Novo Toyota SW4 2016 ganha Pacote Esportivo na Tailândia

  

Pacote TRD não está disponível no Brasil.

A novidade automobilística apresentada pela Toyota recentemente é a nova versão do Toyota SW4 2016, que vem repaginada com novidade no Exterior. A novidade é o pacote TRD Esportivo e foi apresentada na Tailândia. Essa é a terceira geração do SUV que deixa a hereditariedade da pick-up e passa a ter visual próprio bem diferente da versão anterior comercializada 11 anos atrás.

A nova versão do SW4 foi desenvolvida nas fábricas da Argentina e chega ao Brasil com itens de série como: abertura elétrica dos porta-malas, regulagem elétrica no banco do motorista, ar condicionado digital, câmera de ré, central multimídia com tela de 7 polegadas para o GPS e TV Digital, banco de couro, vidros e trava elétrica, airbags laterais e frontais, além de controle de estabilidade e tração.

A mecânica do carro tem mudança no motor, que antes era 2.7 flex e passa a ter o novo v6 de quatro litros à gasolina, com potência de 238 cv e 38,3 kgfm. A versão a diesel conta com motor 2.8 com quatro cilindros, o mesmo utilizado no lançamento da Hilux em 2015, capaz de atingir potência de até 117 cv e 45,9 kgfm.

O carro será vendido nas versões de 5 e 7 lugares.

De acordo com as estimativas da montadora, o número de venda deve chegar a variar entre 8 mil e 9 mil unidades no primeiro ano, sendo 75% das vendas referente à versão com 7 lugares a diesel.


O novo design também é uma forte característica do novo modelo, a começar pelos faróis mais estreitos acompanhados de luzes de LED. As lanternas traseiras do carro ficaram mais finas e possuem barra cromada, que liga as duas lanternas. No interior é possível notar algumas características do modelo Corola (da mesma marca) no relógio digital, na alavanca do câmbio e nos comandos do ar condicionado. Já o painel de instrumentos do SW4 mantém a iluminação azul clara, também marca do Corolla. O SW4 ganhou 9 cm na lateral e mais 2 cm de largura. O chassi do carro também passou por renovação que agora ganham aços de maior resistência e a carroceria passa a ser 20% mais rígida.

Por Jaime Pargan

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *