Renault Kwid elétrico – lançamento e pré-venda


Novo modelo elétrico Renault Kwid E-Tech foi lançado no Brasil e está em pré-venda.

A Renault lançou agora em 2022 seu primeiro popular totalmente elétrico no Brasil e o modelo escolhido foi o Kwid. Analisando o mercado externo podemos considerar que os automóveis com motorização elétrica são na verdade uma realidade, com fabricantes exclusivas para este segmento de mercado. Aqui no Brasil podemos entender que ainda é uma tendência, pois, além de termos poucos modelos a disposição todos possuem um valor de venda muito alto, onde raros consumidores têm condições de adquirir um modelo deste tipo.


Se você pensa em adquirir este carro para realizar viagens já adiantamos que ficará bem difícil sua situação – a autonomia deste modelo é de quase 300 km, na cidade. Ou seja, com uma carga você conseguirá rodar 60 km diários e com 5 dias úteis terá usado toda a autonomia do veículo. Para grandes centros, como São Paulo, talvez até seja pouco, visto as distâncias dentro da cidade, mas para cidades um pouco menores, como Curitiba ou mesmo Fortaleza, é uma boa opção para o dia a dia.


Uma informação relevante para quem pensa em adquirir este carro é o tempo para o seu abastecimento. Numa tomada de 220V para dar carga total de 15 horas, segundo o site da montadora, leva 5h para gerar uma autonomia de 100 km. Agora se você tem algum posto com carga rápida DC perto da sua casa o abastecimento total fica em torno de 1h30. Já é um alívio para o morador médio da cidade de São Paulo que muitas vezes percorrerá 100 km ou mais em um dia.


Ainda sobre o carregamento, a montadora pensou muito nesse quesito devido à praticidade do sistema. Você pode carregar numa simples tomada de sua casa, claro o carregamento vai demorar mais ainda, mas aí uma boa noite sua de sono com o carro carregando gerará uma boa autonomia para o dia seguinte.


A grande vantagem do Renault Kwid E-Tech é realmente sua autonomia comparado aos carros com combustível a combustão. Ele chega a ser 8 vezes mais barato na sua recarga. Por exemplo, o modelo Kwid 1.0 a gasolina tem previsão de consumo de 15 km por litro, considerando o valor médio do litro em torno de 7,20 reais, significa que cada km rodado custa R$ 0,48. Considerando que é 8 vezes menor o consumo então o valor médio por quilômetro a versão elétrica fica em R$ 0,06. Somente nesse quesito já há uma grande vantagem sobre seu irmão bicombustível!

A velocidade máxima deste modelo é de 130 km/h e a sua aceleração é de 4 segundos de 0-50 km/h. Considerando outros modelos “populares” sua aceleração e velocidade máxima estão dentro de uma média. Para quem já tem um carro 1.0 (sem turbo) a diferença chega a ser imperceptível.

Os freios vêm com tecnologia ABS. Ainda com o modo de direção ECO a frenagem é regenerativa, ou seja, ajuda na economia de eletricidade, além de aumentar a duração da bateria.

Algo que é indicado fortemente no site da Renault é sobre o seu custo de manutenção, afirmam que é menor comparado ao modelo similar movida a combustível tradicional. O motivo principal é porque o carro possui menos peças e, por isso, há menos degaste e troca de peças. Por exemplo, o modelo não possui troca de marchas então todas as peças e espaço para o câmbio não existem no Kwid E-Tech.

E outra grande vantagem deste modelo é o seu conforto. Com o motor a combustão é normal sentirmos as vibrações oriundas do motor, ainda mais quando ele está fora da normalidade. E para quem não gosta de barulhos este modelo atende perfeitamente suas necessidades, pois ele é zero ruído. Gostou!?

O valor inicial está a partir de R$ 140 mil, sendo considerado o mais barato dos modelos elétricos no Brasil.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.