A Ferrari fez um grande mistério em torno da nova California, mas finalmente a marca de Maranello divulgou as primeiras imagens oficiais da segunda geração do modelo. Com visual atualizado, a nova Ferrari ainda traz uma novidade sob o capô.

Mantendo a capota rígida retrátil, que fecha ou é retirada em 14 segundos, a nova geração agora passa a ser chamada de Ferrari California T e tem estreia mundial oficial marcada para o Salão de Genebra, em março. O projeto da nova California sofreu grande influência da clássica Ferrari 250 Testa Rossa e traz a característica de design bem próxima de sua irmã F12 Berlinetta. Portanto, o novo modelo segue as mesmas linhas dos outros carros da marca e dispõe de faróis redesenhados, lanternas compostas por LEDs, capô perfurado, difusor de ar no para-choque traseiro, além das duas saídas duplas de escape.

No interior, o revestimento é feito em couro de alto padrão, com grande semelhanças com a F12 Berlinetta. Além disso, o carro possui botão de partida, tem volante com multicomandos e base achatada, possui comandos do sistema de ar-condicionado e conta com pedais esportivos em alumínio. Nota-se também a presença de um sistema multimídia com tela touchscreen de 6,5 polegadas.

Embora a versão de entrada da marca italiana tenha ficado com o design mais agressivo, o grande destaque fica por conta da mecânica. Sob o belíssimo capô está o mesmo motor do Maserati Quattroporte, um bloco 3.8 V8 biturbo, capaz de oferecer 560 cv e torque de 79 kgfm, um aumento de quase 50% no torque em comparação a geração vendida atualmente. Trabalhando em conjunto do propulsor está um câmbio automatizado de dupla embreagem e sete velocidades. Mesmo com os 1.625 quilogramas, a nova Ferrari California T acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,6 segundos.

De acordo com a fabricante italiana, o carro conta com diversas tecnologias vindas da Fórmula 1, como o controle eletrônico de tração (que permite aceleração máxima nas curvas) e a utilização de um bloco biturbo com menor cilindrada, visando reduzir a emissão de CO2.


Com a chegada do novo modelo F12 Berlinetta às concessionárias italianas, a Ferrari decidiu divulgar os preços do veículo para o país. O superesportivo deverá estar disponível a partir de 274.400 euros, algo em torno de R$ 688.948. O preço é 14.000 euros mais barato do que a sua versão anterior.

Mesmo com um dos valores mais baixos da Ferrari, o F12 Berlinetta continua sendo um carrão. O motor é um 6.3 litros com 12 válvulas e geração de 730 cavalos de potência. O torque pode chegar a 70,3 kgfm. Já a aceleração vai de 0 a 100 km/h em 3,1 segundos e a velocidade máxima é de 340 km/h.

O veículo ainda pode ser incorporado com outros equipamentos, desde que os itens sejam comprados pelo proprietário. Por isso, o pacote de personalização pode ser adquirido por 10.285 euros, os bancos elétricos custam 4.477 euros, o Cruise Controle custa 805 euros, as pinças de freio coloridas saem por 1.089 euros e os faróis adaptativos custam 2.240 euros.

Por outro lado, o veículo já vem com sete anos de manutenção já programada, injeção direta e distribuição variável.

Fonte: Ferrari

Por Matheus Camargo





CONTINUE NAVEGANDO: