze (sedã). O modelo veio para substituir o Vectra GT derivado do Vectra Sedã, onde foi encerrada sua produção definitivamente em 2011.

Começou a ser vendido com motor Ecotec 1.8 de 16V e exclusivo câmbio de 6 marchas.

Design:

Investimento na esportividade possui a carroceria 21cm menor que seu irmão sedã. A traseira se destaca com spoiler incorporado e lanternas exclusivas. Os diferenciais do seu design estão na dianteira com para-choques baseados na versão americana RS.

Interior:

Espaço interno mantém as dimensões do Sedã com boa distância para as pernas no banco traseiro. Painel Dual Cockipt e bancos com revestimento Premium. Um item de série do Cruze Sport6 é a elegância interna.

Mecânica:

O motor turbo 1.4 de 153 cv e 24,5 mkgf é a atração principal, abastecimento é o etanol e a combinação da transmissão automática de 6 marchas e além do mais a opção de trocas em sequência. Suspensão com ajuste mais esportivo.

Preço:

Duas versões serão vendidas no Brasil (LT e LTZ). É esperada o início das vendas em Dezembro e início de 2017.

Os preços do LT avaliado em R$ 89.990,00 e o LTZ custando R$ 101.990. Já o LTZ com pacote Hi-Tech poderá ser vendido por R$ 110.990.

O Cruze Sport6 tem sistema start-stop com a função de ligar e religar o motor automaticamente em situações de transito e semáforos.

Integrado com Central Multímidia Mylink II com GPS, comando de voz e compatibilidade com Android e Apple.

Por Marcio Ferraz

Chevrolet Cruze Sport6


Fiat altera tabela de preços do Fiat Mobi.

O Mobi, modelo de entrada da Fiat disponível desde abril, teve sua tabela de preços reajustada pela primeira vez desde o lançamento neste mês de outubro. Depois de meses com boas vendas em agosto e setembro, inclusive batendo os números de seu rival, o Volkswagen Up!, o compacto de apelo urbano sofreu aumento de preços variando entre 1,49% e 1,51%, dependendo da versão.

O modelo mais básico, o Mobi Easy, que vem com motor Fire 1.0 EVO 8V Flex, com potência máxima de 73 CV (gasolina) / 75 CV (etanol) a 6.250 rpm, câmbio manual de cinco velocidades, rodas de 13 polegadas com calota, para-choques pintados na cor da carroceria, banco traseiro bipartido e rebatível, sistemas Drive by Wire, Lane Change e ESS, espelhos retrovisores com comando mecânico interno e para-sol com espelho para o passageiro, airbag duplo (motorista e passageiro) e freios ABS com EBD, subiu de R$ 31.900,00 para R$ 32.380,00.

Uma das versões intermediárias, o Mobi Like, traz motor Fire 1.0 EVO 8V Flex, com potência máxima de 73 CV (gasolina) / 75 CV (etanol) a 6.250 rpm, câmbio manual de cinco velocidades, rodas de 14 polegadas com calota, para-choques, retrovisores externos e maçanetas das portas pintados na cor da carroceria, grade dianteira pintada em preto brilhante, volante com regulagem de altura, banco traseiro bipartido e rebatível, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas nas quatro portas, alarme antifurto, ar condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, desembaçador do vidro traseiro, sistemas Drive by Wire, Lane Change e ESS, comandos internos para abertura do bocal de combustível e do porta-malas, espelhos retrovisores com comando mecânico interno, para-sol com espelho para o passageiro, airbag duplo (motorista e passageiro) e freios ABS com EBD. Seu preço subiu de R$37.900,00 para R$ 38.470,00.

A versão mais incrementada, o Mobi Way On, passou de R$ 43.800,00 para R$ 44.460,00. Ela vem com motor Fire 1.0 EVO 8V Flex, com potência máxima de 73 CV (gasolina) / 75 CV (etanol) a 6.250 rpm, câmbio manual de cinco velocidades, suspensão elevada, rodas de 14 polegadas de liga leve e desenho próprio, para-choques, retrovisores externos e maçanetas das portas pintados na cor da carroceria, grade dianteira pintada em preto brilhante, volante com regulagem de altura, banco traseiro bipartido e rebatível, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas nas quatro portas, alarme antifurto, ar condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, desembaçador do vidro traseiro, sistemas Drive by Wire, Lane Change e ESS, comandos internos para abertura do bocal de combustível e do porta-malas, espelhos retrovisores com comando elétrico Tilt-Down, sensores para estacionamento, barras longitudinais de teto, para-sol com espelho para o passageiro, faróis de neblina, airbag duplo (motorista e passageiro) e freios ABS com EBD.

Veja a lista completa de modelos e as alterações de preço que eles sofreram (sem adicionais):

  • Mobi Easy: Era R$ 31.900, foi para R$32.380
  • Mobi Easy On:- Era R$ 35.800, foi para R$36.340
  • Mobi Like: Era R$ 37.900, foi para R$38.470
  • Mobi Like On:Era R$ 42.300, foi para R$42.930
  • Mobi Way: Era R$ 39.300, foi para R$39.890
  • Mobi Way On: Era R$ 43.800, foi para R$44.460

Jaqueline Wanessa Freitas Melo


Versão Cooper S será vendida pelo valor de R$ 164.950.

A grande e renomada fabricante de veículos automotores Jeep anunciou oficialmente nesta última sexta-feira, dia 19 de agosto de 2016, que a nova geração do Jeep Cabrio será comercializada no Brasil. No primeiro momento o elegante veículo conversível será disponibilizado ao consumidor brasileiro em apenas uma versão, a qual será denominada Cooper S e será comercializada pelo valor de R$ 164.950. Essa única versão do Cabrio sairá de fábrica com o propulsor 2.0 turbo composto por quatro cilindros dispostos em linha, o qual possui a capacidade de produzir uma potência máxima de 192 cavalos. O sistema de transmissão é automático e tem seis velocidades.

Um dos grandes atrativos desse veículo sem sombra de dúvidas é a sua elegante capota que é confeccionada em tecido, para realizar a abertura ou o fechamento dessa capota o sistema de acionamento elétrico gasta apenas 18 segundos, desde que o veículo esteja em movimento, porém com velocidades abaixo dos 30 Km/h. O acionamento dessa capota é bem simples, sendo que basta o condutor fazer o acionamento de um botão que fica localizado nas proximidades do retrovisor interno do carro.

Do mesmo modo que nas demais versões, o Mini Cabrio dessa vez ficou um pouco maior na mudança de geração, haja vista que nessa nova geração o veículo teve o seu comprimento acrescido em 9,8 cm, de modo que o comprimento total dele passou a ser de 3,85 metros. O entre-eixo também foi acrescido em 2,8 cm, enquanto na largura o veículo também ganhou 4,4 cm. Uma parte que poderia também ser contemplada com um aumento no tamanho e não foi é o compartimento porta-malas que continua pequeno e apertado com os seus míseros 160 litros de capacidade.

Dentre os diversos itens de série que a Jeep disponibilizou aos consumidores estão a atrativa central multimídia que possui uma tela avantajada de 8,8 polegadas, ar-condicionado digital, controles de estabilidade e tração, bancos integramente revestidos em couro, sensores de luz, chuva e ré, três modos distintos de condução, head-up display, sistema este que faz a projeção das informações no para-brisa, suspensão com tecnologia adaptiva, bem como controle de velocidade de cruzeiro. Com todos estes atrativos não há como o consumidor brasileiro não se apaixonar por este pequeno notável.

Por Adriano Oliveira

JeepCabrio Cooper S

Jeep Cabrio Cooper S

Fotos: Divulgação


Modelo será produzido em São José dos Pinhais (PR) e deverá custar cerca de R$ 150 mil.

A montadora Renault, confirmou na última terça-feira, dia 2 de agosto, os veículos que irão complementar a linha da marca no Brasil, que serão o Captur e o Kwid, ambos produzidos no Paraná, na fábrica de São José dos Pinhais.

Além destes dois veículos, o Koleos vai ser importado e entrará no segmento das grandes SUV’s. Todos esses veículos terão suas vendas iniciadas no Brasil em 2017.

Com o investimento nesses lançamentos, a marca francesa acredita angariar 10% do mercado. Hoje, a Renault tem uma participação de 7,39%. Logo atrás vem a Hyundai, com 10%.

O Renault Kwid (que já está sendo comercializado na Índia) e o Captur, tiveram participação das áreas de design e tecnologia da América Latina e que mesmo com a queda do mercado brasileiro, o Brasil contribuiu muito para o desenvolvimento destes veículos.

O Renault Captur foi apresentado na Europa no ano de 2013, mas desembarcará no Brasil em uma versão diferenciada, produzida em cima da plataforma do Duster, que é a mesma utilizada na Oroch, assim ficará mais alongada e foi apresentada na Rússia recentemente.

No mercado russo, o Captur poderá contar com tração nas quatro rodas e ter 4,33 metros de comprimento, 1,61 metros de altura, 1,81 metros de largura e 2,67 metros de distância entre-eixos. Além de um porta-malas 387 litros de capacidade. Entretanto, a marca não divulgou detalhes sobre o Captur nacional.

Já o Renault Kwid não deixa de ser o substituto do Renault Clio, porém, a montadora quer comercializá-lo como um pequeno utilitário esportivo. Foi confirmada a produção do veículo no Brasil no mês de maio deste ano.

O carro será equipado com um motor 1.0 de triplo cilindro, com uma potência de 75 cv, porém, a aposta será em um peso menor para concorrer com o desempenho do Fiat Mobi e Volkswagen Up.

O SUV topo de linha da marca francesa chegará da Coreia do Sul para ser posicionado logo acima do Renault Duster, isto que dizer que entrará em um novo segmento de utilitários para a companhia. O valor deverá ultrapassar a faixa dos R$ 150 mil, porém, os preços não foram anunciados até o momento.

FILIPE R SILVA


Fiat Palio 2017 chega às concessionárias custando a partir de R$ 42.410.

A montadora Fiat, na última quarta-feira, dia 3 de agosto, anunciou o novo modelo da marca italiana em sua linha 2017. A linha trocou de ano na mesma data em que o modelo italiano recebeu somente uma única estrela em um teste de colisão, o qual foi executado pelo Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e o Caribe (Latin NCap), que realiza avaliações dos veículos no quesito segurança.

Abaixo é possível ver os preços das respectivas versões e seus motores:

  • Fiat Palio Attractive com motor 1.0: R$ 42.410,00
  • Fiat Palio Attractive com motor 1.4: R$ 45.990,00
  • Fiat Palio Essence com motor 1.6: R$ 50.890,00
  • Fiat Palio Sporting com motor 1.6: R$ 53.410,00

Desta vez a marca quer apostar em veículos mais equipados de fábrica, já que o modelo não tem muitas alterações que chamem atenção, nem no visual, nem no conjunto mecânico.

A linha 2017 do Palio conta agora com um painel central, com um acabamento único para cada uma das versões. Além de uma nova grafia para o quadro de instrumentos do modelo, parte interna mais escura e novos tecidos para o veículo.

O novo Palio conta, na parte externa, com uma cores novas para as rodas, que são de liga leve e também novas faixas laterais.

Versão Attractive 1.0

Em sua lista de itens de fábrica foram adicionados: banco do motorista com regulagem de altura, pré-disposição para rádio, Kit Comfort, que seria: apoia-pé para o motorista, 3° apoio de cabeça traseiro rebaixado, volante com regulagem de altura, revestimento interno da soleira das portas, porta-óculos e alças traseiras de segurança.

Como opcional possui: rádio Connect, retrovisores externos elétricos, vidros elétricos nas portas traseiras, além de volante com comandos de rádio.

Versão Essence 1.6

Conta com alarme, volante em couro com comandos de rádio e vidros elétricos nas portas traseiras. Como opcionais tem: spoiler na tampa traseira em cor idêntica do veículo, pneus 185/60 e kit parafusos antifurto das rodas, já com as rodas de liga leve 6.0 de aro 15.

Versão Attractive 1.4

É adicionado: pré-disposição para rádio, além de banco com regulagem de altura. Os opcionais são: rádio Connect, vidros elétricos nas portas traseiras, volante com comandos de rádio e retrovisores externos elétricos.

Sporting 1.6

Faixas laterais exclusivas, com rodas em liga leve de aro 16. Sem contar os vidros elétricos nas portas traseiras, também conta com kit parafusos antifurto nas rodas e alarme e volante em couro com comandos do rádio, sem opcionais.

FILIPE R SILVA


Modelo passou por mudanças visuais e ganhou nova identidade.

A Chevrolet divulgou na última semana os preços da nova linha do Onix 2017. O modelo chega com mudanças visuais e nova identidade, com preço renovado a partir de R$ 44.890 e missão de manter-se no patamar de carro mais vendido do Brasil.

Serão oferecidas diferentes versões do modelo para o ano de 2017, com motores 1.0 e 1.4, além da versão aventureira Onix Activ. De acordo com a marca, a versão de entrada, a Onix LT 1.0 ECO, tem como itens de série ar condicionado, travas e vidros elétricos, velocímetro digital, som com Bluetooth, entrada USB, chave canivete, além de airbag duplo, câmbio de 6 marchas e rodas de 14 polegadas. A versão mais barata custa R$ 44.890 ou R$ 46.290, caso o consumidor opte por incluir o sistema multimídia Mylink, com comandos de áudio e telefone no volante, além de outros opcionais disponíveis para esta versão.

Já a versão Onix LT 1.4 ECO acrescenta aos itens de série do veículo de entrada a coluna de direção com regulagem de altura, rodas de 15 polegadas com calotas e sensor de estacionamento traseiro, com valores que variam de R$ 49.590 (para a versão manual) a R$ 54.790 (na versão automática). A Chevrolet oferece, como opcionais, controlador de velocidade de cruzeiro e volante com revestimento diferenciado, considerado “Premium”.

O Onix 2017 também estará disponível nas versões LTZ 1.4 manual e LTZ 1.4 automático, que agregam ao modelo detalhes cromados de série, computador de bordo mais completo, retrovisores com ajuste elétrico, faróis de neblina e rodas de alumínio. O preço da versão manual é de R$ 54.490 e da versão automática R$ 59.790.

Além das versões tradicionais, a Chevrolet ainda oferece uma versão nova, direcionada ao público que busca modelos mais aventureiros. Trata-se do Onix Activ, que parte a partir de R$ 57.190 (com motor 1.4) e chega a R$ 62.290 (na versão mais completa).

Novidades e Reestilização

Entre as mudanças que a marca trouxe para o Onix 2017 estão novos equipamentos, como o sistema OnStar de série (tanto nas versões hatch quanto sedã), além do multimídia Mylink (que chega remodelado, em sua segunda geração). Por fora, a Chevrolet trouxe novidades na frente do modelo, que foi redesenhada e acompanha a nova identidade global da marca, assim como o modelo Cruze. Os faróis do modelo foram integrados à grade frontal bipartida e o para-choque também ganhou novos contornos, além de ter sido incluído o logotipo “ECO” no porta-malas traseiro, ressaltando a intenção da montadora em oferecer mais economia e melhor rendimento com os motores 1.0 e 1.4 do Onix.

 

André Barbirato


A previsão é de que o Porsche 718 Cayman seja lançado oficialmente durante a realização do Salão do Automóvel que acontece em novembro. As vendas devem ser iniciadas logo após a exibição do modelo.

O Porsche 718 Boxster ainda é um recém-chegado ao Brasil, mas isso não impediu que a marca também trouxesse o Porsche 718 Cayman. De acordo com as informações divulgadas em diversos sites especializados no setor a previsão é de que ele seja lançado oficialmente durante a realização do Salão do Automóvel que acontece em novembro. As vendas devem ser iniciadas logo após a exibição do modelo. De qualquer forma o Cayman já deu as caras no mercado internacional. Então vamos a alguns detalhes.

O Cayman, ao contrário do Boxster, não possui um teto conversível. Mas há um lado positivo nisso. Vai a ser a primeira vez que o cupê estará mais barato do que seu irmão. O Boxster fica entre R$368 mil e R$466 mil e o novo Cayman entre R$346 mil e R$446 mil.

Se a diferença de quase R$20 mil ainda não convence o Cayman apresenta algumas características para conquistar o cliente que ainda não se decidiu. Entre elas temos uma maior rigidez torcional. Basicamente, isso quer dizer que o Cayman se dá muito bem em curvas feitas com, digamos, um pouco mais de ousadia. Apesar de o Boxster apresentar um comportamento bom em circuitos meio sinuosos o Cayman ainda o supera graças ao teto rígido.

Um dos motivos do melhor desempenho do Cayman é devido à distância entre os eixos do modelo uma vez que propiciam uma maior agilidade. O motor central também é um fator importante. O bloco fica atrás dos bancos e isso acaba permitindo uma melhor distribuição do peso.

Na comparação entre as duas opções da linha 718, o Cayman ainda se sai melhor na capacidade de carga. Na parte da frente os dois acomodam 150 litros. Já atrás, o conversível consegue levar 125 litros enquanto que o cupê 184.

As configurações técnicas são praticamente as mesmas para os dois casos. A linha 718 conta com os motores boxer turbo com quatro cilindros. A versão mais “tranquila” traz um 2.0 com 300 cavalos e a potência vai para 350 cv no caso do 2.5 presente na versão S. Aqui a cilindrada também é superior.

Para o Brasil, a Porsche irá disponibilizar somente o câmbio automatizado com dupla embreagem e sete marchas.

Por Denisson Soares

Novo Porsche 718 Cayman


A décima geração do Civic começará a ser comercializada no mercado nacional no dia 25 de agosto.

Não há como negar que o Honda Civic, atualmente, é um dos modelos de veículo automotor mais famosos e desejados do mercado brasileiro, mas a boa fama do carro não são só por conta do seu alto grau de beleza, pois em diversos testes o veículo acaba deixando os seus principais concorrentes para trás.

É nesta perspectiva, que a Honda apresentou oficialmente no dia 20 de julho de 2016, a décima geração do Civic, qual começará a ser comercializada no mercado nacional no próximo dia 25 de agosto. Os principais destaques apontados pela fabricante durante este novo lançamento ficaram por conta do novo propulsor inserido no veículo que é um 1.5 turbo movido a gasolina com capacidade de produzir uma potência máxima de 173 cavalos. Antes mesmo de chegar ao mercado este novo motor da Honda já vem recebendo muitos elogios, tendo em vista que ele conseguiu obter nota máxima nos testes de consumo do Programa de Etiquetagem Veicular do Inmetro, sendo que na categoria de Comparação Relativa, bem como na de Comparação Absoluta Geral o motor conseguiu obter nota A.

Este resultado com certeza irá contribuir sobremaneira para a manutenção do sucesso do Civic no mercado brasileiro, haja vista que os consumidores buscam veículos cada vez mais econômicos. Para conseguir obter essa classificação o Civic Touring conseguiu obter médias de consumo mensuradas em 12 km/l na cidade e 14,6 km/l na estrada, já com relação às emissões de CO2 ficaram registradas a quantidade de 102 gramas por quilômetro rodado.

O novo Civic também será disponibilizado nas versões Sport, EX e EXL, as quais virão equipadas de série com motor 2.0 flex aspirados e com a nova transmissão do modelo CVT que substituiu a transmissão automática de 5 velocidades.

Com relação à autonomia, a versão Sport 2.0 dotada de cambio manual de 6 velocidades obteve médias de 7,1 Km/l na cidade e de 9,3 km/l na estrada quando abastecido com etanol, já quando utilizada a gasolina a autonomia sobe para 10, 2 km/l no ambiente urbano e para 13,4 km/l no ambiente rodoviário, sendo que as emissões de CO2 mensuradas ficaram em 116 g/km.

Já as outras variantes do veículo com motor 2.0 e transmissão CVT conseguiram obter uma autonomia de 7,2 km/l na cidade e 8,9 km/l na estrada quando utilizado o etanol, quando utilizado gasolina essas médias sobem para 10,2 km/l e 13,4 km/l respectivamente, sendo que as emissões e CO2 mesuradas foram de 116 g/km.

Por Adriano Oliveira

Honda Civic 2017

Honda Civic 2017

Fotos: Divulgação


Conheça um pouco mais sobre este veículo que completa este ano 82 anos de criação.

Poucos sabem disso, mas dia 22 de junho foi o Dia Mundial do Fusca. Ele nasceu em 1934 na Alemanha e foi no Ipiranga, São Paulo, onde a Volkswagen do Brasil iniciou suas operações em 1953. Segundo pesquisas, Ferdinand Porsche e Adolf Hitler firmaram um contrato neste dia mencionado acima para iniciar a produção.

Em 1950, as primeiras importações desde carro foram feitas e no início da fabricação no Brasil as peças eram trazidas de fora. Característica dessa época era o vidro traseiro dividido. Em São Bernardo do Campo/SP, a fabricação do então chamado Volkswagem Sedan foi entre os anos de 1959 e 1986, onde este passou a ser chamado oficialmente de "Fusca" só em 1983.

Com um projeto de um carro barato, que fosse econômico e que chegasse aos 100 km/h, este carro já nasceu para ser um veículo popular e de 1993 a 1996 a fabricação foi feita por pedido do Presidente, na época em exercício, Itamar Franco. Em 2012 ele voltou ao mercado, mas este veio da terceira geração do Beetle.

Na Dinamarca, um Fusca fabricado no ano de 1974 e com apenas 90 quilômetros rodados foi a leilão. O valor estimado dos lances estavam entre 35.000 a 40.000 Euros. E além da conservação e baixa quilometragem, este exemplar tinha a nota fiscal, manual do proprietário e kit de ferramentas estava intacto.

Um outro exemplo de leilão foi no caso do "Herbie" ano 63 que participou em dois filmes da série na década de 70. Ele vou vendido por US$ 86.250.

Com uma produção que chegou a 100.000 exemplares em 1950, o Fusca teve algumas versões modificadas, como é o caso do modelo "Cabriolet" de 1949, onde este, acredite se quiser, era conversível. Em 1976 uma outra versão de Fusca conversível era encontrado no exterior.

Carinhosamente chamado de "Bizorrão", o Fusca foi usado até pela polícia e hoje em dia, vários encontros de carros antigos são marcados por exemplares raríssimos ou modificados, onde os atuais donos exploram ainda mais a capacidade de força e resistência.

Algumas brincadeiras foram criadas por conta do fusca, uma delas é que, encontrando um fusca azul, os participantes dessa brincadeira trocam tapas e socos até ser falado "Fusca Azul".

Por: Fernando Dias


Montadora pretende se colocar no topo da lista dos transportes ecológicos.

Volkswagen informou nesta quinta-feira, dia 16, que irá lançar nos próximos 10 anos mais de 30 modelos de veículos completamente elétricos, como uma tentativa de colocar a montadora no topo da lista dos transportes ecológicos, após ter se envolvido em um escândalo de automóveis onde havia um software que manipulava as emissões de gases de carros movidos a diesel.

A empresa alemã, que conta com diversas marcas em seu grupo, como Audi, Porsche, Lamborghini, Bugatti, Bentley, MAN e Scania, comunicou que tem a intenção de comercializar de 2 a 3 milhões de unidades com o motor alternativo até o ano de 2025.

Segundo a montadora, os veículos elétricos irão representar entre 20 e 25 por cento das vendas globais do VW.

Dentre estes automóveis está o Porsche Mission E, o primeiro veículo que a marca lançará sendo 100% elétrico, o qual será lançado até o ano de 2020 e contará com um investimento de 1 bilhão de euros.

O grupo alemão também vem buscando novas alternativas de transporte, como robotáxis, sob demanda e compartilhamento. No final do mês de maio a empresa multinacional realizou um investimento em uma empresa chamada Gett e espera que o mercado em questão renda uma receita bilionária dentro de 10 anos.

A VW reconheceu que instalou de forma ilegal em cerca de 11 milhões de veículos movidos a diesel um sistema que fazia com que as emissões de poluentes estivessem ajustadas ao máximo permitido, porém, na realidade os propulsores ultrapassavam esse limite.

Devido ao escândalo, a multinacional já reservou 16,2 bilhões de euros para não sofrer com as consequências. Deste valor, serão destinados aos custos judiciais cerca de 7 bilhões.

Nesta semana, a justiça dos Estados Unidos voltou a prorrogar o prazo dado a empresa para informar as propostas de indenização aos consumidores americanos que adquiriram seus veículos com motores a diesel, o prazo agora foi prorrogado para o dia 28 de junho.

O tribunal responsável pelo processo é o de San Francisco e anunciou que aumentou o prazo, o qual findava no dia 21 de junho, pois levou em consideração a índole técnica da proposta diante da complexidade dos processos.

FILIPE R SILVA


Nova geração do carro chega ao país com novo motor e custando cerca de R$ 119 mil.

A montadora japonesa lançou na terça-feira, dia 7 de junho, a nova geração do Toyota Prius no Brasil. O híbrido é o mais vendido do mundo e sua quarta geração chega no mercado brasileiro custando R$ 119.950, pouco a mais que a geração anterior, que era comercializada por R$ 117.610. Na quarta-feira, dia 8, serão iniciadas as vendas do modelo.

O Prius é dos maiores representantes dos “ecologicamente corretos” fabricados pela companhia japonesa. A terceira geração teve apenas 800 unidades vendidas e agora a Toyota vai trabalhar para aumentar mais o mercado.

Dependendo do interesse dos brasileiros será possível uma produção nacional, pois segundo o vice-presidente da Toyota Brasil, Miguel Fonseca, não há uma escala para produzi-lo aqui. O esperado é que este ano sejam vendidas 600 unidades e no próximo ano, 1.100.

Conforme a montadora, o motor 1.8 foi desenhado novamente e gera 98 cv de potência a 5.200 giros e um torque de 14,2 kgfm. Este trabalha em conjunto com um motor elétrico de 72 cv e torque de 16,6 kgfm, que combinados atingem uma potência de 123 cavalos, o câmbio é o CVT.

Com relação ao consumo, houve uma melhora em 10%, sendo de 18,9 km/l em perímetro urbano e na estrada de 17 km/l, fazendo dele o veículo mais econômico do país.

A fabricante informou que a autonomia do veículo pode chegar a 812,7 km dentro da cidade. Utilizando os dois motores, o carro faz de 0 a 100 km/h em 11 segundos.

O automóvel também conta com uma nova plataforma e agora possui a arquitetura global TNGA, que será origem de praticamente metade dos carros da Toyota até o ano de 2020. Suas medidas também sofreram alterações, ficando com 60 mm mais comprido, 20 mm mais baixo e 15 mm mais largo, ficando respectivamente com 1.490 mm, 4.540 mm e 1.760 mm.

Internamente, o espaço também aumentou, sendo 20 mm a mais na largura e 15 mm no comprimento, atingindo 1.490mm e 2.210 mm, respectivamente. O porta-malas agora possui 412 litros e sua abertura teve um aumento de 84 mm na largura. O carro tem suspensão MC na dianteira e na traseira é independente multilink.

FILIPE R SILVA


Volkswagen Fox 2017 chega com nova lista de equipamentos

A Volkswagen vem bastante forte para o mercado automobilístico em 2016. A montadora alemã acabou de lançar a linha 2017 do já conhecido Fox. Sem muitas novidades no visual, o grande destaque fica por conta das novidades em relação a itens de série em suas versões. Com preço inicial de R$ 44.690 (versão mais básica), o Fox 2017 chega bastante forte ao mercado brasileiro.

Uma novidade dessa linha 2017 do Fox é quanto aos pneus “verdes”, pois os mesmos passam a fazer parte de todas as versões. O mesmo é entregue nas medidas 195/55 R15, sendo que possui menor resistência à rolagem. Um diferencial está na versão Trendline, pois a mesma dispõe de rodas de aço com novas calotas Yatch.

A versão Comfortline é uma das mais interessantes da linha 2017. A mesma dispõe de volante multifuncional capaz de integrar os comandos do sistema de som e do computador de bordo, sendo que tal item passou a ser de série. Além disso, entre os opcionais da respectiva versão estão à câmera de ré que é um item de auxílio ao estacionamento além do novo conjunto de rodas de liga leve com 15 polegadas denominadas Turim.

A versão Highline, por sua vez, também conta com rodas de liga leve Turim em seus itens de série. Além disso, a mesma ainda possui como diferencial um novo interior totalmente escurecido que trás um tom bastante moderno ao automóvel. A versão Pepper apresenta faróis com friso vermelho entre seus adicionais além de dispor do novo conjunto de rodas Modena. Outra versão que também dispõe de novo conjunto de rodas de liga leve é o CrossFox, que conta com o conjunto Ancona que é acompanhado de pneus 205/60 R15.

Outra grande novidade deste lançamento é, sem sombra de dúvidas, o fato de os sistemas de Infotainment do Fox 2017 já estarem devidamente integrados com o Apple CarPLay, MirrorLink além do Android Auto.

Em relação à motorização, saiba que não houve mudanças neste quesito. Com isso, as versões Comfortline e Trendline permanecem com o 1.0 MPI de três cilindros que possui até 82 cv além do 1.6 MSI, de 8 válvulas, que entrega até 104 cv. Já as versões Fox Track e Fox BlueMotion contam com o motor 1.0 MPI. As versões Highline, Pepper e CrossFox são equipadas com o 1.6 MSI de 16 válvulas que é capaz de entregar até 120 cv através de câmbio manual de seis marchas.

Por Bruno Henrique


Projeto dobra a quantidade de carros para testes e deve agilizar o desenvolvimento da tecnologia

Foi fechado um acordo entre as empresas Google e Fiat Chrysler frente a uma parceria que tem como objetivo o desenvolvimento de 100 minivans que serão autônomas (não necessitam de motorista).

Essa é a primeira vez que o Google vai trabalhar de maneira direta com uma fabricante de automóveis que visando a integração do seu sistema de direção autônoma. Os veículos contarão com sensores e software da empresa gigante da internet.

A Fiat Chrysler foi na contramão de suas rivais como a Audi, Daimler e a BMW, e resolveu procurar uma empresa que é de fora do segmento automotivo para que seja desenvolvido o seu modelo de carro autônomo.

Atualmente, o grupo Fiat Chrysler conta com uma dívida líquida de mais de seis bilhões de euros. Segundo o presidente-executivo, Sergio Marchionne, houve algumas tentativas durante o período de mais de um ano para que fosse possível uma fusão com as rivais para que isso ajudasse na divisão de custos para esse desenvolvimento. Mas não houve sucesso.

A integração da tecnologia de direção autônoma nas minivans que serão desenvolvidas terá um trabalho conjunto dos engenheiros da Fiat Chrysler e do Google. Todo o trabalho será realizado em uma instalação em Michigan, local no qual a montadora conta com um centro de engenharia.

Esse acordo não vai excluir para que o Google ou a Fiat Chrysler deixem de assinarem acordos de cooperação frente a outras partes.

Com esses veículos da Fiat Chrysler, haverá um aumento de mais que o dobro da atual frota que o Google faz testes. Hoje, a empresa da internet conta com aproximadamente 70 automóveis esportivos que foram adquiridos da Lexus e outros pequenos protótipos que tiveram o desenho feito pelo Google. Todos estão sendo testados em quatro cidades dos Estados Unidos.

Carro do Google

Há dois anos o Google apresentou o seu primeiro protótipo de carro compacto que apresentava espaço apenas para duas pessoas. O seu funcionamento, em teoria, se dava apenas com as pessoas entrando no automóvel, quando apertar um botão e falar para onde queria ir era o suficiente para o mesmo começar a rodar. O trajeto era mostrado em uma tela no painel. A empresa mostra agora que aumenta a suas pretensões no segmento.

OSCAR ARIEL COLAÇO


Montadora deve investir 1,3 bilhão de euros na produção de novos modelos. Veículos serão lançados nos próximos anos e devem aumentar o volume de vendas da marca.

Uma das maiores fabricantes de carros esportivos do mundo, a McLaren, tem planos ambiciosos para os próximos anos. A empresa pretende investir cerca de 1,3 bilhão de euros em pesquisa e desenvolvimento ao longo dos próximos seis anos, com o objetivo de lançar 15 novo produtos. Com isso, a McLaren deverá alcançar a marca de 4.500 a 5.000 unidades vendidas em 2022, um número bem superior ao vendido nos dias atuais. No ano passado, a empresa conseguiu vender 1.654 veículos.

Para este ano, o foco é aumentar as vendas consideravelmente para cerca de 3 mil unidades. Para conseguir estes números, a montadora inglesa, que atua na Fórmula 1 há anos, pretende investir em algumas mudanças em sua plataforma, com o objetivo de melhorar a engenharia de seus automóveis. Uma das grandes mudanças que deverá acontecer é na arquitetura do motor. A empresa poderá seguir a tendência de motores híbridos para seus novos modelos. Ainda não há qualquer informação concreta sobre a mudança do motor V8 atual para um motor V6. De qualquer forma, a McLaren deverá seguir seus traços de design arrojados e bastante esportivos, características marcantes da empresa durante toda sua trajetória no mercado.

A McLaren Automotive, como é conhecido o setor de carros de rua da empresa, dobrou seu valor desde 2013 e espera conseguir o mesmo feito por volta de 2022. A montadora tem como um dos seus objetivos ampliar consideravelmente sua rede de concessionárias em todo mundo, o que deverá aumentar o suporte aos clientes e, consequentemente, as vendas de novas unidades em locais onde a empresa não tinha grande atuação.

Atualmente a empresa conta com 82 pontos de venda em todo mundo. Até o ano de 2022, a fabricante deverá contar com mais de 100 concessionárias. Seja quais forem as metas adotadas para seus novos carros, a empresa visa conseguir um aumento substancial em suas vendas para não ficar estagnada no mercado de carros esportivos de luxo. Montadoras concorrentes, como a BMW, estão investindo cada vez mais em tecnologia em seus automóveis, uma vez que os motores híbridos ganharam força e o conceito de carros semi-autônomos já estão em patamares avançados.

Por William Nascimento


Veículo virá importado da Argentina e contará com novo motor mais potente.

Após muitas especulações, finalmente a grande e renomada fabricante de veículos automotores Chevrolet divulgou oficialmente a chegada do novo Cruze ao mercado brasileiro ainda no segundo semestre deste ano de 2016. Essa nova versão do veículo que será comercializada por aqui no país já foi apresentada na Argentina. Para que este veículo chegue ao mercado nacional a empresa irá fazer um investimento de US$ 750 milhões, uma vez que o veículo terá a sua fabricação em solo argentino e será importado para o Brasil.

No mercado da Argentina, o novo Cruze será disponibilizado nas versões LT, LTZ (estas com câmbio manual), bem como nas versões LTZ e LTZ Plus (com câmbio automático). Do mesmo modo em que ocorrerá na versão brasileira, todos os modelos serão disponibilizados com o novo propulsor 1.4 16V incrementado com injeção direta de combustível e turbo. Este motor quando abastecido com gasolina consegue produzir uma potência de 150 cavalos e um torque de 25 kgfm a 2 mil rpm, logo, como aqui no mercado nacional este propulsor irá passar por adaptações para trabalhar também com etanol, a expectativa é que a potência e o torque sejam sem sombra de dúvidas ainda maiores.

O câmbio utilizado pela fabricante neste novo modelo, na Argentina, foi o de seis velocidades, tanto na versão manual quanto na versão automática, sendo que ao que tudo indica, por aqui a Chevrolet do Brasil deve adotar a mesma opção, teremos assim o veículo por aqui somente com versões com câmbio automático.

Uma novidade que visa deixar o novo Cruze com níveis aceitáveis de consumo é a inserção do sistema batizado com o nome de start-stop, sistema este que possui uma tecnologia inovadora que é capaz de fazer o desligamento do propulsor do veículo nas paradas feitas em congestionamentos e semáforos, por exemplo.

Outra excelente notícia para os consumidores foi a inserção no sedã de freios ABS com tecnologia de controle de estabilidade. E o pacote de acessórios de segurança não para por aqui, uma vez que o veículo também terá airbags dianteiros, apoio de cabeça em todos os cinco assentos, sistema de fixação de cadeirinhas Isofix, faróis de neblina e sistema de alerta de pressão nos pneus de série e em todas as versões. Para completar o pacote de acessórios, a versão topo de linha, a LTZ, contará com alerta de ponto cego, assistente de estacionamento para vagas perpendiculares ou paralelas, bem como faróis laterais.

O certo é que em breve teremos maiores novidades a respeito da versão brasileira do novo Cruze.

Por Adriano Oliveira


Novo modelo chegou com visual renovado, contudo, para fazer jus ao preço ainda faltam alguns itens.

O Brasil lançou seu primeiro modelo BMW Série 1 em 2004 e se superou, mostrando a quem duvidava de sua competência para produzir uma BMW. Agora, passados dez anos, a empresa alemã produz seus carros em solo brasileiro.

Pouco tempo depois do "hatch" ser mostrado em solo europeu todo reestilizado, o Série 1 começou a ser montado na cidade de Araquari (SC), em março de 2015. Entre o Série 1 nacional e o europeu havia uma pequena diferença, que terminou quando o "nosso" recebeu um visual mais atualizado.

O modelo de entrada logo que começou a ser produzido em Araquari, custava R$ 30 mil a menos do que a nova versão 120i Sport GP. Segundo uma avaliação feita, o valor subiu para R$ 165.960, precinho que assusta.

Primeiras Impressões:

Pagando o preço você tem a garantia de receber um modelo com ar-condicionado, faróis em LED contendo luzes diurnas iguais, central de multimídia com tela de 6,5 polegadas e maior estabilidade.

Ficou excelente, mas para um carro com preço tão exorbitante ficou faltando alguns itens básicos como sensor e câmera de ré, regulação elétrica dos bancos e teto solar.

Em sua nova reestilização, o Série 1 recebeu uma "discreta" mudança em seu visual. Os faróis estão com formato mais requintado, as lanternas (que antes eram quadradas) agora ganharam formas mais horizontais e tomaram a tampa do porta-malas.

Na parte de dentro foram poucas as mudanças. A cabine como sempre continuou com um visual atrativo, com uma excelente posição para dirigir, pois o motorista agora tem os comandos voltados para si. Só uma ressalva: O couro sintético poderia ter uma qualidade melhor.

Conheça alguns concorrentes do Série 1:

  • BMW 120i Sport GP: Preço R$ 165.950
  • Audi A3 1.8 Ambition: Preço R$ 152.990
  • Mercedes-Benz A200: Preço R$ 137.900
  • Volvo V40 T5: Preço R$ 158.950

A BMW deu uma repaginada em seu modelo de entrada para que ele se aproximasse dos demais produtos e por esse motivo o carro que já era bom, agora ficou mais bonito e gostoso de dirigir.

Por Ruth Galvão


Novo modelo chega ao mercado para facilitar a vida dos profissionais que precisam circular em áreas com restrição de tráfego.

A Iveco, marca famosa no segmento de veículos de carga, está apresentando duas novidades destinadas ao utilitário Daily, modelo este que atualmente é fabricado na cidade de Sete Lagoas (MG). Trata-se de uma quarta versão com capacidade para quatro toneladas denominada 40S14, este novo modelo será destinado às cidades que possuem restrição de tráfego para veículos que possuam mais de quatro toneladas (VUCs). A outra novidade fica por conta da disponibilização de um kit multimídia para o veículo, que será comercializado como acessório nas concessionárias da empresa.

Este novo modelo virá equipado com um propulsor 3.0 turbodiesel, que possui a capacidade de produzir uma potência de 146 cavalos. A Daily 40S14 irá se juntar às outras três versões já existentes, que são os modelos denominados 35S14, 70C17 e 55C17, veículos estes que têm a proposta de atender também os clientes em localidades fora das zonas restritas. Apesar de ser uma novidade, este novo modelo não passou por nenhuma alteração no conjunto mecânico nem no visual.

O principal destaque deste modelo está na parte interna, tendo em vista que a Iveco começará a vender, como acessório, o mencionado kit multimídia exclusivo para painéis das quinta e sexta geração.

Esta central de multimídia possui tela de 6,5 polegadas e é sensível ao toque. Além disso, ela conta com câmera de ré colorida, navegador com o sistema operacional Ndrive, entrada para CD e DVD, Bluetooth, função rádio, entradas SD e USB, TV digital, controle remoto, bem como compatibilidade para instalação de comandos no volante. Dentre os recursos tecnológicos, a câmera de ré do veículo possui visão infravermelha com 170 graus.

Para quem tiver interesse em adquirir este novo kit, basta levar os veículos a uma das concessionárias da marca, sendo que o tempo médio para instalação completa deste kit é de 2h30. Não é um tempo muito grande, pois a sua instalação é feita diretamente no chicote central, através de uma fiação especialmente desenvolvida para esta finalidade, com compatibilidade comprovadamente compatível com o tipo de bateria dos veículos da marca. A comercialização deste kit começou no mês de março, sendo que ele já vem com garantia de um ano, mas somente para instalações feitas nas concessionárias da fabricante.

Por Adriano Oliveira


Modelo utiliza várias peças do Uno e chega para substituir o Uno Vivace e o Palio Fire.

Neste último sábado, dia 16 de abril de 2016, a renomada fabricante de veículos automotores Fiat deu início à comercialização do Mobi, o mais novo veículo subcompacto da marca. A chegada deste veículo no mercado nacional veio principalmente para substituir o Uno Vivace como modelo de entrada de marca, juntamente com o Palio Fire, que deve ter a fabricação gradualmente descontinuada.

Os preços de lançamento do Mobi variam de R$ 31,9 mil (versão mais básica) a R$ 43,8 mil (versão topo de linha). Este hatch subcompacto que é a mais nova aposta da Fiat possui 3,57 m de comprimento, uma largura de 1,63m, altura de 1,50m e distância entre-eixos de 2,30m.

O Mobi é um pouco menor que o Uno, haja vista que o Uno possui comprimento de 3,81m, largura de 1,67m, altura de 1,49 e distância entre eixos de 2,38m. Com relação à capacidade do compartimento de porta-malas, o compartimento do Mobi possui 235 litros, valor este que representa 55 litros a menos do que o compartimento do Uno.

O propulsor do Mobi é o velho e conhecido 1.0 flex 8v dotado de quatro cilindros, o qual consegue produzir uma potência máxima de 75 cavalos e um torque de 9,8 Kgfm, trabalhando juntamente com um câmbio manual de cinco velocidades. Em termos de comparação, este motor utilizado no Mobi é o mesmo que é comercializado nas versões mais em conta do Uno, mas segundo as notícias dos bastidores da própria fabricante, a empresa já está trabalhando a todo vapor no desenvolvimento de um novo propulsor mais moderno bicombustível de um litro dotado de três cilindros, que deverá ser lançado até o fim deste ano no próprio Uno e depois de algum tempo no Mobi.

Se formos analisar friamente, O Mobi nada mais é do que um irmão mais novo do Uno, uma vez que os dois modelos compartilham várias peças e acessórios, principalmente na parte interna. Ao todo, o Mobi será disponibilizado em quatro versões, sendo estas as seguintes: a Easy (que é a de entrada e custa R$ 31,9 mil), a Easy On (que custa R$ 35,8 mil), a Like On (que custa R$ 42,3 mil) e a versão topo de linha que é a aventureira batizada com o nome de Way, que conforme a configuração escolhida pelo consumidor, possui preços variando de R$ 39,3 mil até R$ 43,8 mil.

Por Adriano Oliveira


Modelo chega às lojas custando entre R$ 99 mil e R$ 179 mil.

Recentemente a Ford divulgou os preços referentes a versão diesel da seu novíssima Ranger 2017, agora foi a vez da empresa divulgar os demais preços da versão 2017 de sua picape, com preços que podem variar em R$ 80.400.

Custando R$ 99.500 em seu lançamento está a Ranger XLS 2.5 Flex e manual 4×2 de cabine dupla. Por R$ 109.900 temos a Ranger XLT 2.5 flex manual 4×2 com cabine dupla. No meio da tabela ainda temos dois modelos com preços mais elevados, por R$ 129.900 e R$ 142.900 respectivamente, trata-se do modelo Ranger XLS 2.2 turbodiesel manual 4×4 com cabine dupla e o Ranger XLS 2.2 turbodiesel A/T 4×4 com cabine dupla.

Fechando a lista como os mais caros da linha Ranger 2017, temos o XLT 3.2 turbodiesel A/T 4×4 por R$ 166.900 e o Limited 3.2 turbodiesel A/T 4×4 com cabine dupla, saindo pelo exorbitante preço de R$ 179.900. Porém, a Ford promete compensar aqueles que comprarem a picape mesmo com o alto valor, visto que a empresa mencionou que a versão 2017 da Ranger é a melhor já feita, pelas melhorias na estrutura e na segurança do automóvel.

Todos os modelos contam com satisfatórios 5 anos de garantia, bem como sete airbags, freios com ABS, ganchos isofix, encostos de cabeça, cinto de segurança e ainda um sistema eletrônico para garantir a tração e a estabilidade da picape.

Aqueles que desejam contar com a versão mais cara e completa da picape, a Limited, contaram com funções exclusivas na série, como alerta de colisão frontal, piloto automático podendo acelerar e frear por meio da distância entre sua picape e o veículo a frente, bem como um sistema para avisar o motorista quando o carro muda de faixa de forma involuntária, vibrando o volante. A versão Limited ainda conta com monitoramento da pressão nos pneus da picape, garantindo segurança máxima para o motorista.

Na motorização da picape não tivemos mudanças, continuando com o bloco 2.5 litros flex, sendo capaz de desenvolver 168/173 cv para gasolina/etanol, o que não deve receber tanta atenção dos consumidores. Quanto aos propulsores turbodiesel, a caixa manual e automática está disponível, em seis velocidade e com a tração 4×4.

Ainda contaremos com mudanças visuais na série, principalmente na grade frontal, que agora conta com um formato de escudo, bem como os faróis, menores. Na versão mais cara, as rodas possuem um novo desenho e a Ford irá oferecer a cor metálica vermelho Toscana nas picapes.

O painel do automóvel também sofreu alterações, visto que as entradas de ar estão diferentes, bem como as 8 polegadas da central multimídia SYNC, novidades nos comandos do ar condicionado da picape e no desenho do volante, que sofreu alterações em comparação às versões anteriores.

Laisa Silva


Em temos de crise econômica, fazer um consórcio de carro é uma boa opção.

A compra de um carro, além de ser o sonho de diversas pessoas, também pode se tornar um pesadelo se não for bem planejada. Um automóvel é um objeto de alto valor econômico, portanto é necessário investimento e poupar dinheiro para a aquisição do mesmo.

Uma das melhores opções, seria poupar o dinheiro para conseguir comprá-lo à vista. No entanto, não costuma ser uma prática tão comum, pois é necessário muito tempo até adquirir o carro.

Outra opção contemplada por quem pretende adquirir esse produto, é o consórcio. Junto com essa opção, também surge o financiamento. É importante saber as diferenças entre essas duas formas de pagamento: o ponto crucial que difere os dois, trata-se de qual sai mais caro e porquê. Os financiamentos costumam ficar mais caros quando a inflação no país está alta, por outro lado, o consórcio não é afetado diretamente por isso, uma vez que não utiliza o dinheiro do banco, sendo um grupo de pessoas que financiam a aquisição do carro.

O consórcio irá funcionar da seguinte maneira: o comprador irá pagar parcelas mensais para um grupo de pessoas. O dinheiro que irá se acumular formará algo que pode ser denominado como caixa coletivo. Dentro de determinado tempo, o dinheiro acumulado será o suficiente para que vários membros do grupo consigam adquirir um carro. Será adquirida uma carta de crédito com o valor e o automóvel será comprado.

Há duas formas para que uma pessoa seja escolhida para adquirir o carro primeiro: a primeira é por sorteio e a segunda por leilão. Na primeira opção a sorte será o fator determinante e da mesma forma que você pode ser o primeiro, existe a possibilidade que sua vez demore para chegar e até lá terá que continuar pagando as parcelas. Na segunda forma, comprará o carro aquele que der um "lance", uma quantia de dinheiro maior para o grupo naquele mês.

Embora o consórcio não tenha juros, ele possui taxas. Deverá ser paga uma taxa de cerca de 1,5% para entrar no grupo. Há também a faixa cobrada pelo fundo de reserva. Esse fundo é muito importante, pois irá manter o consórcio mesmo que alguns membros deixem de pagar a mensalidade corretamente.

Se você tem dificuldades em poupar dinheiro, não precisa de um carro imediatamente e não pretende pagar altos juros, o consórcio pode ser a melhor opção para que você adquira seu automóvel.

Por Isabela Palazzo

Consórcio de carro


Modelo contará com as versões Robust, Trendline, Highline e Cross.

Não há como negar que a Saveiro é uma picape que há bastante tempo vem fazendo muito sucesso no mercado brasileiro, sucesso este que é corroborado com o fato de o modelo, atualmente, possuir o título de vice-líder da categoria das picapes compactas no país. É neste contexto que a Volkswagen fez a apresentação oficial, no dia 16 de março, na cidade de Campinas (SP), da nova linha 2017 da conceituada picape Saveiro.

Nesta apresentação, a Volkswagen fez a apresentação de quatro versões dessa nova Saveiro, sendo que nestas serão utilizadas três tipos de cabines e dois modelos de propulsores.

A nova linha da Saveiro 2017 será disponibilizada com quatro versões sendo elas as seguintes: a Robust, a Trendline, a Highline e a Cross. As principais mudanças que foram feitas nesta nova linha ficarão por conta da inserção de um capô um pouco mais alto, faróis com formato diferenciado e com a presença de um recorte um pouco mais trabalhado nas proximidades da grade dianteira. Para aqueles que forem menos detalhista, estas poucas mudanças feitas podem passar despercebidas, contudo as modificações foram bem pontuais.

Nas versões mais caras a picape acabou ganhando lindos frisos cromados. Os detalhes que são comuns a todas as versões são: o logotipo da Volkswagen, devido ao seu posicionamento, dá a impressão de ter passado por uma projeção para frente, a entrada de ar localizada na parte de baixo foi aumentada, já os faróis de neblina foram projetados com formato de trapézio.

Assim como o que foi feito na principal corrente da Saveiro, a Fiat Strada, a abertura da tampa da caçamba passou a ser realizada através do logotipo da Volkswagen. Na parte interior, a Saveiro foi comtemplada com uma renovação integral em sua cabine, sendo que nesta linha todos os comandos foram distribuídos em posições mais horizontais.

Com relação aos itens de segurança, vale ressaltar que a Saveiro, apesar de ser uma picape compacta, é a única da categoria a ser disponibilizada com a presença do sistema de controle de estabilidade, contudo somente na versão topo de linha que é a Cross.

Para aqueles que gostaram deste lançamento, vale a pena conferi-lo de perto, os preços da linha Saveiro 2017 partem de R$ 43.530 e podem chegar até R$ 69.250, de acordo com a versão escolhida.

Por Adriano Oliveira

Volks Saveiro 2017

Volks Saveiro 2017

Fotos: Divulgação


Pacote TRD não está disponível no Brasil.

A novidade automobilística apresentada pela Toyota recentemente é a nova versão do Toyota SW4 2016, que vem repaginada com novidade no Exterior. A novidade é o pacote TRD Esportivo e foi apresentada na Tailândia. Essa é a terceira geração do SUV que deixa a hereditariedade da pick-up e passa a ter visual próprio bem diferente da versão anterior comercializada 11 anos atrás.

A nova versão do SW4 foi desenvolvida nas fábricas da Argentina e chega ao Brasil com itens de série como: abertura elétrica dos porta-malas, regulagem elétrica no banco do motorista, ar condicionado digital, câmera de ré, central multimídia com tela de 7 polegadas para o GPS e TV Digital, banco de couro, vidros e trava elétrica, airbags laterais e frontais, além de controle de estabilidade e tração.

A mecânica do carro tem mudança no motor, que antes era 2.7 flex e passa a ter o novo v6 de quatro litros à gasolina, com potência de 238 cv e 38,3 kgfm. A versão a diesel conta com motor 2.8 com quatro cilindros, o mesmo utilizado no lançamento da Hilux em 2015, capaz de atingir potência de até 117 cv e 45,9 kgfm.

O carro será vendido nas versões de 5 e 7 lugares.

De acordo com as estimativas da montadora, o número de venda deve chegar a variar entre 8 mil e 9 mil unidades no primeiro ano, sendo 75% das vendas referente à versão com 7 lugares a diesel.

O novo design também é uma forte característica do novo modelo, a começar pelos faróis mais estreitos acompanhados de luzes de LED. As lanternas traseiras do carro ficaram mais finas e possuem barra cromada, que liga as duas lanternas. No interior é possível notar algumas características do modelo Corola (da mesma marca) no relógio digital, na alavanca do câmbio e nos comandos do ar condicionado. Já o painel de instrumentos do SW4 mantém a iluminação azul clara, também marca do Corolla. O SW4 ganhou 9 cm na lateral e mais 2 cm de largura. O chassi do carro também passou por renovação que agora ganham aços de maior resistência e a carroceria passa a ser 20% mais rígida.

Por Jaime Pargan


Modelos devem chegar ao país este ano. Montadora deve trazer apenas as versões mais potentes.

Durante a realização do Salão de Genebra, o tão aguardado (e inédito) Classe C Cabriolet finalmente teve sua estreia a nível mundial. As versões apresentadas seguem uma gama bem interessante indo, por exemplo, do C 180 (que conta com 115 cavalos de potência) ao Mercedes-AMG C 43 (que chama a atenção por seu motor V6 3.0, capaz de entregar 367 cv).

Mas as novidades da Mercedes não acabam com isso apenas. A marca está planejando já para o fim do terceiro trimestre de 2016 trazer para o mercado automotivo nacional a versão AMG C 63. Se por um lado o fato da fabricante decidir trazer uma novidade para o Brasil é bom, por outro pode não ser tanto assim, ao menos para quem não conta com uma boa reserva financeira.

O modelo citado (AMG C 63) nem sequer foi lançado de forma oficial pela Mercedes, mesmo assim já se sabe que é mais potente que seus “parentes” e chegará com a promessa de apresentar um desempenho superior aos modelos lançados no Salão de Genebra.  E por essa superioridade em relação aos colegas é que os brasileiros terão que gastar mais se quiserem ter um na garagem. Em outras palavras, isso quer dizer que a Mercedes irá trazer para o país somente os modelos mais “agressivos”, que como já citamos, são obra da conhecida AMG.

Deixando esses aspectos um pouco de lado, vejamos alguns detalhes: O Classe C Cabriolet foi basicamente inspirado no cupê. As medidas do modelo são as básicas, sendo 2,84 m entre-eixos e 4,69 m de comprimento.

A capota do modelo leva ao todo 20 segundos tanto para ser acionada quanto para ser recolhida. O detalhe aqui é que esse tempo é o mesmo para o carro parado ou em movimento. Bom, desde que a velocidade não passe dos 50 km/h.

Saiba mais:

C 43 Coupé

Como dito anteriormente, outro modelo apresentado pela fabricante durante a realização do evento suíço trata-se do Mercedes-AMG C 43 Coupé. No caso desse modelo a informação é de que sua estreia nas concessionárias brasileiras deverá acontecer também no terceiro trimestre, mas um pouco antes do previsto para o C 63.

O AMG C 43 será movido pelo mesmo bloco da versão conversível, ou seja, o motor 3.0 V6. De acordo com informações dadas pela própria fabricante, o C 43 Coupé consegue ir de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos. Já a velocidade máxima foi limitada a 250 km/h.

De qualquer maneira, os valores oficiais ainda não foram definidos. Mesmo com a expectativa de que sejam relativamente mais caros, alguns especialistas no setor sugerem que a fabricante conseguirá dar um jeitinho de deixar os preços mais baixos. O “como” isso será feito é que se torna o grande mistério. Mas a considerar pela categoria dos modelos, qualquer redução ainda não representará muita diferença para os bolsos dos brasileiros.

Por Denisson Soares


O modelo tem como proposta inicial atrair o público que deseja maior desempenho e se tonar concorrente direta da Dodge Ram.

A montadora Fiat lidera o ranking de picapes com o modelo Strada, lançado em 1998. No entanto, muitos associam a marca a carros de menor porte e com bom custo benefício, como, por exemplo, os modelos Uno e Palio. Para mudar essa situação, a montadora anunciou seu novo modelo de picape, a Fiat Toro.

O modelo tem como proposta inicial atrair o público que deseja maior desempenho e se tonar concorrente direta da Dodge Ram, uma das mais poderosas picapes do mundo.

Segundo o diretor de produto Carlos Eugênio Dutra, o objetivo da Fiat é atrair os amantes de picapes em geral e donos de automóveis convencionais como sedãs, hatches e SUVs de médio porte. Em resumo, a montadora quer induzir o cliente a realizar a troca de outros segmentos pelo modelo Toro.

Para realizar isso, a empresa garante elementos dos segmentos SUV e de sedans em seu novo modelo de picape. Vale lembrar, que a nova picape intermediária possui diversas semelhanças com o Jeep Renagade, sendo a principal a base com estrutura monobloco de alta resistência, que garante maior segurança e conforto durante o percurso.

Ao contrário do modelo Strada, a picape será comercializada como um veículo de passeio, que lida bem com terrenos asfaltados e pode ser utilizada durante o fim de semana para visitar lugares com estradas de terra, como sítios e chácaras, por exemplo.

Sua traseira apresentou grandes inovações, como a abertura lateral de duas portas na caçamba. Vale ressaltar, que essa tecnologia era inédita no Brasil até então. Além disso, o modelo pode transportar até uma tonelada de carga, tendo capacidade de 820 litros.

O design externo não decepciona, já que possui inspiração no Jeep Cherokee. Robusto e com detalhes ousados o veículo atrai olhares por onde passa.

Controle de tração integral, suspensão independente na traseira do veículo e direção são itens de série no modelo. Esse é mais um ponto positivo para o modelo, já que algumas correntes não oferecem esses elementos em todas as versões.

Para garantir todo conforto e comodidade que o cliente merece, é possível ativar e refrigerar o veículo a distancia por meio do ar-condicionado, o que é útil para evitar o calor mesmo após a picape ter passado horas sob o sol.

A picape conta com versões distintas, sendo: a versão essencial Freedom 1.8 – Flex, com preço de R$ 76,5 mil; a série de especial de lançamento Toro Opening Edition 1.8, que sai por R$ 84,4 mil e Freedom 2.0 a Diesel, com opção de tração nas em duas rodas ou integral, que custará R$ 93,9 mil e R$ 101,9 mil, respectivamente.

Já a versão topo de linha Volcano 2.0 traz em seu interior propulsor 2.0 turbodiesel, que exerce potência máxima de 170 cv e câmbio automático de 9 velocidades. Em relação ao consumo de combustível nenhum dado foi mencionado.

Essa versão também conta com acentos e volante revestido por couro sintético, central multimídia com tela sensível ao toque de 5 polegadas e câmera de ré. O preço da versão Volcano é de R$ 116,5 mil.

Por Wendel George Peripato

Fiat Toro

Fiat Toro

Fotos: Divulgação


Veículo parece uma versão mais curta do Polo e deverá ser lançado inicialmente na Índia.

A empresa alemã Volkswagen publicou a primeira foto oficial do novo lançamento da marca, o Volkswagen Ameo 2017, que agora tem seu nome confirmado. A companhia apresentou somente uma imagem, onde exibe apenas a lanterna traseira e o nome do novo veículo, que chegará com uma nova plataforma, a MQB, proveniente do VW Polo Europeu. O sedan, o qual terá sua estreia realizada na Índia, é um dos lançamentos mais aguardados no continente asiático e ocorrerá muito em breve. É provável que a apresentação ao público aconteça no mês de fevereiro deste ano, durante o Auto Expo 2016, caso isso não se concretize, tal fato dar-se-á até o final do primeiro semestre.

O futuro sedan chegou a receber o nome de Brezze, porém, o nome Ameo foi dado como definitivo pela Volkswagen nesta quarta-feira, dia 20 de janeiro. A montagem do carro será feita na cidade de Chakan, na região de Pune, Índia, ao lado do VW Polo.

Apesar de ainda não haver nenhuma informação oficial, o veículo foi flagrado e conclui-se que o modelo é basicamente uma versão encurtada do Pólo. O Ameo, que é o primeiro produto da Volkswagen focado no mercado indiano, terá 3,99 metros de comprimento para que assim seja enquadrado entre os compactos menores de 4 metros, pois na Índia veículos com metragem menor que esta possuem tributação mais favorável.

Embaixo do capô acredita-se que poderão ser dois motores, um deles é um com 1.2 litros de 3 cilindros (com 75 cavalos de potência e torque de 11,2 kgfm), o outro é um 1.5 Tdi movido a diesel (que gera uma potência de até 90 cv e 23,5 kgfm de torque), ambos com câmbio mecânico de cinco velocidades. Especula-se também o uso de um propulsor turbo 1.0 TSi.

Acredita-se que será um dos carros mais caros do segmento, rivalizando com Tata Zest, Honda Amaze, Maruti Swift Dzire, Hyundai Xcent e Ford Figo Aspire, que é uma versão mais curta do Ka+.

Nádia Neves


Nova geração virá em 3 modelos de acabamento, sendo eles: R-Sport, Prestige e S.

A Land Rover, empresa que fabrica automóveis de luxo, anunciou no começo deste mês sua nova geração do Jaguar XF no Brasil. O carro, que segue o padrão sedan, ainda não tem data confirmada de quando estará disponível nas concessionárias, no entanto, a empresa já informou que não passará de março.

A nova geração do Jaguar XF chegará em 3 modelos de acabamento, são eles: R-Sport, Prestige e S. As 2 primeiras citadas terão motor 2.0, já a última virá com um motor 3.0 muito potente.

As 3 versões chegam às lojas com sistema de transmissão ZF de 8 velocidades que proporciona aos condutores amplo desempenho e comportamento esportivo e conforto.

Além da repaginada que dá direito a um visual mais moderno e despojado, o novo automóvel conterá uma carroceria quase 30% mais rígida que a anterior sem perder leveza. Já na questão de suspensão o sistema Integral Link é usado na traseira, enquanto que na dianteira os usuários desfrutarão do Double Wishbone.

Outro diferencial em relação ao antecessor é o  InControl Apps, a nova tecnologia permite total conectividade com smartphones, permitindo suas utilizações por  meio de uma tela de 8 polegadas localizada no painel central do veículo.

Existe ainda direção elétrica, sistema que evita que o veículo patine em superfícies com baixa aderência, frenagem autônoma emergencial, monitoramento de condições físicas do condutor, display com tecnologia laser, controle de assistência em fila, entre muitos outros.

A versão Prestige, considerada a mais simples das três, chegará às concessionárias custando R$ 264.700. Já o R-Sport sairá por R$ 288.600 e, por fim, o modelo S estará disponível no valor de R$ 381.100. Este último é capaz de proporcionar a velocidade de 100km/h em pouco mais de 5 segundos, os acabamentos internos contam com fibra de carbono, soleiras em metal, faróis full LED, assistente de estacionamento 360 graus, sistema de som Meridian que dispões de 11 alto-falantes (380W), saias laterais exclusivas e dezenas de outras vantagens e detalhes. 

Por Beatriz

Jaguar XF 2016

Jaguar XF 2016

Fotos: Divulgação


Modelo não foi redesenhado, mas traz novidades nos pacotes de equipamentos.

A montadora Peugeot realizou o lançamento na quarta-feira, dia 10 de janeiro, da linha 2016 do modelo 208 que acabou mantendo os mesmos preços do ano passado, onde está R$ 45.990 na versão Active e R$ 62.890 para a versão Griffe automático. O modelo ainda não teve uma reestilização no visual do modelo lançado na Europa, no mês de março no Salão da cidade de Genebra.

Segundo o diretor de marketing da Peugeot, Frederico Battaglia, a empresa não pensou em redesenhar o carro 208, pois eles trabalham com cronogramas diferenciados, tanto aqui quanto na Europa.

Enquanto o modelo não é redesenhado, o carro conta apenas com a novidade nos pacotes de equipamentos. A versão mais simples, a Active, possui ar-condicionado, alarme, rádio, vidros e travas elétricas e também faróis de neblina, a central multimídia, nesta variante, é opcional.

Na opção Active Pack o carro conta com airbags laterais, ar-condicionado digital, volante em couro e com sistema multimídia. Na opção intermediária, a Allure, possui sensor de estacionamento traseiro, teto solar panorâmico e também piloto automático.

A versão mais luxuosa, a Griffe, a qual é comercializada somente com motor 1.6, vai equipada com sensor de estacionamento dianteiro, airbags de cortina, e também o aplicativo MyPeugeot.

A central multimídia, conta com um novo app para smartphones, o qual realiza o registro de informações do percurso e também navegação do carro na tela do próprio dispositivo.

De acordo com as informações passadas pelo Miguel Figari, o diretor geral da companhia, a montadora pretende aumentar suas vendas em até 30 por cento com a nova linha 2016.

Abaixo é possível consultar os valores das versões do novo Peugeot 208:

– 208 Active, com motor 1.5 e câmbio manual – R$ 45.990;

– 208 Active Pack, com motor 1.5 e câmbio manual – R$ 49.990;

– 208 Allure, com motor 1.5 e câmbio manual – R$ 53.290;

– 208 Allure, com motor 1.6 e câmbio automático – R$ 57.390;

– 208 Grife, como motor 1.6 e câmbio manual – R$ 59.190;

– 208 Griffe com câmbio automático – R$ 62.890.

Por Nádia Neves 

Novo Peugeot 208

Novo Peugeot 208

Fotos: Divulgação


Novo modelo poderá se chamar Mobi e pode ser um hatch de pequeno porte e com medidas menores ainda do que as do famoso Uno.

Não há como negar que os carros populares da Fiat sempre fizeram muito sucesso no mercado nacional. A fim de continuar com essa filosofia e inovar este setor a montadora já está testando pelas ruas o seu mais novo projeto de carro popular, a expectativa é que este novo veículo chegue às concessionárias da marca ainda no primeiro semestre de 2016. Este projeto foi batizado pelo código X1H, contudo já há vários setores da imprensa nacional dizendo que o nome oficial deste veículo será Mobi, o principal fato que evidencia a veracidade deste nome é o registro que já foi feito pela montadora no Instituto Nacional de Patentes Industriais (INPI).

Segundo as notícias de bastidores a escolha deste nome para este carro foi feita tendo como referência a palavra mobilidade, logo este nome seria uma identidade que a fabricante busca para o veículo.

Muitas pessoas já relataram ter visualizado este carro em testes na região metropolitana de Belo Horizonte, mais especificamente na cidade de Betim (MG), pelo que pôde ser observado este veículo é um hatch de pequeno porte e com medidas menores ainda do que o famoso Uno.

O principal objetivo da Fiat com o lançamento deste novo modelo é fazer o resgate do conceito que anteriormente fez muito sucesso com o Uno Mille nas décadas de 80 e 90, ou seja, um carro com valor acessível, popular e com custo reduzido de manutenção.

Muitos especialistas do ramo já estão arriscando na afirmação de que para que a Fiat reduza nos custo deste carro, provavelmente ela irá utilizar vários elementos do atual Uno, inclusive o design quadrado da carroceria.

Ao que tudo indica, o Mobi, possivelmente, virá equipado com o mesmo propulsor 1.0 Fire e o câmbio de cinco velocidades da gama atual. A previsão inicial é de que o Mobi seja comercializado com preço a partir de R$ 30 mil.

Por Adriano Oliveira

Fiat Mobi

Fiat Mobi

Fotos: Divulgação


Modelo passou por mudanças visuais para se distanciar do Prisma. Preço do carro irá variar de R$ 52 mil a R$ 67 mil.

Foi lançado recentemente no mercado brasileiro o tão esperado Chevrolet Cobalt 2016. O mesmo deve começar a ser vendido nas próximas semanas com preço inicial de R$ 52.690, que pode chegar a R$ 67.990, levando em consideração a versão top de linha do lançamento.

Um dos principais destaques desse automóvel são as mudanças no visual, tanto por dentro quanto por fora. Outro destaque bastante interessante é sem sombra de dúvidas a estreia da nova geração do sistema multimídia MyLink. O novo sistema dispõe de uma maior conectividade com os smartphones, além de novas funcionalidades e ferramentas para os usuários.

Como já destacado, a parte visual do lançamento da Chevrolet sofreu grandes alterações. Um grande exemplo era o já ultrapassado conjunto óptico, que deu lugar a faróis arrojados com projetores de dupla parábola. Outra novidade que trouxe um tom de modernidade para o novo Cobalt foi a grade dianteira, que foi totalmente renovada. A traseira ganhou um efeito bastante interessante: as lanternas foram alargadas e passaram a se estender até a tampa do porta-malas, dessa forma, temos a impressão de que o carro é mais largo.

Um dos principais objetivos da Chevrolet com a renovação do visual do sedã, além da inclusão de novos recursos e itens, é justamente distanciar o Cobalt do seu irmão, o Prisma. Com isso, a Chevrolet pretende colocar o Cobalt em uma categoria juntamente com o Honda City e o Ford New Fiesta. Com tais mudanças, o preço do automóvel também aumentou em relação a linha 2015, sendo que o aumento pode chegar até R$ 10.340.

Já quando o assunto é o conjunto mecânico do novo Cobalt, saiba que o mesmo não apresenta novidades, haja vista terem sido mantidas as proporções da versão anterior. Com isso, as versões de entrada são equipadas com motor 1.4 EconoFlex de 102 cavalos e 13 kgfm de torque. As versões top de linha, por sua vez, contam com o motor 1.8 de 108 cavalos e 17,1 kgfm de torque. O câmbio é manual de cinco marchas ou automático de seis marchas.

Por Bruno Henrique


Novo modelo tem preços que partem de R$ 46.225.

Depois de algumas apresentações da série, chegou a vez do novo sedan Hyundai HB20S. Assim como os outros modelos desta série, o HB20S mostrou detalhes exclusivos cromados nos frisos dos vidros dos lados que percorrem até a coluna traseira e também uma nova grade dianteira juntamente com o conjunto ótico. O carro da marca coreana tem preço inicial de R$ 46.225, dotado de motor mil cilindradas.

O HB20S 2016 foi redesenhado com ‘Escultura Fluida 2.0’, um novo projeto da marca.

Somente as versões mais luxuosas, como Premium e Comfort Plus possuem lanternas traseiras das versões são do tipo clear Type, já os mais simples ainda possuem o mesmo conjunto antigo. Nessas versões top de linha também poderão ser vistos os novos faróis com projetores e com Light Guide em tecnologia LED. O custo de ambas as versões chegam a R$ 62.275.

O HB20S Premium será disponibilizado em dois pacotes diferentes. O primeiro, com bancos exclusivos na cor cinza Grey Leather e em couro e pode custar R$ 63.865. O segundo será comercializado com sistema blueMedia, o qual faz integração com seu aparelho celular, chegando ao preço de R$ 64.775. Somado o primeiro e o segundo pacote, a versão Premium do HB20S custará R$ 66.365.

A série 2016 do modelo terá um motor de quatro cilindros 1.6 Gamma, com um novo sistema de partida, conhecido com e-Start.

Estará disponível com transmissão automática e manual, contando com um ponto positivo, as seis marchas, pois o modelo automático anterior possuía apenas quatro marchas.

O motor 1,6 Gamma, com DOHC e 16 válvulas, CVVT pode atingir uma potência de até 128 cavalos com combustível etanol em 6.200 rotações com o torque de 16,5 kgf.m e 4.500 rpm. O modelo que conta com 3 cilindros, o Kappa 1.0 será composto de 4 válvulas por cilindro, com um capacidade de gerar até 80 cavalos de potência.

Por Filipe da Silva

Hyundai HB20S 2016

Hyundai HB20S 2016

Fotos: Divulgação


Modelo traz novo design e mudanças significativas ao mercado brasileiro.

Para ter o prazer de dirigir a nova RAM 2500 precisa ser portador da CNH para dirigir caminhões, o modelo é tão potente que reboca com facilidade até 71 toneladas. A cabine tem design avançado e moderno.

Quando entramos na RAM 2500, a impressão é a de estar numa Picape de luxo, muito embora a legislação diga que de fato é um caminhão. Tudo por conta da versão ‘Laramie’, que esteve ausente do nosso mercado brasileiro por cerca de dois anos e agora retorna com força total.

A RAM 2500 compete em pé de igualdade com as médias mais bem equipadas que existem no mercado. Com seus 6 metros de comprimento, 1,97 m de altura e entre-eixo do tamanho do Fiat Uno, dá para desfrutar de um espaço maior, com mais potência e tecnologia.

Mas se alguém quiser levar essa “gigante de luxo” para casa, terá que sacar do banco nada menos que CR$ 249.900 – um numerário bastante expressivo, mas vai valer a pena afinal são só 117 litros de gasolina para completar o tanque.

A intenção da picape/Caminhão, que faz parte do grupo Fiat Chrysler (FCA) é tentar ganhar o titulo de “limusine do campo” e ficar aguardando os fazendeiros colocarem suas botinas engraxadas em seu carpete, de 1 mil unidades até o final de 2016.

Quando chegou ao Brasil em 2005 a RAM ainda pertencia à linha Dodge, mas em 2009 se desligaram sob a estratégia de um plano, encerrando a exportação 3 anos depois. Passados 4 anos ela volta remodelada com design avançado e muito mais conforto.

Força Bruta:

O motor Cummins de 6,7 litros e 24 válvulas é a maior diferença apresentada pela nova picape/caminhão, grande aliado ao câmbio automático de 6 marchas e tração 4×4 com opção reduzida.

Conforto de SUV:

Todos vão se render quando conhecerem a cabine. O acabamento é muito parecido ao SUVs de luxo, os revestimentos dos bancos são em couro macio, chão acarpetado e ar-condicionado.

O vidro da parte de trás pode ser acionado eletronicamente, bem como bancos da frente e retrovisores, mas para que tivesse mais conforto o banco que antes levava 3 pessoas agora só comporta 2, separadas por uma divisão bem elegante.

A direção da RAM é suave e sai com facilidade sem trancos. O controle eletrônico dá total tranquilidade ao motorista.

Por Ruth Galvão

RAM 2500

Foto: Divulgação

 

 


Toyota inova e incorpora acessórios dos carros de passeio em sua picape.

A nova Toyota Hilux veio para mostrar que cada vez mais a sua tendência é se equiparar aos carros de passeio. Se incorporando de vários itens comuns a essa linha de veículos, a Toyota vem investido em uma expansão e maior popularização de um de seus modelos mais aclamados.

Na parte de dentro do carro, poucos detalhes das versões mais antigas foram mantidos, valendo citar como um dos mais marcantes o pequeno relógio Casio no painel. De resto a maioria é novidade. Com destaque para um grande investimento em deixar o interior mais parecido com um carro de passeio de luxo. O acabamento ficou realmente muito bonito com detalhes de cromado e alguns outros com material similar ao couro (material esse também utilizado no Corolla).

A ergonomia do carro também foi melhorada, deixando o carro mais acessível e confortável. Pequenos detalhes como a mudança de local do comando de retrovisores, saindo do painel para as portas e a facilidade de acesso aos comandos do carro, grande parte encontrados no volante na versão SRX (versão mais completa), fazem grande diferença.

Para alguns a baixa potência de apenas 177 cv pode ser surpreendente tendo em vista que este carro tem como principal característica a força. Porém, o truque está no torque do carro, este sim digno de um veículo do tamanho da Hilux. Ostentando 45,9 kgfm (câmbio automático) de torque, pode ter certeza que a nova Hilux ainda tem a antiga força para escalar e passar por cima de qualquer obstáculo.

Em se tratando de conforto, alguns aspectos foram claramente melhorados, enquanto outros ainda pecam pela falta de espaço. Por exemplo, uma pessoa com mais de 1,80m pode se sentir um pouco apertada em relação à altura do carro, mas pode se sentir um pouco melhor se perceber o aumento do espaço para as pernas.

Resumidamente, a nova Hilux exibe novos detalhes que irão agradar a novos compradores e ainda mantém a mesma força de sempre para manter seus fiéis admiradores.

Por Pedro Bartras


Superesportivo GT-R da Nissan chega ao Brasil em 2016.

O sucesso do modelo superesportivo da marca japonesa Nissan agora poderá ser comprado no Brasil. A compra poderá ser efetuada por encomenda, a partir de 2016.

A sensação de se encontrar com o gigante do Oriente é de entusiasmo para explorar os próprios limites. Além do mais, o modelo GT-R da japonesa Nissan vem superando modelos do mesmo estilo, como os épicos famosos da Audi, Porsche e Ferrari.

O  modelo é conhecido pela sua alta performance, tecnologia, inovação, velocidade, potência em cavalos e baixo custo se comparado aos concorrentes da mesma categoria. O valor do carro ainda não foi definido pela empresa automobilística e a mesma já informou a imprensa que a compra de seu veículo poderá ser feita através de encomenda e então o mesmo poderá ser importado. Porém, já se sabe que o GT-R será uma máquina ao qual poucos terão acesso, pois com o valor do dólar em alta, o carro, que nos Estados Unidos está sendo vendido por aproximadamente US$ 100 mil, poderá chegar ao Brasil custando mais de R$ 1 mihão, se considerarmos mais a taxas de tributos de importação.

Mas como não custa nada nós conhecermos melhor essa super máquina esportiva, aqui vão suas principais características técnicas:

  • Motor: Dianteiro e longitudinal, com 6 cilindros em V, 24 válvulas, biturbo e com injeção direta de gasolina. Sua cilindrada é de 3.799 cm³.
  • Potência: 553 cv a 6.400 rpm.
  • Torque: 64 kgfm de 3.200 a 5.800 rpm.
  • Transmissão/ Tração: Automatizada de seis marchas e dupla embreagem. Com tração integral e direção elétrica.
  • Suspensão: Independente, com braços duplos triangulares na dianteira e multilink na traseira.
  • Freios: Discos ventilados na frente e atrás.
  • Pneus: 255/40 R20 (D) e 285/35 R20 (T).
  • Dimensões: 4,671m de comprimento, 1,894m de largura, 1,369m de altura e 2,778m de entre-eixos.
  • Tanque: 74 litros.
  • Porta-Malas: 249 litros.
  • Peso: 1.722 kg.

Para maiores informações acesse o site www.nissan.com.br.

Prisca Fontes


Modelo foi reestilizado e conta com ótimas características e novidades.

A JAC Motors lançou o sedan J5 no Salão do Automóvel realizado em São Paulo em 2014 com um novo visual. Como modelo 2016 a nova linha do J5 apresenta lanternas traseiras, faróis, faróis de neblina e para-choques reestilizados. Em seu interior, o J5 foi modificado, com um painel em três tons e apliques cromados, além de central multimídia, quadro de instrumentos e painel novos.

O novo motor é capaz de gerar 125 cv de potência a 6.000 rotações e 15,5 mkgf de torque quando o motor está a 4.000 giros. O câmbio é manual de cinco velocidades.

Para consolidar no mercado de sedãs médios, o novo J5 possui melhorias consideráveis no design e uma lista de equipamentos compostas por sensor de ré, ar condicionado digital, além dos demais itens convencionais: direção hidráulica, ar condicionado e trio elétrico. Como itens de série estão os airbags e freios ABS com EBD.

A pretensão da montadora é vender cerca de 700 unidades por ano.

O novo J5 possui as seguintes dimensões: 1,7 m de largura, 4,6 m de cumprimento e 1,5 m de altura. O entre-eixos do veículo garante espaço confortável aos passageiros, principalmente para aqueles que vão no banco de trás. O porta-malas possui capacidade para 460 litros disponíveis para as bagagens.

Em testes realizados pela Quatro Rodas, o novo J5 pecou no quesito isolamento acústico. Durante os testes o modelo não trabalhou em silêncio. O barulho foi atribuído ao ronco produzido pelo escapamento, que não tem a ver exatamente com a proposta do segmento.

Outro aspecto negativo observado nos testes foi o acabamento. Segundo a Quatro Rodas, o J5 está abaixo da média no que se refere ao acabamento e materiais utilizados. Por outro lado, o sistema de ar condicionado e a suspensão foram dignas de elogio.

Por André César

JAC J5

Foto: Divulgação


Nova plataforma, chamada CMA (Arquitetura Modular Compacta), visa cobrir a produção de novos veículos compactos.

A Volvo, fabricante de automóveis sueca, está planejando adentrar o ano de 2017 com muitas ideias novas. A marca revelou nos últimos dias que está desenvolvendo uma nova plataforma chamada de CMA.

A CMA, Arquitetura Modular Compacta, visa cobrir a produção de novos veículos compactos. A Volvo pretende, dentro dos próximos 4 anos, substituir todos os seus modelos por versões baseadas nessa nova plataforma.

A mudança permitirá que a montadora dobre seu volume de vendas e que aumente o faturamento. A nova plataforma proporciona que a produção possa ser acelerada e isso é essencial para que a marca fature mais, a diminuição do tempo de produção de 1 veículo irá permitir a produção de 800 mil carros no período de 1 ano.

A Volvo informou ainda que entre suas metas está o plano de evitar ao máximo, através de tecnologias inteligentes, acidentes com vítimas fatais ou ferimentos graves a partir do ano de 2020.

A marca não informou muitas informações a respeito de quais modelos serão produzidos com a nova tecnologia, mas vale lembrar que dois já foram anunciados: o Hatch V40 com cinco portas (próxima geração) e um novo veículo que foi batizado de XC40.  Existem boatos de que a plataforma será utilizada na produção de um S40 para bater de frente com seus principais concorrentes, mas por enquanto não há nada confirmado e a notícia é mera especulação.

A venda desses carros terá abrangência mundial e o local de fabricação será na Bélgica, a marca também avalia a possibilidade de utilizar a plataforma CMA na China.

De acordo com a Volvo, a nova plataforma possibilitará mudar a forma de produzir e fabricar carros, gerando a possibilidade de aumentar a variedade de veículos. Outra pretensão da marca é utilizar a tecnologia nos veículos elétricos, essa ideia faz parte do planejamento da empresa que pretende possuir 10% da produção mundial em híbridos e elétricos.

Por Beatriz 

CMA - Nova plataforma da Volvo

Foto: Divulgação


Novo modelo herdou o nome do antigo veículo da Fiat e irá tentar reviver o sucesso conquistado pelo mesmo na década de 90.

Foi anunciado pela renomada fabricante de veículos automotores Fiat que o conceito apresentado no Salão de Istambul, evento ocorrido no mês de maio deste ano, será batizado com o nome de Tipo.

Conforme foi revelado pela fabricante, este veículo será um sedan compacto que será comercializado em âmbito mundial, sendo que inicialmente ele será comercializado em 40 países da Europa e do Oriente Médio. Na Itália, a empresa já garantiu que as vendas irão iniciar no mês de dezembro ainda deste ano.

Como herdou este nome de sucesso, este novo veículo da Fiat irá tentar reviver o icônico sucesso conquistado pela primeira versão do Tipo comercializada na década de 90. A diferença entre estas duas versões é que no modelo da década de 90 o veículo era um hatch médio, contudo nesta nova versão 2015 ele será um sedan compacto, com porte similar ao do Linea.

Na Europa, este novo Tipo será comercializado com duas versões equipadas com propulsores turbodiesel e outras duas versões com propulsores movidos a gasolina, a potência máxima que estes motores irão oferecer ao carro irá ter uma variação entre 95 e 120 cavalos, por lá os consumidores poderão escolher a transmissão automática ou manual.

O mais curioso é que na Turquia a Fiat optou denominar este três-volumes, o qual possui 4,54 m de comprimento e 2,64 m de entre eixos, de Egea.

Após ser consultada a respeito da possibilidade dessa novidade ser comercializada aqui no mercado brasileiro, a Fiat deixou bastante claro que, até o presente momento, não possui nenhuma intenção de inseri-la no mercado nacional, o que é uma pena, haja vista que o Tipo da década de 90 foi um dos maiores sucessos de vendas da empresa nos anos 1990.

Então, neste primeiro momento, apesar da notícia não ser das melhores para os consumidores brasileiros, a expectativa é que a Fiat, no futuro, possa rever o seu posicionamento e inserir esta novidade também aqui no mercado nacional.

Por Adriano Oliveira

Fiat Tipo

Fiat Tipo

Fotos: Divulgação


Toyota prevê que os motores a combustão estarão extintos por volta de 2050, e que os carros movidos a energia elétrica e hidrogênio são o futuro dos veículos.

Uma das reações do mercado à constante demanda por sustentabilidade, e o desenvolvimento de novas tecnologias, como os carros movidos a energia elétrica e hidrogênio, pode culminar em uma extinção completa dos motores à combustão. É o que acredita a montadora Toyota.

O diretor executivo da marca, Kiyotaka Ise, afirmou em uma entrevista concedida recentemente que o futuro dos modelos movidos a motores à combustão não é nada otimista. Segundo ele, por volta do ano de 2050, grande parte dos automóveis já virá de fábrica com outro tipo de sistema de propulsão. Atualmente, a montadora tem uma proporção de 85% de seus modelos fabricados movidos a diesel ou gasolina. O restante corresponde a modelos como o Prius, Mirai e outros.

A declaração de Ise, veio em meio a questionamentos do mercado com relação ao escândalo registrado na montadora Volkswagen, com relação às suas emissões de poluentes. Ainda segundo o diretor executivo da Toyota, o acontecimento colocou em xeque a legitimidade dos motores movidos a diesel e gasolina e segundo ele os acontecimentos podem culminar com o massivo declínio dos motores com esse tipo de propulsor. O empresário afirmou ainda que o mundo está virando ao contrário e que a montadora precisa acompanhar essas mudanças, mudando assim seus métodos.

A expectativa dos consumidores é que não só o meio ambiente ganhe com essa mudança, mas o próprio bolso de quem possui automóveis. Além de emitir menos poluentes, os modelos de motores sem propulsão à combustão são bem mais baratos, pois são alimentados com energia renovável, como o hidrogênio e a energia elétrica. Além disso, por serem fontes mais acessíveis, o tempo para alimentação dos motores também cai, eliminando perda de tempo em filas para reabastecimento, por exemplo.

Embora a previsão da Toyota faça total sentido, somente o tempo poderá nos responder se os apontamentos se tornarão ou não realidade. A torcida da maioria dos consumidores continua sendo positiva.

Por Patrícia Generoso

Motor de carros

Fotos: Divulgação


Modelo terá versões sedan, hatch e perua produzidas.

Com produção prevista na Turquia, na fábrica de Bursa, o Fiat Aegea também será fabricado no Brasil a partir de 2017. Mais especificamente na unidade da Jeep em Goiana (PE). O modelo também deve ser produzido na Índia.

A informação sobre a produção começar a ser feita no Brasil partiu de dois sites europeus, o Auto Monitor de Portugal e o Just Auto da Inglaterra.

A vinda da produção do sedan médio da marca Fiat para o Brasil indica que a montadora italiana colocará um forte concorrente frente aos sedans japoneses da Honda e da Toyota.  O modelo sedan, que foi apresentado no Salão de Istambul na Turquia, tem um design elegante e tradicional, sem muitos detalhes ousados.

O modelo também deverá contar com uma versão hatch e uma versão perua. A versão hatch deve ser apresentada no Salão de Genebra apenas em 2016.

O Fiat Aegea começará a ser comercializado no final deste ano na Turquia e no primeiro semestre de 2016 no restante da Europa.

Os modelos Aegea hatch e sedan deverão substituir os modelos Bravo e Linea, respectivamente. A versão perua deve substituir a Marea Weekend futuramente.

Com medidas maiores, o Aegea sedan possui um porte mais encorpado, corrigindo a principal falha do Linea. O modelo estaria mais adequado para cinco passageiros, com seus 4,50 metros de comprimento, 1,78 metros de altura e 2,64 metros na distância entre eixos. O porta-malas possui uma capacidade de 510 litros.  

Para o velho continente, deverão estar disponíveis quatro opções de motorização, sendo duas a diesel e duas a gasolina. A potência varia entre 95 cv e 120 cv, com opções de câmbio manual e automático.

Apesar da Fiat do Brasil tratar o assunto como especulação, a disparada do dólar e as velozes e constantes mudanças de decisões do grupo reforçam a informação.

Por Jean Fretta Pereira

Fiat Aegea

Fiat Aegea

Fotos: Divulgação


Modelo terá versões que partem dos preços de R$ 209.900 a R$ 256.900 no Brasil. Vendas serão iniciadas ainda neste mês.

O Range Rover Evoque chega às concessionárias brasileiras da Land Rover ainda neste mês de outubro, com novas versões e também um visual remodelado. Os valores variam de R$ 209.900 a R$ 256.900.

Uma das novidades são as versões SE, SE Dynamic, HSE e HSE Dynamic. Em relação a mudanças externas podemos falar das novas lanternas, faróis e aerofólio traseiro e para-choque dianteiro com novos desenhos. O cliente também poderá escolher entre oito opções de cores do veículo e outras duas de teto.  

O Range Rover Evoque não tem alterações na parte mecânica, mas traz motor Si4 2.0 Turbo com 240 cavalos e transmissão ZA-9HP automática, com nove marchas.

Já internamente, os bancos de couro estão reformulados e com diferentes acabamentos como, por exemplo, costura em cor contrastante.

O sistema de entretenimento, que leva o nome de “In Control” também está com sua interface renovada e comandos intuitivos. Em relação à questão do som, ele pode chegar a 825W e até 17 alto-falantes.

O consumidor pode escolher entre os aros 18, 19 ou 20, em cada versão diferente, mas sempre de liga leve, nas cores preto, cinza ou prata.

A partir de 2016 este modelo será produzido na fábrica da marca em Itatiaia, no Rio de Janeiro. Desde que foi lançada, a Range Rover Evoque já vendeu mais de 20 mil SUV’s no País.

A fábrica brasileira da Jaguar Land Rover está na fase final de construção e receberá um investimento de R$ 750 milhões até 2020 com o objetivo de chegar a fabricar 24 mil unidades por ano.

Atualmente, a marca conta com 40 concessionárias no Brasil e deve unir as operações de Land Rover e Jaguar até março de 2016, fazendo com que as lojas atendam as duas marcas.

Por Kika Akita

Range Rover Evoque 2016

Range Rover Evoque 2016

Fotos: Divulgação


Montadoras Ford e Honda anunciaram alta nos preços de alguns de seus modelos.

Após um grande empurrão por parte da tão famosa crise, cerca de 74% das empresas afirmam que seu impacto ainda não foi superado. Grande parte da perca se relaciona à perda de investimentos, falta de demanda e acesso ao crédito.

A população em si consegue sentir na pele tal situação, em que 90% destes são ricos, escolarizados, e moradores de grandes cidades ou metrópoles.

A percepção populacional ocorre, segundo argumentos dos mesmos, devido ao aumento de preços de produtos e serviços, ou inflação, mencionado por 56%. E os demais se dividem entre argumentos que sugerem como culpada a corrupção, elevação de juros, falta de emprego, e aumento do preço do dólar.

Supera-se com grande luta, uma barreira implícita de 2 milhões de veículos vendidos este ano, causando pânico em boa parte desta área do mercado. De janeiro a setembro, foram registrados cerca de 1,95 milhão de automóveis, tanto comerciais leves, caminhões e ônibus, o que significa um decréscimo nas vendas de 22,6% em comparação com 2,5 milhões de unidades emplacadas nos mesmos nove meses de 2014.

Novidades na crise surgem com contraste em relação a outros mercados. Como já estamos acostumados com o sistema "Eu os ajudo a sair da crise que criei" devemos nos conter na hora de escolher privilégios, luxos e, é claro, marcas.

Os sites das empresas Ford e Honda divulgam preços de novos modelos de automóveis. E com todos os comércios abaixando seus preços, disponibilizando descontos, cortando taxas, nos deparamos com um leve, mas considerável aumento.

Com o susto (ou não), é explícito que existem empresas que agem como tanques de guerra, ignorando completamente a ausência de compras deste porte, ou provocando aqueles que não hesitam em investir em algo tão útil, ou importante como o ego, ou o carro mesmo.

Veja abaixo uma lista de preços feita pelo site Exame.com:

FORD:

– Ka:

  • SE 1.0 – R$ 40.590 (antes, R$ 39.390);
  • SE Plus 1.0 – R$ 42.690 (antes, R$ 41.390);
  • SEL 1.0 – R$ 46.290 (antes, R$ 44.490);
  • SE 1.5 – R$ 44.490 (antes, R$ 43.090);
  • SE Plus 1.5 – R$ 46.590 (antes, R$ 45.190);
  • SEL 1.5 – R$ 50.190 (antes, R$ 48.190).

– Ka+:

  • SE 1.0 – R$ 43.590 (antes, R$ 42.390);
  • SE Plus 1.0 – R$ 45.690 (antes, R$ 44.490);
  • SEL 1.0 – R$ 49.290 (antes, R$ 47.490);
  • SE 1.5 – R$ 47.490 (antes, R$ 46.090);
  • SE Plus 1.5 – R$ 49.590 (antes, R$ 48.190);
  • SEL 1.5 – R$ 53.190 (antes, R$ 51.190).

– Fiesta:

  • S 1.5 – R$ 47.990 (antes, R$ 46.790);
  • SE 1.5 – R$ 52.090 (antes, R$ 50.890);
  • SE 1.6 – R$ 55.090 (antes, R$ 53.890);
  • SE 1.6 Powershift – R$ 59.590 (antes, R$ 58.390);
  • Sport 1.6 – R$ 61.390 (antes, R$ 60.190);
  • Titanium 1.6 Powershift – R$ 66.490 (antes, R$ 65.290).

– Fiesta Sedan:

  • SE 1.6 – R$ 58.790 (antes, R$ 55.790);
  • SE 1.6 Powershift – R$ 63.290 (antes, R$ 62.290);
  • SE Plus 1.6 Powershift – R$ 64.990;
  • Titanium 1.6 Powershift – R$ 70.790 (antes, R$ 69.790);
  • Titanium Plus 1.6 Powershift – R$ 73.790.

– Focus:

  • SE 1.6 – R$ 69.900;
  • SE Plus 1.6 – R$ 73.900 (antes, R$ 71.900);
  • SE Plus 2.0 Powershift – R$ 80.900 (antes, R$ 78.900);
  • Titanium 2.0 Powershift – R$ 88.900 (antes, R$ 86.900);
  • Titanium Plus 2.0 Powershift – R$ 97.900 (antes, R$ 95.900).

– Focus Fastback:

  • SE 2.0 Powershift – R$ 81.900 (antes, R$ 77.900);
  • Titanium 2.0 Powershift – R$ 89.900 (antes, R$ 87.900);
  • Titanium Plus 2.0 Powershift – R$ 98.900 (antes, R$ 98.900).

HONDA:

– Fit:

  • DX manual – R$ 52.700 (antes, R$ 51.600);
  • DX CVT – R$ 57.900 (antes, R$ 56.600);
  • LX manual – R$ 57.700 (antes, R$ 55.900);
  • LX CVT – R$ 62.900 (antes, R$ 60.800);
  • EX CVT – R$ 67.900 (antes, R$ 65.900);
  • EXL CVT – R$ 70.900 (antes, R$ 68.900).

– City:

  • DX manual – R$ 55.300 (antes, R$ 53.900);
  • LX CVT – R$ 64.900 (antes, R$ 63.400);
  • EX CVT – R$ 69.000 (antes, R$ 67.700);
  • EXL CVT – R$ 72.700 (antes, R$ 70.900).

– Civic:

  • LXS manual – R$ 73.000 (antes, R$ 71.900);
  • LXS CVT – R$ 76.000 (antes, R$ 74.900);
  • LXR – R$ 80.700 (antes, R$ 79.400);
  • EXR – R$ 90.700 (antes, R$ 89.400).

– HR-V:

  • LX manual – R$ 73.700 (antes, R$ 71.900);
  • LX CVT – R$ 79.700 (antes, R$ 77.400);
  • EX CVT – R$ 84.700 (antes, R$ 82.400);
  • EXL CVT – R$ 92.900 (antes, R$ 90.700).

– CR-V:

  • EXL 4WD – R$ 136.900 (antes, R$ 134.900).

Por Caio Nunes Estima Magalhães

Ford Ka 2015

Honda Fit 2015

Fotos: Divulgação


Modelo passou por sua primeira reestilização e ganhou novo design e novos itens.

Três anos após o seu lançamento, o Hyundai HB20 ganha sua primeira renovação. O hatch compacto ganhou a sua reestilização e várias outras mudanças, mas essas mudanças variam conforme e versão. Visualmente, foi reformulado baseado no conceito Escultura Fluida 2.0, adotada pela marca a nível global e que traz um maior refinamento nas formas e no acabamento.

Principal mudança: dianteira – o carro uma nova grade, em formato hexagonal e acabamento cromado. Para-choques traseiro e dianteiro também ganharam um novo desenho.

O modelo já vem com luzes diurnas de LED e as lanternas também passaram por mudanças. O seu interior ganhou bancos com novos tecidos.

O preço do compacto parte de R$ 38.995, valor que vai aumentando conforme a versão, assim como os principais itens.

Veja os valores e principais itens de cada versão:

– Comfort 1.0 – R$ 38.995:

Rodas 14 polegadas, computador de bordo, direção hidráulica, ar-condicionado, travas e vidros dianteiros elétricos, volante multifuncional, faróis de máscara negra, entre outros.

– Comfort Plus 1.0 – R$ 42.595:

Rodas 15 polegadas, alarme, alerta de afivelamento de cinto de segurança, vidros traseiros elétricos, retrovisores com comando elétrico, travamento automático das portas, luzes indicadoras de direção.

– Comfort Style 1.0 – R$ 46.345:

Rodas de liga-leve de 15 polegadas, chave canivete, faróis de neblina, volante com ajuste de altura e profundidade, iluminação no porta-malas, lanternas clear type.

– Comfort Plus 1.6 – R$ R$ 48.745:

Tem os mesmos itens do modelo 1.0, menos o câmbio automático de seis marchas:

– Comfort Plus 1.6 Automática – R$ 52.745:

Tem os mesmos itens da 1.6, menos o câmbio automático de seis marchas.

– Comfort Style 1.6 – R$ 51.845:

Tem os mesmos itens da 1.0, menos o câmbio automático de seis marchas.

– Comfort Style 1.6 Automática – R$ 55.845:

Tem os mesmos itens da 1.6, menos o câmbio automático de seis marchas.

– Premium Automática 1.6 – R$ 59.445:

Ar digital, volante e manopla do câmbio de couro, sensor de estacionamento traseiro, alarme volumétrico, maçanetas e frisos cromados,  faróis com luzes diurnas de LED, sensor crepuscular.

Por Elia Macedo

Novo Hyundai HB20

Novo Hyundai HB20

Fotos: Divulgação


Novo modelo foi apresentado na Europa com duas opções de motores, um de 2.4 litros e outro de 2.8 litros D-4D. O destaque fica por conta do interior mais espaçoso e confortável.

A nova geração da Toyota Hilux foi apresentada na Europa. O modelo europeu não traz grandes mudanças em relação à versão apresenta ao mercado tailandês e outros mercados da Ásia – Pacífico. A nova picape foi melhorada em diferentes aspectos, seis para ser mais preciso: visual, conforto, segurança, durabilidade, capacidade e custo de propriedade.

O destaque fica por conta do interior mais espaçoso e confortável, em relação ao modelo anterior. Trata-se de uma picape que alia a praticidade e funcionalidade de um Crossover com vibração de um carro de passeio. A nova Hilux é uma picape que apresenta uma estrutura de alta resistência, bonita e que oferece uma linha de itens de série de impressionar. Entre eles estão os freios ABS e EBD, o controle de oscilação de trailer, central multimídia e outros.

A Toyota apostou em reforços na estrutura, no aumento das dimensões e também na capacidade de carga que passou a 1.240 kg na caçamba e 3.200 kg rebocados. A picape se comporta bem em diferentes terrenos, principalmente os acidentados, por conta do controle ativo de tração, que ajuda em decidas e subidas. O assistente de partida é ideal para superfícies inclinadas.

O modelo se assemelha às capacidades 4×4 do Land Cruiser, sobretudo por conta do novo chassi. Já o interior é mais amplo, sofisticado e apresenta mais recursos. O destaque fica por conta da tela central sensível ao toque, que apresenta diferentes recursos multimídia e a segunda tela de LCD, disposta no painel de instrumentos, tem a unção de computador de bordo.

Entre as opções de motores para o mercado europeu estão um de 2.4 litros e outro de 2.8 litros D-4D. Os dois são turbodiesel e considerados os mais econômicos do segmento categoria, de acordo com a marca. O de 2.4 rende até 150 cavalos e 40,8 kgfm e o segundo 177 cavalos e 45,9 kgfm. O lançamento deve chegar ao Brasil em 2016, mas importado. 

Por Ana Rosa Martins Rocha

Nova Hilux

Nova Hilux

Nova Hilux

Fotos: Divulgação


Modelo com câmbio manual está à venda por R$ 39,9 mil. Alguns itens foram retirados ou modificados no modelo.

A Kia colocou à disposição da população o seu Picanto que agora apresenta um câmbio manual e também está saindo pelo preço de R$ 39,9 mil.

Esse modelo foi criado com o objetivo de disputar direto com demais hatches compactos que existem no mercado e que ao mesmo tempo apresentam um câmbio manual de exatamente 5 marchas e um motor de 1.0 flex com exatamente três cilindros.

A Kia não possui somente esse tipo de Picanto, pelo contrário, ainda tem um modelo que vem importado do continente asiático, precisamente da Coreia do Sul, com uma configuração automática de 4 marchas e por um preço na marca de R$ 46,9 mil.

Nesses dois modelos descritos acima podemos deixar o câmbio de lado, e mesmo assim temos um motor de tricilíndrico 12v que ainda é bicombustível para 1 litro e com um torque de 10 kgfm (idêntico ao utilizado em outro modelo, o famoso Hyundai HB20) e com uma potência de 80cv.

Agora com relação a esse modelo que está saindo por R$ 39,9 mil a Kia realizou alguma alteração direta?

O que podemos notar é que alguns itens foram retirados ou modificados, como vemos direto com a alteração na transmissão automática e temos a opção de que as rodas de aço ficaram no lugar das rodas de liga leve.  Esse modelo apresenta uma entrada com um ajuste manual (em vez de elétrica) diretamente para os retrovisores, da mesma forma que os vidros traseiros não são mais elétricos e sim agora eles funcionam de forma manual.

Isso significa que esse modelo perdeu muitas funcionalidades e não tenho mais nenhum conforto? Pelo contrário, o veículo conta ainda com itens que garantem o conforto do motorista e também dos passageiros, como uma direção que apresenta assistência de porte elétrico, um ar-condicionado, mais vidros dianteiros que também são elétricos, um sistema de som com um comando direto no volante, as travas são elétricas e ainda por último temos um volante que é revestido em couro.

Por Fernanda de Godoi

Kia Picanto

Foto: Divulgação


Modelo traz novidades em sua nova versão, com preços que podem chegar a R$ 65 mil.

O modelo HB20 da Hyundai vai apresentar um novo visual, tanto para o estilo sedan HB20S como para o aventureiro HB20. E entre as novas adaptações, a parte interna dos carros da linha passará por uma transformação no acabamento, nos comandos e grafismos. Outro detalhe é que novas modificações também vão fazer os preços dos carros da marca subirem com valores que podem alcançar em torno de R$ 65.000,00.

Entre as mudanças, o HB20 vai ter um novo estilo esportivo nas rodas, como também algumas modificações na parte dianteira. Há rumores que os veículos 1.6 com 16v terão caixa de câmbio automático com 6 marchas

Sabendo dos novos lançamentos que a Chevrolet e outras fabricantes já estão preparando para 2016, a Hyundai também não vai ficar atrás. E por isso que o HB20 vai passar por uma nova reestruturação justamente para continuar atendendo os seus clientes com produtos de qualidade, conforto e segurança para ao dirigir.

O HB20 1.0 parece que adotará um estilo parecido com o carro Kia Cee’d, ou seja, um veículo com uma potência de 120 cv. Já o HB20 1.6 com 16v com 128 cv continua com o mesmo estilo de três cilindros. O crossover deverá manter os apliques metálicos e plásticos.

Entretanto, todos os carros da linha podem vir com GPS, não esquecendo das reformas de comando, grafismo e também acabamento.

Ainda vale ressaltar que o HB20 está sendo um carro que está liderando as vendas. O HB20 é um carro bem atraente para muitos consumidores.

Enfim, a Hyundai precisa fazer essas novas atualizações nos veículos, pois assim continuará beneficiando seus clientes e agradando mais consumidores para o novo HB20 2016. Agora é só aguardar as novidades e quem souber qualquer informação, não esqueça de deixar um post ou comentário.

Por Jaqueline Mendes

Hyundai HB20 2016

Hyundai HB20 2016

Fotos: Divulgação


Modelo renovado será vendido por R$ 204.900,00.

O Chrysler 300C foi anunciado nos últimos dias como um carro que passou por renovação e vai ser ofertado ao consumidor pelo valor de R$ 204.900,00.

Esse modelo chega ao mercado com as seguintes características:

  • Motor V6 com 3,6 litros e uma repaginada na sua programação eletrônica;
  • Potência de 296 cv e um torque de 36 kgfm, ou seja, são 10 cv e também 1,3 kgfm a mais do que o anterior (286 cv e 34,7 kgfm);
  • Realiza em 7,9 segundos um percurso de 0 a 100 km/h;
  • Apresenta uma velocidade máxima de exatamente 240 km/h;
  • Caixa de Câmbio Automática com 8 marchas;
  • Força do propulsor vai direto para as rodas traseiras;
  • Volante apresenta paddle-shifts;
  • Direção totalmente do tipo Elétrica e não mais como Eletro-hidráulica;
  • Para-choques redesenhados e com uma grade que denota uma projeção mais para a parte da frente;
  • Rodas de 20 polegadas totalmente redesenhadas;
  • Faróis principais que são de duplo xenônio e ainda contam com um nivelamento automático e com luzes que apresentam uma circulação diurna justamente de LED no formato da letra “C”, inicial da marca;
  • Faróis de Neblina que fica em uma faixa cromada que é abrigada em uma grade inferior;
  • Lanternas Traseiras que acompanharam a evolução da máquina e também foram redesenhadas;
  • Volante com um design renovado;
  • Tela de Multimídia localizada no centro do Painel, com 8,4 polegadas e que conta com algumas facilidades, que fazem com que o motorista comande de uma forma rápida o ar- condicionado que é apresentando em 2 zonas, juntamente com o GPS, o áudio e os bancos;
  • Computador de Bordo que apresenta uma tela multifuncional colorida do tipo TFT e possui exatamente 7 polegadas. Ele fica localizado entre o conta-giros e o velocímetro, tornando a navegação mais fácil e ainda mostrando com detalhes os demais dados de desempenho dessa máquina, com destaque para as informações a respeito da viagem como as coordenadas, a pressão exercida nos pneus, a temperatura do óleo do motor e também do câmbio, o telefone, etc;
  • Porta-malas com uma capacidade para 500 litros;
  • Acabamento inferior na cor preta;
  • Preço final na casa dos R$ 204.900,00.

Por Fernanda de Godoi

Chrysler 300C

Chrysler 300C

Fotos: Divulgação


Objetivo do desconto é estimular a utilização de veículos que não causam danos ao meio ambiente.

Na última sexta-feira, 21 de agosto, o prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, assinou um decreto de regulamento que tem por objetivo oferecer nada menos que um desconto de 50% em relação ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores para os que possuem veículos híbridos e elétricos. O grande objetivo desta medida é estimular a utilização de veículos que não causam danos ao meio ambiente.

Para aqueles que não sabem, o IPVA é um imposto estadual e de caráter obrigatório que é pago anualmente pelos contribuintes que possuem algum veículo automotor registrado em seu nome. Com isso, as prefeituras possuem direito a 50% do valor do imposto, sendo que o restante é destinado a União. Visando estimular a utilização de veículos híbridos e elétricos, a Prefeitura de São Paulo irá devolver a sua metade para os contribuintes.

É importante destacar que a devolução não será realizada de forma automática, haja vista ser necessário fazer um requerimento, por parte do contribuinte, juntamente a prefeitura. Levando em consideração as regras do IPVA 2015 em São Paulo, a atual alíquota que incide sobre carros elétricos é de 3% em relação ao valor venal.

É importante destacar que, segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico, o número de veículos elétricos rodando no país ainda é pequeno. Portanto, a frota chega a 3 mil veículos elétricos, sendo que a frota total do país (contando todas as categorias de veículos) chega a 89 milhões de veículos. Uma das principais vantagens de um carro elétrico é o fato de não emitirem gases poluentes e ainda apresentar um gasto pequeno com energia, que é o seu combustível.

O requerimento para obter o desconto no IPVA 2015 em relação a carros elétricos será feito por meio eletrônico. O mesmo deverá ser disponibilizado através da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, que é anualmente no mês de maio. Sendo assim, o sistema irá funcionar de forma semelhante ao da Nota Fiscal Paulistana. Dessa forma, o pagamento será feito através de crédito em conta corrente do titular responsável pelo automóvel.

Por Bruno Henrique

Carro elétrico

Foto: Divulgação


Novo modelo conta com apenas 50 unidades disponíveis e traz novidades que conquistam os admiradores da marca.

Após o lançamento da versão holandesa, a Renault resolveu expandir a van Trafic esportiva, utilitário de grande porte, para outros países. A Formula Edition, como é chamada, foi inspirada na Competição Renault, criada pela filial holandesa. O acabamento impecável, bancos bordados e personalizados e os detalhes em azul e vermelho no exterior do furgão, remontam o modelo de competição. No Brasil, também haverá distribuição, porém, limitada, por se tratar de uma versão especial. Apenas 50 exemplares estarão disponíveis e já devem ser arrematados.

A combinação da pintura preta fosca com faróis coloridos agradou o público jovem e aventureiro.  O para-choque com splitter dá uma encorpada na dianteira do veículo, aliado aos bancos de couro, que levam o detalhe vermelho e azul na costura, combinando com o acabamento externo. Ideal para viagens e prática de esportes.

Em comparação com outros modelos do mercado, a Trafic Esportiva da Renault não ganha só no acabamento. Com direção hidráulica e tração dianteira eficiente, a van ainda possui mais espaço interno e câmbio manual de cinco marchas. A velocidade máxima de 130 km/h é outro ponto forte. Os bancos podem vir na cor grafite ou marfim. Em ambas as apresentações, os detalhes azuis e vermelhos são mantidos, como símbolo da competição.

Os utilitários de grande porte da Renault também possuem a vantagem de serem leves sem perder qualidade. Não é à toa, que assim como o Kangoo, o Trafic já seja líder de vendas na França e em outros países da Europa.

Como itens de série, o modelo conta com painel digital, controle automático de temperatura e controle de velocidade. Motor 1.6 a diesel, aliado a dois turbo-compressores, dá ao veículo uma potência de 140 CV. O design interno aliado a um painel de câmbio intuitivo, dão um charme a mais para a versão. Sua estabilidade também é garantida. Mesmo em terrenos rochosos, a van amortece e absorve o impacto com eficiência.

Por Bruna Fernandes

Renault Trafic esportiva

Foto: Divulgação


No Brasil, alguns modelos tiveram redução e outros, alta nos preços.

Na última quinta-feira (dia 13) a Volkswagen do Brasil anunciou uma mudança na tabela de preços para o seu modelo de picape Amarok. A mudança na versão S cabine simples de entrada foi uma variação de R$ 105.990 anteriores para o novo preço de R$ 106.990, um aumento de R$ 1.000 no preço. No modelo S com cabine dupla, ao contrário, houve uma queda de R$ 2.000, variando do preço inicial de R$ 111.990 para R$ 113.990.

Outro modelo que sofreu redução de preços foi o SE cabine dupla, que agora está custando R$ 120.190. Antes o preço do modelo era de R$ R$ 123.190, uma redução também de R$ 2.000. Porém somente esse modelo teve redução nos preços. Todos os outros modelos sofreram elevação de preços. A Amarok Trendline cabine dupla, por exemplo, teve um salto de preço de R$ 132.040 para os atuais R$ 135.990. O mesmo modelo, quando equipado com câmbio automático passou a ter um custo de R$ 140.990, aumento considerável frente ao anterior de R$ 136.040.

As mudanças no preço também chegaram à versão especial da linha, denominada Dark Label. A versão que antes saía pelo preço de R$ 142.690, subiu para o preço atual de R$ 147.990. A opção topo de linha, a Highline com cabine dupla, passou do preço anterior de R$ 156.990, para os atuais R$ 158.990.

Os novos preços já estão disponíveis no site oficial da empresa. Porém, a montadora reafirma que os preços são sugestões e que podem sofrer alteração de acordo com a concessionária que o cliente escolher (são mais de 600 espalhadas por todo o país), independentemente de onde morem. A Volkswagen lembra ainda, que os consumidores têm a opção da escolha da localidade da compra, e que as concessionárias estão vedadas de recusá-las, independentemente da sua área geográfica de atuação.

Por Patrícia Generoso

Volkswagen Amarok 2015

Volkswagen Amarok 2015

Fotos: Divulgação


Novo modelo será disponibilizado em 3 versões: Base, Plus e Exclaim.

A fabricante de veículos automotores Kia fez a revelação oficial, nos Estados Unidos, da versão 2016 do conhecido Kia Soul. Na versão 2016, o veículo será disponibilizado em três versões sendo estas as seguintes: Base, Plus e Exclaim.

Novos acessórios foram inseridos nesse novo modelo, porém a motorização da versão antiga foi mantida, sendo que o motor do modelo 2016 será o já conhecido 1.6 GDI dotado de injeção direta de combustível, o qual é capaz de produzir uma potência máxima de 130 cavalos, os consumidores terão como opção dois tipos de transmissão, a manual e a automática, sendo que nas duas configurações o veículo possui seis marchas.

Na versão mais simples denominada Base, o Kia Soul foi melhorado e ganhou um novo pacote de acessórios, pacote este que foi batizado com o nome de Convenience Package que disponibiliza para os proprietários deste veículo uma central multimídia totalmente sensível ao toque no tamanho 4,3 polegadas dotada de câmera de ré e rádio com funcionamento via satélite da marca SiriusXM.

Já a versão intermediária, a Plus, o veículo irá trazer algumas novidades, tais como, para-choques com acabamento feito na cor preto brilhante, câmera de ré e luzes de neblina, o pacote de acessórios dessa versão foi denominado Designer Collection e além de ofertar a carroceria em duas cores, ainda oferece ao consumidor duas opções na tonalidade da carroceria e rodas na cor preta no tamanho 18 polegadas e bancos totalmente revestidos em couro.

A versão topo de linha do modelo será a Exclaim que disponibiliza para o consumidor bancos totalmente revestidos em couro e um pacote exclusivo e inédito de acessórios de segurança chamado Premium Package que é dotado de alarme de colisão frontal e de alternância de faixa quando esta for realizada de forma involuntária pelo condutor e sistema de navegação. Outros acessórios que incrementaram a versão e fazem dela topo da linha são sistema de som mais elaborado do que nas outras versões, luzes internas de LED, bancos com sistema de ventilação com tecnologia de aquecimento e teto panorâmico.

Agora, só nos resta aguardar a chegada dessa novidade aqui no mercado brasileiro.  

Por Adriano Oliveira

Kia Soul 2016

Kia Soul 2016

Kia Soul 2016

Fotos: Divulgação


Novo modelo será fabricado na unidade de São José dos Pinhais, no Paraná, e será o primeiro esportivo da montadora a ser fabricado fora da Europa.

Visando ainda mais sucesso no mercado brasileiro, a Renault traz um lançamento bastante aguardado para 2015: trata-se do Renault Sandero RS que deve começar a ser vendido no mercado brasileiro a partir de setembro. O mesmo parte de R$ 58.880 e vem fortemente equipado com motor 2.0 de 150 cv além de câmbio manual de seis marchas. Portanto, com essa motorização é possível acelerar de 0 a 100 km/h em 8 segundos, de acordo com a montadora francesa.

Além disso, saiba que o modelo será fabricado em São José dos Pinhais, Estado do Paraná. Sendo assim, esse é o primeiro esportivo da montadora francesa que não é fabricado diretamente na Europa.

As novidades no Renault Sandero RS não se resumem à parte mecânica, haja vista as mudanças no design que acabaram reforçando o aspecto esportivo do automóvel. Um dos destaques na parte externa é o para-choque acompanhado de luzes diurnas de LED. Um detalhe bem interessante é quanto à saída de escapamento dupla acompanhada de detalhes cromados. A parte interior do automóvel também conta com novidades. Dentre elas, podemos destacar: pedaleiras cromadas, os bancos possuem desenho exclusivo, volante com base achatada e nova central multimídia.

Uma das principais novidades deste modelo será justamente o seletor de modo de condução. Esse sistema permite com que o motorista possa alternar entre os seguintes comandos: Normal, Sport e Race. De acordo com cada opção serão feitas mudanças no modo de direção, acelerador, bem como salvaguardas eletrônicas.

Outro grande destaque desse automóvel é a segurança que o mesmo proporciona. O Sandero RS dispõe de freios a disco nas quatro rodas, o escapamento é tipo duplo e ainda há um novo ajuste de suspensão. A barra é estabilizadora e o eixo traseiro é mais rígido que a versão tradicional desta linha.

O automóvel já dispõe de um grande número de itens de série. Dessa forma, a lista de opcionais se resume a rodas de 17 polegadas que acrescentam R$ 1.000 a mais.

Por Bruno Henrique

Renault Sandero RS

Renault Sandero RS

Fotos: Divulgação


Novo modelo na linha 2016 foi lançado no Brasil em 3 versões, que partem pelo preço de R$ 85.990.

O início de agosto foi bastante agitado para o mercado automotivo brasileiro, haja vista os lançamentos que chegaram ao mercado. Dentre os principais destaques anunciados está a chegada do Hyundai i30 reestilizado que vem bastante forte em sua linha 2016. O automóvel dispõe de mudanças em seu visual e novidades que prometem agradar a todos os gostos. O modelo chega ao mercado brasileiro em três versões diferentes. Confira mais detalhes na continuação desta matéria.

Como foi citado acima, o Hyundai i30 chega em três versões. A versão de entrada possui preço sugerido de R$ 85.990 e seus principais itens de série são: teto solar panorâmico, volante de couro, ar-condicionado, piloto automático e rodas de 17 polegadas. Vale destacar que os principais concorrentes na mesma faixa de preço citada como, por exemplo, o Ford Focus e o Volkswagen Golf também contam com controles de tração e estabilidade, mais airbags, dentre outros itens. Portanto, essa pode ser uma desvantagem para a versão de entrada.

A versão intermediária, por sua vez, possui como preço inicial sugerido R$ 98.990. Além dos itens da versão de entrada, a versão intermediária também dispõe de: ar digital de duas zonas, controles de tração e estabilidade, airbags laterais e de cortina, bancos de couro, painel configurável em TFT além do sensor de chuva.

Já a opção completa, ou seja, a versão top de linha parte de R$ 105.990. Além disso, é importante destacar que, até o momento, essa versão é limitada e conta com apenas 40 unidades para venda. Além dos itens da versão de entrada e da versão intermediárias, a opção completa ainda dispõe de: acesso e partida sem chave, airbag de joelho para o motorista, retrovisor eletrocrômico, faróis de xenônio, bancos dianteiros elétricos com aquecimento e freio de mão eletrônico.

A parte mecânica do automóvel não apresenta mudanças se considerarmos cada versão citada nesta matéria. Dessa forma, todas possuem sob o seu capô o motor 1.8 de 150 de cavalos e 18,2 kgfm de torque, sendo o câmbio automático e de 6 direções.

Por Bruno Henrique

Hyundai i30 2016

Hyundai i30 2016

Hyundai i30 2016

Fotos: Divulgação


Novo modelo alia esportividade com um toque clássico. Ele terá seu preço médio em torno de R$ 140.000 no Brasil.

Os anéis da tecnologia alemã nunca despontaram com tanta força quando se trata do novo Audi A4 S Line sedan, um carro que tem a proposta de combinar seu lado esportivo com um toque clássico como nenhum outro automóvel até então fabricado.

O público que está em eminência de comprar seu primeiro carro novo ou fazer uma troca vai ter que aguardar o Salão do Automóvel de Frankfurt, na Alemanha, para conhecer mais de perto toda a beleza, potência e charme do novo Audi A4 S Line sedan.

Com pesquisas feitas sobre essa novidade que, em breve, chegará ao Brasil, sabe-se que o carro vem com um propulsor 2.0 TFSI, capaz de produzir duas opções de desempenho distintas. Com essa tecnologia, nunca esteve tão nas mãos do motorista do Audi A4 S Line a capacidade de decidir qual tipo de desempenho deseja aplicar na máquina, seja andando pelas ruas ou pelas estradas.

O motor do novo Audi A4 S Line sedan também promete muita tecnologia e velocidade, através do seu motor 2.0 S Tronic, com 190 cavalos de potência, com transmissão de sete marchas, com tração integral. Tudo isso movido a duas embreagens. Imagina se um carro como esse não é capaz de levar o motorista a uma velocidade de até 252 Km/h.

Em se tratando de beleza, novo Audi A4 S Line sedan não vai deixar por menos em seu estilo sedan único, envolto de toda a beleza que pode ser dada por luzes dianteira de LED, tela de 12 polegadas com todas as ferramentas necessárias no painel para instruir o motorista, sistema de som Bang & Olufsen, volante com designer totalmente esportivo nas cores grafite – para combinar com o tom dos bancos de couro do carro.

O seu tamanho total é de 4,7m de comprimento e a Audi, com todos os recursos que usou, deixou essa máquina 120 Kg mais leve – o que vai gerar mais estabilidade para se dirigir esse carro, que já tem no mercado o nome e o respeito de Audi A4 S Line sedan. O preço médio dele estará em torno de R$  140.000, um dos valores mais altos a se pagar por um carro importado aqui no Brasil.

Por Michelle de Oliveira

Novo Audi A4 S Line sedan

Novo Audi A4 S Line sedan

Novo Audi A4 S Line sedan

Fotos: Divulgação


Foi registrada queda de 21,58% nas vendas de carros no mês de julho de 2015 se comparado ao mesmo período de 2014.

As vendas de carros no Brasil tiveram queda de 21,58% no mês de julho, se comparado a dados de 2014, de acordo com informações da Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores).  A entidade classifica o índice como o pior para as montadoras desde julho de 2007. Vale ressaltar que no ano de 2015, o mercado de automóveis registrou venda de 1,5 milhão de carros. Esses índices, segundo a instituição, significam uma redução de 21%, quando se compara com os indicativos de 2014.  É possível consultar os índices econômicos do setor no portal da Fenabrave.

Luiz Moan Yabiku Junior, presidente da Anfavea (Associação Nacional de Fabricantes de Automotores) avalia que os números apresentados têm ligação direta com a crise financeira. “O país passa por um cenário de baixa confiança dos investidores e consumidores, restrição ao crédito e expectativa pela conclusão dos ajustes na economia. Porém, acreditamos que os anúncios de algumas medidas, como o Plano Nacional de Exportações e o Plano Safra, são parte de uma agenda positiva”.

De certa forma, alguns setores esperam que o mês de agosto apresente melhores índices, como afirma Octávio Vallejo, presidente do Sincodiv-SP (Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos no Estado de São Paulo), em entrevista ao jornal “O Diário do Grande ABC”.  Vallejo também menciona na reportagem que os bancos e instituições financeiras estão ainda mais exigentes quanto às aprovações de financiamento, o que dificulta as vendas.  Ele destaca que na região do ABC, cerca de dez concessionárias foram fechadas.

Os carros mais vendidos:

Embora julho tenha registrado queda nas vendas, se comparado aos outros meses de 2015, houve aumento de 6,9%, relacionado aos emplacamentos até agora. Entre os carros mais vendidos está o Palio, que mantém a liderança desde o ano passado, segundo informações do site do “Quatro Rodas”. Foram cerca de 11.312 unidades vendidas até o mês de julho. O Chevrolet Onix obteve mais de 10.726 emplacamentos, de acordo com a publicação.

Por Letícia Veloso

Comprar carros

Foto: Divulgação


Novo modelo com motor 1.0 TSI será comercializado por preços que partem de R$ 43.490,00.

A Volkswagen trouxe ao Brasil o seu novo motor 1.0 TSI que antes era encontrado somente nos modelos mais caros, mas que agora está disponível também no compacto Up!, da marca alemã, com preço a partir dos R$ 43.490,00.

O mercado de automóveis não está aquecido no Brasil e todo lançamento acaba não tendo grande aceitação, independente de ser ou não um lançamento que agrade o consumidor que no momento, não quer ver novas dívidas, mas o Up! TSI chega para mostrar que a combinação turbo e injeção direta de combustível agora não é mais uma exclusividade dos modelos mais caros do mercado.

E a Volkswagen está atenta à crise do mercado, tanto que o Up! TSI não traz para o consumidor apenas uma performance melhor, mas também oferece maior economia!

O Up!, com seus 105 cv e 16,8 kgfm a partir dos 1.500 rpm, oferece uma ótima potência, tendo sua agilidade ampliada e já é apontado inclusive, como uma nova era dentro da VW. E o Up! TSI vai contar com uma série especial, a "Speed Up!", totalmente personalizada, vem com motor TSI que é fabricado em São Paulo, na fábrica da cidade de São Carlos e este modelo vai custar R$ 49.990,00. Mas como toda melhoria tem seu preço, com o Up! não vai ser diferente e cada versão terá um acréscimo no preço final de R$ 3.100,00.

O novo motor Up! TSI é uma novidade exclusiva para os brasileiros, não sendo comercializado na Europa. Com gasolina entrega 101 cv e com etanol 105 cv. Todo feito em alumínio, conta com blocos de 3 cilindros e pesa 13,3 kg. A pressão interna chega a 250bar e as bielas, apesar de estarem menores, ficaram bem mais resistentes.

E para evitar um possível atrito entre as bielas e o óleo no fundo, o propulsor agora conta com um protetor, localizado entre o cárter e o eixo de manivelas.

Confira as versões do Volkswagen Up! TSI e os respectivos preços:

– Versão Move Up! TSI: R$ 43.490,00;

– Versão High Up! TSI: R$ 48.040,00;

– Versão Black/White/Red Up! TSI: R$ 48.690,00;

– Versão Cross Up! TSI: R$ 47.030,00;

– Versão Speed Up! TSI: R$ 49.990,00.

Por Russel

Volkswagen Up TSI

Volkswagen Up TSI

Fotos: Divulgação


Novo modelo alia alta tecnologia e maior praticidade. Preço de venda está em torno de R$ 105 mil.

A Subaru está comercializando toda a linha 2015/2016 do Subaru XV, e o modelo está com novas e modernas adaptações, mais conforto e beleza. O carro está com o valor em torno de R$ 105.000,00 no mercado, pois vem com uma versão de alta tecnologia e maior praticidade.

Confira os detalhes:

O Subaru XV apresenta um novo layout localizado no quadro de instrumentos, conta giros, grafismo que facilita a leitura das informações que mostra a velocidade, confortável volante multifunção, moderno comando de rádio e viva-voz e sofisticado controle de velocidade e sistema SI drive.

A tela monocromática do modelo anterior foi substituída por uma tela colorida de LCD, que permite ao condutor ter o controle do nível de combustível do tanque, além da distancia percorrida e do controle de velocidade. O banco onde senta o motorista também passou por ajustes elétricos para controle da altura, do encosto e distancia.

O Subaru XV vem com motor 2.0, caixa de cambio com seis marchas simuladas do tipo CVT, está no tamanho 4,45 m e entre eixos de 2,64m e largura de 1,78m, altura de 1,62 e 1415 KG, porta-malas com 310L. Esse utilitário esportivo proporciona mais ergonomia e muitas vantagens para seguir em uma boa viagem a bordo.

Além do Subaru XV, a fabricante também resolveu inovar e fazer lançamento dos outros modelos, como o Subaru Impreza e o Subaru Forester. E todos os carros da linha sofreram modificações no modelo da chave, que tiveram suas dimensões redesenhadas com três botões, pois o objetivo é proporcionar maior segurança ao travar e abrir  a porta e o  porta-malas.

Portanto, as pessoas que estão interessadas em adquirir um dos carros da linha, em especial o Subaru XV, podem aproveitar o mês de julho, onde a fabricante está com o objetivo de aumentar a comercialização. Por isso, não percam a oportunidades de poder conferir todo o desempenho do carro, verificar todas as novas adaptações na estrutura que segundo a Subaru garante ser a maior e uma das melhores com boas condições de dirigibilidade, segurança e conforto. Além da beleza e sofisticação de todos os carros da linha.

Por Jaqueline Mendes Rodrigues dos Santos

Subaru XV 2016

Subaru XV 2016

Subaru XV 2016

Fotos: Divulgação


Versão Comfortline do Jetta será fabricada na unidade de São José dos Campos (SP) da montadora.

Finalmente, a Volkswagen do Brasil fez o anúncio oficial, no dia 6 de julho de 2015, a respeito da chegada, nas concessionárias de todo o país, do mais novo sedan médio da montadora que será fabricado no país, o Jetta. Esta versão nacionalizada do Jetta será fabricada na unidade de São José dos Campos (SP) da Volkswagen, no caso só uma das versões deste carrão será fabricada aqui no país que será a Comfortline, a qual será comercializada com valor inicial sugerido de R$ 74.730.

Para aqueles que gostaram dessa novidade, este veículo chegará às concessionárias de todo o país equipado com um propulsor de 2 litros MPI flex de 116/120 cavalos de potência e um torque de 17,7 Kgfm quando abastecido com gasolina e de 18,4 Kgfm quando abastecido com etanol, além disso, o câmbio será o automático Tiptronic modelo AQ250 de seis marchas.

Este veículo com estas configurações já estava sendo fabricado na unidade do ABC paulista da empresa desde o início do ano de 2015, porém somente agora começará a ser distribuído nas concessionárias da Volkswagen de todo o país. Este novo Jetta também será ofertado aos consumidores em duas outras versões, contudo estas serão importadas do México que serão as versões Trendline que é a versão mais básica deste veículo e terá preço sugerido a partir de R$ 70.690 e a versão Highline que é a topo de linha com todos os opcionais e será comercializado com valor a partir de R$ 94.930, esta versão chegará às concessionárias dotada de um propulsor 2.0 TSi turbo, com injeção de gasolina direta, este motor terá a capacidade de produzir uma potência total de 211 cavalos e um torque de 28,6 Kgfm, ela virá com um câmbio do modelo DSG com dupla embreagem e com seis marchas.

Esta nova geração do Jetta será mais uma aposta da Volkswagen, uma vez que segundo as estatísticas da Fenabrave o Jetta ocupa, no momento, apenas a quinta posição no seu segmento com o total de 4.498 veículos emplacados no primeiro semestre de 2015. O campeão de vendas e concorrente do Jetta é o Toyota Corolla que teve cerca de 32 mil unidades comercializadas no mesmo período mencionado acima.

Por Adriano Oliveira

Volkswagen Jetta no Brasil

Volkswagen Jetta no Brasil

Fotos: Divulgação


Novo modelo será produzido na fábrica da Hyundai localizada na cidade de Anápolis (GO) e tem preço inicial sugerido de R$ 69.990.

A fabricante Hyundai anunciou nesta segunda-feira (6) uma nova versão do Tucson Flex, o qual é sucesso de vendas no segmento Compact SUV. O modelo será produzido na fábrica da Hyundai na cidade de Anápolis, interior de Goiás.  

O modelo crossover possui motor 2.0 flex, de 16 válvulas e quatro cilindros, que gera 142 cv de potência máxima se bastecido a gasolina e 146 cv se abastecido a etanol. A versão também conta com câmbio automático de quatro velocidades.

A versão possui direção hidráulica progressiva, que é capaz de reduzir o esforço do motorista ao realizar manobras. O modelo conta também com suspensão dianteira McPherson e traseira dual link.

O Tucson Flex vem com itens de série, como o ar condicionado digital, faróis de neblina, sistema de frenagem ABS com EBD, câmera de ré, direção hidráulica, airbag (para o motorista e passageiro), trio elétrico (travas, vidros e retrovisores com acionamento elétrico), entre outros itens.

O utilitário é capaz de trafegar em qualquer terreno, seja ele asfaltado ou não. Além disso, o modelo conta com um excelente espaço interno, ideal para quem gosta de levar bastante bagagem. O porta-malas é capaz de armazenar 644 litros, o que dele o maior do segmento.

O modelo Hyundai Tucson Flex conta com garantia de cinco anos, sem que haja limite de quilometragem. Além disso, durante o primeiro ano de uso o cliente poderá solicitar assistência 24 horas da montadora, em todo território nacional.

Os portadores de necessidades especiais que adquirirem o modelo serão isentos de pagar o IPI (Imposto sobre produtos industrializados) e ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços). Além disso, os mesmos serão isentos da taxa de IOF, em caso de financiamento e taxa do IPVA durante o emplacamento e licença do veículo.

O modelo deve chegar às concessionárias com preço sugerido de R$ 69.990, abaixo dos R$ 70.000 impostos pelo governo, já que o modelo pode ser adaptado para os portadores de necessidades especiais. Se considerarmos o preço da versão GLS – vendido a R$ 77.990 – a nova versão terá o melhor custo beneficio.

Por Wendel George Peripato

Hyundai Tucson Flex

Hyundai Tucson Flex

Fotos: Divulgação


Mercado brasileiro recebeu a versão EXL com tração nas quatro rodas e será vendido pelo preço inicial de R$ 134.900.

Foi anunciado pela fabricante de veículo automotores chinesa Honda, nesta terça-feira, dia 30 de junho de 2015, oficialmente, o lançamento do novo Honda CR-V aqui no Brasil. Além de contar com um visual totalmente novo, este SUV será trazido diretamente do México, porém só teremos por aqui a versão EXL que virá com tração nas quatro rodas.

Pelo o que pôde ser visto neste lançamento, os faróis destes veículos são de LED e ganharam um novo formato. Ambos os para-choques foram redesenhados, bem como a grade dianteira. Este novo CR-V virá com rodas confeccionadas em liga-leve e terão tamanho17 polegadas.

Na parte interna este carro também sofreu algumas modificações, uma vez que o console central foi totalmente renovado, sendo que foram inseridos detalhes cromados, ainda o proprietário terá novas opções para escolher qual será o tipo de revestimento que irá colocar no console do seu veículo.

Com relação aos itens de série a novidade mais significativa foi a inserção de uma central de multimídia de sete polegadas com tela sensível ao toque, a qual possui entrada auxiliar HDMI, Wi-Fi, GPS e Bluetooth.

Esse SUV chegará ao país com um motor 2.0 16V i-VTEC FlexOne, o qual terá a capacidade de produzir uma potência máxima de 150 cavalos a 6.300 rpm e um torque de 19,3Kgfm nas 4700 rpm. Este motor irá trabalhar juntamente com um câmbio automático de cinco velocidades.

Na realidade este carro virá recheado de itens de série, dentre estes acessórios estão controle de tração e de estabilidade, direção adaptiva elétrica, assistente para partida em rampa e o sistema de direção com modo ecológico de condução ECON.

No quesito segurança este novo Honda também não deixou a desejar, pois este carro possui seis airbags, sendo dois laterais, dois frontais, bem como outros dois do tipo cortina.

Os interessados em adquirir este veículo terão disponíveis cinco cores distintas, sendo que cinza metálico e vermelho perolizado são inéditas. O valor de comercialização deste carro será a partir de R$ 134.900, os consumidores que quiserem a pintura do carro metálica ou perolizada terão que desembolsar uma quantia a mais de R$ 1.200 no valor final.

Por Adriano Oliveira

Honda CR-V reestilizado

Honda CR-V reestilizado

Fotos: Divulgação


Novo modelo será comercializado no mercado indiano e está sendo analisada a possibilidade de ser vendido também no Brasil.

Apesar de já ser conhecido na China com o nome de iX25, o veículo compacto da Hyundai agora assumiu o nome de Creta, a fim de conquistar outros mercados, sendo que ele irá começar pelo mercado indiano. Segundo as notícias de bastidores, a fabricante do veículo, a Hyundai, vem analisando com bastante carinho a possibilidade de fazer a importação deste veículo também para o mercado brasileiro.

A escolha do nome Creta não foi por acaso, uma vez que este é o nome da maior ilha da Grécia, este veículo foi projetado com uma adaptação especial para destiná-lo ao mercado indiano, por lá esta novidade da Hyundai irá concorrer com outros veículos que já são velhos conhecidos por aqui, tais como, Renault Duster, Ford Eco Sport, exceção feita ao Nissan Terrano.

Esta versão do Creta lançada na Índia em suma não difere muito do modelo Chinês. Conforme a versão do Creta escolhida pelo cliente, este carro já vem de série com rodas no tamanho 17 polegadas, luzes diurnas de LED, central de multimídia com navegador no tamanho de cinco polegadas, bancos revestidos em couro com aquecimento, bem como seis airbags. Diante dessas especificações deu para perceber que este veículo é realmente recheado de acessórios.

O lançamento oficial deste veículo está marcado para ocorrer oficialmente no dia 21 de julho do ano de 2015. O Creta poderá ter como propulsor um motor 1.6 movido a gasolina, o qual terá a capacidade de desenvolver um potência de 123 cavalos, ainda este carro terá duas versões de motores movidos à Diesel, sendo uma aspirada 1.4 e a outra turbo 1.6, as quais terão a capacidade de desenvolver uma potência máxima de 128 cavalos. Exceto a versão com motor 1.6 movido a diesel que terá o câmbio automático com a presença de seis marchas, as demais versões deste veículo serão equipadas com um câmbio manual de seis marchas.

Para fazer a importação deste veículo aqui para o Brasil a Hyundai do Brasil quer primeiro ter certeza se irá ser vantajosa a ampliação da unidade da empresa que fica na cidade de Piracicaba (SP), a qual, atualmente, dedica-se na produção exclusiva da linha do conhecido HB20.  

Por Adriano Oliveira

Hyundai Creta

Hyundai Creta

Fotos: Divulgação


Recuo foi de 6,6% nos últimos 12 meses até maio. O valor total dos recursos para a aquisição de veículos por pessoa física ficou em R$ 175,705 bilhões em maio.

De acordo com o Banco Central (BC), o crédito para compra de automóveis no Brasil apresentou um recuo considerável nos últimos 12 meses.

O estoque de operações de crédito para que os consumidores possam comprar veículos recuou cerca de 1% de abril para maio deste ano. Sendo assim, o valor total dos recursos para a aquisição de veículos por pessoa física ficou em R$ 175,705 bilhões em maio. No mês de abril este número foi de R$ 177,552 bilhões.   

Ao analisar os cinco primeiros meses de 2015, a queda foi considerável relacionada a este tipo de crédito. O recuo foi de 4,6%. Já nos últimos 12 meses até maio, o recuo foi de 6,6%.   

Vale a pena ressaltar que o recuo no crédito para aquisição de carros fez com que o número de veículos novos adquiridos também apresentasse uma queda. De acordo com o Fenabrave, as vendas de veículos novos no Brasil obtiveram cinco quedas mensais seguidas. A aquisição de veículos novo, comerciais leves, caminhões e ônibus caíram em maio 3,04% ante abril. Ao comparar com maio de 2014, a queda nas vendas chega a 27,5%.   

O crédito concedido acumulado em maio para o financiamento de automóveis para pessoas físicas somaram R$ 6,402 bilhões. Isso representa uma queda de 2,1%, comparado a abril. De janeiro a maio, a queda foi de 9,5%.   

Já o setor de habitação teve suas operações de crédito para pessoas físicas expandidas em 1% de abril para maio. Segundo o Banco Central, as operações de crédito somaram R$ 465,122 bilhões. De janeiro a maio, o aumento foi de 7,8% e, nos últimos doze meses até maio, houve um crescimento de 24,5%. Do volume total as operações de créditos habitacionais, R$ 403,455 bilhões se referem a taxas reguladas. Os outros R$ 61,667 bilhões, segundo o BC, referem-se a empréstimos de taxas de mercado. Sendo assim, as operações de taxas reguladas conseguiram avançar 1,2% ante o mês anterior. No ano houve um aumento de 8,2% e, nos últimos 12 meses até maio, 25,4%.

Os financiamentos com taxas de mercado apresentaram um recuo de 0,1% no mês. No acumulado do ano houve uma alta de 4,4% e, nos últimos 12 meses até maio, 18,8%.

Por William Nascimento

Crédito para compra de automóveis


Novo modelo é mais moderno e está até 200 quilos mais leves que a versão atual.

A Opel revelou o novo Astra Geração K com características bem marcantes e revoluções técnicas surpreendentes. O corte clássico revela um modelo mais moderno, que agora está até 200 quilos mais leve que o modelo atual, de acordo com a motorização e equipamentos disponíveis. A média é de 120 quilos a menos em relação à versão anterior.

O modelo está mais moderno em virtude do uso de aço em diferentes densidades e tamanhos, os quais são mais resistentes e leves. Além da nova arquitetura dos pilares, responsável por diminuir o peso e melhorar o desempenho do veículo. Mesmo com a redução de peso, o chassi ganhou mais medidas, resultando em mais eficiência do ponto de vista da condução, da economia de combustível e maior durabilidade dos componentes.

O Astra Geração K será lançado oficialmente no Salão de Frankfurt, na Alemanha em setembro próximo. O modelo que está mais leve e compacto, uma vez que a distância entre-eixos diminuiu 2 cm. Apesar de encolher por fora, o carro cresceu por dentro. São quase 5 centímetros mais curto em relação a versão anterior (4,37 m), é 2,6 cm mais baixo. Entretanto cresceu em 35 mm no espaço para pernas no espaço reservado para os bancos dianteiros.

Há mais uma opção de motor, com potências que oscilam entre 95 cavalos e 2000 cavalos. A base dos motores a gasolina é o 1.0 ECOTEC turbo de 105 cv e três cilindros, que apresenta alguns dos componentes da versão 1.4 ECOTEC turbo de quatro cilindros. Além deles há opções a Diesel com o 1.6 CDTI de 95 cv e 1.6 turbo de 200 cv.

As mudanças também ocorreram na parte interna. O painel recebeu uma redução de botões no console central, poupando aproximadamente 20 quilos. A marca afirmou que os materiais empregados são mais leves e evoluíram, segundo a merca e apresentam um toque mais leve e agradável. Para saber mais sobre o modelo teremos que esperar até setembro. 

Por Ana Rosa Martins Rocha

Opel Astra Geração K

Opel Astra Geração K

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: