Furtos e roubos influenciam a alta nos preços dos seguros de automóveis

  

No estado de São Paulo os furtos e roubos a veículos estão deixando os proprietários preocupados, além de causar prejuízos significativos. Neste ano houve um aumento de 15% para esses tipos de delitos no primeiro trimestre de 2014, se comparado com o mesmo período do ano passado. A estatística aponta 58.431 ocorrências para este ano e 50.687 casos para o ano passado. Esses dados, infelizmente têm contribuído para que o preço do Seguro de Automóveis aumente em 2014.

O Jornal dos Corretores de Seguro (JCS) entrevistou três corretoras de seguro, que declararam um aumento expressivo de clientes no ramo de automóveis, chegando a uma variação média de até 19%. Thiago Stoppa da Rocha, profissional da Évora Corretora de Seguros revela que o ramo tem crescido nos últimos anos, mais lento que países europeus e norte-americanos, mas tem crescido.

A justificativa para o aumento do seguro está justamente no crescente número de ocorrências de furtos e roubos a veículos, o que gera um maior prejuízo para a seguradora. Assim esclarece Roberto José Korsakas, da Corretora de Seguros RJ Korsakas.

Apesar da alta nos valores, os seguros também oferecem outras vantagens, como socorro mecânico, guincho para reboque até a oficina da preferência do cliente, auxílio se o veículo do cliente acabar a gasolina, troca de pneus, chaveiro, dentre outros.

Apesar de toda a comodidade e serviços oferecidos pelas seguradoras, os clientes não podem esquecer de medidas que dificultem o cometimento dos delitos em questão. A segurança de ter o valor ressarcido em caso de furto ou roubo não pode fazer com que o condutor se acomode. Existem vários dispositivos extras que podem e devem ser utilizados para a segurança do veículo, desde os mais baratos até os mais caros e sofisticados como: rastreadores, antifurto, travas em geral, alarmes, dentre outros.


Ao tomar essas medidas de segurança, o proprietário do veículo, além de evitar que seu bem seja subtraído ou que sua vida seja colocada em risco, evitará um aumento no valor das seguradoras de veículos.

Por André César

Seguros de carros

Foto: Divulgação

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *